Início Política sem fronteira

Política sem fronteira

Ministério Público recomenda que Alércio Dias não seja nomeado como diretor-presidente do Acreprevidência

Promotoria do Patrimônio emite recomendação contra nomeação de ex-secretário para cargo no Acreprevidência.

A lambança de Cameli na farda escolar. Governo recua na implementação de farda depois de enxurrada de críticas

Com a divulgação do slogan do governo na última segunda (28), parte do slogan já iniciou comprometido com a lambança da divulgação dos uniformes das escolas públicas que a Secretaria de Educação tinha pretensão de adotar este ano.

Governo, se decretar Calamidade Financeira, poderá por em risco a contratação de professores

O Governador Gladson Cameli (PP), não parece estar satisfeito com parte da imprensa e da oposição que cobram algumas promessas nesses primeiros dias de gestão.

Comitiva defende retomada de Shopping e casas populares em Brasiléia

Sem pressão: O vereador Charbel Reis (PP) descartou boatos de que o grupo foi atrás de cargos em visita ao governador Gladson Cameli (PP) nesta sexta-feira (24): “Não fomos pressionar ninguém, nem colocar uma faca no seu pescoço do governador.

Joaquim Lira cobra posição do Governador Gladson a respeito de cargo do Governo em Brasileia

Será que essa conversa será igual a que o ex-presidente do PP em Brasileia, Vagner Galli, teve na Casa Civil, pois Galli foi tão humilhado pela equipe do Governador que abandou o barco.

Mauro Sérgio visa uma “Revolução” na educação do Acre para os próximos anos

O Secretário de Educação Mauro Sérgio Ferreira, apresentou nesta  quarta-feira (9), no auditório da SECE, todos os membros de  equipe até agora indicados, na presença  dos diretores de escolas estaduais da Capital.

Tião Viana entrega Cavalo de Tróia

Nos últimos meses, com a derrota da Frente Popular, foi revelado, com a transição, um “Cavalo de Tróia” a ser entregue ao novo governador eleito Gladson Cameli (PP), dia 01.

Ressaca de Natal: Porque não olhar para as periferias em que as crianças estão sem ter o que comer no natal?

Certa vez, um catador de lixo de Rio Branco (na figura de todos que vivem assim no Brasil), resolveu mandar uma carta para um morador ilustre da Finlândia:

Gladson Cameli vai precisar de muita sabedoria, antes que o povo diga: “tenho saudade das panelas do Egito…”

O futuro governador Gladson Cameli (PP) vai precisar de muita sabedoria e jogo de cintura para tentar contornar isso, antes que o povo diga: “tenho saudades das panelas do Egito...”