Segurança nas Fronteiras do Acre: “Nós temos que ter uma mudança na Constituição”, defende governador de Goiás

O governador de Goiás, Marconi Perillo, aproveitou a sua participação no 1º Encontro de Governadores do Brasil pela Segurança Pública e Controle da Fronteira nesta sexta-feira, 27.

 Por Andrey Santana 

O governador de Goiás diz que é hora de todo o país levar a questão como prioridade, com a necessidade até de mudança na Constituição Federal.

“Nós temos que ter uma mudança na Constituição”, defendeu. Ele ponderou que é preciso haver uma união entre os governadores para ir além da criação do Sistema Único de Segurança, mas uma mobilização no Congresso Nacional para uma mudança imediata.

“O desafio da segurança pública no Brasil é a principal demanda para ser atendida com respostas imediatas para a sociedade. Temos que trabalhar constantemente na garantia da paz e da tranquilidade das famílias brasileiras”, ressalta Perillo.

Somente este ano, 27 toneladas de entorpecentes foram apreendidas em seu estado. Mesmo com a contratação de mais de cinco mil pessoas para as forças de segurança de Goiás, os investimentos estaduais são insuficientes no combate à criminalidade, principalmente o narcotráfico.

“Enfatizo que precisamos de mudanças na nossa constituição para fortalecer o sistema de defesa e de segurança. Trabalhar para integrar todos os poderes, numa agenda propositiva em prol da elaboração de um sistema único de segurança, que seja eficaz”, conclui Perillo.

 

 

 

:: Textos publicados nesta página são de inteira responsabilidade do colunista. Não refletem a opinião do Jornal.

.