Coluna do Astério

As pesquisas da Vox Populi estão embalando o debate para governador e Senado no Acre.

O acreano gosta de politica como ninguém !

Marcus Alexandre 43% e Gladson Cameli 41%.

Para a FPA, Gladson vem tendo tendência de queda, já que em pesquisas anteriores chegou a estar melhor posicionado.

Já a oposição acha não, que a pesquisa reflete apenas um momento.

A oposição entende, por exemplo, que na capital Marcus Alexandre não disparou apesar de aparecer bem melhor do que Gladson.

O certo é que o Acre está literalmente dividido,

O que vencer será por uma margem pequena de votos, como vem ocorrendo em eleições passadas.

Para o Senado a pesquisa ficou comprometida com o aparecimento do deputado federal major Rocha (PSDB).

Ele aparece empatado com Sérgio Petecão (PSD) e Márcio Bittar (PMDB), mas não será candidato ao Senado.

A pesquisa com uma amostragem mais próxima da realidade não deveria ter o nome do Rocha.

Apesar disso, confirma a tendência de que Jorge Viana terá uma reeleição tranquila.

Outra falha foi à rejeição do presidente do DEM, Tião Bocalom, porque ele não é candidato majoritário.

Bocalom será candidato a deputado federal.

Na atual conjuntura politica, econômica e social o governo aparece razoavelmente bem avaliado.

Repito: para o momento em que o Acre perdeu cerca de R$ 1 bilhão de recursos federais desde o inicio da crise econômica, a avaliação não é das piores.

A Segurança Publica é calcanhar de Aquiles de qualquer governador do Brasil.

O Acre faz bem o dever de casa.

Fonte do PDT afirma que, “interessa mais ao partido eleger deputados federais do que indicar o vice-governador”.

Assunto para ser debatido no âmbito da Frente Popular.

A deputada Leila Galvão (PT) vai para o guines book como a parlamentar estadual que mais participa de reunião.

Até durante o jogo do Corinthians contra o Palmeiras ela estava reunida em uma comunidade rural.

Faz uma média de três reuniões diárias nas comunidades do Vale do Acre.

Se depender de esforço e trabalho a jornalista Vânia Pinheiro será bem votada para deputada federal.

É outra que assumiu a pré-candidatura com gosto de gás.

Aos poucos o presidente da Aleac, deputado Ney Amorim (PT), vem consolidando seu nome para o Senado.

Para quem tinha zero por cento e já aparece com mais de dez representa um crescimento sustentável.

O ex-presidente Fernando Henrique Cardozo deu um ultimato aos tucanos aecistas que ficam babando o presidente Michel Temer.

“Quero o PSDB fora do governo”, vaticinou FHC!

Quem está gostando é o deputado major Rocha, tucano do bico duro, que há tempos deseja que o PSDB apeie do governo federal.

A propósito, o deputado Rocha se apressou em dizer que o médico Eduardo Velos é escolha pessoal do senador Gladson e não indicação tucana.

Eduardo Veloso é um nome respeitável e é tucano.

O presidenciável deputado federal Jair Bolsonaro vem surfando bem na onda do radicalismo, do extremismo.

Quando vejo extremos me vem a cabeça alguns versículos bíblicos.

“Que a vossa moderação seja conhecida de todos os homens”.

“Não sejas demasiadamente justo”.

“Quem nunca pegou que atire a primeira pedra”

“Dai a Cesar o que é de Cesar; e a Deus o que é de Deus”.

Tem muito mais…

“Quando o corrupto (ímpio) (amigo de impostos) governa o povo sofre e geme, mas quando um justo governa o povo se alegra”.

Final de semana fui com o Luís Carlos Crica para a fronteira.

Não se via um brasileiro fazendo compras no comércio boliviano.

Unzinho se quer…

É a crise ou as pessoas de Rio Branco está optando pelo shopping, camelôs Havan.

Sem a chapinha os partidos nanicos ficaram banguela!

Hahahahahahah…

:: Textos publicados nesta página são de inteira responsabilidade do colunista. Não refletem a opinião do Jornal.

.

Esta notícia está na categoria Asterio. Marcar o link.