RF nega entrada de time de futebol do Peru que faria amistoso no Bujari

Os peruanos iriam jogar com a seleção master de Bujari na tarde deste sábado no estádio Categão.

A delegação da seleção master de Puerto Maldonado (distante 250 km da fronteira com o Brasil), foi barrada pela Receita Federal no posto de fiscalização em Assis Brasil, na fronteira com o Peru e a Bolívia, na manhã deste sábado (13).

A entrada de duas vans que transportavam a equipe que faria um amistoso neste sábado (13), na cidade de Bujari, interior do Acre foi impedida, segundo Mário Torres, organizador do encontro, porque os veículos estavam registrados em nome de uma empresa peruana, e para circular no território brasileiro, deveriam está no nome de algum dos integrantes da delegação.

“Faltou sensibilidade ao pessoal da Receita Federal. A cidade estava toda mobilizada, fizemos um grande investimento para receber nossos vizinhos e a entrada deles no Brasil foi proibida. Ainda tentamos fretar um ônibus em Assis Brasil, mas não conseguimos essa logística”, explicou Mário Torres, afirmando que o cancelamento do amistoso gerou um prejuízo de mais de R$ 4 mil reais.

Os peruanos iriam jogar com a seleção master de Bujari na tarde deste sábado no estádio Categão, e depois, os anfitriões ofereceriam um jantar para os visitantes.

Torres disse ainda que a proibição da entrada dos estrangeiros vai inviabilizar o jogo de volta, que estava agendado para acontecer ainda esse ano.

A reportagem tentou contato com o posto de Receita Federal em Assis Brasil, mas ninguém atendeu aos seguidos telefonemas.

Veja o Vídeo: 3 de Julho Entrevistas

Veja nesta entrevista o Gerente regional do Sebrae, Jorge Saad, explicando as principais ações do Sebrae durante o primeiro semestre e quais foram as principais atividades do Sebrae voltadas para o agronegócio, indústria e comércio, Curta a nossa página do Facebook e se inscreva no nosso canal do YouTube e lembre-se de ativar as notificações clicando no sininho.

Esta notícia está na categoria Geral. Marcar o link.