Coluna do Crica

Tchê procura oposição para aliança

O deputado federal Major Rocha (PSDB) revelou ontem à coluna que foi procurado pelo presidente do PDT, ex-deputado Luiz Tchê, para que tentasse com seus amigos do PP, em Brasília, ajudar para que venha a acontecer uma aliança entre o PDT e o PP na disputa presidencial, o que jogaria o PDT no colo da candidatura do senador Gladson Cameli (PP) ao governo. “Quero ir para a oposição”, teria dito Tchê para justificar a conversa. Rocha (foto) disse que a princípio achou a idéia boa, mas houve reação por parte de outros dirigentes partidários da oposição com vetos. “Eles fizeram uma observação com a qual concordo, se a aliança se concretizasse o PT teria que tirar o ex-secretário de Segurança, Emylson Farias, da vice da sua chapa para o governo, e isso não nos interessa de maneira alguma. Queremos o Emylson continuando como vice, porque a Segurança será uma das bandeiras da oposição durante a campanha. E o Emylson será um dos nossos trunfos”, observou o parlamentar.

O QUE PASSA PELA CABEÇA DO TCHÊ?

É muito difícil saber o que passa pela cabeça do presidente do PDT, Luiz Tchê, quando em dois lances se reúne com o candidato ao governo do PT, Marcus Alexandre, jurando lealdade ao projeto, ao mesmo tempo em que busca a ajuda do candidato à vice-governador pela oposição, deputado Rocha (PSDB), para auxiliar a pavimentar o seu caminho rumo à oposição.

PEDIDO COMPLEXO

Deputado da FPA comentava ontem preocupado com um pedido do Legislativo e MP ao Governo, para que este assumisse as suas folhas de aposentados. A preocupação deste parlamentar é que se o pedido for atendido criaria um sério problema ao próximo governador. O Governo tem que completar hoje a sua folha de aposentados com 35 milhões de reais, o que dobraria se vier a fazer a bondade. O governador teria pedido um tempo para estudos.

ANTECIPAR DECISÃO

Seria o ideal que a Promotora Alessandra Marques se posicionasse sobre os dados da planilha fornecida pelos empresários do transporte coletivo, em que pedem aumento da passagem, antes do fim do prazo de suspensão do reajuste da tarifa decretado pela prefeita Socorro Neri.

NÃO GOSTOU NEM UM POUCO

Quem deve ter ficado bravo com a decisão da prefeita Socorro Neri em suspender o aumento imediato do preço das passagens, deve ter sido o presidente do RBTRANS, Gabriel Forneck, que durante todo o processo de discussão se posicionou a favor do pleito dos empresários.

MANIFESTO POPULAR

Ontem houve um legítimo manifesto popular no Terminal dos Ônibus contra o aumento do preço das passagens. Quem paga a passagem é que sabe onde o calo aperta. Tem que protestar para ser ouvido. O brasileiro tem a mania de se acomodar e não reagir a abusos

OPOSIÇÃO CORAGEM

Quem estava de microfone em punho ao lado dos manifestantes contra o reajuste era a presidente do PMN, Dr. Valdete, que faz oposição clara, corajosa e sem se esconder.

“SEU ADVERSÁRIO É ELE”

A frase acima, eu escutei ontem na ALEAC de um dos políticos mais tarimbados do Acre, sobre a candidatura ao governo do senador Gladson Cameli (PP). E deu como justificativa ser o Cameli volúvel no que acerta com os aliados. “Luis Carlos, seu principal adversário é ele”, citou.

“FALTA DE UM NABOR JUNIOR”

E durante o comentário, completou: “falta à oposição um líder, falta um Nabor Junior”.

CHEGA FORTALECIDO

Caso o candidato ao governo, Coronel Ulisses Araújo (PSL), não consiga na campanha gerar um fato novo para fazer subir as preferências sobre a sua candidatura, não vai conseguir polarizar a disputa. Mas se perder a eleição passará a ser o noivo cobiçado em eventual segundo turno.

TESE DERROTADA

Está definitivamente derrotada a tese defendida pelo PT que na FPA só deveria haver o chapão para a Câmara Federal. Terão três chapas: a dos partidos grandes formada pelo PT-PCdoB-PSB. A Chapa 2, com PDT-PSDC. E a chapa 3, tendo PODEMOS-PV-PSOL-PRB-PRP-PROS-PHS-PMB.

CHAPA DESCOLADA

A presidente do PTB, Charlene Lima, descolou o seu partido da aliança com as demais siglas pequenas na disputa para estadual. O PTB deverá sair com uma chapa própria completa.

TRAÍDO PELOS FATOS

O vereador do Jordão, Tom Sérgio (PDT), entrou numa fria e pôs o Porta-Voz do Governo em outra fria. Para ser agradável ao governo, quis desmentir o ac24horas, sobre uma matéria com declarações suas. E ainda induziu o Porta-Voz ao erro. Esqueceu que a sua conversa, em que diz que dava um ultimato ao governador para arrumar a pista do Jordão, foi gravada. Assim como teve um print de uma declaração sua elogiando a matéria. Tom foi traído pelos fatos.

É UMA VIRTUDE

Quando um ocupante de cargo público volta atrás em uma decisão para cumprir uma formalidade jurídica deve ser visto como uma virtude, não com jocosidade. É o caso do ato da prefeita Socorro Neri sobre o aumento no preço das passagens de ônibus. Foi serena.

RESPEITO, MAS DISCORDO

Não invisto sobre a seriedade dos institutos que fizeram pesquisas, porque conheço a lisura como agem os seus donos, mas me reservo ao direito, pela longa experiência como jornalista, de discordar do seu resultado apertado entre os candidatos polarizados, aqui em Rio Branco.

VIROU MANTRA ATÉ ENTRE OS ALIADOS

E comum ouvir de deputados da FPA (virou um mantra nas conversas políticas), de que a proximidade na campanha com o governador não seria positivo para o candidato ao governo, Marcus Alexandre (PT), pelo fato dele estar em baixa popular e brigado com vários setores.

CHORAR NÃO ADIANTA

Enquanto a maioria dos prefeitos faz um chororô pela crise econômica, a prefeita Fernanda Hassem está mostrando, em Brasiléia, que o bom gestor se conhece na crise e não na bonança.

DRIBLANDO A CRISE, EXEMPLO VEM DA FRONTEIRA

Quando há competência na gestão qualquer crise econômica desaparece. Um bom exemplo de administração vem da prefeita de Brasiléia, Fernanda Hassem. Até o próximo dia 30 será pago o salário do mês aos servidores e 50% do 13º. Serão cerca de 2 milhões e 200 mil reais a serem jogados no município. Some-se a isso o pagamento do auxílio-alimentação aos profissionais da Educação. Fora isso, estão sendo iniciados 4.200 metros de pavimentação e uma operação tapa-buraco, com recursos próprios, em que são usadas 650 toneladas de asfalto. Os Postos de Saúde estão com medicamentos e há o equilíbrio fiscal, conseguido pelo secretário de Finanças, Tadeu Hassem. Não é por acaso que a administração da Fernanda está entre as três melhores avaliadas nas pesquisas de opinião pública. Deu um drible na crise.

OS QUE MAIS REVINDICAM

Antonio Pedro (DEM) e Leila Galvão (PT) são os deputados que mais reivindicam por Xapuri.

QUADRO PREPARADO

Com todo o respeito aos demais, mas se forem escolhidos os três parlamentares mais preparados e atuantes da Assembléia Legislativa, sem dúvida estará entre eles, o deputado Daniel Zen (PT). Exerce uma das mais difíceis artes no parlamento, que é ser líder do governo, com destaque. Fazer oposição é fácil, sempre há bons temas em cima dos quais se navega.

NÃO HÁ NADA MAIS IMPORTANTE?

Não há nada mais importante para os vereadores debaterem sobre a administração municipal do que tendo o preço das “mijadas” nos sanitários públicos, como tema principal? Pergunto.

PODE FICAR NO CHEIRINHO

O Márcio Bittar (PSDB) pode beliscar de novo a vaga de senador e ficar novamente no cheirinho. Como aconteceu também para a PMRB e Governo, quando chegou perto de vencer. A reclamação que sempre se escuta do Márcio nas campanhas e se achar a última bolacha do pacote. E não é! Principalmente nesta eleição do Senado, com adversários muito fortes.

QUEBRANDO PARADIGMAS

Só o fato da vereadora Janaína Furtado (REDE) ser candidata ao governo já quebra um paradigma de ser a única mulher na chapa de candidatos a governar o Acre. Isso é bom.

MENOS MAL
Leio que prenderam os ladrões que furtaram armas da Delegacia de Brasiléia. O fato, por ser um desafio ousado ao Estado nem deveria ter ocorrido, menos mal com todos presos.

SANTO ANTONIO FICOU CARECA

São incontáveis as promessas de  governadores, deputados estaduais, deputados federais de que lutariam pela construção da Ponte que leva ao município de Rodrigues Alves. A travessia do rio é feita por catraias. E justo a população ter se organizado, cobrar e protestar para a que a obra seja executada. De promessa, Santo Antonio ficou careca.

O BURACO É MAIS EMBAIXO

Quando vejo empresários entrando na política acho salutar. Mas entre isso é uma eleição para deputado federal o buraco é mais embaixo. Uma campanha tem componentes que atropelam os amadores. Sem uma campanha profissional, podem gastar muito e pegar balsa.

RECORRE NO CARGO

Mesmo que o TRE-AC venha a cassar o prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, ainda assim pode conseguir uma Liminar no TSE e recorrer contra a condenação no cargo. Existe farta jurisprudência favorável sobre este tipo de recurso.

POLÍTICO DO BEM

Quem busca voltar à Câmara Federal é o ex-deputado Henrique Afonso. Político do bem. Não se conhece dele um deslize em todos os mandatos que exerceu.

:: Textos publicados nesta página são de inteira responsabilidade do colunista. Não refletem a opinião do Jornal.

.

Esta notícia está na categoria Crica. Marcar o link.