Jovem que morreu com a família havia ido embora do Acre para cursar direito

Pai, mãe e filho morreram após moto em que estavam ser atingida por caminhonete no dia 25 de março, na cidade de Pau dos Ferros (RN). Família pede justiça e diz que advogado já cuida do caso.

Acreano havia ido morar no RN com a família para terminar o curso de direito (Foto: Arquivo da família)

O acreano de Epitaciolândia Francisco Raulino Junior, que morreu com a esposa e o filho em um acidente de trânsito, no último dia 25 de março, havia ido embora do Acre para o Rio Grande do Norte após ganhar uma bolsa para concluir o curso de direito.

A informação foi confirmada pelo tio dele, o aposentado José Flores nesta segunda-feira (2).

O acidente ocorreu na BR-405, em São Francisco do Oeste, município da região Oeste potiguar, no Rio Grande do Norte. Uma caminhonete atingiu a motocicleta que a família estava. Além de Junior, a esposa Elainai de Melo Bandeira e o filho deles, Francisco Raulino Neto, de apenas 2 anos, também faleceu após ser levado para o hospital.

“Ele recebeu essa oportunidade de um primo que é dono de uma faculdade no município e ofereceu a bolsa. Ele perguntou o que achávamos e dissemos que ele deveria abraçar o sonho dele, depois disso ia decidir se ia advogar ou estudar para um concurso. Ele saiu de Epitaciolândia para estudar e buscar uma vida melhor para os filhos”, relatou o tio.

A família lembra de Junior como um homem simples, humilde e muito alegre. Além do filho de 2 anos que faleceu, o acreano deixou outras duas filhas, uma delas mora em Xapuri e a outra em Acrelândia, no interior do Acre.

Ele havia ido morar no município de Pau dos Ferros há cerca de três meses e já havia começado a estudar junto com a mulher. No Acre, segundo o tio, Junior ajudava o pai em uma fazenda após ter montado um comércio no local.

“Eles estavam bem e felizes, mas aconteceu uma tragédia dessas. Estavam os dois estudando. No dia do acidente fui conhecer a faculdade, a família foi toda junta”, relembra.

Flores é quem foi deixar a família no aeroporto de Rio Branco e no dia do acidente estava fazendo uma visita aos familiares. Ele relatou que no dia do acidente, ao lado do sobrinho, conheceu a faculdade onde ele estava estudando.

Em seguida foram almoçar e por volta de 17h40 Junior disse que ia em casa tomar um banho e voltava para saírem e comer uma pizza. Inicialmente ele afirmou que iria no carro, mas de última hora mudou de ideia e foi na motocicleta, pois deixaria o veículo para outra pessoa.

A filha de Flores e o filho de um outro tio de Junior foram logo atrás no carro para retornarem com a família. Por isso, os familiares chegaram no local do acidente minutos depois.

“Minha filha ligou e pensei que ele tivesse sofrido um acidente e quebrado um braço ou algo assim. Saímos correndo e quando cheguei no local vi aquela cena. Acredito que o condutor da caminhonete estava ainda no local, mas como não conheço ninguém e não posso afirmar”, relata.

Última mensagem

Em última mensagem no grupo da família, Junior disse que não conseguia expressar a felicidade de estar junto com familiares e agradeceu a todos (Foto: Arquivo da família)

Os familiares mostraram ainda a última mensagem enviada por Junior ao grupo da família no Whatsapp. Na mensagem, o homem afirma que está feliz com a presença da família e agradece a todos que compareceram para visitá-los.

“Me desculpem por procurar palavras, mas não encontrei. Pois não tenho como expressar tamanha felicidade, pois sentimento assim só conseguiria demonstrar se fosse um artista de alto gabarito”, escreveu o acreano.

Justiça

A família relatou que o condutor da caminhonete fugiu do local e dias depois se apresentou à polícia, mas foi liberado. Revoltada, a família diz que um advogado do RN está cuidando do caso e esperam justiça.

“Temos um advogado vendo isso na esfera criminal, pois é preciso ser pelo município de Pau dos Ferros. Queremos que esse homem responda pelo o que ele fez. Aqui pelo Acre pretendemos ingressar com uma ação na área cível. É tudo muito triste, a família está toda muito abalada. Esperamos pela Justiça”, afirma.

Atenção!!!!

Amigos e Amigas internautas assista agora a 1ª edição do Telejornal 3 de Julho Noticias e você pode nos acompanhar pelo canal YOUTUBE no vídeo abaixo ou pela página do Facebook, curta nossa página e saiba quais são os últimos acontecimento

Inscreva-se no canal YOUTUBE, curta nossa página no FACEBOOK e fique informado de tudo o que acontece na nossa região e no estado do Acre.

Por Quésia Melo, G1 AC, Rio Branco

Esta notícia está na categoria Geral. Marcar o link.