Motociclistas fazem vários disparos e deixam irmãos baleados na capital

As vitimas estavam em uma das rua do conjunto Carandá, na região da Baixada da Sobral, quando foram surpreendidos pelos criminosos armados.

Ane sofreu um ferimento numa das pernas. O estado de saúde deles é estável, vítimas foram levadas ao Pronto Socorro / Foto: Folha do Acre

A dupla de motociclistas que fez centenas de vítimas na capital acreana em 2017 continua agindo nos bairros de Rio Branco. Na tarde de sexta-feira (5), os irmãos Jandson Aspec Pinheiro, 29 anos, e Ane Caroline Aspec, 24 anos, estavam numa das ruas do conjunto Carandá, na região da Baixada da Sobral, quando foram suspreendidos pelos criminosos armados.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), foi acionada, prestou os primeiros socorros aos jovens no local e em seguida os encaminhou ao Pronto Socorro. Jandsson foi atingido com um disparo nas costelas e Ane sofreu um ferimento numa das pernas. O estado de saúde deles é estável, sem risco de morte.

Os moradores chamaram por meio do telefone 190, uma guarnição do 3° Batalhão da Polícia Militar (3° BPM), que após a coleta de informações saiu em busca de localizar os criminosos, mas nenhum suspeito foi preso. O caso segue sob investigação da polícia judiciária.

 Por Marcos Dione / folhadoacre.com

Esta notícia está na categoria Geral. Marcar o link.