Blog do Crica

Duas araras estranhas no ninho do glorioso Dr. Ulisses

Um refrão de uma música da década de 1950 da cantora de boleros Nora Ney, que diz: “ninguém me ama/ninguém me quer/ninguém me chama/ de meu amor…

Pode muito bem se aplicar ao caso político atual das duas futuras secretárias do governo Gladson Cameli: Maria Alice, da Gestão Administrativa; e a Eliane Sinhasique, do Turismo. Lideranças de peso do MDB estão tratando ambas como araras estranhas no ninho do Glorioso do Dr. Ulisses Guimarães. O ex-prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales, já tinha declarado à coluna na semana passada que Eliane e Alice não representam o MDB, por não terem sido escolhidas pelo partido dentro de um debate. “Deve ser da cota do Gladson”, disparou Vagner. Ontem, o prefeito de Sena Madureira, Mazinho Serafim (MDB), enviou uma postagem dizendo que tinha a mesma posição do companheiro de partido Vagner Sales. Está tudo muito estranho no MDB. O presidente Flaviano Melo (MDB), que chegou a protestar por maiores espaços no governo, sob a alegação do MDB ser o maior partido da coligação calou-se como por encanto. Enquanto isso o PSDB e o PROGRESSISTA avançaram e são as siglas dominantes do governo em número de cargos e de influência. Quem indicou as secretárias Eliane Sinhasique e Maria Alice? O Flaviano Melo, por baixo dos panos? O próprio Gladson? O Pádua Bruzugu é que não foi, está correndo atrás de um mimo e ainda não conseguiu. O certo é que no desenho do governo o MDB é maior apenas no nome. O problema é quem nem se sabe de fato quem é que manda no MDB.

MDB NÃO ABRE MÃO DO INCRA

Aguardem um cabo-de-guerra pelo comando do INCRA entre PSL e MDB. MDB não abre mão.

SABE O QUE É CENSURA

Durante uma entrevista na campanha de um grupo de jornalistas, na TV-GAZETA, em que o entrevistado foi o então candidato Marcus Alexandre (PT), um dos donos da Companhia de Selva, por não gostar da entrevista e achar que foi prejudicial entrou em apoplexia e desancou uma série de ofensas aos entrevistadores, dos quais o futuro Porta-Voz Rogério Wenceslau era um deles. Já sentiu na pele o que é censura. Um bom motivo para ter se posicionado por uma imprensa livre. É bom que seja, porque chegou à raia do nojento o jornalismo da maioria dos órgãos de comunicação nos governos do PT. Aliás, o que ocorreu foi tudo, menos jornalismo.

UMA BOA ESCOLHA

Quanto à escolha do Rogério Wenceslau acho que foi acertada. A coluna será sempre uma barreira contra a censura de quem está no poder, seja do PT, PROGRESSISTA, PSB ou qualquer partido. Que venham novos ares. O espaço sempre estará livre às críticas e ao contraditório.

CABO-ELEITORAL FORTE

O presidente da ALEAC, deputado Ney Amorim, virou cabo-eleitoral ativo do deputado Nicolau Junior (PCdoB) para presidência da ALEAC. Ney tem boa relação com muitos deputados. O deputado Jenilson Lopes (PCdoB) foi um de quem o Ney pediu voto ao Nicolau.

PROJETO NA ALEAC

Já se encontra na ALEAC o projeto de Reforma Administrativa do futuro governo Gladson Cameli, que pode acabar sendo votado na sessão de hoje, já que é matéria de consenso. Por questões jurídicas teve de ser encaminhado pelo atual governador, dentro de um acordo.

REGISTRO DA REALIDADE

A pesquisa do DATA-CONTROL não trouxe nenhuma novidade, quando divulga que o governador Tião Viana tem 42% de Péssimo e 12% de Ruim. Não era de se esperar outros números para um final tão melancólico. Foi o pior de todos os governadores do PT.

REJEIÇÃO RECORDE

O Tião Viana vai deixar o governo com uma impopularidade recorde. 54% de Rejeição ao seu governo e míseros 13.60% de Aprovação. O senador Jorge Viana (PT), se pretende fazer uma análise séria sobre a sua derrota e a do seu partido, no Acre, não pode deixar os dados de fora.

FORA DA REALIDADE

A ficha não caiu para o presidente do PT, André Kamai. FPA não existe mais. Os partidos nanicos que integravam esta aliança, só foram fiéis até quando o PT tinha cargos para dar. Com a derrota estão todos se bandeando apoiar o governo do Gladson Cameli. Que FPA?

NUNCA FOI IDEOLÓGICA

A aliança do PT com os partidos nanicos nunca foi ideológica, mas de interesses pessoais. Foi mantida nestes últimos 20 anos porque o PT tinha cargos para dar. Outra coisa, presidente Kamai, na sua análise sobre a eleição faltou o componente arrogância de que podiam vencer a hora que entendessem. Pisaram em muita gente. Um governo rejeitado. O troco foi na urna.

COMUNICARAM MAL

Outra coisa, presidente André Kamai: o governo do PT se comunicou mal, achou que comunicar bem era agredir adversários. Investiram uma fortuna na mídia tradicional. Não se modernizaram. Avanços do governo não chegaram à opinião pública. Os tempos mudaram!

NESTE MATO TEM COELHO

O professor Carlos Coelho foi o único do PSD que se deu bem. Enquanto reuniões e mais reuniões aconteciam dentro do PSD para discutir espaços, costurou por fora e acabou sendo escolhido para o cargo de Assessor Especial do governador eleito Gladson Cameli.

RESTA SABER

Resta saber qual será a função dos chamados assessores especiais. No governo que se finda, na maioria, era espaço ocupado para colocar afilhados políticos, que somente recebiam. Dos escolhidos para o próximo governo, se espera que invertam a pirâmide e trabalhem. E só.

ISSO PODE, ARNALDO?

O consultório de odontologia do Posto do São Francisco não está funcionando porque o setor competente da PMRB não providenciou o conserto do ar condicionado. Isso pode, Arnaldo?

O DEBATE É LIVRE

Não sei quem será o futuro presidente da Assembléia Legislativa. Mas deveria se mirar na gestão do presidente Ney Amorim, que nunca interferiu no debate e respeitou as críticas.

ESPERAR A PRÁTICA

A futura secretária Eliane Sinhasique mandou um relato de como viu a fusão das secretarias de Pequenos Negócios e Turismo, e seus planos para a pasta. Vamos conferir na prática.

NOTÍCIA BOA NÃO SE ESCONDE

Somente agora e depois de muita controvérsia é que o setor de imprensa do futuro governo soltou a informação de que foram cortados 1.300 cargos de confiança, ficou em 14 secretárias e serão economizados cerca de 90 milhões de reais ao ano. Notícia boa não se esconde.

MUITO A CONTRIBUIR

Vejo nas redes sociais críticas injustas à escolha do Osmir Lima para Assessor Especial do governador eleito Gladson Cameli. O Osmir deixou o governo do PT antes da pré-campanha e mostrou a cara contra o PT, na campanha. E é experiente em política. Sagaz e competente.

NINGUÉM VAI SENTIR FALTA

Serão extintos no futuro governo 1.300 cargos existentes no organograma do governo atual. Com a mais absoluta certeza, a maioria era cabide de emprego, ninguém sentirá falta.

NÃO PODIA DAR CERTO

Com o batalhão de cargos de confiança e do qual boa parte era ociosa, não podia como este governo não chegar ao fim com montanhas de dívidas e lutando para pagar o 13º.

FIM DE SONHO

Com a redução de 1.300 cargos de confiança no governo Gladson Cameli, um corte profundo, muitos que esperavam estes cargos para se aboletar, esqueçam, acordem deste sonho.

NÃO CONDENO POR ANTECIPAÇÃO

Em relação às prisões da deputada Juliana Rodrigues (PRB) e do deputado federal eleito Manuel Marcos (PRB), não faço julgamento por antecipação. Não sou Juiz para condenar.

NA PISCINA E NUS

Políticos de Senador Guiomard, depois que o vereador Gilson da Funerária (PROGRESSISTA), dedurou e gravou o prefeito André Maia, que está preso, dizem que só conversam com o vereador se for todo mundo nu e dentro da piscina. Quando o avistam longe, cortam caminho.

AUTOR DA CONFUSÃO

Foi a delação do vereador Gilson da Funerária (PROGRESSISTA) à PF que levou à prisão do prefeito André, de assessores, e culminou com a suspensão do mandato de cinco vereadores.

MELHOR, NÃO SE DESLUMBRAR!

Até ontem a Mailza Gomes era mais um rosto comum nas ruas de Senador Guiomard. No aniversário, no máximo recebia parabéns do marido e alguns amigos. Foi despontar como Senadora, que vieram parabéns de artistas do cenário nacional. Melhor, não se deslumbrar!

ISSO É QUE VAI MARCAR

O que vai marcar a sua passagem pelo Senado não é só pelo fato de ser mulher, mas o que vai produzir como ação política. É com isso que a nova senadora Mailza Gomes (PROGRESSISTA) terá que se preocupar, para não passar em brancas nuvens. E ter uma estrutura de mídia para divulgar os seus atos.

NOME DA TECNOLOGIA

Economista Luiz Fernando é o nome que o senador Sérgio Petecão (PSD) vai levar ao Gladson Cameli como indicação do PSD para ser o secretário de Ciência e Tecnologia, Para a COHAB-ACRE o nome a ser sugerido é o do ex-vereador Pedrinho OIiveira.

ERRO CRASSO

O deputado Daniel Zen (PT) já tinha alertado que não seria possível extinguir as estatais e outras empresas com passivos. Somente agora a equipe do novo governo que elaborou a reforma se tocou e voltou atrás. Mas pode contrapor, não entupindo estes órgãos de ociosos.

POR ENQUANTO, TUDO SÃO FLORES

Não creio que nenhum deputado vá votar contra o projeto de Reforma Administrativa do futuro governo, porque é moralizador: corta 1.300 cargos de confiança, deixa em 14 secretarias e vai render uma economia de cerca de 90 milhões de reais ao ano. Tende na votação prevista para hoje na Assembléia Legislativa ter até os votos do PT e PCdoB. Por enquanto tudo são flores. Tudo é lua de mel. O jogo para valer começa a partir de 1º de janeiro. Com a posse, virá a realidade de pegar um Estado quebrado economicamente.