Polícia Militar detém índios armados com espingarda e escopeta em Brasiléia

Denuncia anônima levou policiais até invasão onde índios estariam se armando para combater fações no bairro Leonardo Barbosa.

Uma denuncia anônima levou homens do 10º Batalhão da Polícia Militar do Alto Acre, a se deslocarem até a invasão 28 de Maio, localizada atrás do Bairro Leonardo Barbosa, zona periférica de Brasileia, por volta das 20h00 desta segunda-feira, dia 9, para verificar pessoas que estariam andando armados pelas ruas.

Segundo o Sargento Willian, buscaram informações pela invasão, mas, quase nada foi obtido. Foi quando tiveram a ideia de montar uma ‘espera’ com seus homens, ficando escondidos em pontos estratégicos, na tentativa de surpreender os denunciados.

Não demorou muito para que os suspeitos saíssem para a rua. Um foi surpreendido e levou os policiais até onde estaria a escopeta calibre 28 e em seguida, descobriram onde estaria mais uma, uma espingarda calibre 12 e dois cartuchos intactos, dentro de uma casa.

Ao todo, cinco pessoas foram conduzidas para a delegacia. Dois são menores de 16 e 17 anos da etnia Jaminawa. Também foram detidos, Ronivon gomes de Oliveira (19), Saulo Sabala da Silva (35) e Aliel Meireles Saldanha Jaminawa (19).

Todos foram conduzidos para a delegacia de Brasiléia, onde terão que se explicarem ao delegado sobre o fato de estarem circulando armados. Um dos suspeitos comentou que estariam se armando para combater pessoas ligadas a facção que estão tentando dominar o bairro.

Veja o Vídeo abaixo:

Acompanhe a 2ª edição do Telejornal 3 de Julho Noticia e saiba dos últimos acontecimentos, e você pode nos acompanhar pelo canal YouTube ou pela página do Facebook

Por Alexandre Lima / oaltoacre