Mulheres escondem droga em bolacha e tentam entrar em presídio no Acre

Casos têm sido recorrentes em Cruzeiro do Sul. As duas vão responder por tráfico de drogas.

Duas mulheres foram presas na manhã desta segunda-feira (15) com droga escondida dentro de pacotes de bolacha que seriam entregues para dois presos no presídio Manoel Néri, em Cruzeiro do Sul.

Jocilene Pereira, de 19 anos, e Sueli da Silva, de 57, foram conduzidas a delegacia de polícia, onde o delegado Alexnaldo Batista lavrou o flagrante por tráfico de drogas.

As duas e os presos para quem as bolachas seriam entregues negaram saber da existência do entorpecente.

“Estamos investigando as versões, mas as duas mulheres foram autuadas em flagrante por tráfico de drogas e serão encaminhadas ao presídio”, diz Batista.

O delegado se disse surpreso com a maneira usada para esconder o material e destacou trabalho dos agentes penitenciários.

“As duas mulheres usaram a mesma artimanha. Usaram outro artifício, que foi uma surpresa para nós aqui na delegacia. Conseguiram abrir um pacote de bolachas, introduziram droga, reembalaram as bolachas e enviaram ao presídio. Quem pegava nos pacotes não conseguiria suspeitar”, conta.

Uma parente de Sueli, que pediu para não ser identificada, disse que a suspeita não sabia que nas bolachas tinha droga escondida.

“Eu vi quando o cara chegou na casa dela, entregou a sacola para ela e saiu queimando pneu na moto. Nas sacolas tinham os nomes dos presos que receberiam as bolachas. Os pacotes estavam lacrados. Ela disse que levaria, pois já tinha mandado encomenda para o irmão dela por outras pessoas. Agiu de boa fé, não tem maldade no coração e só quis fazer um favor”, alega.

Durante o procedimento de revista no sábado (13), outras duas mulheres foram flagradas tentando entrar com droga no presídio. Uma estava com a droga escondida na calcinha e a outra na camisa que usava.

Do G1 Acre

Esta notícia está na categoria Geral. Marcar o link.