Polícia encontra cabeça jogada às margens da BR-307, em Cruzeiro do Sul

Cabeça foi levada ao IML e vão ser feitos exames para identificar se é do diarista morto em uma comunidade rural. Polícia foi acionada pelos moradores.

Policiais militares foram acionados, na manhã desta sexta-feira (3), após moradores encontrarem uma cabeça às margens da BR-317, na comunidade Japãozinho, em Cruzeiro do Sul.

A equipe foi acionada pelo Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) após os moradores sentirem o mau cheiro.

O tenente Silva Lima da PM conta que a cabeça estava ao lado de um saco plástico e os vizinhos não sabem como ela foi parar ali.

“Acionamos a perícia e levamos a cabeça até Cruzeiro do Sul para identificação. Os vizinhos sentiram o mau cheiro. Estava próxima à margem da estrada, perto de uma área com mata. Foi fácil de encontrar”, diz.

A suspeita é que a cabeça seja do diarista Francisco das Chagas Oliveira, de 31 anos, achado morto no fim da tarde de quarta-feira (1) na comunidade Paraná do Pentecostes. O corpo foi encontrado sem a cabeça.

A vítima tinha passagens pela polícia e teria se mudado após receber ameaças. O caso é investigado pelo delegado Lindomar Ventura e um exame deve confirmar se a cabeça pertente ao diarista.

Por Adelcimar Carvalho, G1 Acre