Em desabafo, Bebianno diz que deve desculpas ao país por ter viabilizado candidatura de Bolsonaro

Para aliados de Bebianno, também causou contrariedade o movimento da família Bolsonaro para sacramentar a saída do ministro do governo.

Diante da crise política em que virou protagonista, o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, fez um desabafo para interlocutores próximos e demonstrou profundo arrependimento em ter trabalhado ativamente pela eleição do presidente Jair Bolsonaro.

“Preciso pedir desculpas ao Brasil por ter viabilizado a candidatura de Bolsonaro. Nunca imaginei que ele seria um presidente tão fraco”, disse Bebianno para um aliado, numa referência à influência dos filhos do presidente no rumos do governo, especialmente o vereador Carlos Bolsonaro.

Nessas mesmas conversas, Bebianno demonstra preocupação com o efeito desse protagonismo familiar nas decisões do país. E reconhece que o governo Bolsonaro precisa descer do palanque para administrar o Executivo.

No momento em que vários aliados trabalhavam para baixar a temperatura, contornar a crise e manter Bebianno, integrantes da família do presidente vazaram para a imprensa que o pai havia demitido o ministro, para tornar a queda um fato consumado, sem chance de mudança no fim de semana.

Depois de ser fritado por barbeiragem do Palácio Rio Branco, Alércio Dias se diz injustiçado

Após pressão da opinião pública e Ministério Público, Gladson retira indicação de Alércio para o Acreprevidência.

Alércio Dias, ex-secretário de Educação no Governo Orleir nunca imaginou que sua volta a vida pública fosse tão conturbada como está sendo. Por ironia do destino o governo que deu nova oportunidade para Alércio, Também é Cameli, sendo sobrinho do ex governador Orleir, Gladson escolheu Alércio para comandar o ACREPREVIDÊNCIA.

Nem mesmo os aliados mais próximos do Governador Gladson, nunca imaginaram que a indicação traria tantas dores de cabeça ao Palácio Rio Branco. Ao ter seu nome indicado para a pasta, logo gerou muito debate na opinião pública, pois Alércio foi um dos secretários com mais problemas jurídicos no governo de Orleir, iclusive sofrendo condenações por improbidade administrativa, o que despertou preocupação do Ministério Público do Acre.

Para ser Diretor do Acre Previdência, Alércio Dias precisaria ter seu nome aprovado pelo Plenário da Assembléia Legislativa do Acre, o que não aconteceu até aqui, haja vista tamanha repercussão negativa sobre o nome escolhido.

O Ministério Público manifestou um documento junto a mesa diretora da ALEAC, recomendando a não aprovação do nome de Alércio para o Acreprevidência. O órgão afirma que, Alércio tem conduta não ilibada e seu histórico não passa confiança para presidir uma instituição de tamanha responsabilidade como a que foi determinada.

Em participação no Programa TRIBUNA LIVRE, que foi ao ar na sexta feira pela TV Rio Branco, Alércio desabafou e desafio a Justiça a mostrar que o mesmo deve alguma coisa ao erário público. Ficou notório também sua mágoa com o Palácio Rio Branco, que não cuidou dos procedimentos em tempo gradual, o que poderia ter evitado sua fritura precoce como foi.

Alércio demonstra frustração e ao mesmo tempo se diz preparado para enfrentar o MP e provar sua honra, o que segundo ele, não passa de um mal entendido, foi transformado em crime e não passará sem ser esclarecido.

Essa semana o assunto promete ganhar atenção dos debates na ALEA.

Sem dar respostas na Segurança, Major Rocha quer dar pitaco na Saúde

Falar a verdade é preciso, Gladson Cameli deu todo aparato da segurança nas mãos do Major Rocha.

Indicações do IAPEN, ISE, SEJUSP, Polícia Civil, Comando Militar e Detran. O Vice fazia críticas ao modelo Tião Viana e mostrava facilidades para o combate à criminalidade, dando a plataforma de como restabelecer a paz.

Passado quase 02 meses eu pergunto, vocês perceberam essa revolução prometida pelo Tucano? Cadê aquele SuperMan que se propôs devolver nossa paz, alguém viu? em eu….

Achando pequena a tarefa de ser o Cara da segurança Pública, Major Rocha agora mira a Saúde. Fez visitas ao Pronto Socorro, sem comunicar ao secretário Alysson Bestene e muito menos a direção da unidade.

Expôs problemas publicamente depois de ouvir servidores e pacientes, além de alfinetar o diretor do HUERB.

Rocha disse que vai andar mais nas repartições públicas e que terá uma atenção especial nos atos da Sesacre, principalmente depois do decreto de calamidade, assinado pelo governador Gladson Cameli.

Aos que acompanham os bastidores da política, fica notório que Rocha expõe os problemas que tem com algumas figuras do Progressista, principalmente quando sequer disfarça a cede que tem no grupo do deputado José Bestene.

Sem apoio do Governo Gladson comunidade da Sibéria está Isolada, a Balsa sumiu e ninguém sabe a quem recorrer em Xapuri

Um dos problemas que mais perturba os Xapurienses que utilizam a Balsa, para fazer a travessia do Rio Acre com destino ao segundo Distrito, ficou ainda pior.

O que já era ruim ficou péssimo do final de dezembro até os dias atuais. Com a transição do governo Tião Viana para Gladson Cameli, as equipes de trabalho e gerenciamento do Deracre foi demitida e ninguém sabe quem representa o Deracre na cidade. Trabalhadores reclamam de 4 meses de salário atrasados, sendo 2 meses do governo anterior e completando 2 do atual.

Falta salário, falta diesel para abastecer o motor da balsa, falta informações e para piorar, faltou a Balsa na manhã deste Sábado dia 16. Mas não vamos aqui entrar no mérito de olhar para traz, vamos falar aqui da omissão do Governador Gladson Cameli em proporcionar melhoria na qualidade de vido dos moradores da localidade

Ao chegarem na beira do Rio os condutores foram surpreendidos com ausência da velha e necessária Balsa. Revolta e indignação tomou conta, dos que não sabem sequer a quem reclamar.

O Município de Xapuri já era para ter uma Ponte, já que tem uma boa representação política de ao menos dois deputados estaduais Manoel Moraes e Antônio Pedro representando a Cidade, mas acredita-se que os dois parlamentares não agiram com tanto vigor, não persistiram naquilo que é de extrema importância para os Moradores de Xapuri.

Agora pelo fato de ter dado grande Vitória ao novo governador eleito e terem acreditado que as coisas iriam melhorar, os moradores esperam uma atitude do Governador que não só prometeu em construir a Pontes como também melhorar a qualidade de vida do Xapurienses.

Populares enviaram imagens do descaso, tendo que se valer de pequenas embarcações, que mesmo sobre riscos são obrigados a se aventurarem na difícil é arriscada travessia.

Tarauacá: Uma cidade Castigada por aquela que podemos chamar, de uma das piores gestão que existe hoje no Acre

Um internauta nos mandou um vídeo bem humorado, como forma de fazer sua manifestação.

Moradores da Terra do Abacaxi, como é conhecida Tarauacá, podem muito bem comprovar o que é residir em uma cidade totalmente abandonada pela administração municipal.

A Prefeita Marilene Vitorino do PSD, parece não se importar muito com o abandono em que a cidade está, vive fazendo agendas e pousando para fotos na capital e em Brasília, sabe lá porque, afinal sai e retorna sem trazer nada de novo para anunciar aos munícipes.

Com 09 Unidades de Saúde, o que seria revolucionador para o tamanho da cidade, se ao menos 4 funcionasse. Moradores denunciam abandono dos postos de saúde, que segundo seu domingos passam mais tempo fechados que aberto, tudo pela ausência de profissionais que possam realizar atendimento à centenas de pessoas.

Segundo apuramos, apenas dois médicos prestam serviços para secretaria Municipal de saúde, o que torna impossível alcançar maioria dos que buscam os mais diversos serviços na área.

De todos os problemas na gestão Marilete, a infraestrutura urbana da cidade seja a mais grave. Abandonada a cidade mais parece uma terra Síria, arrasada por uma bomba.

Em Toda cidade, não se amada em uma rua que não esteja destruída, inclusive as do Centro, o que tem levado moradores a fazer diversas manifestações e reclamações nas redes sociais.

Confira o Vídeo:

Por A voz do Acre

Patinando na Política e sem agilidade institucional, Máquina do estado está parada no Interior do Acre

Já se foram mais de 40 dias do novo governo liderado por Gladson Cameli e Major Rocha e, sequer conseguiram botar para funcionar as representações de governo na maioria dos municípios do estado.

Sem habilidade na Articulação Política, a gestão Cameli patina na confusão criada por aliados partidários, que desencadearam uma queda de braço por espaços no governo, que parece não ter fim. Sem alguém que fale com autoridade na Casa Civil, Gladson foi buscar um camisa nove para o ataque do seu time político, trata se do ex-presidente da ALEAC Ney Amorim, que terá a difícil missão de buscar a unidade da base aliada, que até aqui não conseguem sentar em uma mesa.

A verdade é que tem muitas reclamações e denúncias de pessoas em várias cidades, que buscamos mais diversos serviços de interesse público e se deparam com a maioria das representações de secretarias e órgãos governamentais, fechados e sem ninguém responsável, nem mesmo para vigiar o espaço.

Ao invés Líder do governo na Assembléia Legislativa, deputado Gherlen Diniz do PROGRESSISTA, se vangloriar do baixo custo da máquina no primeiro mês de gestão, deveria responder porque o governo está parado no interior? isso não é economia, pois os escritórios do governo estão fechados, veículos guardados nas garagens por falta de gerenciamento e até falta de combustível já é uma realidade de um governo que está apenas no seu início.

Com sede de populismo, Gladson anunciou uma reforma administrativa, sem sequer saber como funcionava a máquina, tendo assim um prejuízo gerencial sentido de imediato.

A Palavra Gestão, foi a mais utilizada pelo atual governador, durante os debates e programas eleitorais de Gladson Cameli.

A falta de um olhar global do estado por parte da equipe, que não se preocupou em fazer um levantamento de quantas instituições são em todo estado, o que pode ocasionar o maior desgaste do governador até aqui, que seria enviar uma proposta de ampliação de mais cargos para assembléia legislativa.

As cidades de Cruzeiro do Sul,Tarauacá, Brasiléia, estão com a maioria das representações de governo fechada, sem ninguém que der repostas as demandas da sociedade. Nesses locais apenas serviços essenciais funcional como Delegacias, Hospitais e Educação, o restante depende dos desenrolar e agilidade política.

Inclusive as nomeações publicadas até aqui tem gerado muita discussão nas redes sociais e na tribuna da ALEAC, haja visto que, Gladson se elegeu prometendo priorizar nomes técnicos para os espaços mais exigentes da administração,o que não se viu até os dias atuais.

Açougueiros no AcrePrevidência, Motorista como Diretor na Ciência e Tecnologia, Tarefeiro pessoal em Fundação de Pesquisa, sem falar na Parentada de deputados aliados, o que tem deixado centenas de eleitores decepcionados, fazendo contestações nas redes sociais.

O certo é que chegou a hora de deixar de culpar tudo que não anda ao governo anterior, pois foi para dar solução aos mesmos que o povo os elegeu.

Deputada Perpétua Almeida se reuniu com o Ministro da Defesa, para tratar sobre projetos e ações de defesa da soberania nacional

Perpétua Almeida (PcdoB) esteve com o ministro da Defesa, general Fernando Azevedo, na tarde desta quinta-feira (14), para tratar sobre projetos e ações de defesa da soberania nacional.

Dentre as pautas da reunião, a segurança das fronteiras do Acre, a Reforma da Previdência e a criação da Frente Parlamentar Pelo Fortalecimento da Defesa Nacional.

Durante a reunião de almoço, a deputada apresentou a proposta de sua autoria para criação da frente parlamentar, tratou de projetos estratégicos para a área e reforçou o compromisso com as Forças Armadas em relação ao tratamento especial para a Reforma da Previdência.

O ministro foi bastante receptivo e ressaltou a atuação da deputada no trabalho parlamentar em favor das regiões fronteiriças, proteção da Amazônia e defesa da segurança nacional. Perpétua, inclusive, já recebeu das Forças Armadas diversas condecorações pelo relevante serviço prestado.

“Em 2012 presidi a Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara dos Deputados. Ali fizemos ações de soberania e defesa da segurança nas fronteiras. De volta ao mandato, como membro da comissão, vamos retomar essas ações.”, afirma Perpétua Almeida.

Balsa que faz Travessia da Sibéria Causa Transtornos para População de Xapuri

Os moradores de Xapuri estão esperando que o Governador Gladson Cameli cumpra o que ele disse após se eleito durante uma comemoração no município.

População da Sibéria segundo Distrito de Xapuri, denunciam a paralisação da Balsa que faz a travessia do Rio. Segundo os mesmos, falta pagamento dos servidores e Combustível para o andamento dos trabalhos.

A cidade tem dois parlamentares com fortes ligações eleitorais, que poderiam intermediar junto ao governo uma saída para a solução do grave problema, são eles; Manoel Moraes do PSB e Antônio Pedro do DEM.

Quanto a saída definitiva, somente a promessa de construção da tão sonhada Ponte da Sibéria, promessa feita pelo então eleito Governador Gladson Cameli, que até gravou um vídeo poucos dias após sua Vitória, onde reafirmou que o projeto teria prioridade no seu governo.

Deputada Perpétua Almeida apoia previdência diferenciada para militares

No encontro, a parlamentar garantiu apoio aos direitos dos policiais e bombeiros na Reforma da Previdência.

Nesta quarta-feira (13), a Deputada Federal Perpétua Almeida (PCdoB) recebeu os dirigentes das Associação dos Militares e Bombeiros do Acre.

Perpétua faz parte da Frente Parlamentar em Defesa dos Militares nos debates da Reforma da Previdência e acredita que a categoria deva ser transformada em carreira de Estado, para que sejam tratados com a importância que merecem.

A deputada defende que os militares sejam tratados de forma diferenciada na Reforma da Previdência, já que eles têm regras e vida funcional também diferentes.

“Os militares não têm direito a greve, sindicalização e nem Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Além disso, eles não têm limites de jornada máxima semanal, uma vez que podem ser convocados para a ativa a qualquer momento, inclusive durante as férias. Por uma questão de justiça, eles merecem a garantia dos direitos e tratamento especial na reforma da previdência”, afirma.

Perpétua Almeida também pediu aos militares que assumam a campanha do projeto de sua autoria (PL 6545/2006), que concede indenização aos beneficiários de policiais civis, militares e bombeiros falecidos em serviço.

Roberto Duarte dispara: Não me Chamem de Deputado da Base, fui eleito para defender os interesses do povo

Em Entrevista ao Jornalista Tião Victor, durante o programa Bom dia Rio Branco, o deputado estadual Roberto Duarte do MDB, reafirmou sua postura de Parlamentar Independente.

O mesmo se diz livre e apto a fazer um mandato sem amarras partidárias ou mesmo pelo Palácio Rio Branco, haja vista decisão tomada durante a formação do governo, de não indicar cargos na gestão Gladson Cameli, justamente para ter essa postura de se posicionar de acordo com os interesses da sociedade.

Roberto Duarte é até aqui um dos parlamentares que mais fez críticas ao novo governo, confirmando assim sua posição prometida.

Duarte se diz decepcionando com as decisões de Gladson, pois segundo ele, se fosse para encher o governo de membros da esquerda, era melhor ter deixado o PT no poder. Roberto ressalta que, o povo gosta do Gladson, o que está deixando o governo desgastante são suas decisões.

Vou votar de acordo com que for melhor para nosso povo, se a decisão do Gladson for contrária, certamente contestarei, afirma Roberto.