Corrupção em Marechal Thaumaturgo: secretario de Finanças é visto deixando gabinete com mochilas e envelopes

Dos nove vereadores de Marechal Thaumaturgo, seis assinaram o pedido de Impeachment do prefeito Isaac Piyanko.

Um trabalhador autônomo disse que o secretario de Finanças de Marechal Thaumaturgo, Cleonilton Santos, deixou a prefeitura, por volta de 16 horas do ultimo sábado, com vários envelopes e duas mochilas.

O secretario estava acompanhado de outro homem. Os dois deixaram o prédio em motocicletas, segundo informou a reportagem o mototaxista que viu a ação suspeita. “Não sei o que eles estavam levando, mas eles saíram muito rápidos”, afirmou.

Pela manha, ainda no sábado, o acjornal detalhou o esquema de corrupção envolvendo, diretamente, o prefeito Isaac Piyanko (PSD), parte de seu secretariado e alguns prestadores de serviços.

Uma CPI sera instalada nesta semana. Dos nove vereadores, seis assinaram o pedido de Impeachment do prefeito. A Câmara Municipal investiga um possível extravio de provas.

Em Cruzeiro do Sul, Tião Viana entrega títulos definitivos e cria batalhão especial na Polícia Militar

O governador Tião Viana realizou agenda de valorização dos policiais militares e de garantia de melhorias em conjuntos habitacionais em Cruzeiro do Sul.

Em evento no Teatro dos Náuas, foram entregues mais 390 títulos de regularização fundiárias para famílias em quatro conjuntos habitacionais, em seguida o governador assinou o decreto para criação do Batalhão de Operações Especiais (Bope) no município.

“Se uma família vai pagar para ter um título definitivo, custaria cerca de R$ 13 mil, mas nós fazemos isto gratuitamente com todo zelo e respeito a todos os indicadores de cidadania. Já foram mais de 45 mil famílias beneficiadas no Acre com esta política pública”, disse o governador.

Janaína Guedes, titular da Secretaria de Habitação (Sehab), explica que a ação corresponde a conjunto habitacionais já entregues pelo governo do Estado. “Estamos aqui fechando um processo que começou há seis meses, beneficiando as famílias dos conjuntos habitacionais Cumaru, Vale dos Buritis e Miritizal Novo. Com esse título, todas as famílias são de fato proprietárias destas casas”, afirma.

Olga Ferreira, moradora do Vale dos Buritis, foi uma das contempladas. A senhora de 73 anos, relata seu sentimento ao ter em mãos o documento que dá garantia de sua moradia. “Estou muito feliz, sempre acreditei que fosse receber esse título e hoje estou com ele”, afirma.

Bope em Cruzeiro do Sul

No 6º Batalhão da Polícia Militar, em Cruzeiro do Sul, o governador Tião Viana assinou o decreto de criação do Bope, atendendo um pedido da corporação. Este é um novo meio de enfrentamento ao crime e controle da ordem, formando uma equipe especializada para situações extremas.

Com isso, o governador valoriza a equipe. “Este decreto estende benefícios e valorização na política de combate ostensiva ao crime. Nós entendemos que o Acre está uma situação de guerra e precisamos estar unidos, reconhecendo e valorizando as nossas polícias”, disse Tião Viana, apontando ainda que é necessário que o congresso assegure leis eficientes contra o crime.

A gestão de Tião Viana é marcada pela valorização às forças de segurança do Acre. Foram cumpridas toda as datas de promoção e realizado o aumento em 30% do efetivo. Na questão salarial, o soldado da PM passou de vencimento de R$ 1.900, em 2011, e chegou este ano a R$ 5.300, podendo ainda ter mais R$1.200 do banco de horas. O investimento com segurança é de mais de R$ 400 milhões por ano, por parte do governo do Estado.

3 de Julho Entrevistas 12ª Edição

Veja nesta edição a entrevista com o Vice-presidente da Câmara de Brasileia, Rozevete Honorato ele que vai contar um pouco da sua carreira política e também falará da sua experiência como vereador de primeiro mandato.

3 de Julho Entrevistas 12ª Edição

Nesta entrevista o vereador Edu Queiroz falou da sua trajetória  política, inclusive dos seus três mandatos seguidos em legislaturas anteriores, assista!!!!

Governo muda realidade no Complexo de Florestas do Rio Gregório e investe R$ 43,6 milhões em qualidade de vida e inclusão social

Os tantos hectares de terra não utilizada que pertenciam a poucos proprietários, passaram a constituir o lar de mais de 500 famílias, pessoas que antes moravam em áreas isoladas.

Após a construção da BR-364, realizada pelo governo do Estado, a região do Complexo de Florestas Estaduais do Rio Gregório, entre Tarauacá e Cruzeiro do Sul, surgiu como meio de inclusão social. 

Na gestão do governador Tião Viana, a região recebeu os maiores investimentos, que garantem a mudança de vida com inclusão social e produção sustentável. Foram aplicados R$ 43,6 milhões em diversas ações, desde a agricultura e manejo sustentável, até cursos técnicos e construção de casas.

Nesta quarta-feira, 15, Tião Viana visitou a região e inaugurou as unidades de Gestão Ambiental Integrada (Ugai) do Liberdade e do Acuarua. Junto da comunidade, celebrou também a evolução social que está ocorrendo tanto ali, quanto nas áreas do entorno, como a Reserva Extrativista (Resex) do Rio Liberdade e na vila Santa Luzia, em Cruzeiro do Sul.

“Temos aqui o resultado de uma comunidade alegre, cheia de esperança, que saiu de condições inacreditáveis de dificuldade e está prosperando. Ela vence as dificuldades com sua identidade, com sua visão de trabalho e de organização, melhorando a vida. Fazem a proteção dos recursos naturais e encontram a saída para uma economia mais inteligente”, disse o governador.

Reconhecimento

Composta pelas florestas públicas estaduais do Mogno, do Rio Liberdade e do Rio Gregório, o Complexo tem em seu território 14 associações, que de forma organizada, são parcerias do governo na execução das ações e investimentos.

Em todos que estavam reunidos na Ugai do Liberdade, na manhã desta quarta-feira, havia o sentimento de agradecimento e reconhecimento por tudo que o governador Tião Viana e sua gestão realizaram. Uma das ações que estão ocorrendo, é o projeto de manejo comunitário para o trabalho com madeira legalizada, gerando renda e uso inteligente da área.

“Há 20 anos, quando não existia um pedaço de terra para o trabalhador, e só uma pessoa era dono das terras, o governo da Frente Popular tirou essa gente aqui da miséria. Tirou a terra da mão de um para dar a tantos trabalhadores, o governo criou a Floresta dando a concessão de uso para as famílias. Hoje, o governador Tião Viana está legalizando os moradores para trabalharem com madeira de manejo comunitário, está entregando ainda as máquinas para a comunidade”, afirma Jorge Luiz da Conceição, presidente da Associação do Tauari.

Renilda Costa, conhecida como Branca, liderança da Resex do Rio do Liberdade, também deu seu depoimento, reconhecendo o trabalho que tem mudado vidas na região. “Nós como pais, queremos um ambiente melhor para nossa família. Foi isso que o governador fez, por isso não deixaria de agradecer por tudo que foi realizado em nossa área. Um governador como esse, não sei se ainda vamos encontrar, ele valoriza os produtores”, disse, apontando para os caminhões que foram entregues para a comunidade.

Lembrando os tantos investimentos em armazéns para a produção, habitação, bônus de produção sustentável, piscicultura, kits de farinha, fruticultura, manejo comunitário, entre outros, Edegard de Deus, secretário de Meio Ambiente, também falou sobre os avanços.

“Agradecimento muito especial ao governador Tião Viana, pois ele construiu a possibilidade de ter esses recursos para investir nas famílias acreanas. Lembro que essa estrada era apenas um caminho. Hoje temos essa rodovia que é fruto do esforço de nosso governo”, disse Edegard.

3 de Julho Entrevistas 12ª Edição

Veja nesta edição a entrevista com o Vice-presidente da Câmara de Brasileia, Rozevete Honorato ele que vai contar um pouco da sua carreira política e também falará da sua experiência como vereador de primeiro mandato.

3 de Julho Entrevistas 12ª Edição

Nesta entrevista o vereador Edu Queiroz falou da sua trajetória  política, inclusive dos seus três mandatos seguidos em legislaturas anteriores, assista!!!!

MP Eleitoral recomenda que propagandas eleitorais irregulares sejam removidas em 48h

O descumprimento das recomendações no prazo de 48 horas implicará na adoção de medidas judiciais cabíveis por parte do Ministério Público Eleitoral.

André Ricardo – MPAC

Acerca do cumprimento do que prevê a Justiça Eleitoral sobre o início da propaganda de candidatos nesta quinta-feira (16), o Ministério Público Eleitoral (MPE), por intermédio da promotora eleitoral Alessandra Garcia Marques, com atribuição perante a 1ª Zona Eleitoral do Estado do Acre, recomendou a remoção de materiais de propaganda eleitoral irregular feita tanto antes como durante o prazo legal e oficial na cidade de Rio Branco.

Por hora, trata-se de três casos especificamente. O presidente do Diretório do Movimento Democrático Brasileiro (MDB/Acre), deputado federal Flaviano Melo, foi notificado para que providencie a remoção do material de propaganda do candidato Éber Machado, e o presidente do Diretório do Partido Democrático Trabalhista (PDT/Acre), deputado estadual José Luis Schafer, para que remova as propagandas do candidato Márcio Bittar.

Também foi notificado, o presidente do Diretório Estadual do Partido dos Trabalhadores (PT/Acre), deputado Daniel Zen, para que proceda à remoção de todo o material de propaganda do candidato à presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva, existente em Rio Branco, em especial, um outdoor localizado na Avenida Ceará, nas proximidades de um supermercado em Rio Branco.

Coronel Ulysses promove primeiro ato de rua permitido pela Lei Eleitoral, na Capital

A mobilização ocorrerá na Praça da Revolução, em frente ao Comando Geral da Polícia Militar.

Por Assessoria

O candidato a governador, Coronel Ulysses Araújo, reunirá apoiadores e candidatos da coligação “Acre livre/Muda Acre de verdade” para o primeiro ato de rua permitido pela Lei Eleitoral. 

O evento é considerado o dia “D”, ao fazer alusão entre o dia 17 de agosto e os números adotados pelo candidato ao governo e pelo candidato a presidência da República, Jair Bolsonaro. A coligação, formada pelos partidos PSL, PSC e Patriotas, espera reunir todos os seguidores de Bolsonaro no Estado.

“Faremos uma caminhada nas principais ruas da capital, para dizer a população acreana que estamos preparados para governar o Estado. A batalha é para devolver o Acre aos acreanos e precisamos do apoio deles para conseguirmos vencer a guerra”, afirmou Coronel Ulysses.

Na manifestação, o candidato ao governo também debaterá com eleitores, apresentando o plano de governo, mostrando propostas, como o fortalecimento da segurança pública e a busca pela geração de emprego e renda.

Na parte da tarde, às 14h30, Coronel Ulysses realizará outra caminhada no bairro Cidade Nova, buscando apoiadores com o objetivo de mostrar que é o Acre precisa de mudança para melhor.

Jorge Viana inicia primeiro dia de campanha nas ruas do município de Cruzeiro do Sul

O primeiro dia oficial de campanha começou cedo para o senador Jorge Viana.

Por Assessoria

Às 6 horas da manhã o próprio parlamentar, candidato à reeleição, foi para as ruas de Cruzeiro do Sul, na Praça do Táxi, conversar com motoristas e pedestres. Apresentou uma carta falando de sua trajetória política, recebeu mensagens de apoio e defendeu o diálogo como forma de superar a atual crise política e institucional que afeta todo o país.

A conversa olho no olho será a essência de sua campanha, afirma Jorge Viana. Para ele, é preciso resgatar o contato direto com os eleitores e a confiança na boa política. “Temos lembranças especiais das primeiras campanhas, marcadas pela criatividade para superar a falta de estrutura e de recursos. Vendíamos balões e camisetas, promovíamos jantares e outras atividades, combinando a arrecadação de recursos com a confraternização e o debate de ideias. Criamos um movimento de mudanças que resultou em grandes conquistas para o nosso povo. É preciso reencontrar esse caminho”, defende o parlamentar ao criticar a presença do poder econômico nas campanhas eleitorais.

No Senado Federal, Jorge Viana foi presidente da Comissão de Reforma Política e defendeu mudanças que considera importantes para o resgate do que ele acredita ser a “boa política”. Entre os resultados da comissão, foi aprovado limite de gastos para deputados, redução do tempo de campanha e restrição no uso de materiais de divulgação.

“Sempre procurei fazer campanhas participativas, envolvendo as pessoas em todos os municípios com uma emoção verdadeira. Não poderia ser diferente agora”, declarou.

O senador também participou de uma entrevista de rádio em Cruzeiro do Sul. Nas ruas, Jorge Viana foi recebido com carinho e atribui a boa acolhida à sua trajetória política. “Num período não muito distante, transformamos um Acre decadente e falido, com salários atrasados, sem infraestrutura e nenhuma autoestima, num estado mais preparado para os desafios dos novos tempos que chamou a atenção do Brasil. A boa política possibilita fazer mudanças como as que fizemos”, escreveu em sua carta de apresentação como candidato.

“Temos que fazer uma autocrítica, entender nossos erros e apontar mudanças para que a boa política volte a ser praticada e siga transformando a vida das pessoas para melhor”, completou.

3 de Julho Entrevistas 12ª Edição

Veja nesta edição a entrevista com o Vice-presidente da Câmara de Brasileia, Rozevete Honorato ele que vai contar um pouco da sua carreira política e também falará da sua experiência como vereador de primeiro mandato.

3 de Julho Entrevistas 12ª Edição

Nesta entrevista o vereador Edu Queiroz falou da sua trajetória  política, inclusive dos seus três mandatos seguidos em legislaturas anteriores, assista!!!!

Jornalista denuncia Jéssica Sales ao MPF por atestados médicos falsos

O TRE, através do juízo da 4ª Zona Eleitoral, deferiu o registro da candidatura da deputada sem observar os documentos. Diz Jornalista.

O jornalista Tião Maia protocolou ontem, em nome próprio e como cidadão, junto ao Ministério Público Federal (MPF), na sede da Procuradoria da República no Acre (PGR), em Rio Branco, representação contra o deferimento do registro de candidatura à reeleição da deputada federal Jéssica Sales, do MDB do Acre. Na representação, com base em documentos, o jornalista relata uma série de irregularidades às autoridades e pede que providências sejam tomadas apontando que a deputada apresentou atestado médico falso para induzir o Juiz da quarta Zona Eleitoral, que inclui o Vale do Juruá, a erros.

O jornalista justifica sua ação no caso citando o advogado e ativista Martin Luther King, defensor de direitos norte-americano assassinado por arma de fogo, nos Estados Unidos, em 1968. “O que me preocupa não é o grito dos maus. É o silêncio dos bons”, disse o ativista poucos antes de sua morte, cuja frase foi reproduzida pelo jornalista na peça encaminhada ao procurador da República no Acre. O documento já está protocolado e a PGR tem 20 dias para se manifestar, sendo que, primeiro, o procurador-chefe vai encaminhar para um de seus procuradores e este dirá se haverá prosseguimento ou não para uma ação de investigação.

Tião Maia relata, com base em documentos, que a Deputada Federal teve seu título de eleitor cancelado por ter esquecido, ao que tudo indica, de realizar o processo de biometria, uma exigência sine qua non (sem essa condição dão) da legislação eleitoral.

De acordo com o jornalista, em julho deste ano, após a convenção do MDB que a indicou para concorrer a eleição de outubro próximo como candidata a renovar o mandato, restou constatado que o título de eleitor da deputada estava cancelado e, por isso, ela não poderia registrar sua candidatura à reeleição.

Laudo médico suspeito

Ao constatar o impedimento de registro da candidatura, a deputada apresentou um atestado e um laudo médico informando que, na data de 14 de agosto de 2017 a 14 de setembro de 2007, período final em que deveria fazer a biometria, ela se submeteu a um procedimento cirúrgico, o que, em tese, a afastara das atividades políticas e cotidianas, como, por exemplo, o da obrigação de fazer o processo de Biometria junto à Justiça Eleitoral. Pesquisa sobre o assunto revelou que a médica que assina o atestado que em tese justificaria a ausência da Deputada em relação a um processo exigido a todos os eleitores, Thais Silva Cunha, constatou que a profissional, além de amiga próxima da parlamentar, que também é médica, desde os tempos em que ambas eram estudantes de medicina em São Paulo, vem a ser sócia de Jéssica Rojas Sales numa clínica médica instalada na Capital Federal. O atestado chega a dizer que a deputada usaria um dreno e que teria que voltar diariamente ao hospital para os cuidados com o equipamento.

No entanto, boletos de passagens e a nota fiscal do aluguel de um avião bimotor, que a transportou por regiões isoladas do Acre, mostram que ela estava em constante movimentação e em atividades inimagináveis para quem havia passado por um procedimento cirúrgico grave e que estava usando um dreno.

“Afora esse fato antipático e que por si só está eivado de suspeições de prestação de falsas informações à Justiça Eleitoral, há fatos comprobatórios de que, no dia 14 de agosto de 2017, dia em que o suposto atestado registra o procedimento cirúrgico ao qual a deputada teria sido submetida, ela viajou do Acre para Brasília, chegando à Capital Federal às 8h12min e às 16 horas do mesmo dia esteve na Câmara Federal onde participou de votações que terminaram às 22 horas. No dia seguinte, 15 de agosto, também compareceu à sessão da Câmara Federal”, disse o jornalista no documento encaminhado ao procurador.

Agenda agitada

Paralelo a isso, há publicações da própria deputada em redes sociais, como o Facebook, dando conta de que ela, do dia 2 até o dia 10 de setembro do ano passado, quando em tese ela estaria convalescendo do procedimento cirúrgico a que teria se submetido, está singrando os céus da Amazônia e do Acre a bordo de um bimotor alugado para transportá-la, em companhia do pai, o ex-prefeito Vagner Sales, e de aliados como ex-deputado Márcio Bittar, candidato ao Senado pelo MDB, em visitas aos municípios de Porto Walter, Jordão, Marechal Taumaturgo e vilas isoladas como a de Restauração, às margens do rio Tejo, na fronteira com o Peru. “Muitas atividades para quem passou por um procedimento cirúrgico e está utilizando um dreno no corpo”, ironiza Tião Maia.

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE), através do juízo da 4ª Zona Eleitoral, que inclui os municípios de Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima, Marechal taumaturgo, Porto Walter e Rodrigues Alves, deferiu o registro da candidatura da deputada sem observar os documentos apresentados à PGR. O jornalista também questiona o deferimento da candidatura em procedimentos diferentes e especiais em relação à deputada em detrimento dos demais eleitores que não puderam realizar a biometria.

“Diante do exposto, considerando que os fatos acima narrados caracterizam, em tese, crimes contra a administração da Justiça, induzida a erros, e à legislação eleitoral e ofensa ao Estado Democrático de Direito, requer-se ao Ministério Público Federal se digne a tomar as providências cabíveis e que se faça, enfim, justiça!”, escreveu o jornalista. “Até porque, em Cruzeiro do Sul, cidade que já foi administrada pelo pai da parlamentar, há informações de que sua primeira candidatura à Prefeitura, em 2008, foi registrada com documentos falsos”, disse o jornalista.

3 de Julho Entrevistas 12ª Edição

Veja nesta edição a entrevista com o Vice-presidente da Câmara de Brasileia, Rozevete Honorato ele que vai contar um pouco da sua carreira política e também falará da sua experiência como vereador de primeiro mandato.

3 de Julho Entrevistas 12ª Edição

Nesta entrevista o vereador Edu Queiroz falou da sua trajetória  política, inclusive dos seus três mandatos seguidos em legislaturas anteriores, assista!!!!

Gladson Cameli e Major Rocha dividem agendas políticas no primeiro dia campanha

Desde cedo, ele participa de reunião com empresários em Cruzeiro do Sul, apoiadores de sua candidatura.

Um adesivaço no bairro 06 de Agosto, na região da caixa d’água, no 2º Distrito de Rio Branco, na tarde desta quinta-feira, 16, será o pontapé inicial da campanha de rua do candidato progressista ao governo do Acre, Gladson Cameli. O ato será comandado por Major Rocha (PSDB), seu vice, e aliados.

Enquanto Rocha inicia a campanha oficial em Rio Branco, Gladson começa sua caminhada na disputa pelo Palácio, no Juruá. 

À tarde, o candidato visita comerciantes na cidade de Rodrigues Alves e à noite ele retorna a Cruzeiro para um encontro com candidatos a deputado estadual por partidos de oposição.

Por Luciano Tavares / ac24horas

Em primeiro dia de campanha, Marcus tem reuniões com candidatos e inaugura comitê

Marcus Alexandre já está em Rio Branco após ter participado, nessa quarta, 15, do Novenário de Nossa Senhora da Glória, em Cruzeiro do Sul.

O candidato da Frente Popular ao governo do Acre, Marcus Alexandre (PT), inicia este primeiro dia de campanha das Eleições 2018 realizando reuniões com os candidatos a deputado estadual e federal de sua coligação. 

Pela parte da tarde, Marcus gravará vídeos que serão usados nas plataformas digitais da campanha. Até o fim do dia, a equipe de marketing do petista deve apresentar as páginas oficiais nas principais redes sociais.

No início da noite, Marcus Viana, acompanhado de toda a cúpula da Frente Popular, inaugura seu comitê central em Rio Branco, localizado no bairro Bosque. Ao contrário das últimas eleições, os petistas usarão uma estrutura mais simples, já que em 2018 está proibido o financiamento empresarial.

Após a inauguração, Marcus Viana volta a ter reuniões com os candidatos proporcionais, desta vez nos bairros de Rio Branco.

Mandato de Jéssica Sales trava recursos para o Vale do Juruá a mando de seu pai embirrado com Ilderlei

Os eleitores e  seguidores da deputada Jéssica Sales nas redes sociais não tem compreensão da tragédia que é esse mandato para o Acre.

Dos 513 deputados, Jessica ocupa a posição 440 no ranqueamento do Atlas Político (www.atlaspolitico.com.br), com nota zero no quesito ´debate parlamentar´ e nota geral de  1,61. Ou seja: além de figurar entre os piores parlamentares do Congresso Nacional – e não só da Câmara dos Deputados -,  Jéssica Sales tem o mandato praticamente invisível porque não tem coragem de participar de um simples debate sobre causas nacionais.

Em outra plataforma de avaliação parlamentar, o Ranking dos Políticos (www.politicos.org.br) Jéssica Sales está na posição 330, mantendo-se entre os piores congressistas. Ainda segundo esse ranking, dos oito deputados federais do Acre, Jéssica ocupa a 6ª posição quando se comparam os demais colegas do Estado. Sua filiação ao MDB, partido altamente vinculado aos escândalos de corrupção  no Acre e em nível nacional, não a ajuda  mas sua situação é piorada pela marca da invisbilidade congressual: “Nunca vi”, comentou Marco Druddi, no Ranking dos Políticos.

Além de irrelevante, o mandato da filha de Vagner Sales está a serviço dos piores interesses, mostrando, ao mesmo tempo, que Jéssica Sales tem duas caras: votou a favor da reformar trabalhista e tirou  direitos dos trabalhadores. Em meio a esse desastre, foi uma das que tentou salva o deputado Eduardo Cunha, hoje preso na Operação Lava Jato.

Assim como os jurássicos da política acreana, Jéssica não tem nada de novo e tem na agenda permanentes compromissos com os velhos caciques que hoje estão presos ou investigados na política nacional. Sobretudo, ela vem sendo acusada de boicotar as emendas destinadas ao Vale do Juruá após após briga entre Ilderlei e seu pai,  Vagner Sales. Jéssica acusa  Ilderlei de não ter apresentado os projetos das obras mas vem sendo, comprovadamente, após Ilderlei apresentar e confirmar a apresentação da documentação, desmentida. 

Além disso, Ilderlei comprovou que os projetos tem amparo legal e o que  falta é  tão somente  a liberação do recurso – algo que Jéssica vem ajudando a travar, não imagina ela que está prejudicando diretamente a população de Cruzeiro do Sul.

Fonte: juruaemtempo