Coluna do Crica

Melhor jogar o jogo da verdade

Estão enchendo os servidores do Pró-Saúde que foram concursados e estão sendo demitidos de uma falsa esperança. Este projeto do deputado Raimundinho da Saúde (PODEMOS) é bem intencionado, mas ele, que não é burro, sindicalista antigo, sabe que o seu Projeto de Lei que transforma o PRÓ-SAÚDE em Autarquia carece de constitucionalidade. E que se aprovado na ALEAC, cairá com um sopro na justiça. E ficam ainda alguns deputados jogando para a platéia que são a favor só para receber aplausos das galerias. O deputado Daniel Zen (PT) está sendo extremamente responsável ao fazer um alerta que não se pode aprovar uma matéria sem base legal, para não cair no Judiciário, como aconteceu com o PCCR da Saúde, que por um erro, um tópico foi anulado pela justiça. O deputado Daniel Zen (PT) foi vaiado ontem por estar sendo honesto com os funcionários do PRÓ-SAÚDE. Por não criar falsas expectativas. Por não iludir. Acho que outras discussões devem ser travadas para não deixar os funcionários do órgão na rua da amargura, porque se erro houve na formatação ilegal do PRÓ-SAÚDE, culpa não lhes cabe. Mas isso não será garantido através de um Projeto de Lei, sem respaldo jurídico.

NÃO VAI PROSPERAR

A CCJ da Assembléia Legislativa pode ter jogado para a platéia ao votar a favor da constitucionalidade, porque o governo vai recorrer se o Projeto de Lei for aprovado e derrubará na justiça. Anotem bem o que estou escrevendo para depois conferirem.

MERCADORIA DE TROCA

Está pegando muito mal para a imagem de gestor do prefeito Marcus Alexandre permitir fazer da SEMEIA uma mercadoria para negociatas políticas à luz do dia, sem o menor pudor. É o que está se desprendendo deste verdadeiro negócio entre amigos que o presidente do PT, Luiz Tchê, está fazendo para indicar o nome do secretário. Pensei que cabia ao prefeito decidir.

SEM O MENOR CRITÉRIO

E tudo isso feito sem o menor critério de qualificação técnica para o cargo. Uma hora a secretária será a vereadora Elzinha (PDT) – sem qualificação para a área – outra hora não é mais, porque beneficiaria a suplente, que se bandeou para oposição, tudo muito amador.

CAMINHO ERRADO

É natural no meio político que o partido que participa da campanha tenha o seu espaço na administração. Mas quem deve conduzir a escolha, no caso, é o prefeito Marcus Alexandre, e não está sendo. Faltam critérios. A direção da SEMEIA virou moeda de troca política.

PROBLEMA NÃO É MEU

Estou comentando porque o fato aflorou de forma negativa, mas se o prefeito Marcus Alexandre amanhã aceitar a indicação do PDT do ex-vereador Cabide para secretário da SEMEIA, problema seu. Para mim, tanto faz que, o novo dirigente da SEMEIA seja a Elzinha, o Cabide, o Chico ou a Chica. Quem parir Mateus, que o embale.

UM PANORAMA POLÍTICO

A situação mostra um panorama interessante. O PDT, dos partidos da FPA é o queridinho da vez, com duas secretarias ao seu dispor e cargos no governo e na PMRB e o vice. Conheço poucos presidentes de partidos hábeis como Tchê. Imagine se o PDT fosse um partido grande!

TUDO NA CANDIDATURA PRÓPRIA

O PSB está correndo para conseguir montar uma chapa para garantir a reeleição do deputado Manoel Moraes (PSB), que em qualquer formação que o partido conseguir será o mais votado. Moraes sabe bem que, disputar a reeleição pela chapa do PT poderia lhe ser perigoso.

BOA NOTÍCIA

O reabastecimento dos remédios imprescindíveis aos transplantados está sendo normalizado pelo Estado. São medicamentos que significam a vida a quem se submete a um transplante.

MUITO SIMPLES, CACIQUE!

O bom deputado federal Moisés Diniz (PCdoB) diz ter agonia quando tem que ir para as sessões na Câmara Federal, como se a Assembléia Legislativa, quando lá esteve fosse um convento. A solução é simples: renunciar agora. Como suplente, deixará o mandato só em Abril.

DEVIA ESTAR REZANDO

O deputado Jesus Sérgio (PDT) reclama que o governo abandonou à própria sorte os moradores da “Cidade do Povo”. Teria constatado isso na visita que fez recentemente. Com o carrão que ele anda, deveria era estar rezando até hoje por ter saído sem nenhum arranhão e com o veículo.

CONTA OUTRA PIADA, GEHLEN!

O deputado Gehlen Diniz (PP) estava ontem revoltado por a peça orçamentária do governo não ter voltado para a ALEAC. Como se a oposição tivesse deputados suficientes para aprovar alguma emenda modificativa ao texto. Vão berrar, espernear, e será aprovado sem restrições.

RACIOCÍNIO PRAGMÁTICO

O ex-deputado Jamil Asfury, que deverá assumir o comando do PSC, está sendo pragmático ao traçar o seu futuro político. É candidato a Federal. Isso é fato! Para o chapão do PT não vai porque sabe que será massacrado. Decidirá em que coligação entrará, até o fim do ano.

CANSOU DE SER USADO

Pelo que me disse ontem que, considera muito o prefeito Marcus Alexandre (PT), mas tem que fazer o que é melhor para ele, deixa a interpretação que a oposição deverá ser seu caminho. E faz uma pergunta que reflete o seu descontentamento com o PT: ganhei o que em lhe apoiar?

SACO VAZIO NÃO FICA EM PÉ

Até o fechamento da coluna os servidores terceirizados do Hospital “Raimundo Chaar”, em Brasiléia, estavam de braços cruzados, devido ao atraso de dois meses de seus salários. É aquela velha história de que, o saco vazio não fica em pé.

SEM PÉ E NEM CABEÇA

Pífia, sem sentido, não dizendo nada com nada, assim foi a NOTA emitida pelo PMDB sobre a sucessão estadual. Precisaria desta NOTA para dizer o óbvio: que o partido vai apoiar a candidatura a governador do senador Gladson Cameli (PP)? Como se apoiar o PT fosse opção. Quanto ao Vice ser anunciado em 2018, isso já tinha sido decidido pelos partidos da aliança.

NÃO TEM MAIS VOLTA

Nesta altura do campeonato tudo indica que não tem mais volta a indicação do Vice do Gladson ser feita pelo PSDB. É o único dos grandes partidos da oposição fora da chapa majoritária. E isso é argumento forte para a direção do PSDB sustentar em qualquer debate.

VOLTA AO DEM

O vereador N. Lima refluiu na sua predisposição em deixar o DEM, continuará no partido.

SEGURO MORREU DE VELHO

O deputado Lourival Marques (PT) não mais será candidato a deputado federal, foi esperto em pular fora da arapuca. A sua chance de reeleição é muito mais segura. Com isso a chapa do PT à ALEAC fica mais encorpada: Deputados Jonas Lima (PT), Daniel Zen (PT), Leila Galvão (PT), Lourival Marques (PT), Maria Antonia (PROS), vereador Jackson Ramos (PT), Sawana Carvalho (PT) e Dr. Antonio (PT). E mais algumas buchas de canhão para ajudar a fazer legenda.

RUIM PARA A PMRB

O inverno chegou castigando pesado, o que não é nada bom para a EMURB, que não conseguiu tapar a buraqueira que tomou conta até das ruas dos bairros mais centrais. Se não deu conta no verão, no período de chuvas é que não vai dar. E o problema vai se agravar.

FAVAS CONTADAS

Pelo que ouvi ontem de alta figura do Governo, a terceirização dos serviços do HUERB e Pronto Socorro de Rio Branco é fava contada. As negociações estão em fase bem adiantadas.

DEM FIRME NA ALIANÇA

O DEM se mantém firme no apoio à candidatura do Coronel PM Ulysses Araújo (PATRIOTA). O ex-prefeito Tião Bocalom (DEM) tem como característica manter sempre a palavra empenhada. Deverá tocar a sua candidatura de deputado federal.

SEM REBELDIA

Não espere m nenhuma revolta por parte dos partidos da oposição na questão da indicação do médico Carlos Veloso (PSDB) para ser o vice na chapa do senador Gladson Cameli (PP) ao governo. Um protesto de militante aqui e outro acolá é natural. Não se pode agradar a todos. O PMDB não tem o direito de brigar por estar representado na chapa majoritária, com o candidato ao Senado, Márcio Bittar (PMDB). O mesmo acontece com o PSD, que ocupa a outra vaga com o senador Sérgio Petecão (PSD). O PP tem o candidato a governador. Nada mais justo que, a indicação do vice, que tem a simpatia do Gladson, saia das hostes do PSDB. Não acontecendo seria o mesmo que desconsiderar os tucanos como integrantes da aliança da oposição. Óbvio!

:: Textos publicados nesta página são de inteira responsabilidade do colunista. Não refletem a opinião do Jornal.

.

Esta notícia está na categoria Crica. Marcar o link.