Governo inicia cursos técnicos na área da saúde

A unidade descentralizada do Instituto Dom Moacyr (IDM)

responsabilidade do técnico levar ao usuário a promoção, prevenção e a proteção à saúde.

responsabilidade do técnico levar ao usuário a promoção, prevenção e a proteção à saúde.

Escrito por Tamara Smoly (Assessoria IDM)

Nesta semana o governo do Estado iniciou novas turmas de formação em saúde nas áreas técnicas de Enfermagem, Imobilizações Ortopédicas, Análises Clínicas e Órteses e Próteses para 150 jovens e adultos do município de Rio Branco. A forma de ingresso se deu pela avaliação realizada pelo Ministério da Educação por meio do último Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).

A unidade descentralizada do Instituto Dom Moacyr (IDM) Escola Técnica em Saúde Maria Moreira da Rocha realiza os cursos em parceria com o Ministério da Saúde (MS), Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) e Secretaria Estadual de Educação e Esportes (SEE). A Escola de Saúde está sob a coordenação da professora Anna Lúcia Abreu.

Pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) o governo do Estado pretende alcançar até o final de 2013, 19 mil cursistas, atualmente contamos 15 mil inscritos em todo o Estado do Acre.

Eulinda Novaes, aluna do curso técnico em Enfermagem mencionou: “Pretendo ajudar as pessoas que necessitam de cuidados, recentemente estive na África, vi a miséria, o sofrimento, e como necessitam de ajuda. Já desenvolvo atividades de entretenimento na área social, com a formação em saúde poderei contribuir muito mais.”

Héwerton Araújo, aluno do curso técnico de Órteses e Próteses disse que procurou essa formação por conta do mercado de trabalho: “sei que é uma área que está em expansão, e em breve vai me proporcionar empregabilidade. É muito importante a iniciativa do governo ofertar cursos técnicos para todos.”

“É de responsabilidade do técnico levar ao usuário a promoção, prevenção e a proteção à saúde. A atenção básica, os primeiros cuidados chegam primeiramente aos técnicos. Trabalhamos em consonância com os princípios do Sistema Único de Saúde (SUS), que abrangem a universalidade, equidade e integralidade da atenção à saúde,” afirmou Marco Brandão, diretor-presidente do IDM. 

O governador Tião Viana designou que onde houver um cidadão acreano o atendimento em saúde deve alcança-lo, possibilitando assim a melhoria da qualidade de vida de todos. Para tanto é que se tem destinado grande investimento na qualificação de novos profissionais.

Acre registra 239 novos casos de tuberculose

No ano passado, foram descobertos 389 casos de tuberculose este ano acre registra 239

No ano passado, foram descobertos 389

No ano passado, foram descobertos 389

Segundo um levantamento do Programa Estadual de Controle da Tuberculose, dos 434 casos previstos para este ano no Acre, apenas 239 foram diagnosticados até o momento. O percentual é de 55% abaixo do esperado.

Só no sistema prisional, são 14 novos registros e dois reincidentes. Os dados foram divulgados pelo governo do Estado, por meio da Secretaria de Saúde (Sesacre), nesta terça-feira, 15.

No ano passado, foram descobertos 389 casos de tuberculose, dos quais 346 novos e 43 reincidentes por abandono do tratamento. No sistema prisional, detectaram-se 35 incidências.

De acordo com a coordenadora estadual do Programa de Controle da Tuberculose, Elcenira Farias, o percentual de cura para a doença no Acre está acima do que é preconizado pelo Ministério da Saúde (MS). “Os casos descobertos de tuberculose estão sendo acompanhados. A taxa de cura no Estado é de 89%”, esclareceu.

Da redação ac24horas

Programa Mais Médicos atendeu mais de 55 mil pessoas

Programa Mais Médicos atendeu mais de 55 mil pessoas no Acre, diz Ministério da Saúde

estado. No Acre, são 7 médicos brasileiros e 9 estrangeiros.

estado. No Acre, são 7 médicos brasileiros e 9 estrangeiros.

O ministério da Saúde (MS) por meio de uma publicação informou que mais de 55 mil pessoas no Acre foram beneficiadas com atendimentos de profissionais do “Programa Mais Médicos”. Segundo o informativo, são 16 profissionais atuando nas unidades de saúde do estado. No Acre, são 7 médicos brasileiros e 9 estrangeiros.

O impacto da atuação dos profissionais é calculado com base no número de famílias cadastradas para o atendimento nas unidades básicas de saúde. Atualmente, cada equipe de atenção básica do Sistema Único de Saúde (SUS) cobre, em média, 3.450 pessoas.

No Brasil todo, são 1.020 profissionais distribuídos em unidades de saúde do interior e nas periferias de grandes cidades, beneficiando mais de 3,5 milhões de brasileiros. A maioria (61%) dessas pessoas vive no Norte e Nordeste.

O Nordeste concentra o maior número de pessoas beneficiadas pelo Mais Médicos, que atinge mais de 1,4 milhão de pessoas na região. Do total de médicos em atividade, 40% estão alocados nos estados nordestinos, com destaque para Bahia e Ceará que, juntos, reúnem 205 profissionais com capacidade para cobrir mais de 707 mil pessoas.

No Norte, onde 20% dos profissionais estão atuando, o programa atinge cerca de 740 mil pessoas. No Sudeste, a iniciativa já chega a mais de 585 mil pessoas e, no Sul, mais de 480 mil, enquanto no Centro-Oeste a população beneficiada é de quase 245 mil.

Da redação ac24horas

Super bactéria mata criança do Acre em UTI

Segundo Sesau, 3 crianças foram contaminadas.

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) confirmou a morte

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) confirmou a morte

 Fonte: G1/Marindia Moura

Bactérias super-resistentes provocaram a morte de duas crianças na Unidade da Terapia Intensiva (UTI) pediátrica do Hospital de Base Ary Pinheiro, em Porto Velho, durante o mês de setembro. A unidade foi interditada para medidas sanitárias preventivas e transferida para o Hospital Infantil Cosme e Damião. De acordo com o secretário de estado da Saúde, Williames Pimentel, não há motivos para pânico nem preocupação.

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) confirmou a morte de 12 crianças dentro da UTI pediátrica no último mês, com idades entre um e 14 anos, entretanto, de acordo com órgão, a maioria das mortes se deu por complicações no próprio quadro de saúde. Três crianças teriam sido contaminadas por bactérias super-resistentes, levando duas delas ao óbito.

Mais três crianças com idade entre 1 e 4 anos de vida também foram contaminadas com super bactéria, com quadro grave de lúpus e desnutrição, dois foram encaminhadas de clínicas particulares e outra do Acre.

Duas bactérias foram identificadas dentro da unidade e ambas apresentam um grau de resistência significativo. “Essas bactérias causam infecção, principalmente em paciente de UTI, isso é uma realidade no mundo inteiro”, afirma a microbiologista Tatiana Silva de Carvalho. Segundo ela, qualquer paciente em tratamento intensivo, principalmente com respiração mecânica, está sujeito a contaminação, independente da idade ou do sexo.

De acordo com informações do corpo clínico do hospital, das três crianças contaminadas, duas foram transferidas de unidades particulares da capital e uma do Estado do Acre. Elas têm entre um e quaro anos de vida apresentavam quadros gravíssimos, como lupos e desnutrição.

microbiologista Tatiana Silva de Carvalho

microbiologista Tatiana Silva de Carvalho

Mais Médicos: Ministro garante contratação de 358 médicos formados na Bolívia e no Peru

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, garantiu ontem ao governador Sebastião Viana e a parlamentares da bancada federal e estadual do Acre que até o dia cinco de novembro vai dar oportunidade aos médicos acreanos formados nos países fronteiriços da Bolívia e do Peru participarem do programa Mais Médicos.

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, garantiu ontem ao governador Sebastião Viana e a parlamentares da bancada federal e estadual do Acre que até o dia cinco de novembro vai dar oportunidade aos médicos acreanos formados nos países fronteiriços da Bolívia e do Peru participarem do programa Mais Médicos.

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, garantiu ontem ao governador Sebastião Viana e a parlamentares da bancada federal e estadual do Acre 

Segundo o governador, com essa decisão, que deve ser tomada em portaria a ser assinada pelo Ministério após a aprovação da medida provisória do Mais Médico, o Acre poderá contar com mais 358 médicos formados e com registro nos dois países vizinhos, além dos 60 que já foram credenciados e os que já se encontravam trabalhando no estado.

Para a secretária de Saúde, Suely Melo, a oferta de mais médicos garantida pelo ministro Padilha eleva de 1,3 para 1,5 o percentual de médicos por mil habitantes do Acre. O que será muito positivo, pois ampliará o acesso da população às unidades de saúde e fortalecerá os serviços oferecidos na atenção básica do estado, trazendo um grande alento para toda a sociedade acreana. 

“O ministro da Saúde assumiu o compromisso de garantir a 358 médicos do Acre formados na Bolívia e no Peru o direito de exercer a medicina e de salvar vidas. Os médicos pediram esse apoio e nós estamos dando”, afirmou Sebastião. 

Acompanhado do senador Aníbal Diniz (PT-AC), da deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB-AC) e dos deputados estaduais Eduardo Farias (PCdoB) e Jamil Asfury (PEN), o governador destacou que o Acre tratará os médicos formados nos países vizinhos “de maneira muito fraterna e muito solidária” para que eles desenvolvam seu trabalho junto à população do estado “com absoluta segurança e sensibilidade”. 

Suely Melo destacou que uma atenção básica na saúde mais fortalecida implica numa população mais saudável e num menor impacto econômico na média e alta complexidade, que implicam numa saúde mais cara. “Por exemplo, com um médico na atenção básica capaz de controlar a diabetes de um paciente, reduziremos o risco desse paciente entrar com AVC numa UTI, onde a diária custa três mil reais”, diz. 

Com informações da Agência de Noticias do Acre

Cogumelo Usado Na Sibéria Poderia Tratar Com Êxito a AIDS

Cientistas russos estão afirmando que um cogumelo cultivado na Sibéria pode tratar a AIDS

Cogumelo

Cogumelo

De acordo com relatos publicados no britânico DailyMail, os pesquisadores do Instituto Vetor, na cidade de Novorsibirsk, Rússia, o cogumelo cultivado em bétula mostra potencial para ajudar a combater a AIDS, a varíola e a gripe.

Embora os cientistas tenham identificado 3 cogumelos com enorme potecial, apenas o cogumelo Chaga (Inonotus oblíquos) é cotado como o mais promissor na medicina dos medicamentos anti-retrovirais.

  Em nota, o instituto declarou que este cogumelo demonstrou ter baixa toxicidade e um forte efeito antiviral.

Estes cogumelos têm sido utilizados por antigos siberianos curandeiros há séculos. Eles contêm o chamado ácido betulínico, uma substância que demonstrou ser um potente agente contra vírus, especialmente o HIV.

O Instituto Vetor, na Rússia, possui uma vertente de pesquisa muito particular e pouco ortodoxa, pesquisando doenças raríssimas e que foram aparentemente extintas, como a varíola. Ele foi usado como um centro para produção de armas biológicas durante a era soviética e é um dos dois únicos depósitos oficias da varíola no mundo  Alguns pesquisadores depositam nesta substância a possibilidade de curar o câncer, como indica um livro publicado em 1967 por Alexander Solzhenitsyn. O livro foi lançado sem nenhum embasamento científico.

Filho de idosa se acorrenta na Aleac em busca de atendimento médico

O rapaz afirmou à imprensa que se manterá acorrentado até que o atendimento médico de Maria das Graças seja providenciado.

Jair afirma que mesmo após reunião na Aleac nada foi feito/Foto: Agência ContilNet

Jair afirma que mesmo após reunião na Aleac nada foi feito/Foto: Agência ContilNet

Gina Menezes, da Agência ContilNet

Mesmo após reunião com os dirigentes da Saúde pública do Acre e orientação do Ministério Público Estadual para que fosse dada celeridade ao atendimento médico a Maria das Graças Alencar de Araújo, o atendimento não foi realizado e a paciente continua lutando para conseguir atenção médica para o seu caso.

Está é a afirmação do filho da paciente, Jair Alencar, que resolveu se acorrentar nas galerias da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) em protesto ao que ele chama de descaso para com o caso clínico da mãe dele.

O rapaz afirmou à imprensa que se manterá acorrentado até que o atendimento médico de Maria das Graças seja providenciado.

Jair afirma que mesmo após reunião realizada durante a semana passada entre a Comissão de Saúde da Aleac e representantes do Ministério Público e da Saúde, nada foi feito para que a paciente fosse atendida.

“Só prometeram, mas nada foi feito. O caso da minha mãe é grave e estamos sofrendo com isto”, declarou.

Jair afirma que há mais de dois meses a mãe dele, que usa uma bolsa de colostomia, espera a realização de um exame, mas não conseguiu vaga no sistema público para agendar o procedimento médico.

A paciente também aguarda procedimento para realizar uma viagem através do Tratamento Fora de Domicilio (TFD).

Médicos do Acre iniciam protestos por mais concursos

Mobilizações começam a partir do dia 14

“A população não será assistida plenamente com o Programa Mais Médicos

“A população não será assistida plenamente com o Programa Mais Médicos

Fonte: Assessoria do Sindmed-AC/ Foto: ContilNet

O presidente do Sindicato dos Médicos do Acre (Sindmed-AC), José Ribamar Costa, afirmou que novas mobilizações serão realizadas devido o não cumprimento dos acordos firmados na greve de julho. O final de setembro foi o prazo dado pelo próprio governo para lançamento do edital do concurso público.

“A população não será assistida plenamente com o Programa Mais Médicos, pois eles trabalharão apenas na atenção básica. Nossa preocupação está voltada também para os hospitais que atendem casos complexos, como cirurgias e internações”, protestou o sindicalista.

Ribamar Costa afirmou que especialistas de diversas áreas estão ameaçando abandonar o Acre por falta de um contrato de trabalho efetivo, “estatutário”, o que poderá agravar ainda mais o problema da saúde pública.

“O governo oferece apenas contratos de trabalho precário, como prestador de serviço ou provisório por um ano, o que não ajuda a fixar o profissional, com isso muitos deles estão procurando outros Estados.”, confirmou o presidente.

Com a posição tomada pela classe médica, entre os dias 14 e 19 serão organizados mobilizações no sentido de informar toda a população o momento atual da categoria.

Idosa aguarda decisão judicial para à auxílio-doença

 Idosa vítima de AVC aguarda decisão judicial para ter direito à auxílio-doença

Teresinha Teles do Nascimento

Teresinha Teles do Nascimento

Vítima de Acidente Vascular Cerebral (AVC), dona Teresinha Teles do Nascimento, 58, há três anos vive acamada. Ela não anda, não fala, tem dificuldades para comer e ouvir.

Sem recursos financeiros o esposo Francisco Noé da Silva, 62, buscou junto ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) um auxílio doença para a companheira. O benefício foi concedido, mas após três anos foi suspenso.

O esposo entrou na justiça com um novo pedido de auxílio doença. O processo tramita na 1ª Vara Cível da Comarca de Cruzeiro do Sul. A petição inicial é de 2011. Uma nova perícia médica foi realizada. O laudo já está em anexos nos autos. As partes devem, nos próximos dias, serem intimadas para tomar conhecimento do resultado. Após concluso o juiz dará a sentença ou marcará uma nova audiência para ouvir as partes.

Por ainda pagar o empréstimo feito para comprar a casa onde vivem no Conjunto Vale dos Buritis em Cruzeiro do Sul, os dois sobrevivem de apenas 240 reais  mensais. O valor é dividido para as despesas da casa e remédios. O casal conta ainda com a ajuda dos vizinhos que se sensibilizam com a situação. “A casa fica há quase 100 metros do asfalto. Quando ela tem crise, ele precisa levar ela nos braços até o SAMU, que só vem até o começo da ladeira. É complicado pra ele. Em dias de chuva a situação é ainda mais comovente”, desabafou a vizinha Rosilma Antônia dos Santos.

As informações e iamgem são do Juruá On Line, por Glória Maria.

Governo anuncia edital para médicos acrianos formados no exterior

Sesacre anuncia edital para formados na Bolívia e Peru no ‘Mais Médicos’. Edital está previsto para ser publicado até o início de dezembro.

‘Mais Médicos’

‘Mais Médicos’

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) anunciou a abertura de um edital que vai liberar os acreanos formados na Bolívia e Peru, que não moram no país de formação, a se cadastrar no Programa Mais Médicos para atuar no Acre. O edital está previsto para publicação entre o dia 5 de novembro ao início de dezembro.

De acordo com a secretária Estadual de Saúde, Suely Melo, chegou-se ao número de 358 médicos que moram no Acre, se formaram nos países fronteiriços e vão poder ser contemplados com o adendo à medida provisória que discorre sobre o programa.

“O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, entendeu que a medida provisória é omissa e que isso é possível, desde que a universidade em que esse médico brasileiro se formou faça parte do Mercosul e tenha uma validação no país de formação”, explica a secretária.

Suely explica ainda que para esse cadastro, uma mudança será feita no sistema. “Hoje, o edital vai contemplar os médicos brasileiros que não moram ou não pretendem morar lá, porque isso não vai causar impacto na saúde daqueles países”, disse.

FONTE-VOZ DO ACRE