Cooperados que prestam serviço para Prefeitura de Cruzeiro do Sul alegam atraso no pagamento de salários

Categoria fez um movimento na última segunda-feira (15). Prefeitura diz que pagamento vai ser feito em breve.

Em Cruzeiro do Sul, cerca de 30 pessoas que prestam serviço para a prefeitura em operações de tapa-buraco e recuperação asfáltica reclamam atraso no pagamento. Os prestadores de serviço são da empresa Amazônia Asfalto, que é contratada da prefeitura da cidade. A promessa é que os salários sairiam até o dia 10 deste mês, mas isso não aconteceu.

Além disso, um funcionário, que prefere não se identificar, afirma que não tem carteira assinada e que os salários não têm dia certo para sair.

“Foi assumido um compromisso que até o dia 10 o pagamento seria efetuado. Ele fala que paga um dia e não cumpre. Presto serviço, mas não tenho carteira e nada assinada, recebo em um envelope. Comecei trabalhando pela prefeitura há mais de 2 anos e há cerca de 5 meses passei para esta cooperativa. Todo mês tem desconto no salário, mas não tenho carteira assinada. O pagamento é feito quando bem entendem”, denuncia.

A pedido da categoria, o vereador Ronaldo Onofre (PDT) esteve em uma pequena manifestação que ocorreu no início da semana. Ele questiona o pagamento de impostos por parte dos trabalhadores.

“Será que parte desse dinheiro não está ficando nestas empresas contratadas. As pessoas não têm carteira assinada e têm descontos de INSS. Para onde vai esse dinheiro, se nenhum deles recebe através de banco e não tem recolhimento de FGTS? Como essas pessoas vão ter alguma garantia de aposentadoria por tempo de serviço ou ter direito há alguma rescisão contratual. Isso é injusto, a maioria deles têm mais de 10 anos trabalhados para o município, foram desvinculados e não receberam nenhuma indenização”, questiona.

A cooperativa, ainda segundo os funcionários, não tem interessa fixo na cidade mesmo com um quadro de aproximadamente 80 funcionários. Os pagamentos são feitos por uma pessoa na garagem da prefeitura em envelopes.

O secretário de Obras do Município, Ilson Enes, informou que o pagamento será efetuado em breve. “Houve um atraso no pagamento desse pessoal que será efetuado nas próximas horas. Quanto a essa questão da prestadora de serviço, temos uma licitação com a Amazônia Asfalto. Se esta empresa subcontrata algum serviço não é do meu conhecimento”, disse.

Calmette Guerin, representante da Amazônia Asfalto, diz que a subcontratação de serviços não existe. “Existe equívoco nessa reclamação. O pagamento está atrasado e será efetuado nesta quarta feira [17]. Temos uma subcontratação de serviços com essa cooperativa. Quanto a reclamações sobre carteira assinada e direitos trabalhistas, é preciso ter conhecimento da lei que rege a terceirização de serviços. Como cooperados, eles são membros da cooperativa e não funcionários”, explicou.

Veja o Vídeo: 3 de Julho Entrevistas

Veja nesta entrevista o trabalho desenvolvido pelo Movimento de reintegração das Pessoas que contraíram a Hanseníase, e conheça mais sobre esta doença, Curta a nossa página do Facebook 3 de Julho Noticias – A voz da Fronteira e se inscreva no nosso canal do YouTube 3 de Julho Noticias e lembre-se de ativar as notificações clicando no sininho.

Do G1 Acre