Polícias da Bolívia e de Brasileia capturam foragido do presídio na capital

Leandro Barros foi capturado em Cobija na noite desta quarta (26). Detento fugiu do FOC, em Rio Branco, no último dia 17, e é condenado por tráfico de drogas.

Após dez dias foragido, Leandro Xavier Barros foi preso, em Cobija, na Bolívia. Barros fugiu do Presídio Francisco d’Oliveira Conde (FOC), em Rio Branco, no último dia 17.

Na época da fuga, o Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen-AC) disse que não sabia como o preso havia fugido.

Barros estava na cela 16 do Pavilhão “C”, preso pelo crime de tráfico de drogas. A equipe de agentes penitenciários percebeu a fuga durante a contagem de presos nas celas.

O delegado Karlesso Nespoli informou que o detento foi capturado pela polícia boliviana na noite desta quarta (26), e entregue para a Polícia Civil do Acre em Epitaciolândia, cidade vizinha da Bolívia.

“Fizemos uma operação conjunta com a polícia boliviana e descobrimos onde ele estava. Estava praticando roubos e tráfico de drogas também”, confirmou.

Nespoli falou também que o detento já foi encaminhado para o presídio da capital acreana. “Entregaram ele agora à tarde. Tínhamos informações onde ele estava escondido e passamos as informações para a polícia boliviana”, concluiu.

Fuga anterior

Antes da fuga de Barros, o suspeito de tráfico de drogas Maxwel Viana do Nascimento, também conseguiu escapar do Presídio Francisco d’Oliveira Conde. A fuga ocorreu no último dia 11.

Conforme o Iapen, Nascimento continua foragido e ainda não foi concluído o procedimento que investiga de que forma o detendo conseguiu escapar.

Nascimento ficou conhecido depois que conseguiu fugir de um cerco da polícia e postou mensagem no Facebook para agradecer o “livramento”.

O Iapen disse que ainda está dentro do prazo, que é de 30 dias, para dar uma resposta sobre a apuração do ocorrido. O caso está sendo investigado por meio da Corregedoria para saber se houve falha ou facilitação de fuga.

Ainda segundo o órgão, as forças de segurança pública continuam fazendo buscas para localizar Nascimento.

Do G1 Acre