5,2% dos brasileiros assumem não cuidar da sua saúde

Sucesso profissional, tempo para curtir com a família e uma boa saúde são desejos quase universais.

No entanto, algumas dessas metas podem se tornar um grande desafio para a maioria das pessoas, principalmente quando o assunto é cultivo de hábitos saudáveis. Um estudo realizado nos Estados Unidos e que teve como base a Pesquisa Nacional de Amostra de Domicílios – Pnad e a Pesquisa Nacional de Saúde – revelou que um em cada 20 brasileiros diz ter a saúde ruim – o equivalente a 5,2% dos entrevistados.

Ao deixar de cuidar da saúde, todo corpo é afetado. Além da parte física ficar comprometida, o estado psíquico e o bem-estar também ficam prejudicados. O estudo também apontou que o nível de satisfação com a própria saúde é maior entre aqueles com nível superior. Para justificar a relação entre os problemas de saúde e a baixa escolaridade, os pesquisadores apontam a falta de conhecimento, as restrições econômicas e o envelhecimento da população.

Formado em Educação Física e trabalha como Personal Trainer, Cezar Oliveira de Souza concorda que brasileiros com mais escolaridade têm maior acesso às informações e, consequentemente, se preocupam mais com a saúde. “Isso acontece devido ao fato destas pessoas serem mais alertadas e orientadas a praticarem atividades físicas como forma de evitar futuras doenças”. Além disso, Cezar alerta para a importância da conscientização sobre o propósito das atividades físicas. “As pessoas não podem associar os exercícios físicos apenas a boa forma e aparência. Eles funcionam como prevenção”, destacou.

O Personal Trainer associa também esse conhecimento ao maior acesso às tecnologias, como internet, televisão e redes sociais. “As pessoas estão sendo alertadas o tempo inteiro a cuidar do próprio corpo e a procurar por educadores físicos e profissionais da área de saúde. Acredito que elas já começaram a entender que a pratica da atividade física é algo fundamental na melhoria da condição de vida, na autoestima e na independência”, concluiu.

Maria Luiza Oliveira, 23 anos, é estudante de Direito e tem a saúde como uma de suas maiores preocupações. “Sempre procuro me alimentar bem, praticar algum esporte e ter uma rotina bem organizada”, revela. Em uma visita ao médico a estudante descobriu que precisava começar a cuidar da saúde o mais rápido possível por conta de uma doença hepática. Depois disso, nunca mais se descuidou. “Quando passei a cuidar de mim, percebi muitas mudanças. Tudo mudou, meu humor, minha disposição e minha concentração. Além disso, as mudanças no meu corpo, elevaram ainda mais a minha autoestima”.

Cuidar do corpo e ter hábitos saudáveis é algo essencial em todas as idades. Se você se interessa pelas profissões de saúde e deseja fazer uma graduação nessa área, conte com a ajuda do Educa Mais Brasil. O programa oferece bolsas de estudo de até 70% para graduações como Enfermagem, Nutrição, Fisioterapia e muitos outros cursos. Não perca tempo. Acesse o site e confira as oportunidades na sua região. É gratuito.

Fonte: Bárbara Maria – Ascom Educa Mais Brasil

Esta notícia está na categoria Saúde. Marcar o link.