Gladson exigiu demissão de secretários de Cruzeiro, revela Ilderlei Cordeiro

A demissão dos secretários ligados ao ex-prefeito Vagner Sales teria sido uma imposição do senador Gladson Cameli (PP) ao atual prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro (MDB).

Esse fato foi repassado pelo próprio Ilderlei aos ex-colaboradores quando de suas demissões. Essa informação faz parte de uma matéria publicada nesta manhã pelo site AC24horas que informou, ainda, que Gladson Cameli teria pagado por uma pesquisa de avaliação da administração cruzeirense. Os dados da pesquisa foram usados para justificar sua exigência a Ilderlei.

Todas essas informações contradizem o que Gladson Cameli vem afirmando desde que começou a crise na prefeitura de Cruzeiro e a pendenga com Vagner Sales. Por diversas vezes, o senador pepista garantiu que não tinha feito nenhuma ingerência na prefeitura de Cruzeiro do Sul, muito menos “pedido a cabeça” de ninguém vinculado a Sales.

“O Gladson me chamou e me determinou: ou eu tirava vocês ou ele se afastava de mim, e eu quero ganhar o governo, tirar o PT, e não tem outro jeito. Não é nada pessoal”, teria dito Ilderlei aos demitidos, de acordo com a publicação do AC24horas.

De acordo com o texto, Vagner Sales e seus protegidos na prefeitura de Cruzeiro do Sul, estariam sendo responsabilizados pelo mau-desempenho da administração municipal naquela cidade.

Por outro lado, fontes próximas àquela prefeitura garantem que Gladson e Ilderlei têm buscado isolar Vagner Sales para diminuir seu poder e influência nas decisões políticas dentro da oposição.

Por página20.net

:: Textos publicados nesta página são de inteira responsabilidade do colunista. Não refletem a opinião do Jornal.

.