Superintendente da PF no Acre diz que não “haverá quebra de relação” com a imprensa

A afirmação de Ricardo França foi feita depois que repórteres, durante uma coletiva que, aproveitaram para  fala sobre o caso do repórter Almir Andrade.

O superintendente da Polícia Federal, Rafael Francisco França, disse na manhã desta quinta-feira, 13, na sede do órgão, que a imprensa é parceira da instituição e que não aprova nenhum ato de censura ao trabalho dos jornalistas. “Em momento algum haverá quebra dessa relação”, afirmou.

A afirmação de Ricardo França foi feita depois que repórteres, durante uma coletiva sobre uma operação da Polícia Federal, aproveitaram para questioná-lo e ao mesmo tempo informá-lo sobre o caso do repórter Almir Andrade, correspondente da TV Gazeta (Rede Record), que teve seu equipamento de filmagem retido e as imagens apagadas por policiais federais que cumpriam mandado de busca e apreensão na casa de um candidato em Brasiléia, na manha desta quinta-feira.

A ação dos agentes aconteceu no momento em o repórter registrava o serviço policial na residência do político.

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Acre vai denunciar o caso à Corregedoria da Polícia Federal no Acre.

Plantão 3 de Julho Notícias 13ª Edição

PF faz buscas na casa de candidato em Brasiléia; suspeita é de compra de voto. A Polícia Federal fez buscas, na casa do candidato a deputado estadual Joaquim Lyra, após uma denúncia de suposta compra de voto. Após as buscas na residencias, o candidato prestou depoimento na sede da PF em Epitaciolândia.

:: Textos publicados nesta página são de inteira responsabilidade do colunista. Não refletem a opinião do Jornal.

.