RIO BRANCO

Crica

Coluna do Crica

O presidente do PSL, Pedro Longo, anunciou ontem que, por decisão do diretório municipal o vereador Emerson Jarude (PSL), que assinou a instalação de uma Comissão Especial de Investigação na Câmara Municipal de Rio Branco para analisar os aditivos dos contratos entre os empresários do transporte coletivo e a PMRB, terá que retirar a sua assinatura do documento, porque houve um fechamento de questão pelo PSL, contrária à sua atitude. Pedro Longo diz que Jarude pediu tempo para refletir. Caso mantenha o seu apoio à CEI, o partido deverá se reunir novamente para deliberar sobre uma punição, que poderá ser uma advertência ou a suspensão temporária do mandato do vereador. São essas as opções.

Publicados

Crica

Enerson Jarude pode ter mandato suspenso

O presidente do PSL, Pedro Longo, anunciou ontem que, por decisão do diretório municipal o vereador Emerson Jarude (PSL), que assinou a instalação de uma Comissão Especial de Investigação na Câmara Municipal de Rio Branco para analisar os aditivos dos contratos entre os empresários do transporte coletivo e a PMRB, terá que retirar a sua assinatura do documento, porque houve um fechamento de questão pelo PSL, contrária à sua atitude. Pedro Longo diz que Jarude pediu tempo para refletir. Caso mantenha o seu apoio à CEI, o partido deverá se reunir novamente para deliberar sobre uma punição, que poderá ser uma advertência ou a suspensão temporária do mandato do vereador. São essas as opções.

Jarude bate de frente com o PSL

Em Nota enviada à imprensa o vereador Emerson Jarude (PSL) comunicou que vai manter a sua assinatura no pedido de instalação da CEI. -Não é uma afronta ao partido, não é uma postura de oposição. Sempre reafirmei que, estaria atuando em prol da população, diz.

Não quero ser herói

O vereador Emerson jarude (PSL) fala que não quer ser herói, apenas quer desempenhar a sua função de fiscalizar os atos emanados pela prefeitura de Rio Branco. E não recua sobre isso.

Comissão de ética será acionada

“Vamos encaminhar a sua posição para o Conselho de Ética tomar uma providência”, me disse ontem o presidente do PSL, Pedro Longo, que defende que aconteça uma punição, porque antes de eleito vereador Jarude sabia que o PSL era aliado da FPA e do prefeito.

Nada mais natural

A presidente da AMAC, Marilete Vitorino (PSL), vai demitir a equipe da Associação dos Municípios do Acre. Fato completamente normal quando se muda a gestão de um órgão. O que se espera é que ponha pessoas qualificadas, e não entupa de afilhados sem qualificação.

CCJ no impasse

Continua o impasse entre o deputado Jenislon Lopes (PCdoB) e o deputado Heitor Junior (PDT) sobre quem ocupará a presidência da Comissão de Constituição e Justiça da Assembléia Legislativa. O assunto ficou para deliberação dos deputados na próxima semana.

Instalar uma CEI é uma medida prematura

O líder do prefeito de Rio Branco, vereador Eduardo Farias (PCdoB), considera “prematura” a tentativa de se criar uma Comissão Especial de Investigação, para apurar supostas irregularidades no transporte coletivo, como sustentam os vereadores da oposição. Farias defende que, antes de uma medida extrema tem de se esgotar na Câmara Municipal de Rio Branco todas as vias de apuração. E a tese que defenderá para o assunto.

Esgotar as conversas

Avalia ainda que, o assunto deve ser debatido dentro da Comissão de Transportes e Urbanismo, na qual os vereadores terão condições de pedir documentos, ouvir as partes envolvidas, com total liberdade de ação. Somente exauridos estes mecanismos é que a CEI poderia ser acionada. Eduardo Farias (PCdoB) pretende buscar a saída com a oposição.

Vamos parar com a hipocrisia

Os vereadores de Rio Branco têm sim a obrigação de se manifestarem sobre o pedido de aumento do preço das passagens, com duas opções: protestarem contra o reajuste e ficando ao lado da população ou se calando e pouco se lixando para aqueles que os elegeram. E só!

Situando as posições

A imprensa é para cobrar (tem os que vivem de elogiar) os detentores de mandatos públicos. E os vereadores não foram eleitos para ficarem calados e  fora de debates importantes.

Desculpa de bêbado para delegado

O fato da decisão sobre o aumento ser do Conselho Tarifário não os impedem de se manifestarem. Político tem que ter posição em assuntos polêmicos, ou ser a favor ou ser contrário. Ficar na zona de conforto, com cara de paisagem, não é papel dos vereadores.

Não entendo a blindagem

Não consigo entender a blindagem da base do prefeito da Capital contra a instalação de uma CEI para investigar os transportes coletivos. A própria PMRB diz que já está tudo fiscalizado pelo MP. Brecar a CEI é uma medida antipática e com sério prejuízo á imagem dos vereadores da base.

Só depois de ver

A oposição do Acre é um grupo disperso de políticos, cada um querendo ser líder. É exatamente por isso que não aposto um centavo de que podem conseguir sair com apenas duas candidaturas ao Senado. Na oposição todos só pensam nos seus interesses pessoais.

Novo capítulo

Quando os absolvidos da Operação G-7 pensavam que tinha acabado o pesadelo, o MPF anuncia que vai recorrer à outra instância jurídica, o que significa mais gasto com advogados e uma tortura mental. Achei a sentença do Juiz Federal Jair Facundes muito robusta. Mas é um direito do MPF não concordar e apresentar um recurso contra a decisão.

Gato escaldado

Depois da rasteira que levou dos demais partidos de oposição o ex-prefeito Tião Bocalon (DEM) está construindo a sua candidatura ao Senado, naquela de que gato escaldado tem medo de água fria. Na eleição municipal, foi rifado na intenção de disputar a PMRB.

Maior patuscada

A última eleição municipal foi uma bela de uma patuscada encenada pela oposição. Para se ter uma idéia, além da divisão, a candidata à PMRB Eliane Sinhasique (PMDB) tocou o final da sua campanha praticamente só. Somando isso á candidatura estéril do Raimundo Vaz (PR), a derrota era certa. O prefeito de Rio Branco se reelegeu deitado na rede, sem muita força.

Descanse paz

Que dona Marisa Letícia faça a sua passagem pelo caminho de luz para a morada eterna. Política não tem a menor importância neste momento e nem cabem comentários. Respeitem pelo menos a dor do ex-presidente Lula e da sua família.

Não vai dar certo

Este mesmo filme, eu assisti na eleição municipal: “vamos fazer pesquisas, o mais votado será o candidato a prefeito de Rio Branco”. Mandaram as pesquisas às favas e saiu cada para o seu lado. Foi assim na Capital e foi assim nos municípios do interior. Virou uma Torre de Babel.

Único fato concreto

A unidade na oposição só existe em torno da candidatura do senador Gladson Cameli (PP) e assim mesmo, pela preferência popular disparada e a sua chance concreta de ganhar a eleição. Na questão do Senado a briga será na base de cada um com a sua ripa na mão.

Fez o que deveria fazer

O vereador Clésio Moreira (PSDB) assinou, enfim, o pedido de instalação de uma CEI- Comissão Especial de Investigação, para investigar o transporte público, quebrando a contabilidade da base do prefeito, que jogava com o dado de que não assinaria, inviabilizando a CEI.

Mais gente salva

O gesto do ex-presidente Lula de doar os órgãos da mulher Marisa deveria servir de exemplo. Muitas vidas não são salvas pelo fato das famílias que perdem parentes ainda terem um tabu idiota, quanto destinar os órgãos para serem doados.

Vitória dupla

O presidente Michel Temer teve uma vitória política dupla, o de ter conseguido fazer os presidentes do Senado e da Câmara Federal. Ter uma base política forte é essencial a quem governa.

Edson Fachin

O fato do ministro do STF, Edson Fachin, ser o novo Relator da Lava Jato é a certeza de que não teremos panos quentes, e agora se espera que, ele quebre o sigilo dos nomes dos que forem citados na delação premiada da Odebrecht. Vamos ficar sabendo se constam políticos do Acre.

Sonho acalentado

No roteiro político traçado pelo dirigente do PP, José Bestene, consta a vitória do senador Gladson Cameli (PP) para o governo, no próximo ano, a sua eleição para deputado estadual e pegar a presidência da Assembléia Legislativa. Não esconde isso de ninguém nas conversas políticas que vem mantendo. Não sei se vai acontecer tudo o que planeja. Mas posso afirmar que o Bestene está entre os melhores presidentes que passaram pela Aleac, fez uma bela gestão.  O resto fica por conta do eleitor o do que pode acontecer até 2017.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Coluna do Crica: Um pinto que quis ser galo pois Falando para as paredes

Propaganda

Crica

Cabeças coroadas começam a rolar na saúde

O secretário de Saúde, Alysson Bestene, revelou ontem ao BLOG DO CRICA que deu início a uma série de demissões de diretores de unidades como UPAs e setores administrativos da secretaria.

Publicados

em

Por

O secretário de Saúde, Alysson Bestene, revelou ontem ao BLOG DO CRICA que deu início a uma série de demissões de diretores de unidades como UPAs e setores administrativos da secretaria.

“Serão oito os que serão substituídos inicialmente, podendo chegar a mais”. Os nomes dos que sairão e dos que foram convidados para compor a equipe já foram enviados ao governador para avaliar. Ontem, em Brasiléia, em conversa com o blog, Gladson Cameli anunciou que tinha convocado uma reunião com a equipe de diretores da Saúde e determinado ao Alysson: “ou ele faz as mudanças necessárias para melhorar o sistema de saúde, ou também vai ter que sair. Não posso esperar mais, é muita cobrança”. Durante o seu discurso no ato de lançamento do programa de ramais no município, Cameli fez também muitas reclamações de que o atendimento na Saúde não é o que almejava para a população, e que quer ver mudanças rápidas. Outra medida anunciada ontem pelo secretário Alysson ao BLOG DO CRICA, foi a que formou uma comissão especial, composta por médicos, enfermeiros, assistentes sociais, que vão detectar os pontos de estrangulamento e demandas do HUERB e apresentar sugestões para melhorar o sistema. Foram duas decisões sensatas: a primeira de pedir a demissão dos diretores que não se adequaram às novas normas. E a segunda de criar uma comissão plural, para chegar a um diagnóstico sobre como melhorar o atendimento. Quando se faz no BLOG uma crítica não se torce contra, mas sempre a favor que melhore.

CHINA CONTINUA FORTE

O homem que comanda o setor financeiro da Saúde, o popular China, não será demitido como chegou a ser especulado na imprensa. Seu nome andou envolvido em suposto pedido de propina. Por nada ter sido provado, o secretário Alysson diz que o manterá no cargo.

PORTAS ABERTAS

Com a perda do deputado Neném Almeida, o SOLIDARIEDADE da deputada federal Vanda Milani (SD) abriu as suas portas para a entrada do deputado Fagner Calegário (PV).

OPOSIÇÃO ESCANGALHADA

Ontem, estive em Brasiléia, e perguntei a amigos como andava a oposição para a disputa da prefeitura. O comentário mais positivo: “escangalhada”. Bem definido. Nenhuma cara nova para ameaçar a prefeita Fernanda Hassem (PT) e com o grosso das lideranças com problemas penais. Some a isso estar a Fernanda fazendo uma boa gestão e também ser política.

AMIGUINHOS DE INFÂNCIA

O leitor se lembra da briga ferrenha do Major Rocha com o Coronel Ulisses Araújo? Pois bem, viraram amiguinhos desde a infância e aliados. Ulisses é um dos assessores mais próximos do secretário de Segurança, Paulo César, e irá coordenar o programa de vigilância da fronteira.

Leia Também:  Coluna do Crica

SEMPRE DIGO NO BLOG

Tenho avisado várias vezes alertando para que não tomem partido em brigas de políticos, porque eles acabam se acertando, e quem entrou na briga acaba dando com a cara no chão.

A VIDA É UMA RODA VIVA

Encontrei ontem com um amigo das antigas do PT, que nos últimos 20 anos ocupou cargo de confiança de destaque nos governos petistas e papeamos um pouco em meio a compras no supermercado. Disse que “a barra está dura”, teve até que se desfazer do carro e me perguntou se não sabia de algum emprego. A velha questão: cargo de confiança não é eterno.

VALE PARA OS ATUAIS

O exemplo deste meu amigo serve para os ocupantes de cargos de confiança deste governo.

OPINIÃO DE QUEM ENTENDE

Empresário do setor de comunicação e gráfica me confessou que não vê como a questão da licitação da mídia do governo no valor de 5,4 milhões ser resolvida de forma definitiva, dia 15 de junho, quando sairá a decisão. Avalia que haverá recursos e a briga vai para justiça.

DEIXOU DE SER MAU PAGADOR

O Estado, que estava punido por o governo anterior ser mau pagador ao atrasar parcelas de empréstimos junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID, agora voltou a ser adimplente junto ao Tesouro Nacional. Ponto positivo para a equipe econômica do governo.

GUERRA ÁS MULTAS

O governador Gladson conclamou a que os produtores rurais que foram multados pelo IMAC não paguem as suas multas, porque vai anistiá-las. A ordem é licenças ambientais rápidas.

FIM DE UM PESADELO

Se a anistia vai de fato acontecer não sei, como São Tomé, prefiro esperar para ver. Mas só o anúncio de que o homem do campo não terá mais o batalhão de multadores nas suas porteiras, já é o fim de um pesadelo que era fato corriqueiro nos governos petistas.

NÃO ESCOLHE CANDIDATO

O prefeito de Epitaciolândia, Tião Flores, disse ontem ao BLOG do CRICA, que prevê três candidaturas a prefeito fora a dele: do Chiquinho Chaves (PSD), a do PT e a dos Hassem. Mas fez a ressalva de que não escolhe candidato: “quem vier, Crica, será surrado nas urnas”.

Leia Também:  Coluna do Crica

COM A GUILHOTINA EM PONTO DE CORTE

No seu discurso de ontem em Brasíléia, o governador Gladson Cameli se mostrou angustiado com a falta de resultados na área da Saúde. Ocupou bom espaço da fala prometendo que não vai mais esperar, que não agüenta mais as cobranças, e que cabeças vão rolar no setor.

ENTROU EM HIBERNAÇÃO

Depois de tantos anúncios da sua queda do cargo, o secretário de Agricultura, Paulo Wadt, continua firme mesmo com a pressão dos políticos tucanos. Entrou em hibernação e sumiu.

NÃO TEM RECLAMAÇÃO

Se na secretaria de Saúde do Estado chove problema, o mesmo não acontece no município de Rio Branco, onde o secretário de Saúde, Otoniel, consegue fazer uma gestão afinada e com poucas reclamações. Se fosse ao contrário as críticas estariam pipocando nas redes sociais.

COMANDANTE DEMOCRÁTICO

O bom gestor sabe que o cargo não lhe pertence e que deve satisfação ao povo. Fiz críticas contra a falta de policiamento ostensivo em rondas no bairro Tropical, e recebi a seguinte resposta do Comandante da PM, Coronel Ezequiel Bino, que mostrou que democracia não se fala, se pratica: “Olá, Luis Carlos. Como grande parte dos acreanos sou leitor da sua coluna e por entender que a Polícia Militar está afinada e atenta às reclamações, sugestões, opiniões, aflições da sociedade, quero dizer que tratarei do policiamento do Tropical e entorno com a Comandante imediata da área, Maj Jokebed e logo daremos uma resposta. Obrigado pela sua manifestação. Cmt Geral da PMAC, Cel Bino”. Um exemplo para os gestores do governo.

SAIRÁ POR CIMA

Política é momento. Construindo as prometidas pontes de Brasiléia e de Xapuri, o governador Gladson Cameli ficará em alta eleitoral na região do Alto Acre, onde, por sinal foi campeão de votos. Não se analisa a política com base no imediatismo de quem mal começou o governo.

NÃO É BESTA

O governador Gladson Cameli me disse certa feita em uma entrevista que tem gente que pensa ele ser “besta”. E, não é mesmo! Tanto não é que, ele desarmou qualquer movimento no seu grupo de aliados sobre sua sucessão ao dizer que será candidato á reeleição.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA