Coluna do Amaral

Um “relógio de ouro” que pode levar a PF aos donos de fake´s politizados

Relógio de ouro

O Everton Solner, vulgo piu piu está uma arara com a citação de seu nome de forma pejorativa por conta de um relógio “cor de ouro” que postou na internet e a galera caiu de pau. As críticas não foram poucas. “Tem nego com relógio de R$ 2500,00 no pulso”. “Foi dado de presente”; “O giro quer pegar 7 milhões…” “Isso é relógio ou barra de ouro”? Eis algumas das provocações dos internautas em rede social, entendidas como brincadeira pelos autores e motivo de processo pelo ofendido.

Só milionário

Na sequência insinuaram que relógio desse preço só usava os milionários…

O giro, girou e rodou

Algo ficou sinistro nas conversas do whatsapp (Amigos do Alto Acre): cantaram a pedra que o relógio que o piu piu postou iria sair no giro (fake que faz notinhas atacando certas personalidades ou pessoas ligadas a gestão passada). E não é que saiu mesmo? Como saber de uma conteúdo clandestina antes mesmo de sua publicação?

Isca boa, peixe grande.

Não se sabe o quem está por trás de tantas provocações entre oposição e situação de Brasiléia. Mas, um dos expedientes que tem sido usado nos últimos meses para escrachar uns aos outros são folhetins eletrônicos que servem de diversão para muita gente. Só que o piu piu fez denuncia na PF e está na cola dos que fazem brincadeira de mau gosto contra ele. Ele tem dito que torce para que o peixe que fisgou seja grande. E já foi indicar os suspeitos para o delegado.  Nem de longe o frajola é ruim assim.

Carteiro em alerta

Pela forma como as conversas de “amigos” tem trazido confusão e muita gente na porta de delegacia e em tribunais, suspeita-se que os carteiros vão ter muito trabalho pra entregar tantas cartas em Brasiléia e Epitaciolândia.

Quarteto de oposição diluído

Contam as bocas miúdas que em Brasiléia a “oposição do barulho” era feita por “quatro personagens folclóricos”. As “juras de amor” eram tantas que impressionava qualquer um da situação. Infelizmente, a alegria durou pouco e após alguns esculachos que soaram como puxões de orelhas nos três mosqueteiros, tudo foi desfeito. Há quem diga que houve uma tremenda injustiça com os “meninos” aliados de campanha. Aí que dó no coração…

Novos rumos

Tem “nova liderança” (assim se intitula) que está querendo provar para o Alto Acre que tem luz própria e que vai fazer a diferença na caravana do Gladson Cameli (PP) e arrebanhar muitos adeptos para o projeto da oposição. Liderança de um fusca no máximo.

A prefeita em ritmo acelerado

A prefeita Fernanda Hassem (PT) tem incomodado bastante alguns opositores. Na falta do que falar mal contra a administração que tem trabalhado nos quatro cantos da cidade, se limitam a tirar fotos de lixeiras. Se a oposição não tomar uma postura idônea vão ajudar em sua reeleição. As falhas sempre existem, mas não estão sendo exploradas de maneira competente e por pessoas coerentes.

I Festa Agropecuária de Epitaciolândia

Amanhã,31, a cidade de Epitaciolândia inicia sua AGROFEST com muitas atrações musicais e a tão aguardada vaquejada e encerra dia 03. Cada prefeito cria sua festa e assim as coisa vão acontecendo. Já houve até Festa da macaxeira.

Ramal Mato Grosso abandonado

Tem coisas que nem Freud explica. Como a prefeitura de Epitaciolândia não fez o ramal Mato Grosso que até pagaram o diesel e faz uma mega estrutura da Agro fest? Como não é possível fazer um ramal subsidiado por moradores e gastam dezenas de horas de máquina para construir arena de vaquejada em terra privada? Nota fiscal comprova a compra do diesel.

Caciques e curumins

Antigamente a política era resolvida com os caciques e os curumins apenas eram convidados para ouvirem as decisões de seus gurus. Hoje, com as mídias em ascensão, até os curumins botam a colher no angu. Será que vai chegar o ponto que até isso vai ser preciso regulamentar? Porque de vez em quando o a “caiçuma azeda” sem o cacique saber.