Itamaraty aguarda uma transição turbulenta para governo Bolsonaro

Os diplomatas do Itamaraty esperam uma transição turbulenta para o governo Bolsonaro.

O Ministério das Relações Exteriores foi o único órgão da União citado pelo eleito após o resultado das urnas no segundo turno da eleição, no domingo, e de maneira agressiva: “Libertaremos o Brasil e o Itamaraty das relações internacionais com viés ideológico a que foram submetidos nos últimos anos”. Na noite de domingo, também, Paulo Guedes, afirmou que o Mercosul não será prioridade do novo governo.

O presidente eleito criticou diversas vezes a promoção de políticas chamadas Sul-Sul, ou seja, com países fora do eixo EUA-União Europeia. Esta política, com a inserção do país num novo eixo geopolítico, com os Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) foram as marcas das relações internacionais do país nos governos Lula e Dilma (2003-2016).

Veja o Vídeo da entrevista com o vereador Mario Jorge

Vereador  conta um pouco sobre a sua trajetória e fala principalmente sobre o seu afastamento. Mário Jorge fala também que tinha pessoas interessadas em fazer com que ele perdesse seu mandato.

Durante a entrevista prestada pelo Vereador Mário Jorge ao 3 de Julho Entrevistas, afirmou que armaram contra ele com relação ao processo de afastamento.

Fonte: Brasil247

:: Textos publicados nesta página são de inteira responsabilidade do colunista. Não refletem a opinião do Jornal.

.