Feriado esticado esse!

Professora aposentada Ana Maria, moradora da Trav. Maranhão, denunciou à Coluna que cadastrou o cartão de crédito no UBER e foi literalmente roubada.

Inicialmente veio uma fatura de R$ 1.200,00 sem que ela tenha se quer gastado R$ 100,00

No sábado, foi cobrado mais de R$ 500,00 no seu cartão via Uber. Ela bloqueou imediatamente o cartão.

Orientei-lhe a ir a delegacia prestar queixa porque essa situação não pode passar em brancas nuvens.

A corrupção está entranhada na sociedade!

Consta que o Paraguai proibiu o ensino da ideologia de gênero nas escolas publicas.

O deputado Alan Rick (DEM) fazendo palestras para pastores sobre a nova direita brasileira.

Aqui no Acre é tudo embolado.

Direita e esquerda é cruzamento de rua.

Corrupção não tem lado!

Ao conseguir reunir governadores da Amazônia Legal e trazer o presidente Temer para discutir segurança publica no Acre, o governador Tião Viana (PT) marca um ponto positivo na politica.

Na grande politica!

Depois da denuncia de que jovens estão usando rapé misturado com cocaína o produto sumiu da cidade.

Está sendo chamado de “rapó”, ou seja, rapé com pó.

O deputado Heitor Junior (PDT) deve saber que formar chapa com parlamentar concorrendo à reeleição é praticamente impossível.

Candidato novato se elege com mais facilidade, mas na reeleição precisa de votos, muitos votos.

Cada eleição é uma eleição diferente.

Coligações proporcionais é um desastre para quem está no mandato e bom para quem deseja colocar os pés no parlamento.

O caso do PEN é emblemático!

Com sete deputados dos quais quatro concorreram a reeleição só o PT aceitou se coligar.

Chapa própria era impossível!

A história se repete.

Nesse caso o distritão ou o distrital misto seria bem melhor para quem tem mandato.

Os deputados dos partidos nanicos com assento na Assembleia, por exemplo, devem se juntar para o abraço dos afogados.

Leio que a escolha do vice na chapa do senador Gladson Cameli (PP) será de cunho pessoal.

Se ganhar será ovacionado, mas se perder a culpa será só sua.

Enquanto alguns vão vivendo de fofoca politica o governador Tião Viana e o prefeito Marcus Alexandre continua trabalhando.

As chuvas, que começam a cair a partir da segunda quinzena de novembro, deu o ar da graça bem mais cedo.

Dizem os antigos que é o primeiro sinal de uma grande alagação.

Às vezes os antigos também falham em suas previsões, até porque as mangueiras estão com poucos frutos.

Vez por outro vejo políticos pregando a honestidade quando se elegeram comprando votos.

É por essas e outras que o eleitor continua querendo vantagens para votar em, candidatos que eles sabem abastados.

A eleição de 2018 será o grande teste para a democracia brasileira.

As primeiras depois da Operação Lava Jato.

Procuradores da república reclamando que o governo Temer está mantando a Lava Jato.

“Não me venham com chorumelas, todos sabiam que o golpe na presidente Dilma tinha esse objetivo”.

E o prefeito de são Paulo, o tucano João Dória, hem!?

Pelo visto terá dificuldades para se reeleger.

Excelente artigo da jornalista Dora Kramer sobre o Dória.

É a velha história de que o apressado come cru.

Bom dia!

Textos publicados nesta página são de inteira responsabilidade do colunista. Não refletem a opinião do Jornal.

.

Esta notícia está na categoria Asterio. Marcar o link.