31 pessoas são presas durante operação da Segurança no Juruá

A Secretaria de Estado de Segurança Pública do Acre (Sesp), por meio das polícias Civil, Militar e Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) deflagrou, uma megaoperação para o combate ao roubo, homicídio e de organização criminosa.

O cerco montado pelas forças de policiais ocorreu simultaneamente na cidade de Rodrigues Alves e nos bairros Lagoa e Cruzeirinho, em Cruzeiro do Sul, reduto de membros de uma das facções que age no Estado.

Na ocasião, a operação coordenada pelo delegado Elton Futigami, contou com o suporte aéreo do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), da segurança Pública.

“O apoio aéreo foi de suma importância para a operação, visto que após inúmeras ações já realizadas, por meio de análise criminal, observou-se a necessidade de ser traçadas novas estratégicas a fim de tornar mais eficazes as operações que vinham sendo realizadas, pela Sesp”, destacou Futigami.

Ao todo, 31 pessoas foram encaminhadas à delegacia por envolvimento em organização criminosa e outros crimes, sendo que, destas, 22 permaneceram presas ou foram submetidas a procedimentos específicos, previstos em lei, como é o caso de menores de idade ou aqueles cujo crime prevê a possibilidade de pagamento de fiança.

“Em suma, podemos afirmar que a operação foi extremamente positiva, pois foram retirados de circulação ativos criminais”, observou Emylson Farias, secretário de segurança.

Para ele, isso demostra o esforço conjunto das forças policiais com as ações repressivas e também preventivas, uma vez que essas pessoas presas na operação não são apenas envolvidas em organização criminosa, elas também são investigadas no cometendo de furtos de motos, furtos em residências e comércios, assim como assaltos e crimes contra a vida.

Esta notícia está na categoria Geral. Marcar o link.