RIO BRANCO

Crica

Coluna do Crica

A deputada Juliana Correia (PRB) está certa ao cobrar em requerimento explicações à direção regional da ELETROBRÁS sobre as interrupções de energia. Somente em agosto já aconteceram em dois dias. A parlamentar diz que, assim com o consumidor tem o dever de pagar as contas em dias, o fornecedor é obrigado a fornecer um serviço de qualidade, que não vem ocorrendo.

Publicados

Crica

Passando dos limites

A deputada Juliana Correia (PRB) está certa ao cobrar em requerimento explicações à direção regional da ELETROBRÁS sobre as interrupções de energia. Somente em agosto já aconteceram em dois dias. A parlamentar diz que, assim com o consumidor tem o dever de pagar as contas em dias, o fornecedor é obrigado a fornecer um serviço de qualidade, que não vem ocorrendo.

RAIMUNDINHO, O BRABO: “MARCUS TEM DE COLOCAR TODOS NA RUA”.

O deputado Raimundinho da Saúde (PODEMOS) está exigindo um compromisso do prefeito Marcus Alexandre e o mais cotado para ser o candidato ao governo da FPA: “ou ele assume a palavra que se ganhar a eleição demitirá os atuais ocupantes de cargos de confiança do governo. Não manterá os atuais secretários e colocará caras novas na sua equipe ou não terá o apoio do meu grupo durante a campanha”. No desabafo feito ontem na tribuna da ALEAC, Raimundinho acusa a atual equipe do governo estadual de estar cansada, atender mal a população, tratar mal os deputados, não se preocupar com as demandas que lhe chegam e de estarem no comodismo de quase vinte anos no cargo. “O Marcus tem de demitir estes cavernas (sic) se quiser fazer uma boa gestão”, adverte. Raimundinho (foto) diz que, mesmo sendo da base do governo não pode deixar de apontar erros na administração e querer mudanças. Nem um deputado de oposição chegou a este tipo cobrança ao governo. O que há com o Raimundinho, o Brabo?

NÃO POUPA AS CRÍTICAS

Mesmo sendo da base governista na ALEAC, tendo votado sempre com o governo, o deputado Raimundinho da Saúde (PODEMOS) tem sido em alguns pontos um crítico duro do governo.

CAMINHO MAIS PROVÁVEL

Não será candidata a deputada. Não continuará como vice por ser do PT. Não emplacará a candidatura ao governo. O caminho que está aberto para a bela vice-governadora Nazaré Araújo é o de ser a primeira suplente na chapa do candidato ao Senado, Jorge Viana (PT).

ESCANCARA A MOROSIDADE

A decisão do ministro do STF, Gilmar Mendes, se não tem efeito prático na suspensão de uma gratificação não mais recebida pelos magistrados do Acre, escancara por outro lado uma triste realidade do Judiciário, a morosidade: levou 20 anos para a Ação Popular ser julgada pelo STF.

ABUSO A SER COMBATIDO

O vereador Manuel Marcos (PRB) está sendo pragmático para combater a demora dos bancos em atender os clientes: aumentando os valores da multas e em caso de reincidência com pena de fechamento do banco infrator durante 24 horas. Ou continuará o péssimo atendimento. A única linguagem que entendem é a da punição pecuniária.

USO DO CACHIMBO DEIXA A BOCA TORTA

O vereador Rodrigo Forneck (PT) está desconectado da realidade política. O PT não elege mais um poste. Nas duas últimas décadas a oposição não teve um candidato ao governo tão forte e bem situado como o senador Gladson Cameli (PP). Será uma disputa renhida. Mesmo Marcus Alexandre (PT) sendo um nome competitivo. É reconhecido pela própria cúpula do PT. Essa história de que o PT vai dar uma “peia” fica por conta dos arroubos da juventude do Rodrigo.

SENTIMENTO GRANDE

Sou bastante experiente para não me deixar levar pela emoção dos fatos. O que se nota na população é um sentimento de mudança. Se este sentimento será traduzido em votos é outra conversa. Mas deve se levar em conta que também não será fácil derrotar o PT, mesmo estropiado. Atentem para o fato que a eleição para o governo será equilibrada como nunca. E o PT terá no comando da campanha alguém que não é amador: o governador Tião Viana.

ISSO TUDO É BALELA

Esta conversa que pode aparecer no DEM uma terceira via para o governo é tudo uma grande balela. Se algum desavisado entrar por este caminho sabe que será um mero participante da campanha, que será polarizada entre Marcus Alexandre (PT) e Gladson Cameli (PP).

SABE QUE O JOGO ESTÁ JOGADO

Numa campanha majoritária não será o apoio de A e nem a rebelião de B que impedirá ou que norteará o eleitor a votar no candidato ao governo. Quando o povo tem empatia com uma candidatura não olha quem é o candidato a deputado ou a senador, foca no nome ao governo e vota.

BUSCANDO SEU ESPAÇO

Não se pode condenar o ex-prefeito Tião Bocalon por estar fazendo pressão para empurrar goela abaixo da oposição o deputado federal Alan Rick (DEM) como vice. Busca seu espaço. Com Alan de vice, Tião Bocalon fica como único candidato do DEM à Câmara Federal. Está errando só na estratégia da faca no pescoço. Poderia ter buscado o caminho da diplomacia.

CAVALO DE BATALHA

Só que, o Bocalon não pode situar o DEM como se fosse o maior partido da oposição para colocar este ponto como uma exigência. Tem dado uma dimensão além do tamanho real.

SOCORRO PARA SENADOR GUIOMARDS

A violência dominou a pequena cidade de Senador Guiomard. Os assaltos acontecem de dia. Os moradores não têm mais sossego com tantos casos. O deputado Jairo Carvalho (PSD) diz não haver mais a quem recorrer. “Mas policial para multar tem aos montes”, critica Jairo.

SUGESTÃO CONTRA A VIOLÊNCIA

No segundo distrito da Capital os comerciantes apresentaram uma proposta inusitada: mandam arrumar todas as viaturas do batalhão da PM que cobre aquela regional, abastecem de combustível, e o que gastarem será abatido no imposto de ICMs pago ao Estado. A revelação foi feita ontem pela deputada Eliane Sinhasique (PMDB). É pegar ou largar.

MOVIMENTO DAS MULHERES

Está havendo um grande movimento entre as mulheres da oposição para uma grande reunião em que defenderão que, o espaço de vice na chapa ao governo deve ser ocupado por uma representante do sexo feminino. E querem a presença do candidato a governador.

BONS DE GARFO

Não sei se a equipe do prefeito de Capixaba, José Augusto, é trabalhadora, tanto quanto é boa de garfo. O prefeito licitou 266 mil reais para comprar comida e amainar a fome da rapaziada. Uma coisa pode acontecer: ao término do mandato estarão todos gordinhos.

DO OUTRO LADO DA CIDADE

Na região da Baixada da SOBRAL, o deputado Raimundinho da Saúde (PODEMOS) traça um quadro nada alentador para a segurança. Diz que há 5 anos o contingente da PM na Baixada era de 130 homens. Hoje está reduzido a 70 PMs e o ideal é de 240 militares. “Não há como combater a criminalidade desta maneiram reduzindo a tropa”, lamenta.

“QUERO SER O PRIMEIRO”

O senador Sérgio Petecão (PSD) negou que, optará por ser candidato a deputado federal. Afirma que nunca disputou o Senado com tanta chance de se eleger e tem como meta ser eleito o senador mais votado da eleição de 2018. “Me aguardem”, avisa um otimista Petecão.

NÃO ENCONTRO OUTRA PALAVRA

Num tempo de uma crise econômica braba, o gestor devolver recursos federais em caixa para a construção de uma unidade de saúde não se pode encontrar outra palavra que não seja incompetente, para lhe qualificar. É o caso da prefeita de Tarauacá, Marilete Vitorino (PSD).

SEM JUSTIFICATIVA

O sistema de saúde de Tarauacá não está às mil maravilhas para dispensar recursos à construção de um Posto de Saúde que, inclusive, estava licitado, por isso nenhuma justificativa que a prefeita Marilete Vitorino der para a sua incúria pode ser aceita pela população.

NENHUMA OBRA

A única obra atribuída à prefeitura de Xapuri não foi feita pelo prefeito Bira Vasconcelos. O asfaltamento da rua de acesso ao centro da cidade foi executado pelo governo via DERACRE.

FEITA NA PREFEITURA?

Foi anunciado pelo seu arauto na ALEAC, deputado Jairo Carvalho (PSD), de que o prefeito de Senador Guiomard, André Maia, está com 80% de aprovação da sua gestão. Nem o Papa tem isso no Vaticano. Ou a pesquisa foi feita dentro da prefeitura ou fizeram aquela soma maluca que não se faz: somando os índices Regular, Bom e Ótimo. É querer se enganar!

Empregos em tempo de crise

Esta na ALEAC um projeto do governo que aumenta o teto de contratações no quadro estadual de Enfermeiros e de Técnicos de Enfermagem. Deverá ser votado, na terça-feira próxima. Permitirá a contratação de 130 enfermeiros e 110 Técnicos de Enfermagem. É o governo remando contra a crise econômica que tomou conta do país. Já tinha autorizado a contratação de 300 servidores para a Saúde e mais 300 para a Educação. Esta é uma iniciativa do governador Tião Viana que não pode deixar de ser ressaltada e elogiada. Contrata e paga em dias. E isso num estado pequeno, não industrializado, mas com o controle fiscal no azul. Estados como o Rio de Janeiro, com a pujança da produção de petróleo, há meses não paga o funcionalismo estadual. Se ressalte também sobre este projeto que, o deputado Daniel Zen (PT) foi um dos mais ardorosos defensores das duas categorias para a mudança na legislação. Ganhar um emprego é mais dignidade para uma família.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Coluna do Crica

Propaganda

Crica

Cabeças coroadas começam a rolar na saúde

O secretário de Saúde, Alysson Bestene, revelou ontem ao BLOG DO CRICA que deu início a uma série de demissões de diretores de unidades como UPAs e setores administrativos da secretaria.

Publicados

em

Por

O secretário de Saúde, Alysson Bestene, revelou ontem ao BLOG DO CRICA que deu início a uma série de demissões de diretores de unidades como UPAs e setores administrativos da secretaria.

“Serão oito os que serão substituídos inicialmente, podendo chegar a mais”. Os nomes dos que sairão e dos que foram convidados para compor a equipe já foram enviados ao governador para avaliar. Ontem, em Brasiléia, em conversa com o blog, Gladson Cameli anunciou que tinha convocado uma reunião com a equipe de diretores da Saúde e determinado ao Alysson: “ou ele faz as mudanças necessárias para melhorar o sistema de saúde, ou também vai ter que sair. Não posso esperar mais, é muita cobrança”. Durante o seu discurso no ato de lançamento do programa de ramais no município, Cameli fez também muitas reclamações de que o atendimento na Saúde não é o que almejava para a população, e que quer ver mudanças rápidas. Outra medida anunciada ontem pelo secretário Alysson ao BLOG DO CRICA, foi a que formou uma comissão especial, composta por médicos, enfermeiros, assistentes sociais, que vão detectar os pontos de estrangulamento e demandas do HUERB e apresentar sugestões para melhorar o sistema. Foram duas decisões sensatas: a primeira de pedir a demissão dos diretores que não se adequaram às novas normas. E a segunda de criar uma comissão plural, para chegar a um diagnóstico sobre como melhorar o atendimento. Quando se faz no BLOG uma crítica não se torce contra, mas sempre a favor que melhore.

CHINA CONTINUA FORTE

O homem que comanda o setor financeiro da Saúde, o popular China, não será demitido como chegou a ser especulado na imprensa. Seu nome andou envolvido em suposto pedido de propina. Por nada ter sido provado, o secretário Alysson diz que o manterá no cargo.

PORTAS ABERTAS

Com a perda do deputado Neném Almeida, o SOLIDARIEDADE da deputada federal Vanda Milani (SD) abriu as suas portas para a entrada do deputado Fagner Calegário (PV).

OPOSIÇÃO ESCANGALHADA

Ontem, estive em Brasiléia, e perguntei a amigos como andava a oposição para a disputa da prefeitura. O comentário mais positivo: “escangalhada”. Bem definido. Nenhuma cara nova para ameaçar a prefeita Fernanda Hassem (PT) e com o grosso das lideranças com problemas penais. Some a isso estar a Fernanda fazendo uma boa gestão e também ser política.

AMIGUINHOS DE INFÂNCIA

O leitor se lembra da briga ferrenha do Major Rocha com o Coronel Ulisses Araújo? Pois bem, viraram amiguinhos desde a infância e aliados. Ulisses é um dos assessores mais próximos do secretário de Segurança, Paulo César, e irá coordenar o programa de vigilância da fronteira.

Leia Também:  Blog do Crica: Oposição sim, apurar antes. Sem provas, sem denúncia

SEMPRE DIGO NO BLOG

Tenho avisado várias vezes alertando para que não tomem partido em brigas de políticos, porque eles acabam se acertando, e quem entrou na briga acaba dando com a cara no chão.

A VIDA É UMA RODA VIVA

Encontrei ontem com um amigo das antigas do PT, que nos últimos 20 anos ocupou cargo de confiança de destaque nos governos petistas e papeamos um pouco em meio a compras no supermercado. Disse que “a barra está dura”, teve até que se desfazer do carro e me perguntou se não sabia de algum emprego. A velha questão: cargo de confiança não é eterno.

VALE PARA OS ATUAIS

O exemplo deste meu amigo serve para os ocupantes de cargos de confiança deste governo.

OPINIÃO DE QUEM ENTENDE

Empresário do setor de comunicação e gráfica me confessou que não vê como a questão da licitação da mídia do governo no valor de 5,4 milhões ser resolvida de forma definitiva, dia 15 de junho, quando sairá a decisão. Avalia que haverá recursos e a briga vai para justiça.

DEIXOU DE SER MAU PAGADOR

O Estado, que estava punido por o governo anterior ser mau pagador ao atrasar parcelas de empréstimos junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID, agora voltou a ser adimplente junto ao Tesouro Nacional. Ponto positivo para a equipe econômica do governo.

GUERRA ÁS MULTAS

O governador Gladson conclamou a que os produtores rurais que foram multados pelo IMAC não paguem as suas multas, porque vai anistiá-las. A ordem é licenças ambientais rápidas.

FIM DE UM PESADELO

Se a anistia vai de fato acontecer não sei, como São Tomé, prefiro esperar para ver. Mas só o anúncio de que o homem do campo não terá mais o batalhão de multadores nas suas porteiras, já é o fim de um pesadelo que era fato corriqueiro nos governos petistas.

NÃO ESCOLHE CANDIDATO

O prefeito de Epitaciolândia, Tião Flores, disse ontem ao BLOG do CRICA, que prevê três candidaturas a prefeito fora a dele: do Chiquinho Chaves (PSD), a do PT e a dos Hassem. Mas fez a ressalva de que não escolhe candidato: “quem vier, Crica, será surrado nas urnas”.

Leia Também:  Coluna do Crica

COM A GUILHOTINA EM PONTO DE CORTE

No seu discurso de ontem em Brasíléia, o governador Gladson Cameli se mostrou angustiado com a falta de resultados na área da Saúde. Ocupou bom espaço da fala prometendo que não vai mais esperar, que não agüenta mais as cobranças, e que cabeças vão rolar no setor.

ENTROU EM HIBERNAÇÃO

Depois de tantos anúncios da sua queda do cargo, o secretário de Agricultura, Paulo Wadt, continua firme mesmo com a pressão dos políticos tucanos. Entrou em hibernação e sumiu.

NÃO TEM RECLAMAÇÃO

Se na secretaria de Saúde do Estado chove problema, o mesmo não acontece no município de Rio Branco, onde o secretário de Saúde, Otoniel, consegue fazer uma gestão afinada e com poucas reclamações. Se fosse ao contrário as críticas estariam pipocando nas redes sociais.

COMANDANTE DEMOCRÁTICO

O bom gestor sabe que o cargo não lhe pertence e que deve satisfação ao povo. Fiz críticas contra a falta de policiamento ostensivo em rondas no bairro Tropical, e recebi a seguinte resposta do Comandante da PM, Coronel Ezequiel Bino, que mostrou que democracia não se fala, se pratica: “Olá, Luis Carlos. Como grande parte dos acreanos sou leitor da sua coluna e por entender que a Polícia Militar está afinada e atenta às reclamações, sugestões, opiniões, aflições da sociedade, quero dizer que tratarei do policiamento do Tropical e entorno com a Comandante imediata da área, Maj Jokebed e logo daremos uma resposta. Obrigado pela sua manifestação. Cmt Geral da PMAC, Cel Bino”. Um exemplo para os gestores do governo.

SAIRÁ POR CIMA

Política é momento. Construindo as prometidas pontes de Brasiléia e de Xapuri, o governador Gladson Cameli ficará em alta eleitoral na região do Alto Acre, onde, por sinal foi campeão de votos. Não se analisa a política com base no imediatismo de quem mal começou o governo.

NÃO É BESTA

O governador Gladson Cameli me disse certa feita em uma entrevista que tem gente que pensa ele ser “besta”. E, não é mesmo! Tanto não é que, ele desarmou qualquer movimento no seu grupo de aliados sobre sua sucessão ao dizer que será candidato á reeleição.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA