Coluna do Astério

· Alguns seguimentos de oposição ao governo, ao que parece, trabalham para “o quanto pior melhor”.

· Alguns seguimentos, bem dito!

· Por exemplo:

· Quanto a noticia é violência, o lado que interessa é o estrago que as facções fazem na guerra disseminada pelo ódio e vingança em função do tráfico.

· Tem deixado um rastro de cadáveres e um rio de sangue.

· Porém, as ações planejadas de prevenção à violência que vem acontecendo em ambientes públicos como escolas são pouco ou quase nada valorizados.

· Essa atmosfera mórbida de expor cadáveres esquartejados e degolados também contaminou as redes sociais, como se estivesse acontecendo em um filme e não na vida real em nossas casas, ruas e bairros.

· A violência é um problema de todos e não apenas das forças de segurança ou de um governo.

· Os governos passam, a sociedade e suas instituições são permanentes.

· A abordagem politica que se faz do tema violência na Assembleia legislativa, por exemplo, é de uma mediocridade impressionante.

· Alguns deputados ficam apontando culpados, não assumem suas responsabilidades diante do quadro caótico existente, inclusive, por falta de politicas de segurança pública promovidas por políticos.

· Vai sobrar para alguém (no serviço) um servidor, seja qual a razão,  trabalhar apenas quatro horas.

· Como dizia meu avô: o que ficar no serviço vai ter que trabalhar dobrado.

· Nada, nada mesmo é de graça nesse mundo!

· Aliás, só a fé que, segundo a Bíblia, é dom de Deus.

· No caso, é outra história com pouca gente interessada por que é “graça” de graça; se fosse pago alguém talvez quisesse.

· Mas essa graça não se compra nem se vende!

· Entendeu, Capitu!

· Não resta duvida que a candidatura do coronel Ulisses vai mexer no tabuleiro da sucessão estadual.

· Principalmente porque sua candidatura vai estar ancorada no futuro candidato a presidente, deputado federal Jair Bolsonaro.

· O coronel Ulisses empurra a eleição hoje polarizada entre Marcus Alexandre e Gladson Cameli, para um eventual segundo turno.

· Ser contra o aborto não faz ninguém um monstro como alguns seguimentos políticos da sociedade querem fazer crer.

· Pesquisa de 2014 revelou que mais de 80% dos brasileiros são contra o aborto, o que levou a presidente Dilma Rousseff a também se manifestar contra.

· Eu lembro muito bem!

· É uma questão muito complexa que envolve valores sedimentados nos quais o ocidente se ergueu.

· Jogar esses valores na lata do lixo e dizer que nada valeu ou presta é simplório demais.

· Não funciona, tem resistência.

· A que ponto chegou o PMDB no Acre, não ter chapa para deputado federal e estadual.

· O pequeno grande partido que já elegeu todos os governadores do Brasil e, no Acre, todos os prefeitos de uma tacada só.

· Não se renovou e foi engolido, engessado pelo caciquismo na capital e no interior.

· Lembra a contagem do velho Luís Gonzaga com o personagem “Anselmo” na música “Carolina”:

· Um pra mim, um pra tu, um pra eu…um pra mim, um pra tu, um pra eu.

· Lindo trabalho da deputada Leila Galvão de trazer mulheres do interior, dos seringais e das colônias para fazer o preventivo de câncer.

· Fogo amigo: é o que se pode dizer dessa briga do deputado Luís Gonzaga (PSDB) com a direção do DNIT.

· Quer desejar mal alguém? Manda ir ser candidato a prefeito e ganhar a eleição.

· Deu na Folha de S. Paulo: A maioria dos petistas de Minas Gerais quer garantias de que vão poder se coligar com o PMDB, ou seja, na terra do Aécio Neves e da Dilma Rousseff.

· Como diz o “Peixeiro”,da Sobral, “p* aí a m* tá feita @#@%$&@&*!

· Não tenho dificuldade em reconhecer que o Julinho do PRP é um excelente articulador politico na construção de chapas.

· A coligação deve eleger sim um ou dois deputados estaduais.

· Ao que parece, o deputado Jesus Sérgio (PDT) embarcou mesmo na oposição com o médico Beirute.

· O Roberto da Princesinha cumpriu um papel importante na construção do partido, mas como nada é permanente na politica, perdeu a sigla.

· Bom dia!

:: Textos publicados nesta página são de inteira responsabilidade do colunista. Não refletem a opinião do Jornal.

.

Esta notícia está na categoria Asterio. Marcar o link.