Coluna do Astério

O deputado Gehlen Diniz (PP) não foi eleito para passar pito, sermão, exortação ou ser palmatória dos seus colegas.

Foi eleito para defender o povo, fazer bons projetos, debater em alto nível os problemas que afligem a população.

Chamou seu colega, Jesus Sérgio (PDT) de subserviente simplesmente porque não é da oposição.

Esse negócio de dizer que deputado de oposição é quem defende o povo é conversa fiada.

Cada um trabalha seu mandato da melhor maneira que achar conveniente.

Outro golpe eleitoral é a pessoa dizer que é candidato, mas não é politico.

Cuidado com esse tipo!

É o mais perigoso.

O maior expoente hoje dessa treta é o prefeito de São Paulo, João Dória Junior (PSDB).

A jovem que tomou guaraná Kuat (lê-se “quati”) ganhou mil reais de indenização por ter contraído uma disenteria.

Fosse ganhar indenizações a cada vez que tem diarreia porque toma leite de caixinha o Macunaíma estava milionário.

A procuradora Kátia Rejane, com experiente trajetória no Ministério Público, foi escolhida como a nova procuradora-geral da instituição.

O procurador Osvaldinho, como é bem conhecido, deixa sua boa marca de gestão e serviços prestados a população.

O Poder Judiciário e o Ministério Público estão bem mais próximos do povo, diferente do passado.

Havia um abismo entre os anseios do povo à Justiça e MPE, agora não!

Pontes importantes foram construídas ao longo dos últimos anos.

Outra mudança profunda foi à profissionalização das Policias Civil e Militar.

Antigamente um pai, que tinha um filho ovelha negra, pedia a um politico emprego. Argumentava:

Esse menino me dá muito trabalho, está desempregado amigo deputado, pode por ele na policia mesmo.

Sim, senhor!

O vereador Jackson Ramos (PT) será um dos candidatos a deputado estadual com amplas chances de se eleger.

Faz um bom trabalho, não só na área de saúde.

O senador Jorge Viana (PT) é relator de um projeto de lei que amplia o trabalho das mulheres nas Forças Armadas.

Se depender dele, as mulheres vão atuar como fuzileiras navais chegando, inclusive, ao oficialato.

A candidatura a governador do coronel PM Ulysses não pode ser subestimada, encachou na do Bolsonaro como uma luva.

Já não tenho tanta certeza de uma polarização entre Marcus Alexandre e Gladson Cameli.

É segundo turno na certa.

Percebe-se que o senador Jorge Viana é o fã nº 1 do prefeito Marcus Alexandre.

Marcus foi um de seus assessores quando era governador.

Encontro dona Raimunda, do bairro Tancredo Neves. Segundo ela, o que disse do Marcus Alexandre na coluna ontem é a mais pura verdade.

Que uma de suas características principal é gostar de cumprir compromissos, ser fiel a palavra empenhada.

Disse que ele prometeu ir à sua casa, dia e hora marcada estava lá.

Foi uma festa!

Consta que o presidente Temer resolveu fazer uma pesquisa.

Senhor presidente encontramos dois tipos de opinião, uns estão otimistas outros pessimistas. Há quem ache que se o Brasil continuar assim vamos acabar comendo m*.

E os otimistas, indaga Temer!

Esses são os otimistas, os pessimistas acham que a m* não vai dar pra todo mundo!

Hoje, das 13h às 15 h, apresento o programa “A Voz da Cidade”, Gazeta FM 93.

Fique ligado!

:: Textos publicados nesta página são de inteira responsabilidade do colunista. Não refletem a opinião do Jornal.

.

Esta notícia está na categoria Asterio. Marcar o link.