Encontro da FPA em Cruzeiro tem Marcus defendendo Lula, Sibá comparando petista a Mandela e Sebastião atacando Gladson

O governador Sebastião Viana participou do encontro, que contou com mais 500 pessoas.

Com uma faixa “Lula livre” afixada no palanque, a Frente Popular do Acre realizou em Cruzeiro do Sul neste sábado, 05, no espaço de eventos da Musical Importadora, um encontro político com seus militantes e pré-candidatos a governador, o petista Marcus Viana, e a senador, Ney Amorim e Jorge Viana, ambos também do PT. 

O ato teve jingles antigos de Marcus Viana e Lula.

O petista Marcus Viana está há duas semanas em pré-campanha no Juruá. Alugou uma casa em Cruzeiro do Sul e deve passar dois meses cumprindo agendas nos municípios da região.

O pré-candidato do PT exaltou durante seu discurso o governo de Sebastião Viana por ações nos municípios de Porto Walter e Marechal Thaumaturgo.

Marcus não esqueceu de Lula. Gritou com a militância, “Lula guerreiro do povo brasileiro” e citou que até na distante Vila Restauração, em Marechal Thaumaturgo, há “um sentimento de injustiça em relação ao Lula”. Ele também mencionou o pedetista Emylson Farias, ex-secretário de Segurança, seu vice, “por estar sempre a seu lado”.

Sebastião Viana atacou Gladson Cameli. Relembrou que o progressista recebe o apoio do prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro (PP), que administra uma “cidade esburacada”. Viana disse ainda que Gladson, quando estava na Frente Popular, possuía uma relação de fisiologismo.

Sobre Marcus, ao citar a passagem do petista pela prefeitura de Rio Branco e pelo Deracre, o governador afirmou que o pré-candidato “provou que é um administrador revolucionário”.

Fonte: ac24horas

:: Textos publicados nesta página são de inteira responsabilidade do colunista. Não refletem a opinião do Jornal.

.