Prefeitura é parceira em evento que mobilizou 80 capoeiristas locais

Com participação de mestres de outros municípios como Rio Branco, Assis Brasil, Capixaba e da Bolívia.

A equipe Mameluco Capoeira, em parceria com a Prefeitura de Brasiléia, realizou no sábado, 2, na praça Hugo Poli, um trabalho de socialização e respeito a cultura, que foi dedicado para o Batismo e troca de cordas de 80 capoeiristas locais.

Um trabalho realizado há 15 anos, feito pelo Contramestre, Macob, que vem ensinando que a capoeira é uma expressão cultural brasileira que mistura arte marcial, esporte, cultura popular e música. Desenvolvida no Brasil por descendentes de escravos africanos, é caracterizada por golpes e movimentos, utilizando primariamente chutes e rasteiras, além de cabeçadas, joelhadas, cotoveladas, acrobacias em solo ou aéreas.

Contramestre de capoeira,Ernando Rabelo-Macob, falou sobre o trabalho que vem desenvolvendo.

“Esse trabalho é desenvolvido em Brasileiajá faz 15 anos, um trabalho social, pois,temos levado as escolas municipais, e estamos neste momento tão importante fazendo nosso 14º batismo com troca de corda, com a Prefeitura presentee apoiando essa cultura”, disse Macob.

O Mestre Moreno, da cidade deRio Branco falou sobre a parceria.

“Esse intercâmbio cultural feito nos municípios é muito importante, e o Macob, vem realizando esse trabalho lindo, com parceria da Prefeitura”, disse Moreno.

A Prefeita, Fernanda Hassem expôs sobre o trabalho realizado.

“É um importante projeto esse 14º batizado na Praça Hugo Poli, e eu fico muito feliz quando vejo a praça lotada de jovens, e dos seus pais que trazem os filhos e confiam no projeto. A prefeitura sempre irá investir em esportes e cultura”, disse a Prefeita.