Acre pode receber presídio federal, mas governo cobra ação da União nas fronteiras

Acre se disponibiliza para receber um presídio federal, mas cobra ações na fronteira. O Acre saiu de 400 presos por ano, para 700 em 2017.

Por Arison Jardim 

Após visitar locais para o possível presídio federal a ser construído no Acre, uma equipe técnica do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) foi recebida pelo governador Tião Viana nesta terça-feira, 22. A conversa foi para avaliar os caminhos para uma futura construção do presídio de responsabilidade da União, ao mesmo tempo em que o governo do Estado continua cobrando ações efetivas e de grande intensidade contra o narcotráfico nas fronteiras.

Até hoje, somente quatro estados brasileiros, e o Distrito Federal, abriram as portas para a construção de presídios federais. São eles: Paraná, Rondônia, Mato Grosso do Sul e Rio Grande do Norte. Alessandro Souza, diretor da Penitenciária Federal de Porto Velho, integra a comitiva e explicou que a ação faz parte do projeto de expansão do sistema nacional, que atualmente conta com 4 unidades e deve inaugurar uma nova no DF.

“O estado do Acre se disponibilizou a participar desse projeto junto ao Departamento Penitenciário Nacional. Nossa equipe está aqui analisando os terrenos que foram indicados pelo Estado, analisar ainda a parte técnica e de estrutura para ser feita”, disse.

O governador expressou sua preocupação com a omissão do governo federal em ações de controle do narcotráfico nas fronteiras, principalmente nos rios amazônicos, no limite dos territórios do Brasil com o Peru e a Bolívia. Ele afirmou ainda que a disputa entre as organizações criminosas é um dos principais fatores de violência no estado, e tem feito crescer de forma acelerada a população carcerária. O Acre saiu de 400 presos por ano, para 700 em 2017. Este ano, apenas em uma semana, foram presas 128 pessoas, todas por envolvimento com o tráfico de drogas.

O secretário de Segurança Pública, Vanderlei Scherer, reafirmou essa preocupação, pontuando que o governo do Estado faz sua parte ao se disponibilizar em receber um presídio federal, mas espera também o apoio do governo federal. “Esse é um gesto do governo do Estado no sentido de colaborar com a União, mas ao mesmo tempo mostrar a necessidade de se olhar para a região de fronteira e agir com ações efetivas contra o narcotráfico”, afirma.

Telejornal 3 de Julho 11ª Edição

Veja nesta edição: Jogador Valder Melo mais conhecido por cabeção do time Revolução Clube fez o gol mais bonito até o momento do Campeonato Regiçaneo Moura de Brito; Abertura dos Jogos Escolares 2018 em Brasileia tem início no Ginásio poliesportivo Eduardo Lopes Pessoa, Ministério Público vai apurar supostas irregularidades na aquisição de merenda escolar em Epitaciolândia,Policia Militar de Assis Brasil prende quatro indivíduos acusado de tráfico de entorpecente com emprego de arma de fogo para resguardar a boca de fumo e outras, curta a nossa página do facebook e inscreva-se no nosso canal do YouTube.

:: Textos publicados nesta página são de inteira responsabilidade do colunista. Não refletem a opinião do Jornal.

.