Rio Branco está entre as capitais com menor número de acidentes de trânsito

Dados da Seguradora Líder apontam que foram registrados 483 acidentes de trânsito em 2017 na capital acreana. Rio Branco ficou em 24º lugar no ranking de acidentes nas capitais.

A cidade de Rio Branco está entre as capitais com menos acidentes de trânsito registrados no ano de 2017. O dado foi divulgado, na quarta-feira (17), pela Seguradora Líder, responsável pela administração do Seguro DPVAT em todo o país.

Conforme o levantamento, a capital acreana ficou em 24º lugar no ranking das capitais, com o registro de 483 acidentes de trânsito. São Paulo e Fortaleza lideram o ranking, com 5.998 e 3.908 casos respectivamente.

Somente as capitais somam quase 44 mil acidentes de trânsito em 2017. Em todo país, foram mais de 245 mil acidentes de trânsito registrados apenas no ano passado. De acordo com a seguradora, a maior parte das vítimas ficou com algum tipo de sequela permanente.

Entre as capitais com menos acidentes estão Vitória com 335, em último lugar, seguida de Macapá com 390 casos, São Luís com 448, Rio Branco com 483 e Belém com 600 acidentes.

Indenizações pagas no 1º semestre de 2018

O número de indenizações por invalidez permanente em acidentes de trânsito no Acre aumentou 9% no primeiro semestre de 2018, segundo dados da Seguradora Líder.

Ao todo, 495 indenizações por invalidez permanente foram pagas no estado nos meses de janeiro a junho em 2018, enquanto, no mesmo período no ano passado, foram repassados os pagamentos para 454 beneficiários.

No primeiro semestre desse ano foram pagas 28 indenizações por morte no trânsito, enquanto 68 indenizações foram efetuadas de janeiro a junho de 2017. Houve redução de 58,8% nas indenizações por mortes em acidentes de trânsito no estado.

Os pagamentos para famílias de beneficiários foram efetuados por meio do Seguro DPVAT, que cobre danos pessoais causados por veículos automotores de via terrestre.

A modalidade de reembolso de despesas médicas e hospitalares (DAMS) também registrou redução no primeiro semestre. Foram 29 pagamentos de janeiro a junho de 2017, enquanto no mesmo período deste ano foram 29. A redução foi de 41.37%.

Veja o Vídeo: 3 de Julho Entrevistas

Veja nesta entrevista o trabalho desenvolvido pelo Movimento de reintegração das Pessoas que contraíram a Hanseníase, e conheça mais sobre esta doença, Curta a nossa página do Facebook 3 de Julho Noticias – A voz da Fronteira e se inscreva no nosso canal do YouTube 3 de Julho Noticias e lembre-se de ativar as notificações clicando no sininho.

Do G1 Acre

Esta notícia está na categoria Geral. Marcar o link.