Polícia Científica apresenta balanço dos quatro primeiros meses de 2018

Instituto de Identificação tem trabalhado em parceria com a OCA para dar mais agilidade nas emissões de RGs. Trabalho da perícia consiste na elaboração de documentos científicos úteis para a investigação policial.

O Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC) da Polícia Civil divulgou na manhã desta segunda-feira, 7,  balanço de todo o trabalho realizado pelos institutos que compõem o setor pericial de 1º janeiro a 30 de abril de 2018. Ao todo, foram contabilizados nesse período 34.226 procedimentos, contra 20.769 no mesmo período em 2017, representando 171,9% de acréscimo nos atendimentos dos quatro institutos.

O Instituto Médico Legal (IML), por exemplo, realizou 2.715 atendimentos, entre exames de corpo de delito, de conjunção carnal, cadavérico, psiquiatria forense e seguro DPVAT. Já o Instituto de Análise Forense (IAF) realizou 794 testes de química, toxicologia e biologia forenses, além de exames pré-DNA.

Operando desde ano 2017, o Núcleo de Genética Forense (DNA) já identificou 12 pessoas em casos complexos e ajudou a subsidiar com provas científicas os processos judiciais. Um dos casos foi de um corpo achado dentro de uma mala no Igarapé Judia, em Rio Branco. A identificação da vítima só foi possível graças ao DNA Forense disponível na Polícia Científica do Estado.

“Essas ações, como fruto da necessidade de se ter a verdade real com resoluções, materialidade e autoria de crimes, conjugadas com inteligência investigativa, demonstram a efetividade, o compromisso e o respeito que a Segurança Pública, por meio da Polícia Técnico-Científica, tem com a sociedade acreana. Isso respalda os inquéritos policiais, para as ofertas de denúncias por parte do Ministério Público e a instrução processual com provas científicas contundentes e robustas”, destacou o diretor-geral do DPTC, Halley Márcio Villas Boas.

Já o Instituto de Criminalística (IC) atendeu 815 solicitações de perícias de trânsito, crimes contra o patrimônio, incêndios, análise balística, documentoscopia – verificação da autenticidade de documentos –, identificação veicular, merceologia – avaliação do valor de bens –, informática forense e crimes ambientais.

Cidadania

Com maior número de atendimentos ofertados à população, o Instituto de Identificação contabilizou quase 30 mil procedimentos que vão desde a emissão de cédulas de identidade ao reconhecimento de cadáver por meio da papiloscopia – método de análise de digitais.

“A Polícia Científica desenvolve um trabalho de excelência na utilização de recursos tecnológicos que possibilitam uma investigação qualificada, transparente e compromissada com a materialidade das provas, contribuindo com a veracidade dos fatos e subsidiando a Justiça com provas indeléveis que possibilitam a elucidação de crimes”, destacou o secretário de Estado de Polícia Civil, Carlos Flavio Portela.

Telejornal 3 de Julho 8ª Edição

Urgente Veja o Vídeo: Sem foro privilegiado, Jorge Viana entra no olho do furacão da Lava Jato, Prefeita Fernanda Hassem participa de reunião na AMAC, MP abre inquérito para apurar irregularidades na Câmara de Brasileia, PRF prende peruana com cocaína próximo de Xapuri, Em Epitaciolândia meliante é preso com meio quilo de entorpecente, Curta nossa página e se inscreva no nosso canal do YouTube.

Saúde realiza 1ª reunião de reestruturação de Vigilância em Saúde

Espaço exclusivo do CIEVS foi inaugurado no mês passado. O secretário adjunto de Atenção à Saúde, Ráicri Barros, esteve presente na reunião.

Por Maxmone Dias 

Gestores, servidores da saúde e técnicos, participaram, da 1ª reunião do Comitê de Monitoramento de Eventos (CME), coordenado pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Secretária de Saúde do Estado (Sesacre).

O CME, criado pela Sesacre,  tem a função de monitorar eventos de relevância para saúde pública e tem o objetivo de manter a regularidade das discussões técnicas e das tomadas de decisão frente às emergências em saúde pública, em consonância com a implementação e o fortalecimento das capacidades básicas do Regulamento Sanitário Internacional.

O secretário adjunto de Atenção à Saúde, Ráicri Barros, esteve presente na reunião e afirma ser um momento de discussão de ações estratégicas. “Essa é uma iniciativa da Sesacre que converge com ações como a reestruturação do CIEVS. Hoje, tratamos de demandas corriqueiras, como o caso da malária no nosso estado, e a secretaria busca analisar as situações para identificarmos onde e como iremos agir”.

Já o diretor de Vigilância em Saúde da Sesacre, Moisés Viana, ressalta que as reuniões com a equipe do CIEVS e gestores de saúde do estado, serão realizadas semanalmente, toda terça-feira. “Hoje tivemos a primeira reunião, o comitê irá se reunir toda terça-feira e isto já está definido na portaria. Nesse momento, discutimos e atualizamos algumas informações que aconteceram durante a semana, demos atenção a áreas prioritárias como vigilância a saúde e atenção a saúde, focando para quais decisões devemos tomar e executar”.

Telejornal 3 de Julho 8ª Edição

Urgente Veja o Vídeo: Sem foro privilegiado, Jorge Viana entra no olho do furacão da Lava Jato, Prefeita Fernanda Hassem participa de reunião na AMAC, MP abre inquérito para apurar irregularidades na Câmara de Brasileia, PRF prende peruana com cocaína próximo de Xapuri, Em Epitaciolândia meliante é preso com meio quilo de entorpecente, Curta nossa página e se inscreva no nosso canal do YouTube

Governo fortalece Saúde com equipamentos e ambulâncias

Governador entregou equipamentos e ambulâncias; investimento chega a R$ 3,3 milhões.

Por  Arison Jardim

Com a entrega de quatro novas ambulâncias, caminhão de transporte de medicamentos e equipamentos hospitalares, o governador Tião Viana fortalece o setor de saúde em todo o estado e o Sistema Único de Saúde (SUS). O investimento é de R$ 3,3 milhões e vai atender municípios como Sena Madureira, Cruzeiro do Sul, Tarauacá, Santa Rosa do Purus, Rodrigues Alves, Senador Guiomard e a capital Rio Branco.

A solenidade foi realizada nesta manhã, 30, em frente ao quartel da Polícia Militar, em Rio Branco. O governador expressou o tamanho do impulso que o estado dá para o setor em toda sua gestão e a importância da equipe da Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) nisso.

“Isso faz parte de um esforço continuado do governo com a área de saúde em todo o estado. Hoje, entregamos ambulâncias para o socorro às vidas em Rio Branco e outros municípios, além de caminhão de transporte e equipamentos. É todo um aparato de fortalecimento do SUS, fruto da luta de uma equipe que gera um esforço de mais de R$ 600 milhões por ano em investimentos”, afirmou Tião Viana.

Os números comprovam a magnitude do trabalho realizado para dar ao SUS as condições necessárias de atendimento com qualidade ao público. Conforme determina a Constituição Federal, os gastos com a saúde pública devem ser de 12% da Receita Corrente Bruta do Estado, porém, o governo aplica uma média de 15,8%.

O secretário de Saúde, Rui Arruda, falou sobre como é importante a garantia de investimentos em uma situação de crise financeira em todo o país. “Diante de todas as dificuldades, seguimos apresentando investimentos, buscando exatamente ir contra a maré da negatividade dessa crise. Estamos indo para cima, e é só o começo de nossas entregas deste ano, que vão ajudar ainda mais a população do Acre”, afirmou.

Detalhamento da ação

Em parceria com o Ministério da Saúde e o governo do estado de São Paulo, o Serviço Móvel de Urgência (Samu) recebe quatro novas ambulâncias. O investimento supera os R$ 850 mil. Já por meio de recursos do Programa de Saneamento Ambiental e Inclusão Socioeconômica do Acre (Proser), diversas unidades de saúde do Acre vão receber mobiliários e equipamentos médico-hospitalar que somam R$ 1,2 milhão.

São 47 berços pediátricos, macas, 260 poltronas para acompanhantes, camas e armários hospitalares e outros equipamentos. Unidades como o Hospital Raimundo Chaar, em Brasileia; Maternidade Bárbara Heliodora e Hospital de Urgência e Emergência (Huerb), em Rio Branco; Hospital da Mulher e da Criança, no Juruá; e unidades de saúde de Feijó, Sena Madureira, Senador Guiomard e Tarauacá são algumas das beneficiadas.

“Esse é um ganho muito grande, considerando que a cada ano estamos renovando a frota de nossas ambulâncias. Já foram entregues mais de 30 neste governo”, afirmou a diretora do Samu, Lúcia Carlos Paiva.

Telejornal 3 de Julho 7ª Edição

Show do Forró Boys, em Epitaciolândia termina em porrada

Dr. Edson Braga oficializa sua filiação ao PMN

MP realiza campanha de arrecadação de livros

Acidente deixa vítima gravemente ferida em Epitaciolândia

Policia de Pau dos Ferros prende empresário que vitimou família de Brasileia

Vereadora Ivelina de Assis Brasil denuncia mais uma obra abandonada em Assis Brasil.

Campanha de vacinação contra a gripe começa dia 18 de abril

Saúde diz que campanha contra o influenza foi antecipada, pois o vírus já circula na região. Público-alvo inclui crianças de 6 meses a 5 anos, idosos e gestantes.

A Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe começa no dia 23 de abril, mas em Rio Branco, a data foi antecipada para a quarta-feira (18) e a meta é vacinar 90% do público-alvo, formado por cerca de 83 mil pessoas, o que representa quase 78 mil.

Conforme a Saúde, a data da campanha foi antecipada na capital acreana porque o vírus H1N1 já está circulando na região. A vacinação vai até o final de maio.

A diretora do Departamento de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Socorro Martins, confirmou que o vírus H1N1 está circulando em Rio Branco e fez um alerta para as pessoas que fazem parte do grupo prioritário não deixarem para se vacinar no último dia.

“Acredito que esse ano vamos atingir com mais facilidade, já que a vacina contempla o vírus que está circulando aqui. A população não pode deixar para o final da campanha. Tem que vacinar logo para evitar de pegar essa gripe muito forte que está dando muitas complicações. Então, principalmente esse grupo, tem que procurar o quanto antes a vacina nas unidades”, disse Socorro.

O grupo prioritário para ser imunizado é formado por pessoas com 60 anos ou mais, além de crianças de seis meses a menores de cinco anos e gestantes e puérperas (até 45 anos dias após o parto).

Tem ainda os trabalhadores da saúde, os professores, os povos indígenas e portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas.

Os adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas também fazem parte do público-alvo e população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Mortes por SRAG

Dados divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) apontam que o Acre teve seis mortes provocadas por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) de 1º de janeiro a 1º de abril de 2018. De acordo com o boletim epidemiológico, o estado registra 34 ocorrências da doença este ano.

Foram coletadas 154 amostras nas quatro unidades sentinelas do estado, que são a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do 2º Distrito, Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), Hospital das Clínicas na capital e o Hospital Dr. Raimundo Chaar, em Brasiléia, no interior.

Do total de amostras, 68 foram analisadas e 50% deram positivo para a presença de vírus respiratórios circulantes. Dos casos positivos, 13 foram pelo vírus de Influenza B, nove Metapneumovírus e outros nove pelo VRS.

Urgente veja o Vídeo abaixo do Telejornal 3 de Julho Noticias.

Assista a 3ª edição do Telejornal 3 de Julho Noticias e nos acompanhe pela página do facebook e se inscreva no canal YouTube.

Do G1 Acre

Prefeitura de Brasileia inicia campanha de vacinação contra influenza

A equipe da Secretaria de Saúde esteve no quilômetros 59 e  no ramal da Santa Helena iniciando a 20ª Campanha de Vacinação.

Após participar da capacitação sobre a importância da imunização contra a Influenza (Gripe), os Agentes Comunitários de Saúde (ACS), da Prefeitura de Brasileia, estiveram na área rural do município levando a vacina até a população.

A equipe da Secretaria de Saúde de Brasileia esteve nos quilômetros 59 na micro área da agente de saúde Neide e  no ramal da Santa Helena, Km 60, iniciando a 20ª Campanha de Vacinação contra a Influenza (gripe), no total foram vacinadas 123 pessoas, dando início a cobertura estabilizada pelo Ministério da Saúde (MS).

A enfermeira e Coordenadora Educacional de Saúde, Vania Carolina, falou a respeito do calendário de vacinas. “As vacinas irão iniciar nas unidades de saúde a partir de terça-feira, 17, e no dia 12 de maio será realizado o dia D em todo o país, nossas unidades municipais irão está abertas para atender toda a população.

Desde já agradecemos a todos que estão empenhados nessa atividade em especial a população da área rural que está nos recepcionando para levarmos as vacinas e durante todos os finais de semana dos meses de abril e maio estaremos com 3 equipes atendendo em três locais diferentes”, informou Vania.

A vacina estará disponível nos postos de saúde a partir de terça-feira 17 e segue até 1º de junho, sendo o dia D, de mobilização nacional, no dia 12 de maio.

O público alvo da vacinação são as crianças de 6 meses a menores de 5 anos; Grávidas; Puérpera até 45 dias pós parto; Idosos; Profissionais da saúde.

Urgente veja o Vídeo abaixo do Telejornal 3 de Julho Noticias.

Assista a 3ª edição do Telejornal 3 de Julho Noticias e nos acompanhe pela página do facebook e se inscreva no canal YouTube.

APHAA promove ação de combate às hepatites em Epitaciolândia

A Associação dos Portadores de Hepatites do Alto Acre e vigilância epidemiológica promoveu ação de combate às hepatites em Epitaciolândia.

A Associação dos Portadores de Hepatites do Alto Acre – APHAA em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Epitaciolândia promoveram, na última sexta feira 13 de abril, no prédio da Receita Federal em Epitaciolândia, uma ação de conscientização e prevenção das hepatites virais com testes rápidos e vacinas, foram desenvolvidos também testes rápidos para a detecção de HIV e Sífilis.

Segundo a Presidente da APHAA, a Senhora Neiva Badotti, só no município de Epitaciolândia já foram notificados cerca de 170 casos de hepatites, esse número chega a triplicar quando somados com os casos notificados no município vizinho de Brasiléia.

A Presidente da APHAA também nos informou que 1,4 milhões de pessoas morrem por ano, por conta da doença em todo mundo. No Brasil, as mais comuns são as causadas pelos vírus A, B e C. Milhões de pessoas são portadoras dos vírus B ou C e não sabem. Elas correm o risco das doenças evoluírem e causarem danos mais graves ao fígado como cirrose e câncer.

A Associação dos Portadores de Hepatites do Alto Acre – APHAA agradece os parceiros que de forma direta ou indiretamente contribuíram para o sucesso desta ação: Secretaria Municipal de Saúde e Vigilância Epidemiológica do município de Epitaciolândia, ANVISA e Receita Federal.

Em breve a APHAA estará promovendo uma nova ação, agora no município de Brasiléia, e espera que a população compareça para esse ato preventivo que visa à conscientização e o combate das Hepatites, Sífilis e HIV.

Urgente veja o Vídeo abaixo do Telejornal 3 de Julho Noticias.

Assista a 3ª edição do Telejornal 3 de Julho Noticias e nos acompanhe pela página do facebook e se inscreva no canal YouTube.

Médico que ofendeu técnica é condenado a pagar indenização por danos morais

Sentença considerou que houve dano moral e foi fixado indenização de R$ 5 mil.

O 3º Juizado Especial Cível da Comarca de Rio Branco condenou um médico a pagar R$5 mil de indenização por danos morais, por ter ofendido uma técnica de enfermagem no ambiente de trabalho.

Conforme os autos, o médico, que é cadeirante, e a técnica em enfermagem, iniciaram uma discussão levando o médico a ofender a profissional.

Na sentença, publicada no Diário da Justiça Eletrônico, o juiz de Direito Giordane Dourado, titular da unidade judiciária, ressaltou a conduta ilícita do demandado e ainda determinou que sobre o valor da condenação deve incidir juros moratórios de 1% a.m, a partir da dada do evento danoso (17 de novembro de 2015).

“(…) a ofensa assacada contra a demandante, além do teor pejorativo em si, implica severa vulneração da dignidade da reclamante enquanto representante do gênero feminino, sobretudo quando a conduta ilícita é praticada no ambiente de trabalho por pessoa que ostenta posição superior de hierarquia”, asseverou o magistrado.

Sentença

O juiz de Direito considerou que houve dano moral, pois o médico ofendeu a técnica de enfermagem empregando termo pejorativo. Assim, fixou valor indenizatório observando o caráter pedagógico e reparador.

“Indubitável, a sanção indenizatória almejada in casu, na medida em que o termo utilizado pelo reclamado ao se referir à reclamante (‘vagabunda’) ostenta carga semântica pejorativa e ofensiva à moral da pessoa humana”, afirmou o magistrado.

Veja o Vídeo Urgente:

O Suplente, Francisco Valadares, insulta o vereador Eduardo Meneses de Queiroz por descordar de projeto de nº 001 de autoria do Poder Executivo.

A confusão aconteceu durante a ordem do dia da oitava sessão realizada na manhã desta terça-feira na sede da Câmara Municipal do Município de Brasileia, segundo informações, o suplente de vereador, Francisco Valadares, saiu de seu acento para insultar o vereador Eduardo Queiroz por não concordar com o projeto.

Acre chega a receber até 5 mil doses de vacina contra a febre amarela por mês

Meta de vacinação do estado por mês é de 1,3 mil crianças menores de idade. O Estado recebe entre 3 mil e 5 mil doses por mês, mas Saúde não tem dados atualizados dos imunizados.

Acre chega a receber até 5 mil doses de vacina contra a febre amarela por mês. A equipe de Imunização da Saúde do Acre informou, nesta segunda-feira (2), que a meta mensal de vacinação no estado é de 1,3 mil crianças menores de idade.

Porém, a equipe ainda não dispõe dos dados atualizados de vacinados nos meses de fevereiro e março deste ano.

A enfermeira da equipe de Imunização do estado, Núbia Campos, explicou que o sistema que contabiliza os dados passa por mudanças no momento. Ela disse que vai saber quantas pessoas foram vacinadas em fevereiro e março logo que o sistema regularizar.

A doença voltou a assustar a população após o registro de mortes no estado de São Paulo e Minas Gerais.

O Acre teve um caso da doença notificado. Esse mesmo caso foi descartado pela Saúde. Segundo dados do Ministério da Saúde, o estado não tem casos da doença em investigação.

Ainda segundo o Ministério da Saúde, o Brasil teve mais de 300 óbitos pela doença entre julho de 2017 a 27 de março deste ano. O estado com maior número de mortes foi Minas Gerais, com 147.

Quem pode tomar a vacina?

Crianças a partir de nove meses e adultos até 59 anos.

Quem pode tomar com restrições?

Pessoas acima de 60 anos e gestantes só devem receber o imunizante se não apresentarem nenhuma contraindicação e estiverem muito próximos a locais com casos relatados.

Indivíduos com HIV/Aids também podem desde que não apresentem imunodeficiência grave. Para isso, deve ser feito exame para contagem de CD4 (células de defesa), informa a Fiocruz.

Mulheres que estão amamentando devem suspender o aleitamento materno por 10 dias após a vacinação.

Veja o Vídeo Urgente:

O Suplente, Francisco Valadares, insulta o vereador Eduardo Meneses de Queiroz por descordar de projeto de nº 001 de autoria do Poder Executivo.

A confusão aconteceu durante a ordem do dia da oitava sessão realizada na manhã desta terça-feira na sede da Câmara Municipal do Município de Brasileia, segundo informações, o suplente de vereador, Francisco Valadares, saiu de seu acento para insultar o vereador Eduardo Queiroz por não concordar com o projeto.

Do G1 Acre

Sesacre: Saúde do Acre elabora plano anual de vacinação

A campanha visa manter a cobertura vacinal contra doenças como poliomielite, rubéola e sarampo garantindo a manutenção da vacinação e também para os que não receberam a dose da vacina.

A partir de maio começam em todo o país as campanhas de vacinação, mas o governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), já executa o plano de ação que deve alcançar todos os municípios.

O departamento de Vigilância Epidemiológica da Sesacre discutiu ações de planejamento de imunização a serem realizadas este ano e também promoveu uma capacitação com os gestores, técnicos e profissionais da saúde.

“Essa capacitação nos trouxe um conhecimento técnico e também rico em experiência, para chegarmos nos municípios e fazermos um bom trabalho. O nosso foco é a prevenção, e por isso queremos alcançar a meta de imunização que foi pactuada a nível nacional e principalmente estadual”, enfatiza Genivaldo Souza, servidor do Plano Nacional de Imunizações em Mâncio Lima.

A gerente do Plano Nacional de Imunizações no Acre, Dora Holanda, destaca que a elaboração do plano de ação envolve todos os municípios do Acre. “Hoje estamos realizando a reunião preparatória para as campanhas nacionais contra a influenza. É a primeira campanha do ano e a segunda campanha contra a sarampo e poliomielite, queremos discutir e elaborar estratégias diferenciadas para executar esse ano com os 22 municípios”, disse.

As ações visam mobilizar os pais ou responsáveis a levarem os filhos para atualizar a caderneta de vacinação, ajudando a população se prevenir de doenças ou agravação de casos de saúde que podem ser evitadas com a vacinação em dia.

Agentes de Saúde de Brasiléia participam de capacitação

Agentes Comunitários de Saúde de Brasiléia participam de capacitação para a Campanha de Vacinação que inicia em abril.

A Secretaria Municipal de Saúde de Brasiléia através da coordenação municipal do Programa Nacional de Imunização, realizaram, uma capacitação com os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) sobre a importância da imunização contra a Influenza.

O objetivo da capacitação é formar a todos os agentes de saúde das áreas urbanas e rurais em agente multiplicadores, para que eles possam falar para a população sobre a importância da vacinação Influenza (gripe). E com isso, convencer as pessoas a procurarem suas unidades de saúde de referência para tomar a vacina.

A Coordenadora do Programa Nacional de Imunização de Brasileia, enfermeira Felícia Domingues, falou a respeito da importância da capacitação. “Esse encontro que está sendo realizado é para orientar e capacitar os profissionais da área da saúde para que possam realizar um chamamento na população a tomar suas vacinas. No começo de abril vamos está dando início a nossa campanha de vacinação no município e é importante que os moradores de Brasiléia compareçam”, informou Felícia.

Esse evento é um preparatório para a campanha de vacinação que terá início no dia 16 de abril e encerra dia 25 de maio em todas as unidades de saúde de Brasileia, área rural e urbana, que vai atender a todas as faixas etárias de idade.  As vacinas serão aplicadas conforme publicado pelo Ministério da Saúde (MS), iniciando com as crianças de 6 meses a menores de 5 anos; Grávidas; Puérpera até 45 dias pós parto; Idosos; Profissionais da saúde. 

O evento foi realizado no Centro de Educação Permanente (Cedup), com um público alvo de 63 agentes de saúde.