Prefeito Zum quer destina 60 mil ao gabinete da 1ª dama; A cidade está um caos e os funcionários com o salário atrasado

Prefeito Antonio Barbosa (PSDB) destina 60 mil reais ao gabinete da primeira dama e gera revolta na cidade.

 Por Alemão Monteiro 

Os vereadores de Assis Brasil começaram a estudar a proposta orçamentária para o exercício de 2018. Logo no início já encontraram uma questão que se tornou em uma verdadeira polêmica. Consta em uma das propostas de como gastar o dinheiro público no próximo ano, a destinação de mais de 60 mil reais para o gabinete da primeira dama.

Alguns vereadores protestaram contra a intenção do prefeito alegando que nem si quer existe nos trâmites legais o “gabinete da primeira dama” e não passa de uma invenção do prefeito. A proposta além de imoral seria também ilegal, já que primeiro, o prefeito deveria encaminhar projeto de Lei instituindo o Gabinete da primeira dama.

Os vereadores de oposição à gestão do prefeito Zum, formada pela minoria na Câmara, já se posicionou contra a proposta do prefeito Zum. Os vereadores oposicionistas alegam que é um absurdo o prefeito querer inventar mais gastos se não consegue pagar nem os servidores em dia.

É possível que essa proposta, que segundo os moradores chega a ser indecente, seja aprovada pelo poder legislativo tendo em vista que o prefeito concentra a maioria dos vereadores como sua base, ou seja, a maioria dos vereadores apóia a gestão do prefeito mesmo quando se trata desses absurdos.

A notícia já se espalhou pela pequena cidade e gerou revolta em muita gente.

“Estou com meu salário atrasado e o prefeito vem com essa de querer criar gabinete da primeira dama. É brincar com a nossa paciência”, disse uma servidora do quadro efetivo.

A Lei de Diretrizes Orçamentária e o Plano Plurianual que organiza o orçamento público para o próximo ano deve ser votado pelos vereadores na próxima semana.

 Veja o Vídeo