RIO BRANCO

Crica

Coluna do Crica

As prefeituras de Epitaciolândia e Brasiléia estão quebradas, não há dinheiro para investimentos nas duas cidades. Não se entende como o prefeito Everaldo Gomes gasta dinheiro com carnaval fora de época e o prefeito André Hassem com a Expolândia.

Publicados

Crica

 Por Luiz Carlos Moreira Jorge 

Tirando dois bodes da sala

As saídas do Jamil Asfury da direção da SEHAB e do Glenilson Figueiredo, o Nil, da SEAPROF não são uma simples arrumação no primeiro escalão, como foi passado nos textos oficiais. Com uma só lambada o governador Tião Viana está tirando dois bodes da sua sala. O Jamil, por estar altamente desgastado com o escândalo da venda de casas no programa “Minha casa, minha Vida”, que explodiu na sua gestão e contaminava o governo. E o Nil por não ter dado conta de tocar com sucesso a SEAPROF, que se mostrou grande demais para a sua competência. No seu lugar entrará o deputado Lourival Marques, que geriu com sucesso o órgão. Pesou também o fato da SEAPROF ser uma das poucas secretarias a ter verba garantida  e o governador quer que o valor seja administrado pelo ex-secretário Lourival. E com a saída do Jamil Asfury da SEHAB, o governador quer ver se recupera a credibilidade do órgão junto à opinião pública e aos cadastrados para ganhar casas no programas, descrentes depois dos últimos episódios. Foram os reais motivos. São motivos óbvios, ou então não haveria razões para as mudanças. Nada como dois bodes distantes.

Bem mais desativada

Mas, mesmo a SEAPRO tendo recursos garantidos, Lourival Marques não terá os mesmos valores que manuseava no primeiro mandato do Tião Viana, como, por exemplo, no programa de açudes. Hoje a SEAPROF está quase limitada a entregar mudas, bem mais desativada neste segundo mandato, fruto da crise econômica da Dilma, da qual o Estado não escapou.

A arrogância na porta

Jamil Asfury (PDT) volta a ocupar uma cadeira de deputado estadual, com o afastamento do titular, o deputado Lourival Marques (PT). Jamil vai acrescentar em qualidade nos debates do plenário. Nesse seu retorno poderia aproveitar e deixar a arrogância fora dos muros da Aleac. E também chega mais fraco para o embate com a oposição, porque tem um flanco aberto.

Começar explicando o rolo

A nova titular da SEHAB, Janaina Dourado, poderia começar explicando para a opinião pública a distribuição de cinco casas do programa habitacional para cinco pessoas da mesma família, denunciado pelo MPE, e que soa estranho, muito estranho, neste mar de incertezas. Certo, secretária Janaina?

Calado por resposta

Não pode chegar no cargo dando o calado por resposta para o caso denunciado pelo MPE.

Tião Viana fica fora

O presidente do PT, Ermício Sena, garantiu ontem à coluna que o PT vai votar a favor em plenário do projeto do deputado Gehlen Diniz (PP), que acaba com as pensões para ex-governadores. Só irá atingir os governadores que vierem assumir depois da aprovação. A pensão do governador Tião Viana fica mantida, por ter direito adquirido no primeiro mandato.

PT se redimindo

No governo Orleir Cameli, um de seus primeiros atos foi acabar com o pagamento de pensão aos ex-governadores. Jorge Viana assumiu e fez retornar a legalidade dos pagamentos.

Pauta positiva

Um dirigente do PT explicou ontem porque o partido vai votar a favor do fim das pensões para ex-governadores: “estamos tão em baixa, que temos de criar uma pauta positiva”.

Definição do STF

Quanto às pensões que são pagas hoje aos ex-governadores serão mantidas e quem deve decidir sobre a legalidade dos pagamentos será o STF, que já tem posição contrária ao benefício. Em vários Estados este tipo pensão deixou de existir por uma decisão do STF.

Zezé Gouveia nas mãos de Deus

Trabalhamos juntos no governo estadual como secretários. Foi uma das figuras mais competentes com as quais trabalhei. À primeira vista parecia ter empáfia, mas, ao contrário, era um grande piadista. Um bom companheiro! Coração grande! Como defeito ser flamenguista.  Que Deus conforte ao seu irmão querido Gouveião, de quem era inseparável, e toda sua família. Zezé Gouveia está nas mãos de Deus. Segura/nas/mãos/de Deus/ segura…..

Cabo-eleitoral forte

Rodrigo Forneck (PT) terá um cabo eleitoral forte na disputa para vereador de Rio Branco, o irmão e vereador Gabriel Forneck, que será o coordenador da campanha de reeleição do prefeito Marcus Alexandre. Aliás, boa parte da chapa petista é muito forte.

Bocalon não é empecilho

O ex-prefeito Tião Bocalon (DEM), que estava ontem pela Aleac, disse não ser empecilho a que a oposição tenha um único candidato à PRB. Nega que os partidos já tenham se reunido para discutir e bater o martelo a este respeito. E por isso não há como tirar agora sua candidatura.

Esta é a questão

O que vai pegar quando todos sentarem à mesa para conversar é que o PMDB quer chegar de prato feito, na base de que só discute o rabo da chapa para a PMRB, porque não abre mão da deputada Eliane Sinhasique (PMDB) na cabeça. Aí não passa a ser discussão, mas imposição.

Erro brutal

Os dirigentes do PMDB cometem um erro brutal ao pensar que isolados podem derrotar o prefeito Marcus Alexandre, devido o péssimo momento político do PT. O PT está com a imagem na lama, mas o Marcus hoje tem luz própria, sua imagem não está tão colada ao PT.

Jonas lima

A depender do deputado Daniel Zen (PT) o novo líder do partido na Aleac será o deputado Jonas Lima (PT), o decano petista no parlamento. A outra opção seria a deputada Leila Galvão (PT), que está no primeiro mandato e não tem restrição à escolha de Jonas.

Solidariedade geral

Todos os discursos de ontem na Assembléia Legislativa registraram solidariedade contra os ataques sofridos pela deputada Eliane Sinhasique (PMDB), por um ativo militante petista.

Alguém entende?

O que não dá para entender é que a Delegacia da Mulher não abre BO para registro de crime contra a honra, a deputada Eliane Sinhasique (PMDB) teve que fazer registro dos ataques que sofreu em outra delegacia. É um fato que causa muita estranheza.

Tão aguerrido como antes

O prefeito Marcus Alexandre explicou que o ponto facultativo decretado na prefeitura para a próxima sexta-feira é uma contenção de gastos, mas que não atinge o seu gabinete, que estará funcionando. Nega que esteja cansado e diz estar mais presente do que nunca nos bairros, e como sempre, chegando cedo.

Cena que poderia ser evitada

A cena de ontem de famílias que estavam acampadas na porta da Aleac, que dependem do aluguel social, foi deprimente. Não se sabe por que não ganharam casas pela SEHAB.

Atravessar a nado

Os dois motores da balsa sobre o Rio Acre que liga o bairro Sibéria ao centro de Xapuri estão pifados e o DERACRE não consertou. E para agravar, a balsa precisa de reparo. Ou os moradores usam canoas ou atravessam a nado. A denúncia é do deputado Antonio Pedro (DEM).

Apostando que a toinha gela

O deputado Gehlen Diniz (PP) está certo que a oposição terá no ex-deputado Mazinho Serafim (PMDB) o único candidato a prefeito de Sena Madureira pela oposição. Acha que assim que a candidatura do Mazinho estiver na rua; a candidata do PSDB, Toinha Vieira, sairá do páreo.

Não sei de onde tirou isso

Não consigo vislumbrar de onde é que o deputado Gehlen Diniz (PP) tirou que a candidata do PSDB, Toinha Vieira, irá correr da raia da disputa da prefeitura de Sena Madureira. Não apostaria muito nesta hipótese. Se o Gehelen não tivesse sadio, diria ser delírio de malária.

Distância grande

Que existe uma prática de setores do PT de tentar desmoralizar os adversários isso é real. Assim como não foi ético o ataque à deputada Eliane Sinhasique (PMDB) não é ético colocar o mínimo grau de responsabilidade no prefeito Marcus Alexandre. São fatos distantes.

De baixaria o povo quer distância

As figuras que cercam os candidatos a cargos majoritários têm que entender que não ganha eleição majoritária quem pratica mais baixaria durante a campanha, isso faz é tirar votos.

O que houve, gemil?

A UPA de Cruzeiro do Sul está com suas obras paradas há 3 anos. Era para ter sido concluída em 2013. E ninguém dá uma explicação. Com a palavra, o secretário de Saúde, Gemil Junior.

Quebrados, mas arrotando grandeza

As prefeituras de Epitaciolândia e Brasiléia estão quebradas, não há dinheiro para investimentos nas duas cidades. Não se entende como o prefeito Everaldo Gomes gasta dinheiro com carnaval fora de época e o prefeito André Hassem com a Expolândia.

A gula não deixa

Quem conhece muito bem o campo político de Brasiléia revelou à coluna que não será fácil o ex-vereador Manoel Prete (PSDB) ser o candidato único da oposição a prefeito e dá uma razão forte: “a gula do Aldemir Lopes para continuar mandando na prefeitura não deixa”.

Barbeiradas, mas acertos

O governo Michel Temer cometeu neste início algumas barbeiradas periféricas, mas tudo está a indicar que no principal, a equipe econômica, acertou em cheio, tanto é que só sofre críticas ideológicas. Henrique Meireles era o sonho de consumo do ex-presidente Lula para ser o ministro da economia da Dilma, mas ela preferiu colocar um bando de trapalhões, que levaram o Brasil à falência. Se Meireles – os mercados já reagem favoravelmente – conseguir com o ajuste fiscal ir começando a colocar o Brasil nos trilhos, se torna mais remota a chance da Dilma de voltar ao Planalto, onde não era nem para ter entrado.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Coluna do Crica

Propaganda

Crica

Cabeças coroadas começam a rolar na saúde

O secretário de Saúde, Alysson Bestene, revelou ontem ao BLOG DO CRICA que deu início a uma série de demissões de diretores de unidades como UPAs e setores administrativos da secretaria.

Publicados

em

Por

O secretário de Saúde, Alysson Bestene, revelou ontem ao BLOG DO CRICA que deu início a uma série de demissões de diretores de unidades como UPAs e setores administrativos da secretaria.

“Serão oito os que serão substituídos inicialmente, podendo chegar a mais”. Os nomes dos que sairão e dos que foram convidados para compor a equipe já foram enviados ao governador para avaliar. Ontem, em Brasiléia, em conversa com o blog, Gladson Cameli anunciou que tinha convocado uma reunião com a equipe de diretores da Saúde e determinado ao Alysson: “ou ele faz as mudanças necessárias para melhorar o sistema de saúde, ou também vai ter que sair. Não posso esperar mais, é muita cobrança”. Durante o seu discurso no ato de lançamento do programa de ramais no município, Cameli fez também muitas reclamações de que o atendimento na Saúde não é o que almejava para a população, e que quer ver mudanças rápidas. Outra medida anunciada ontem pelo secretário Alysson ao BLOG DO CRICA, foi a que formou uma comissão especial, composta por médicos, enfermeiros, assistentes sociais, que vão detectar os pontos de estrangulamento e demandas do HUERB e apresentar sugestões para melhorar o sistema. Foram duas decisões sensatas: a primeira de pedir a demissão dos diretores que não se adequaram às novas normas. E a segunda de criar uma comissão plural, para chegar a um diagnóstico sobre como melhorar o atendimento. Quando se faz no BLOG uma crítica não se torce contra, mas sempre a favor que melhore.

CHINA CONTINUA FORTE

O homem que comanda o setor financeiro da Saúde, o popular China, não será demitido como chegou a ser especulado na imprensa. Seu nome andou envolvido em suposto pedido de propina. Por nada ter sido provado, o secretário Alysson diz que o manterá no cargo.

PORTAS ABERTAS

Com a perda do deputado Neném Almeida, o SOLIDARIEDADE da deputada federal Vanda Milani (SD) abriu as suas portas para a entrada do deputado Fagner Calegário (PV).

OPOSIÇÃO ESCANGALHADA

Ontem, estive em Brasiléia, e perguntei a amigos como andava a oposição para a disputa da prefeitura. O comentário mais positivo: “escangalhada”. Bem definido. Nenhuma cara nova para ameaçar a prefeita Fernanda Hassem (PT) e com o grosso das lideranças com problemas penais. Some a isso estar a Fernanda fazendo uma boa gestão e também ser política.

AMIGUINHOS DE INFÂNCIA

O leitor se lembra da briga ferrenha do Major Rocha com o Coronel Ulisses Araújo? Pois bem, viraram amiguinhos desde a infância e aliados. Ulisses é um dos assessores mais próximos do secretário de Segurança, Paulo César, e irá coordenar o programa de vigilância da fronteira.

Leia Também:  Coluna do Crica

SEMPRE DIGO NO BLOG

Tenho avisado várias vezes alertando para que não tomem partido em brigas de políticos, porque eles acabam se acertando, e quem entrou na briga acaba dando com a cara no chão.

A VIDA É UMA RODA VIVA

Encontrei ontem com um amigo das antigas do PT, que nos últimos 20 anos ocupou cargo de confiança de destaque nos governos petistas e papeamos um pouco em meio a compras no supermercado. Disse que “a barra está dura”, teve até que se desfazer do carro e me perguntou se não sabia de algum emprego. A velha questão: cargo de confiança não é eterno.

VALE PARA OS ATUAIS

O exemplo deste meu amigo serve para os ocupantes de cargos de confiança deste governo.

OPINIÃO DE QUEM ENTENDE

Empresário do setor de comunicação e gráfica me confessou que não vê como a questão da licitação da mídia do governo no valor de 5,4 milhões ser resolvida de forma definitiva, dia 15 de junho, quando sairá a decisão. Avalia que haverá recursos e a briga vai para justiça.

DEIXOU DE SER MAU PAGADOR

O Estado, que estava punido por o governo anterior ser mau pagador ao atrasar parcelas de empréstimos junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID, agora voltou a ser adimplente junto ao Tesouro Nacional. Ponto positivo para a equipe econômica do governo.

GUERRA ÁS MULTAS

O governador Gladson conclamou a que os produtores rurais que foram multados pelo IMAC não paguem as suas multas, porque vai anistiá-las. A ordem é licenças ambientais rápidas.

FIM DE UM PESADELO

Se a anistia vai de fato acontecer não sei, como São Tomé, prefiro esperar para ver. Mas só o anúncio de que o homem do campo não terá mais o batalhão de multadores nas suas porteiras, já é o fim de um pesadelo que era fato corriqueiro nos governos petistas.

NÃO ESCOLHE CANDIDATO

O prefeito de Epitaciolândia, Tião Flores, disse ontem ao BLOG do CRICA, que prevê três candidaturas a prefeito fora a dele: do Chiquinho Chaves (PSD), a do PT e a dos Hassem. Mas fez a ressalva de que não escolhe candidato: “quem vier, Crica, será surrado nas urnas”.

Leia Também:  Oposição, mas com equilíbrio: Como novata no parlamento tem tido um comportamento positivo

COM A GUILHOTINA EM PONTO DE CORTE

No seu discurso de ontem em Brasíléia, o governador Gladson Cameli se mostrou angustiado com a falta de resultados na área da Saúde. Ocupou bom espaço da fala prometendo que não vai mais esperar, que não agüenta mais as cobranças, e que cabeças vão rolar no setor.

ENTROU EM HIBERNAÇÃO

Depois de tantos anúncios da sua queda do cargo, o secretário de Agricultura, Paulo Wadt, continua firme mesmo com a pressão dos políticos tucanos. Entrou em hibernação e sumiu.

NÃO TEM RECLAMAÇÃO

Se na secretaria de Saúde do Estado chove problema, o mesmo não acontece no município de Rio Branco, onde o secretário de Saúde, Otoniel, consegue fazer uma gestão afinada e com poucas reclamações. Se fosse ao contrário as críticas estariam pipocando nas redes sociais.

COMANDANTE DEMOCRÁTICO

O bom gestor sabe que o cargo não lhe pertence e que deve satisfação ao povo. Fiz críticas contra a falta de policiamento ostensivo em rondas no bairro Tropical, e recebi a seguinte resposta do Comandante da PM, Coronel Ezequiel Bino, que mostrou que democracia não se fala, se pratica: “Olá, Luis Carlos. Como grande parte dos acreanos sou leitor da sua coluna e por entender que a Polícia Militar está afinada e atenta às reclamações, sugestões, opiniões, aflições da sociedade, quero dizer que tratarei do policiamento do Tropical e entorno com a Comandante imediata da área, Maj Jokebed e logo daremos uma resposta. Obrigado pela sua manifestação. Cmt Geral da PMAC, Cel Bino”. Um exemplo para os gestores do governo.

SAIRÁ POR CIMA

Política é momento. Construindo as prometidas pontes de Brasiléia e de Xapuri, o governador Gladson Cameli ficará em alta eleitoral na região do Alto Acre, onde, por sinal foi campeão de votos. Não se analisa a política com base no imediatismo de quem mal começou o governo.

NÃO É BESTA

O governador Gladson Cameli me disse certa feita em uma entrevista que tem gente que pensa ele ser “besta”. E, não é mesmo! Tanto não é que, ele desarmou qualquer movimento no seu grupo de aliados sobre sua sucessão ao dizer que será candidato á reeleição.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA