Governo realiza mutirão de cirurgias em Brasileia neste fim de semana

O objetivo do mutirão é ampliar o acesso e reduzir o tempo de espera por cirurgias eletivas no estado.

Por Agnes Cavalcante

O governo do Estado dará continuidade ao projeto de mutirão de cirurgias realizando neste fim de semana e no feriado de 6 de Agosto (segunda-feira) os procedimentos eletivos em Brasileia junto ao hospital Raimundo Chaar.

Reunindo diversos profissionais, entre médicos, enfermeiros e anestesistas, além da equipe de apoio do hospital onde os procedimentos são realizados, o objetivo do mutirão é ampliar o acesso e reduzir o tempo de espera por cirurgias eletivas no estado.

Só em Senador Guiomard, há cerca de dois meses, foram realizadas mais de 500 cirurgias no mutirão, zerando a fila de hérnia de disco e de vesícula, dando comodidade aos pacientes de se recuperar próximo de casa sem precisar de encaminhamento via Tratamento Fora de Domicílio (TFD) até Rio Branco.

“Por ser um fim de semana com feriado prolongado, vamos atender Brasileia no sábado, domingo e segunda-feira, com as cirurgias de hérnia e de vesícula, e também lançar outra frente de trabalho em Sena Madureira, onde os pacientes já estão triados e os médicos vão fazer as consultas pré-operatórias e o risco cirúrgico para realizarmos outro mutirão em breve”, conta Lucia Carlos, presente na coordenação dos trabalhos.

Todo mutirão de cirurgias realizado pelo governo do Estado é integrado à Central de Regulação do Hospital das Clínicas (HC) e ao Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb).

Vila Campinas recebe ambulância do governo do estado

A ambulância, equipada para garantir todas as condições de atendimento em casos de urgência e emergência, representa um investimento de R$ 220 mil.

Por Agnes Cavalcante

Para atender a demanda da comunidade de Vila Campinas (cerca de 60 km da capital Rio Branco), foi entregue, uma ambulância que vai agilizar o transporte de pacientes que necessitem do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Com a aquisição do veículo, o tempo de espera para atendimento é reduzido, tendo em vista que não será necessário o deslocamento de veículos de Rio Branco ou de outros municípios para a localidade.

De acordo com Luciete Fernandes, gerente administrativa da Unidade Mista Ana Nery em Vila Campinas, a ambulância que havia na unidade tinha muito tempo de uso e sempre precisava de manutenção. “Quando o Samu era acionado, recorríamos a Acrelândia, Senador Guiomard ou Plácido de Castro para o transporte das vítimas até a capital ou até a própria unidade de acordo com a necessidade do usuário”, explica.

Com uma população aproximada de oito mil habitantes, na região da Vila Campinas, às margens da BR-364, é muito comum a ocorrência de acidentes e também é cercada ramais, o que dificulta o trabalho de assistência e locomoção das vítimas. Deste modo, o ganho de uma ambulância para a localidade garante uma melhor assistência para os moradores da região.

“Estamos aqui fazendo a entrega dessas ambulâncias adquiridas em um esforço muito grande do nosso governador Tião Viana. Já é uma característica ir até as unidades de saúde do interior conhecer a realidade de perto, e quando é para fazer um investimento importante, como é uma ambulância, melhor ainda”, destaca Rui Arruda, secretário de Estado de Saúde.

Outros municípios

Nesta semana, o governador Tião Viana entregou quatro novas ambulâncias para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), resultado de um convênio de sete que simbolizam um investimento de R$ 1,5 milhão dos cofres do Estado.

O governador chegou, assim, à marca de 54 novos veículos entregues em toda sua gestão – de 2011 a 2018 -, presentes em todos os municípios do Acre.

Além da Vila Campinas, as novas ambulâncias serão enviadas a Brasileia, Manoel Urbano e uma à Maternidade Bárbara Heliodora, em Rio Branco.

Segundo a coordenadora do Samu no Acre, Lúcia Carlos, que está à frente do serviço há 15 anos, cerca de 300 profissionais em todo o estado fazem parte do atendimento de emergência, entre médicos, motoristas, telefonistas e técnicos.

“O desenvolvimento do Samu é histórico aqui no Acre. Renovamos nossa frota em quase 100%. Só este ano já são 17 viaturas. É um esforço muito grande para manter este serviço na rua, porque ele não é só veículos, mas pessoas. E isso nos deixa muito felizes, por saber que estamos atendendo a população”, explica Lúcia.

Em três dias, mutirão vai fazer 14 cirurgias de correção de lábio em Cruzeiro do Sul

Procedimentos ocorrem até o dia 2 de agosto. Novas avaliações de devem ser feitas durante esse período.

Uma equipe de especialistas vai fazer, no Hospital do Juruá, em Cruzeiro do Sul, 14 cirurgias de correção de lábio leporino. Os procedimentos foram agendados com base em avaliação ambulatorial feita por especialistas em mutirão no mês de abril.

As cirurgias ocorrem no Hospital do Juruá, a partir desta terça-feira (31) e segue até 2 de agosto. Especialista em medicina intensiva, Victor Hugo, gerente do complexo regulador do Tratamento Fora do Domicílio (TFD), acredita que o mutirão melhora a qualidade de vida dos pacientes.

“Isso faz parte do fortalecimento da saúde do Juruá, trazendo especialistas. Essa equipe de cirurgias de lábio leporino é apenas mais uma especialidade que foi trazida. Outras, como neurocirurgias, neuropediatria e reumatologia já foram realizadas. Isso evita o deslocamento de pacientes para TFD e proporciona uma melhor qualidade de vida aos pacientes da região”, disse.

Além das cirurgias que estão agendadas, a equipe vai fazer a avaliação de outros pacientes. “Ainda neste final de semana, a equipe vai fazer avaliações em outros pacientes para selecionar para passarem por cirurgia no próximo mês para que possamos resolver a situação dessa especialidade aqui no Vale do Juruá”, destacou.

Do G1 Acre

Tião Viana fortalece Samu com entrega de novas ambulâncias

O governador chegou, à marca de 54 novos veículos entregues em toda sua gestão – de 2011 a 2018 -, presentes em todos os municípios do Acre.

O governador Tião Viana entregou na manhã desta segunda-feira, 30, quatro novas ambulâncias para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), na sede do serviço em Rio Branco, resultado de um convênio de sete que simbolizam um investimento de R$ 1,5 milhão dos cofres do Estado.

“São novas ambulâncias da melhor qualidade, para transportar vidas e para que as pessoas tenham a melhor oportunidade no serviço de urgência, o melhor atendimento e esperanças. Se foi urgência, estamos prontos para ajudar. E eu agradeço muito à equipe do Samu, que age com heroísmo”, disse Tião Viana.

As quatro novas ambulâncias serão enviadas a Brasileia, Manoel Urbano, Vila do V e à Maternidade Bárbara Heliodora, em Rio Branco.

Segundo a coordenadora do Samu no Acre, Lúcia Carlos, que está à frente do serviço há 15 anos, cerca de 300 profissionais em todo o estado fazem parte do atendimento de emergência, entre médicos, motoristas, telefonistas e técnicos.

“O desenvolvimento do Samu é histórico aqui no Acre. Renovamos nossa frota em quase 100%. Só este ano já são 17 viaturas. É um esforço muito grande para manter este serviço na rua, porque ele não é só veículos, mas pessoas. E isso nos deixa muito felizes, por saber que estamos atendendo a população”, explica Lúcia.

O secretário de Estado de Saúde, Rui Arruda, completa: “Ninguém quer usar este tipo de serviço, mas é bom, quando precisar, que a população tenha um atendimento de qualidade. Ter uma ambulância do Samu para atender é fundamental. E já tem virado rotina no governo entregarmos estes investimentos”.

3 de Julho Entrevistas 10ª Edição

Assista a entrevista com a Presidente da Associação dos Portadores de Hepatite do Alto Acre e conheça: Dos tipos de hepatite até o tratamento”.

3 de Julho Entrevistas 9ª Edição

Veja a entrevista com o Vereador Joelso Pontes que vai falar da sua experiência na política de Brasileia.

Governo entrega quatro novas ambulâncias para saúde

O governo do Estado realiza nesta segunda-feira, 30, a entrega de quatro novas ambulâncias para o setor da saúde do Acre.

A aquisição dos veículos tem investimento do Programa de Saneamento Ambiental e Inclusão Socioeconômica do Acre (Proser), no valor de R$ 849 mil.

As novas viaturas vão atender o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o Serviço de Atenção Básica da Mulher e da Criança (Sasmac), que faz parte a Maternidade Bárbara Heliodora e do Hospital da Criança.

A aquisição dos novos veículos contribui para o bom funcionamento dos serviços prestados à população e para a qualidade do trabalho realizado pelos profissionais que lidam diariamente com a vida de pessoas que precisam de um atendimento de urgência.

“Este é aquele tipo de investimento que a gente espera que ninguém precise, mas que sabemos que as condições de uma ambulância podem ser determinantes para salvar a vida de um paciente”, destaca Rui Arruda, secretário de Saúde.

A entrega das novas ambulâncias será nesta segunda-feira, 30, às 8 horas, no pátio do Samu, próximo ao Hospital da Criança.

3 de Julho Entrevistas 10ª Edição

Assista a entrevista com a Presidente da Associação dos Portadores de Hepatite do Alto Acre e conheça: Dos tipos de hepatite até o tratamento”.

3 de Julho Entrevistas 9ª Edição

Veja a entrevista com o Vereador Joelso Pontes que vai falar da sua experiência na política de Brasileia.

Malária é uma doença ininterrupto pela saúde do Acre

Com intensas ações e políticas públicas, Acre apresenta redução nos casos de malária.

A malária é uma doença de combate intenso e ininterrupto pela saúde pública do Acre, fato que tem levado o governo do Estado, por meio da Secretaria de Saúde (Sesacre), a continuar unindo forças junto aos municípios já pactuados com a descentralização do combate à malária, como forma de contribuir ainda mais para a diminuição dos índices da doença nas regiões de maior prevalência, a exemplo do Juruá.

Esse fortalecimento de ações tem mostrado bons resultados, quando no mês passado, o estado apontou uma redução de 38% nos casos de malária, comparado ao mesmo período do ano passado. Já em uma parcial de julho, até o dia 27, o Acre contabiliza 1.174 casos, quando em 2017 também em julho, o registro foi de mais de 2,6 mil pessoas infectadas pela doença.

“Desde a descentralização em junho de 2017, em que o Estado efetivamente vem fazendo seu papel, de apoio às atividades dos municípios, com capacitações e atualizações dos profissionais, não deixando que insumos estratégicos como inseticidas, medicações e testes rápidos faltem nas região, essas atividades em conjunto, entre Estado e municípios e Ministério da Saúde traz bons resultados com redução de 38% nos casos de malária no Acre”, destaca Marília Carvalho, gerente do Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Controle de Endemias.

A gerente aponta ainda para outra redução significativa, registrada em Cruzeiro do Sul, segundo município mais populoso do Acre.

“Cruzeiro do Sul, que há anos vinha como o primeiro município a notificar mais casos positivos da doença no país, hoje está em segundo lugar – em primeiro está São Gabriel da Cachoeira, no Amazonas, que inclusive está em decreto de emergência. Essas reduções no Acre, em especial no Juruá, fazem parte do processo de integração, união de esforços da vigilância em saúde e atenção primária no combate à malária, que agora conta também com a parceria da Secretaria de Educação, que vai atualizar 30 professores da região sobre a doença”, revela Carvalho.

Fruto de investimentos dos governo Estadual e Federal, que resultou na entrega de mais de 2,6 milhões em equipamentos, 13 camionetes, 30 motocicletas, microscópios, pulverizadores, entre outros, além das constantes capacitações e atualizações de profissionais da saúde, Cruzeiro do Sul registrou em junho deste ano uma redução de 58% nos casos de malária, comparado ao mesmo período de 2017.

Um dos compromissos assumidos pelo Estado foi o investimento na capacitação técnica dos profissionais que atuam diretamente no combate à malária no Juruá, a exemplo dos Agentes de Combate a Endemias (ACE) e microscopistas, além da realização de oficinas de atualização do manejo clínico para médicos e enfermeiros.

3 de Julho Entrevistas 10ª Edição

Assista a entrevista com a Presidente da Associação dos Portadores de Hepatite do Alto Acre e conheça: Dos tipos de hepatite até o tratamento”.

3 de Julho Entrevistas 9ª Edição

Veja a entrevista com o Vereador Joelso Pontes que vai falar da sua experiência na política de Brasileia.

Governo promove cirurgias de lábio leporino no Juruá

Para iniciar o atendimento dessa demanda, serão realizadas cinco cirurgias pela equipe multidisciplinar. A ideia é que a equipe venha para o Juruá até suprir toda a demanda da região.

Com o objetivo de atender a demanda da regional do Juruá e garantir mais comodidade aos pacientes, a Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) encaminha, pela segunda vez, uma equipe multidisciplinar para realizar cirurgias e avaliações de lábio leporino.

O lábio leporino é de uma fissura que ocorre quando o tecido que faz os lábios ou palato não se juntam completamente durante a gestação e resulta em uma abertura na região superior da boca. Esta abertura pode ser pequena e atingir apenas os lábios ou maior e atingir até o céu da boca e o nariz.

Em abril deste ano, houve um mutirão com a presença de especialistas que realizaram avaliação ambulatorial no Juruá, e foi constatado a necessidade e encontrada as condições para a realização de 14 cirurgias na própria regional, sendo os pacientes, dois adultos, um adolescente e onze crianças, tendo quatro delas um ano de idade ou menos.

Para iniciar o atendimento dessa demanda, serão realizadas cinco cirurgias pela equipe multidisciplinar, composta por quatro profissionais que vão da capital acreana para Cruzeiro do Sul e lá receberão o auxílio dos técnicos e enfermeiros do Hospital do Juruá durante os procedimentos que serão feitos entre os dias 31 deste mêse 1 de agosto. Já na quarta-feira, 2, a equipe fará atendimento ambulatorial para novas avaliações cirúrgicas.

De acordo com o gerente-geral do complexo regulador, Vitor Hugo Panot, as cirurgias não tratam de questões estéticas, mas sim de qualidade vida. “Esses procedimentos cirúrgicos são importantes, pois melhoram a respiração, deglutição e a fala dos pacientes. A ideia é que a equipe venha para o Juruá até suprir toda a demanda da região.”.

O envio da equipe multidisciplinar reduz gastos para a Saúde do estado e para os usuários, que antes precisavam se locomover até Rio Branco a fim de realizar a avaliação e a cirurgia.

3 de Julho Entrevistas 10ª Edição

Assista a entrevista com a Presidente da Associação dos Portadores de Hepatite do Alto Acre e conheça: Dos tipos de hepatite até o tratamento”.

3 de Julho Entrevistas 9ª Edição

Veja a entrevista com o Vereador Joelso Pontes que vai falar da sua experiência na política de Brasileia.

Operação Gota deve imunizar 4 mil pessoas isoladas no Acre

No Acre, foram estabelecidas três bases para as ações nos municípios de Rio Branco, Tarauacá e Cruzeiro do Sul.

A Operação Gota deve vacinar ao menos 4 mil pessoas no interior do Acre. A ação deve durar de 13 dias. Oito municípios do Acre vão receber a operação sendo cinco no Vale do Juruá. Ao todo, 46 comunidades vão ser visitadas pelas equipes de vacinação compostas de oito profissionais da área da saúde.

No Acre, foram estabelecidas três bases para as ações nos municípios de Rio Branco, Tarauacá e Cruzeiro do Sul. Na manhã desta quarta-feira (25), a gerente de Imunização do Estado, Auxiliadora Holanda, falou da operação que faz parte do Plano Nacional de Imunização.

“Em algumas vacinas, o estado está com cobertura acima de 80% da meta estabelecida. Em outras, a meta foi alcançada. Mas, na totalidade, o estado tem dificuldade de alcançar a cobertura. Para isso, a operação está sendo realizada para abranger as comunidades de difícil acesso”, afirmou.

A gerente falou ainda que as vacinas vão estar disponíveis para toda a população, mas que a prioridade é imunizar comunidades de difícil acesso.

O tenente Hilbert Lima falou da importância de participar da operação.

“É gratificante representar a Força Aérea junto ao Ministério da Saúde. Pousamos em locais de difícil acesso, com o peso máximo da aeronave, que além de ser um treinamento militar, é um sentimento de realização, levar às regiões mais distantes do país, onde vemos que as pessoas são carentes e precisam dessa ajuda”, falou.

Lima falou ainda que as eupipes vão fazer mais de dez Operações Gota na Amazônia. Estamos com a aeronave multi-missão mais usada no mundo. Essa missão não é para qualquer aeronave, tem capacidade para decolar com até dez toneladas”, acrescentou o militar.

A operação teve início dia 24 de julho e se estende até o dia 6 de agosto nos municípios de Sena Madureira, Xapuri, Feijó, Tarauacá, Jordão, Porto Walter, Marechal Thaumaturgo e Cruzeiro do Sul. Ao todo a operação pretende vacinar 4 mil pessoas. A cidade com maior público-alvo é Jordão com 1.104 pessoas.

3 de Julho Entrevistas 10ª Edição

Assista a entrevista com a Presidente da Associação dos Portadores de Hepatite do Alto Acre e conheça: Dos tipos de hepatite até o tratamento”.

3 de Julho Entrevistas 9ª Edição

Veja a entrevista com o Vereador Joelso Pontes que vai falar da sua experiência na política de Brasileia.

Do G1 Acre

Médicos entregam carta de intenções a pré-candidatos ao governo

Profissionais de medicina do Estado do Acre também passam pelo processo eleitoral, onde definirão a próxima diretoria a assumir o Conselho Regional de Medicina (CRM) no próximo dia sete de agosto.

Por Victor Augusto / Assessoria

Saindo na frente, a chapa 2, concorrente da atual diretoria que disputa a reeleição, realizou encontro com três dos principais pré-candidatos a disputar o governo estadual. O primeiro a receber a carta de intenções da categoria, caso sejam eleitos, foi o ex-prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre (PT), que também apresentou um pouco de sua proposta de plano de governo para os médicos.

“Estamos aqui para ouvir a categoria e discutir com ela, alguns dos principais gargalos que vivenciam no seu dia-a-dia. Ao mesmo tempo apresentamos alguns pontos que estarão inseridos dentro do nosso plano de governo. Precisamos contratar mais profissionais, buscarmos especialistas e falar a mesma linguagem para garantir as demandas dos profissionais e da categoria no geral, sem deixa a sociedade de fora”, disse Marcus.

O segundo a comparecer ao encontro, foi o pré-candidato, Gladson Cameli (PP), que ouviu as demandas, recebeu a carta e pontuou algumas das dificuldades que ouve nos centros de saúde dos demais municípios acreanos.

“É necessário que se dialogue com a categoria. Os relatos que ouço dos médicos, enfermeiros e demais envolvidos da saúde, são absurdos. Precisamos discutir as melhorias de ambiente de trabalho, valorização dos profissionais, criar ambiente e qualidade nos municípios, onde possamos oferecer especialistas nas áreas necessárias. Vejo acadêmicos se formando e indo embora do estado por não ter oportunidade. Vou cumprir o que determina a constituição e a saúde é uma das prioridades principais”, declarou Gladson.

Nesta quinta (26) será a vez do pré-candidato, coronel Ullysses (PSL), que se encontrará logo pela manhã com os membros da chapa 2. A representante da chapa, doutora Jene Greyce Oliveira da Cruz afirma está confiante quando a condução da eleição da entidade e da receptividade dos candidatos com os pontos colocados pela categoria.

“Esse é um processo eleitoral que os médicos anseiam, pois precisamos de mudanças na entidade, que acredito ser o desejo geral de todos os profissionais. Com isso estamos criando esse ambiente de diálogos com os pré-candidatos ao governo até para eles irem se familiarizando conosco, caso todos sejam eleitos nesse ano. Queremos mudanças e garantia aos direitos de todos, desde os acadêmicos até os doutores mais experientes no mercado da medicina”, destacou Jene.

Carta de Compromisso (parcial)

Comprometidos com o desenvolvimento da saúde pública, o cuidado com a população acreana e o respeito às boas práticas médicas, apresentamos nossas intenções à Vossa Senhoria na CHAPA 2: “UNIÃO, RENOVAÇÃO E ÉTICA” – ELEIÇÕES CRM/AC 2018-2023 Av. Getúlio Vargas, 1729, Bosque – CEP 69900-610 – Rio Branco, AC Fone: (68) 98403-0972 | 99205-9359 – chapa2@renovacrmac.com.br – renovacrmac.com.br qualidade de candidato ao Governo do Estado do Acre, a fim de esclarecer nossas propostas de trabalho e construção conjunta com o poder público: Supervisionar a ética-profissional dos profissionais médicos inscritos no Estado, respeitando-se a função de guardião da ética médica do CRM-AC para o bom exercício da profissão e saúde da população, valendo-se de parcerias com o setor público, como as promotorias especializadas do Ministério Público do Estado do Acre;

• Fiscalizar, junto aos poderes públicos, o cumprimento pleno da Lei do Ato Médico para a defesa da Medicina de qualidade exercida por Médicos;

• Supervisionar as instituições de saúde, públicas e privadas, para o cumprimento pleno da legislação em saúde e do Código de Ética Médica, principalmente no que tange ao fornecimento de condições adequadas de trabalho e remuneração digna;

• Trabalhar junto ao poder público a criação de novas políticas públicas que garantam a segurança física dos médicos nos serviços de saúde, principalmente em serviços de urgência e emergência e em serviços afastados de grandes centros;

• Fiscalizar as condições de trabalho dos médicos no Estado do Acre, principalmente nos municípios do interior com maior necessidade de investimentos, acionando os poderes públicos sempre que se fizer necessário para juntos encontrarmos correção de possíveis falhas;

• Fortalecer o posicionamento e a contribuição técnica do CRM-AC quanto às discussões que envolvem questões de Saúde Pública, contribuindo com as atividades dos poderes públicos e permitindo melhor aproveitamento de ações e pesquisas realizadas por profissionais nesse campo de estudo;

• Trabalhar em conjuntos com TODAS as entidades médicas junto ao Governo do Estado e a Assembleia Legislativa, na construção de uma carreira de Estado do médico no SUS, garantindo maior fixação de médicos em regiões mais afastadas, melhor distribuição de profissionais e acesso à saúde pela população;

• Desenvolver e apoiar o Governo do Estado em atividades voltadas à promoção da saúde e prevenção de doenças junto aos usuários do SUS, como campanhas de conscientização, orientação e outrem. Crentes de vosso respeito e comprometimento com a saúde no Estado do Acre, agradecemos a oportunidade de exposição de nossos objetivos e intenções, e reafirmamos nossa proposta de trabalho conjunto em possível cenário de vitória de ambos os lados, convidando-o a apoiar a presente carta de intenções em prol da Medicina e da Saúde acreana.

3 de Julho Entrevistas 10ª Edição

Assista a entrevista com a Presidente da Associação dos Portadores de Hepatite do Alto Acre e conheça: Dos tipos de hepatite até o tratamento”.

3 de Julho Entrevistas 9ª Edição

Veja a entrevista com o Vereador Joelso Pontes que vai falar da sua experiência na política de Brasileia.

Apenas 12 municípios do Acre vacinaram 90% do público-alvo contra a gripe

Campanha segue no Acre até o fim do estoque de vacinas. Até esta terça (24), no estado todo, somente 79,48% das pessoas que fazem parte dos grupos prioritários foram imunizadas.

Apenas 12 municípios do Acre vacinaram 90% do público-alvo na campanha de vacinação contra a gripe. A informação foi confirmada nesta terça-feira (24) pelo setor de Imunização da Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre). Ao todo, o estado tem apenas 79,48% do público-alvo imunizado.

Atingiram a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde as cidades de Xapuri, Feijó, Tarauacá, Senador Guiomard, Porto Walter, Plácido de Castro, Epitaciolândia, Cruzeiro do Sul, Assis Brasil, Brasileia, Bujari e Santa Rosa do Purus. A capital Rio Branco ficou abaixo da meta com 65,46%.

A vacina é indicada para crianças, idosos acima de 60 anos, indígenas, professores das redes pública e privada, portadores de doenças crônicas, pessoas privadas de liberdade, profissionais da saúde, gestantes e puérperas – mulheres que tiveram parto há menos de 45 dias.

A enfermeira da equipe técnica do setor de Imunização, Núbia Campos, disse que a campanha continua para os grupos prioritários nos municípios que ainda não atingiram a meta.

Nas outras 12 cidades, a vacinação está aberta ao público em geral. Mesmo com o fim da campanha nacional, a Saúde do Acre continua com a imunização até o fim dos estoques de vacina.

“A vacinação está aberta nos municípios que ainda não atingiram a meta para todos os grupos. E também para quem quiser ir no posto, a vacina está disponível. Pedimos a todos que busquem a imunização, pois é muito importante”, destacou Núbia.

3 de Julho Entrevistas 10ª Edição

Assista a entrevista com a Presidente da Associação dos Portadores de Hepatite do Alto Acre e conheça: Dos tipos de hepatite até o tratamento”.

3 de Julho Entrevistas 9ª Edição

Veja a entrevista com o Vereador Joelso Pontes que vai falar da sua experiência na política de Brasileia.

Do G 1 Acre