Obra milionária da prefeitura de Rio Branco apresenta buracos antes mesmo de ser inaugurada

Na Avenida Getúlio Vargas apresenta buracos enormes sem mesmo ter sido finalizada a obra de duplicação.

A prefeita de Rio Branco, Socorro Neri (PSB), tem problemas maiores que ser acusada por dirigente partidário e vereadores de infringir a legislação após barrar que o vereador da capital, Carlos Juruna (PHS), assumisse a prefeitura de forma interina enquanto ela viajava ao Rio de Janeiro no início da semana.

Além do desgaste com a Câmara de Vereadores, deixando parlamentares aliados com um pé atrás com a nova gestão da prefeitura, Socorro enfrenta um dos maiores problemas da capital acreana: ruas esburacadas e falta de saneamento básico.

A área de pavimentação e infraestrutura foi também o maior problema enfrentado pelo prefeito Marcus Alexandre (PT), que se afastou da prefeitura para concorrer ao cargo de governador do Acre.

A reportagem percorreu algumas dessas ruas na capital acreana e constatou que se Socorro Neri não se apressar em atuar como prefeita, de fato e de direito, ao final do seu mandato Rio Branco terá um grande número de “ramais urbanos”.

Uma das principais vias da capital, a Avenida Getúlio Vargas, que foi contemplada com obras de duplicação realizadas pela Prefeitura de Rio Branco, iniciadas em 2015 e até a presente data não foi inaugurada e tampouco concluída, acumula no trecho entre o cruzamento do supermercado Pague Pouco e a rotatória do Posto Thalma, justamente o percurso que sofreu intervenção do poder público municipal, dezenas de buracos que aumentam a cada veículo que circula pela via.

O tão prometido paisagismo e a iluminação pública fazem parte apenas do projeto apresentado antes do início da obra. No trecho entre a ‘Saudosa Maloca’ e o colégio Lourenço Filho a escuridão é total e em frente do Auto Posto Junior uma das paradas de ônibus sequer tem cobertura.

O projeto de duplicação da Getúlio Vargas foi, ou será executado, já que ainda não foi concluído, pelo menos como no projeto, em três etapas. A primeira compreende o trecho entre a esquina da Rua João XXIII até o Hemoacre. A segunda, a extensão do Hemoacre até o Posto Júnior, e a terceira etapa inclui o trecho entre o Posto Júnior até o Auto posto Thalma, na parte alta da cidade.

Segundo foi informado à época pela Secretaria de Obras Municipal, as obras deveriam ser concluídas até o final do mês de dezembro de 2016. O valor total do investimento foi de mais de R$ 7 milhões, segundo dados da prefeitura.

Com todo dinheiro gasto na obra de duplicação da Avenida Getúlio Vargas, se a prefeita Socorro Neri não tomar uma atitude e começar uma ação de tapa-buracos, com asfalto e não com barro como vem sendo feito, serão necessários outros milhões para que Getúlio Vargas fiquem em condições de ser inaugurada.

Nesta quinta-feira, 10, a Folha do Acre vai mostrar outra situação de abandono em que a prefeitura de Rio Branco priorizou o tapa-buracos em uma rua de um bairro nobre de Rio Branco, para que seus moradores possam ornamentá-la para a Copa, enquanto a duas quadras do local alunos de uma escola de ensino fundamental são submetido ao risco de serem vítimas de atropelamento por conta grande número de veículos que circula pela rua cheia de buracos.

A reportagem procurou a assessoria da Prefeitura de Rio Branco, que enviou nota afirmando que as obras de recuperação dos trechos esburacados da duplicação da Getúlio Vargas estão sendo programadas para a próxima semana.

‘A Secretaria de Obras informou que os serviços de recuperação e manutenção da malha viária da Avenida Getúlio Vargas estão programados para a próxima semana”, diz resposta enviada à redação.

Telejornal 3 de Julho 9ª Edição

Veja nesta Edição: Acidente grave deixa vítima fatal na Estrada do Pacífico, em Brasileia; Delegado de Polícia Civil, Karlesso Nespoli, dá detalhes das prisões em Brasileia; Dnit inicia trabalhos de alargamento da Avenida Marinho Monte em Brasiléia; Presidente, Rogério Pontes, fala da adequação do projeto que visa o auxílio Alimentação para educação, em Brasileia; Companhia Raio apreende moto furtada e casal que vendia drogas em Brasiléia; Ex-prefeito Everaldo Gomes terá que devolver R$ 1,2 milhão aos cofres públicos; Promessa de entrega do novo hospital regional não é cumprida pelo governo de Tião e Prefeita Fernanda Hassem homenageia todas as mães pelo dia especial. Curta a nossa página do facebook e se inscreva no nosso canal do YouTube.

Fonte: Folha do Acre

:: Textos publicados nesta página são de inteira responsabilidade do colunista. Não refletem a opinião do Jornal.

.