Com quase 3 milhões para investir em ramais de Brasileia Presidente Rogério Pontes e demais Vereadores participam de ato de assinatura

Presidente da Câmara, Rogério Pontes, participa da assinatura da ordem de serviço das obras de recuperação e melhoramento do ramal da reserva Chico Mendes.

Por Paula Alcântara

O Presidente da Câmara Municipal de Brasileia, Rogério Pontes, acompanhado dos Vereadores: Sabá Moraes, Rosildo Rodrigues e Edu Queiroz, participou da assinatura da ordem de serviço das Obras de recuperação e melhoramento do ramal da reserva Chico Mendes com investimentos de quase três milhões.

Além dos Vereadores outras autoridades também participaram como: Prefeita Fernanda Hassem, Deputada Estadual Leila Galvão, Governador Tião Viana, Presidente da Associação do Rubicom Rosimar, Prefeito Tião Flores de Epitaciolândia, Prefeito Bira Vasconcelos de Xapuri e outros.

A ordem de serviço aconteceu no Santuário São Francisco de Assis localizada no km 4 da Estrada do Pacífico, além das autoridades participaram também os moradores do ramal Filipinas, que presenciaram a assinatura.

Ao fazer o uso da palavra o Presidente Rogério Pontes afirmou estar muito feliz em ver a conquista dos moradores do Ramal Filipinas que serão contemplados com a manutenção de 39,80 quilômetros de ramais e outros trabalhos.

”Eu sei da importância de ter um ramal recuperado, onde vocês produtores possam escoar suas produções e ter trafegabilidade, pois eu também sou um agricultor e sei como é importante ter condições de trabalhar com dignidade, estou muito feliz por vocês desejo que as coisas aconteçam e que a obra seja bem feita, porque vocês merecem”, disse Rogério Pontes.

A obra será realizada pela empresa EMOT Construções LTDA, em conformidade com o contrato de nº 043/2018, firmado entre a Secretaria de Estadual de Meio Ambiente (SEMA) e a empresa EMOT.

O recurso para a Execução do contrato é de R$2.973.920,50 (dois milhões novecentos e setenta e três mil, novecentos e vinte reais e cinquenta centavos), financiado pelo Programa de Desenvolvimento Sustentável do Estado do Acre (PDSA Fase II-BID), que compreende além dos 39, 80 quilômetros de ramais também a construção de obras de artes correntes (bueiros) e de artes especiais (Pontes).

A realização da obra faz parte do programa de Manejo Comunitário do governo do Estado, que fortalece atividades extrativistas e madeireira sustentável. “Já são mais de 200 km de ramais que estão sendo executados pelo governo do Estado, um investimento total de quase R$ 13 milhões para beneficiar a produção florestal sustentável e melhorar a vida de quase quatro mil pessoas dentro da Resex Chico Mendes”, explica Edegard de Deus, secretário de Meio Ambiente (Sema).

O investimento do governo do Estado é executado pela Sema, por meio do Programa de Desenvolvimento Sustentável (PDS), que está em sua segunda fase de execução e conta com apoio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). A obra conta com a parceria também do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem do Acre (Deracre).