Prefeito de Cruzeiro do Sul atrasa salários e quer obrigar servidores a abrirem mão de um mês de trabalho

“Será que o prefeito e sua esposa, que é Secretaria Municipal, também vão abrir mão dos seus salários de novembro?”

As surpresas com a gestão do prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro (PMDB), não param. Na manhã da última quinta-feira (30), após noticiarmos que a prefeitura não faria a tradicional ornamentação e iluminação da Praça Olrleir Cameli, um funcionário comissionado procurou a nossa redação para oferecer uma nova denuncia: desta vez Cordeiro estaria obrigando todos os servidores provisórios, nomeados ou com cargo em comissão, a abrir mão dos salários do mês de novembro.

Segundo o servidor, que diz já ter assinado um documento no começo do ano, no qual abri mão de 25% dos salários até o mês de julho, foi procurado pelo secretário de Administração, Ivo Galvão, para assinar outro documento, desta feita abrindo mão dos salários de novembro.

O funcionário disse que o pagamento do mês de novembro não foi liberado, ao mesmo tempo em que todos estariam sendo pressionados a assinar um documento, no qual se formaliza as abdicações dos pagamentos dos mês de novembro.

Temendo a demissão o servidor, que prefere não se identificar, afirma que todos os funcionários nomeados do município estão sendo procurados, e que a determinação teria partido do próprio prefeito.

Nesta sexta-feira (1), a nossa equipe fez contato com vários funcionários nomeados, que confirmam a informação. Disseram ainda que a medida não afetaria os secretários nem boa parte do primeiro escalão da Gestão. Estes em maioria. Inclusive, já teria solicitado adiantamento do 13°.

“Será que o prefeito e sua esposa, que é Secretaria Municipal, também vão abrir mão dos seus salários de novembro?”, questionou um funcionário revoltado na tarde ontem.

Procuramos a Assessoria de Comunicação da prefeitura, mas o telefone para contato estava indisponível. Nossa reportagem tentou falar com o secretário de Administração, Ivo Galvão, mas, até o fechamento desta matéria, ele não retornou às nossas ligações.

Por acrereal.com

:: Textos publicados nesta página são de inteira responsabilidade do colunista. Não refletem a opinião do Jornal.

.