Marcus Alexandre apresenta propostas e demonstra preparo para governar o Acre em debate da TV Acre

O candidato da Frente Popular, que compareceu a todas as entrevistas e sabatinas, possui um legado de trabalho na gestão pública do estado.

Seguro e coerente, Marcus Alexandre demonstrou preparo para governar o Acre, durante o debate entre os candidatos promovido pela Rede Amazônica na noite desta terça-feira, 2.

Reeleito prefeito de Rio Branco com a maior votação da história, Marcus Alexandre agrega em seu Plano de Governo União e Inovação, registrado e disponível no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), propostas coerentes para impulsionar o desenvolvimento econômico e social do Acre.

A fim de esclarecer a população, Marcus questionou o candidato Gladson Cameli, PP, sobre a seu apoio ao governo Temer na privatização de estatais púbicas. No Acre, a Eletroacre foi vendida pelo preço de um carro popular, R$ 50 mil. A medida gera o aumento do custo da conta de luz e freia investimentos no Luz Para Todos – programa que leva energia elétrica para os moradores da zona rural. “Desde que o Temer assumiu, nenhum metro de Luz Para Todos foi feito”, salientou.

Questionado sobre suas propostas para área ambiental, o candidato ao governo do Acre da FPA destacou as propostas do seu plano de gestão. “O Acre possui um do menores índices de desmatamentos da Amazônia. Na proposta é atualizar o Zoneamento Ecológico Econômico (ZEE), vamos mapear as regiões que precisam ter mais investimentos, fortalecer a política de gestão ambiental e continuar impulsionando a produção sustentável dentro da floresta”, frisou.

Para a área de segurança pública a coligação da FPA defende a criação do Comando Estadual de Operações de Fronteira, valorização do agente de segurança pública, reaparelhamento permanente do setor e fortalecimento das ações de inteligência e tecnologia, cerco eletrônico e operacional em áreas comerciais e acessos em todas as cidades.

A frente da Prefeitura de Rio Branco, Marcus Alexandre priorizou investimentos em saúde e educação para as crianças. Construiu 14 novas creches e firmou parceria com igrejas e creches comunitárias, ampliando cinco mil vagas para a primeira infância na capital. Em Rio Branco, a taxa de mortalidade infantil, um dos principais indicadores de qualidade de vida e de saúde, saiu de 21,81 em 2007 para 11,46 óbitos infantis (a cada 1.000 nascidos vivos) em 2017. Questionado sobre o assunto, Gladson não soube responder.

“Como prefeito de Rio Branco busquei ser presente e cumprir todos os meus compromissos. Quero ser governador para continuar esse trabalho sério no Estado. O que tenho a oferecer é a minha dedicação e eu trabalho. Concluímos essa jornada com fé e esperança”, frisou Marcus Alexandre.

O debate discutiu temas pertinentes como segurança pública, turismo, educação, saúde, infraestrutura, meio ambiente e desenvolvimento econômico. Participaram os candidatos Marcus Alexandre, David Hall, Coronel Ullyses e Gladson Cameli.

Veja o Vídeo: 3 de Julho Entrevistas

Veja nesta entrevista o Gerente regional do Sebrae, Jorge Saad, explicando as principais ações do Sebrae durante o primeiro semestre e quais foram as principais atividades do Sebrae voltadas para o agronegócio, indústria e comércio, Curta a nossa página do Facebook e se inscreva no nosso canal do YouTube e lembre-se de ativar as notificações clicando no sininho.

:: Textos publicados nesta página são de inteira responsabilidade do colunista. Não refletem a opinião do Jornal.

.