Educativa confere ao reito do IFAC, o grau de doutor honoris

ORGANIZAÇÃO DAS AMÉRICAS PARA A EXCELÊNCIA EDUCATIVA CONFERE AO REITOR DO IFAC, O GRAU DE DOUTOR HONOREIS CAUSA

DOUTOR

No dia 07 de novembro de 2013 a Organização das Américas para a Excelência Educativa conferiu em Barranquilla na Colômbia, o grau de DOUTOR HONORIS CAUSA, ao Reitor do IFAC Breno Carrillo Silveira em reconhecimento ao seu trabalho realizado na área de educação, em especial no último ano como Reitor do IFAC, em lutou para levar educação para o todos os municípios do Acre, e na busca constante para projetar o Estado em várias partes do mundo. “É uma honra muito grande receber o grau e na oportunidade quero fazer alguns agradecimentos” Frisou

AGRADECIMENTOS

1º Ao meu Deus, Rei e Criador de todo o universo, que nunca me deixa só ou me abandona;

2º Aos meus pais, o “Novinho”, motorista do SEBRAE, e a Dona Maria, que fizeram de tudo, mesmo em uma vida humilde, para que eu tivesse acesso ao conhecimento… São meus heróis e fontes de inspiração…

3º Minha irmã Cristiane, chata… Mas sempre amorosa e preocupada comigo…

4º Meu filhote, Breno Gabriel, minha fonte inspiradora para continuar lutando por um mundo melhor…

5º Meus irmãos em Cristo… Sei que estou sempre em suas orações…

6º Meus amigos, companheiros e irmãos na GESTÃO DO IFAC!!! Todos os nomes eu citarei nas marcações…. Mas não poderia ter UM GRUPO DE GESTÃO MAIS RESPONSÁVEL, COMPETENTE, ESFORÇADO E HONESTO…. É uma honra trabalhar ao lado de todos vocês!

7º Aos amigos agentes públicos do Governo do Estado, Governador Tião Viana e seus secretários, em especial, prof. Rêgo, Reis e Daniel Zen, que são parceiros em todo momento….

8º Ao Deputado Federal Sibá…. Um dos maiores batalhadores na Câmara Federal pelo desenvolvimento do Acre e do Brasil através da Educação, Ciência e Tecnologia;

9º Aos amigos, companheiros nas graduações e no mestrado…. Amigos e colegas que fizeram parte da minha vida no CONJUNTO ESPERANÇA, no COLÉGIO DE APLICAÇÃO, na UFAC e por todos os caminhos que percorri…

10º Com um grau de importância sem medidas, aos ALUNOS E SERVIDORES DO IFAC que têm acreditado e lutado por esse sonho de democratizar o acesso ao mundo do conhecimento em nosso Estado.

Aos Acreanos!!! Sim, aos acreanos de nascimento e de coração, que realmente lutam por um Acre melhor! Seja como taxista, pedreiro, pescador, doméstica, funcionário público, empresário, político…. Aos acreanos, independente de raça, cor ou religião…. MUITO OBRIGADO!!! DEDICO PARA TODOS OS ACREANOS!!!! OBRIGADO MEU POVO… OBRIGADO MEU ACRE!!!!

Fonte -AC PURUS

Ministério Público Pede Ao TSE Cassação De 13 Deputados ‘Infiéis’

Vice-Procurador Eleitoral Questiona A Falta De Provas Que Autorizaram A Mudança De Partido 

Ministerio_Publico_Federal

Por Agência Estado

O Ministério Público Eleitoral entrou no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com 13 ações para cassar o mandato de deputados federais por terem trocado de partido sem justa causa. As ações, apresentadas desde terça-feira ao TSE pelo vice-procurador-geral Eleitoral, Eugênio Aragão, questionam o fato de os parlamentares não terem comprovado, na mudança de partido, razões previstas na legislação eleitoral que autorizariam a desfiliação de suas antigas legendas.

O partido mais atingido pelas ações foi o PSB, legenda para a qual migraram apoiadores da ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva, com três deputados federais: Stefano Aguiar (MG), Walter Feldman (SP), Alfredo Sirkis (RJ). Às vésperas do prazo limite para filiação, a ex-ministra decidiu migrar para o partido do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, pelo qual pode ser vice numa chapa presidencial.

O PR e o PTB tiveram cada um dois deputados alvos de ações: os republicanos Dr. Paulo César (RJ) e Luiz Nishimori (PR); e os trabalhistas Deley (RJ) e Wilson Filho (RN). Deputados de outros cinco partidos também foram processados: José Humberto (PSD-MG), Sílvio Costa (PSC-PE), Paulo Henrique Lustosa (PP-CE), Beto Mansur (PRB-SP), Cesar Halum (PRB-TO) e Francisco Araújo (PEN-RR), que é suplente e não exerce mandato na Câmara.

As ações foram distribuídas para os ministros do TSE Otávio Noronha, Gilmar Mendes, Henrique Neves, Dias Toffoli e Laurita Vaz. Duas delas, apresentadas nesta quinta-feira, 28, ao tribunal, nem sequer têm relator até o momento.

Eugênio Aragão disse que as ações fundamentam-se no caráter representativo do mandato, como expressão da vontade popular. “O eleitor confere a representação ao parlamentar vinculado a certo partido, que encarna o ideário que se pretende avançar na disputa pelo poder político. A infidelidade quebra essa relação de confiança e permite à sociedade que reivindique o mandato, através do Ministério Público”, afirmou ele, em nota divulgada nesta quinta no site da Procuradoria-Geral da República.

Pela manhã, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, havia afirmado a intenção do MP Eleitoral de mover as ações para cassar os mandatos dos deputados infiéis. Para Janot, incorre em infidelidade partidária alguém que deixe um partido já existente por outro também existente, fazendo uma “escala num partido novo”.

“Já tomamos a iniciativa judicial. Serão mais de uma dezena de ações para a cassação desses mandatos”, afirmou Janot, que deu entrevista após um encontro com procuradores regionais eleitorais para discutir a forma de atuação do Ministério Público nas eleições de 2014.

O procurador-geral da República usou uma figura de linguagem para sustentar sua intenção de cassar os “infiéis”. Segundo ele, se uma pessoa pega um voo de Fortaleza para Brasília, mas faz uma escala em Salvador, continua tendo como destino a capital do País. “O que eu fiz foi uma simples escala em Salvador”, comentou.

Para o chefe do Ministério Público Federal e Eleitoral, essa troca de partidos dessa forma é uma maneira de “superar um obstáculo da fidelidade partidária”.

Coletiva de Everaldo foi um fiasco. Aldemir Lopes volta a dar as cartas.

COLETIVA FRUSTRADA.

ALDEMIR LOPES PRESIDETE DO PMDB

ALDEMIR LOPES PRESIDENTE DO (PMDB) DO ALTO ACRE

ALEMÃO MONTEIRO

Esperada com muita expectativa pela imprensa local, a entrevista coletiva anunciada pelo Prefeito Everaldo, para o dia de hoje na Sede da Prefeitura, que compareceu e imaginava que ia receber do Prefeito a informação que a partir de agora iria realmente dar o ar da graça e resolver alguns problemas cruciais da nossa cidade.

Que tanto aflige a nossa população, como: a limpeza pública, coleta de lixo, colocação de lixeiras na cidade, iluminação pública, melhoramento de nossas ruas que estão bastante esburacadas e causando sérios transtornos à nossa população, falta de remédios nos Postos de Saúde, serviços de preservação e abertura de ramais.

Muitos Projetos que estavam em andamento, como: A Duplicação da Marinho Monte e outros, mas a história foi totalmente diferente, o que se viu nessa Coletiva foi um Prefeito que não comanda a sua equipe. Porém, para uma coisa serviu a Coletiva, o Ex-Prefeito Aldemir Lopes, voltar a cena, pois o mesmo sem ocupar nenhum cargo comissionado na Prefeitura, é quem agora dar as cartas, até o Vice-Prefeito ficou na sombra.

Aldemir sugeriu até o fechamento da Av. Dr. Manoel Marinho Monte, tentando eximir a Prefeitura de Brasileia da sua responsabilidade com a Obra da duplicação da Avenida, mesmo sabendo que existem recursos liberados para a execução da 1ª Fase da obra.

Importante ressaltar que os recursos do município de Brasileia em 2013 tiveram um acréscimo de mais de 500.000,00 (Quinhentos Mil Reais) em relação a 2012, e mesmo assim a nossa cidade se encontra nessa situação.

O voto secreto é um convite à corrupção, diz Astério

Para o deputado Luiz Tchê, a medida fortalece o parlamento

 Astério Moreira (PEN)

Astério Moreira (PEN)

FABIO PONTES

O líder do governo na Aleac (Assembleia Legislativa do Acre), Astério Moreira (PEN), considera o fim do voto aberto na eleição para a Mesa Diretora um “convite à corrupção”. 
 
Nesta quinta, o deputado Luiz Tchê (PDT) começou as movimentações para apresentar proposta que acaba com o voto aberto na escolha do presidente da Casa e em votações de vetos do Palácio Rio Branco. 
 
Para Tchê, a medida fortalece o Parlamento ao deixá-lo mais livre da influência externa do Executivo. Os deputados, afirma ele, se sentiriam mais livres para votarem da forma que lhes fosse mais conveniente sem represálias por eventuais descontentamento do governo. 
 
Astério Moreira também concorda com esta visão, mas diz que o voto secreto amplia as janelas para a corrupção, ao os parlamentares poderem negociar seus votos. A votação aberta foi adotada pela Aleac ainda em 1996 por meio de projeto do então deputado Márcio Bittar (PSDB). 
 
“O voto secreto é um convite à corrupção. Sendo secreta a população também não pode fiscalizar, e se isso ocorrer será um erro histórico”, diz Moreira.  Mesmo com o posicionamento contrário do líder da base, muitos dos parlamentares são favoráveis à medida, tido como a garantia da autonomia do mandato.  
 
De acordo com Tchê, a Aleac estará seguindo apenas o que foi decidido pelo Senado ao aprovar a PEC 43, que estabeleceu a votação  aberta no Congresso Nacional, mas mantendo o sigilo nas eleições da Mesa e em análises dos vetos presidenciais. 
 
Luiz Tchê também é o autor da PEC das emendas impositivas, obrigando o governo a liberar os recursos que cada deputado tem direito. O Palácio Rio Branco é contra a proposta por ver nela outra “janela para a corrupção”.    A perspectiva é que a PEC seja votada até o fim das atividades da Aleac em 2013, no dia 15 de dezembro.

FONTE AGAZETA.NET

Suplente de senador, Coelho, deixa o PEN e alega falta de valorização

Ele deixou a oposição em 2010 e passou a fazer parte do projeto da Frente Popular do Acre

Carlo Augusto Coêlho

Carlo Augusto Coêlho

O suplente de senador Carlos Augusto Coelho entregou, na manhã de quinta-feira (28) o cargo de 1° secretário do Partido Ecológico Nacional (PEN) ao presidente regional da sigla, deputado Astério Moreira.

Carlos Augusto Coelho, que é considerado um dos maiores articuladores políticas doAcre, afirmou que deixou o partido pela falta de valorização dentro do mesmo, é o que consideram fontes mais próximas ao professor.

Coelho, que é funcionário de carreira da Assembleia Legislativa do Acre, já foi considerado um dos homens fortes da oposição, tendo inclusive feito parte da direção regional do PMN e coordenado diversas campanhas do senador Sérgio Petecão.

Coelho deixou a oposição em 2010 e passou a fazer parte do projeto da Frente Popular do Acre.

De acordo com o professor, que preferiu não entrar em detalhes sobre sua saída do PEN, ele se dedicará agora à empresa de assessoria política e ao cargo na Aleac.

Gina Menezes, da Agência ContilNet 

O meu Esgoto é Um Presente De Natal Da Prefeitura De Brasiléia

Reclamação da senhora Raimunda

POR ALEMÃO MONTEIRO-

3dejulhonoticias@gmail.com

Raimunda Ferreira da Silva  de 59 anos é deficiente física e seu filho Cosmo Ferreira de Carvalho de 30 anos

Raimunda Ferreira da Silva de 59 anos é deficiente física e seu filho Cosmo Ferreira de Carvalho de 30 anoque também tem a mesma doença FOTO ALEMÃO MONTEIRO

Os moradores do Bairro cageacre na Rua bariri reclamam de um esgoto a céu aberto a vários meses que os mesmos procuraram a secretaria de obras por várias vezes e o secretário nunca se importou com o problema da fedentina que trás complicações ha saúde para moradores daquele bairro.

A senhora Raimunda Ferreira da Silva  de 59 anos é deficiente física e seu filho Cosmo Ferreira de Carvalho de 30 anos que também tem a mesma doença não aguentam mais o mau cheiro insuportável.

A senhora Raimunda Ferreira ligou para a redação do jornal 3 de julho noticias para fazer uma reclamação sobre o esgoto da rua bariri que passa em baixo de sua casa para ver se a secretaria de obras toma alguma providencia sobre o caso que vem se alastrando por vários meses e ninguém  resolve o problema .

A mesma fala que dois funcionário foram consertar o esgoto a pedido do secretário Clécio Gadelha,ao chegarem lá não tinha material para trabalho falaram que  na secretaria não tinha: Pá,inchada,boca de lobo e baldes mais a moradora forneceu  os seus próprios materiais inclusive o seu único balde, o problema não foi resolvido e depois o secretário retornou ao local e falou para os moradores inclusive para dona Raimunda que se virasse com o problema do esgoto.

FOTOS-ALEMÃO MONTEIRO

1234567

Produtores do Bujari recebem R$ 64 mil em equipamentos

A primeira entidade a receber uma trilhadeira de cereais 

Associação de Produtores Rurais do Projeto de Assentamento Antonio de Holanda, localizada no Ramal Aldo Aires (Foto: Assessoria Seaprof)

Associação de Produtores Rurais do Projeto de Assentamento Antonio de Holanda, localizada no Ramal Aldo Aires (Foto: Assessoria Seaprof)

O secretário de Agropecuária (Seap), Lourival Marques, e o secretário adjunto, Mamed Dankar, acompanhados do prefeito do Bujari, Antonio Raimundo de Brito Ramos, conhecido o “Tonheiro”, e o seu secretário de Agricultura, Jairo Pinheiro, entregaram nesta quarta-feira, 27, a quatro associações de produtores rurais, trilhadeiras de cereais e motor estacionário para beneficiamento da produção local. Os equipamentos foram adquiridos com recursos alocados pelo senador Jorge Viana.

“O senador Jorge Viana tem compromisso com os produtores rurais. E com esses equipamentospara beneficiar milho, arroz e outros cereais, os produtores podem até mesmo ampliar suas áreas de produção, sabendo que terão o reforço de máquinas na hora da colheita”, disse o secretário. Com os investimentos que o governador Tião Viana tem feito para o setor agrícola somente no Bujari, já foram mecanizados mais de mil hectares com destoca e aragem, beneficiando cerca de 400 famílias de 18 associações rurais do local.

A primeira associação a receber uma trilhadeira de cereais foi a Associação de Produtores Rurais do Projeto de Assentamento Antonio de Holanda, localizada no ramal Aldo Aires. Com apenas dois anos, os assentamentados já foram beneficiados com a construção de açudes, mecanização com destoca e gradagem e receberam kits para construção de casas de vegetação e galinheiros. O presidente da associação, José Paulo de Oliveira, falou da satisfação dos produtores com o governo do Estado.

A primeira associação a receber uma trilhadeira de cereais foi a Associação de Produtores do Projeto de Assentamento Antonio de Holanda (Foto: Assessoria Seaprof)

No ramal Abib Cury, a Associação de Produtores, que leva o mesmo nome do ramal, também foi feita a entrega de tralhadeira de cereais e motor estacionário. “A gente já estava precisando mesmo desse reforço porque temos bastante produção de milho, e debulhar a mão não é fácil”, disse o presidente Antonio Emiliano da Silva Nascimento. Na comunidade Riozinho do Andirá, ramal Ilha das Cobras, os produtores aguardavam o secretário Lourival Marques com festa. Os produtores da região também foram beneficiados com emenda extraorçamentária do senador Jorge Viana.

A última entrega foi para a Associação Nova Esperança, no Ramal da Manga. O presidente José Claudenir dos Santos lembrou que sem máquinas o produtor tem uma vida muito difícil. “A gente tem recebido assistência desse governo porque há técnicos que vão até nossa propriedade, têm ramal, têm para quem vender o que a gente produz”, disse.

Como representante do povo do Bujari, o prefeito Tonheiro fez questão de lembrar que sem a parceria com o governo do Estado seria difícil atender as necessidades da zona rural. “Essa parceria tem dado certo. O governador Tião Viana tem sido parceiro e é por isso que estamos fazendo, por exemplo, a abertura e manutenção de nossos ramais”, lembrou.

Senadores chega ao Acre na 2ª para verificar situação de haitianos

O Brasil sempre foi um país aberto e receptivo aos demais povos.

1

Uma comissão externa do Senado virá aoAcre na segunda-feira (2), para conferir, in loco, a atual situação dos imigrantes haitianos que têm chegado ao Brasil, pela cidade de Brasiléia, na fronteira do Estado com a Bolívia. O anúncio foi feito pelo presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE), senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES), ao final da reunião do colegiado realizada nesta quinta-feira (28).

Segundo o senador, 507 imigrantes haitianos encontram-se na cidade de Brasileia (AC) em condições bastante precárias. Eles chegaram ao Acre depois de passar por países vizinhos, como Peru e Equador. Muitos deles vivem em locais que, como definiu o presidente da comissão, parecem “verdadeiros campos de concentração”.

– O Brasil sempre foi um país aberto e receptivo aos demais povos. Contudo, essa nova realidademostra como é importante que essa questão seja revisitada. Precisamos encarar a realidade de que estados brasileiros, especialmente na Região Norte, não dispõem de estrutura capaz de atender a demandas novas e não planejadas de serviços públicos – disse Ferraço.

Ao apoiar a iniciativa, o senador Eduardo Suplicy (PT-SP) considerou a situação dos imigrantes haitianos “muito importante do ponto de vista humanitário”. Ele observou que os imigrantes deixam o Haiti em busca de melhores oportunidades e devem ser acolhidos com dignidade e respeito. Para Suplicy, o governo brasileiro deve facilitar a obtenção de nova documentação pelos haitianos, para que eles possam ter “oportunidade de se inserir em alguma atividade produtiva, estudar e ter regularizada a situação”.

A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) ressaltou a necessidade de um diálogo direto entre os senadores e os imigrantes provenientes do Haiti. Ela relatou que, durante encontro mantido com haitianos em Manaus, foi revelada a atuação de “coiotes” no processo de imigração.

– Existem indícios muito fortes de tráfico de pessoas. As famílias dos imigrantes são ameaçadas no Haiti, caso os imigrantes não enviem todos os meses determinada quantia – observou Vanessa.

Servidores denunciam prefeitura de Santa Rosa por sumir com dinheiro

“Viemos buscar ajuda e tomar providências dos absurdos que estão acontecendo em Santa Rosa”, afirma servidor

“Tem muitos outros funcionários. Pelo menos 19 pessoas estão entrando na Justiça contra a prefeitura, mas este número pode subir para trinta servidores.

“Tem muitos outros funcionários. Pelo menos 19 pessoas estão entrando na Justiça contra a prefeitura, mas este número pode subir para trinta servidores.

Dois funcionários públicos da Prefeitura de Santa Rosa do Purus saíram da longínqua cidade até a Capital para denunciar ao Ministério Público do Estado (MPE) o que eles chamam de desconto ilegal de salário, feito na folha de pagamento.

Ediceu Ribeiro Veríssimo e Vânia MariaMarques Carvalho afirmam que a Prefeiturade Santa Rosa do Purus está a 13 meses retendo, ilegalmente, parte do salário dos servidores.

“Viemos buscar ajuda e tomar providências dos absurdos que estão acontecendo em Santa Rosa”, afirma Ediceu.

Ediceu afirma que os funcionários fizeram empréstimo consignado junto à Caixa Econômica Federal e que a prefeitura retém o dinheiro na folha de pagamento, mas não repassa ao banco credor, gerando sérios problemas aos servidores.

“O dinheiro é descontado, mas o gerente do banco diz que continuamos devendo e agora até nosso cartão bloquearam”, diz.

Vânia Maria Marques Carvalho afirma que já teve 13 parcelas descontadas na folha depagamento, mas que o banco credor, onde ela assinou o empréstimo consignado, não recebeu o dinheiro e como consequência bloqueou o cartão da cliente.

“Meu cartão está bloqueado e eu não consigo sacar nem um único real. Imagina uma situação dessas”, diz.

Ediceu Ribeiro diz que o caso dele e de Maria Marques Carvalho não são casos isolados. Ele diz que dezenas de outros servidores de Santa Rosa do Purus, entre efetivos e provisórios, estão na mesma situação.

“Tem muitos outros funcionários. Pelo menos 19 pessoas estão entrando na Justiça contra a prefeitura, mas este número pode subir para trinta servidores. Já cansamos de procurar a prefeitura e nada foi feito a respeito do assunto”, declara.

O funcionário público que veio a Rio Branco trazendo provas do atraso do pagamento afirma que todos irão ao MPE buscar solução para o caso.

“Viemos buscar ajuda e tomar providências dos absurdos que estão acontecendo em Santa Rosa”, afirma Ediceu

“Viemos buscar ajuda e tomar providências dos absurdos que estão acontecendo em Santa Rosa”, afirma Ediceu

Decepção

Rivelino Mota, que se elegeu prometendo fazer uma administração diferente dos prefeitos anteriores, é acusado de abandonar aliados e se juntar a pessoas que ele denunciou por várias vezes ao Ministério Público Estadual e Federal, como o ex-prefeito Altamir de Sá e outros ex-adversários.

“Este homem foi a maior decepção que o povo de Santa Rosa do Purus já teve. Se elegeu manso como um cordeirinho e agora mostra as garras de um lobo perverso”, diz um servidor que também está entrando na Justiça contra Mota.

A reportagem entrou em contato com o prefeito de Santa Rosa do Purus, Rivelino Mota (PSDB), através do telefone com final 95, mas não obteve sucesso. O telefone celular estava desligado.

Gina Menezes, da Agência ContilNet 

Moisés Diniz e Edvaldo Magalhães negam saída do PCdoB da FPA

O próprio Edvaldo encaminhou nota à imprensa afirmando que o projeto da FPA continua representando a ideologia dele.

Comunistas Edvaldo Magalhães e Moisés Diniz

Comunistas Edvaldo Magalhães e Moisés Diniz

O presidente estadual do PCdoB, deputado Moisés Diniz, negou à imprensa que esteja nos planos dos dirigentes partidários abandonar a Frente Popular do Acre(FPA),grupo político que pertencem há mais de 20 anos. Moisés afirma que o PCdoB é construtor da coligação e que, portanto, não há motivos para deixá-la.

”Tem muito suor nosso neste projeto. Eu tinha muitos cabelos ainda quando comecei nisso”, declara.

As declarações de Moisés surgem após ter sido ventilado na imprensa uma suposta declaração do ex-deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) falando da possibilidade dopartido comunista abandonar a FPA.

O próprio Edvaldo encaminhou nota à imprensa afirmando que o projeto da FPA continua representando a ideologia dele.

“Tudo que tenho é minha trajetória de militância política, sempre no PCdoB. Fui sindicalista e depois deputado estadual por mais de 12 anos. Sempre procurei me pautar pela coerência e pelo respeito aos outros, especialmente aos aliados de luta. Com humildade, posso afirmar que sou um dos fundadores da Frente Popular do Acre, que segue representando o melhor projeto para o presente e para o futuro do nosso estado”, diz em um trecho da nota.

Edvaldo diz que o PCdoB apoiará Tião Viana em 2014. “Quanto a questão eleitoral de 2014, o PCdoB já tomou decisão em conferência estadual do partido pelo fortalecimento da Frente Popular, apoiando a natural candidatura à reeleição do governador Tião Viana e lançando o nome da deputada Perpétua Almeida como pré-candidata ao Senado”, declara.

Por fim, os comunistas Moisés e Edvaldo Magalhães reiteram o compromisso com Tião Viana e o PT, mas afirmam que lutarão pela candidatura de Perpétua ao Senado.

“Está clara a posição do PCdoB pela construção da candidatura de Perpétua ao Senado no campo da Frente Popular. Trabalhamos para unir e fortalecer nossa tradicional e renovadora aliança, com o PT tendo Tião Viana como candidato ao Governo e todos os partidos da coligação participando democraticamente da elaboração da proposta da FPA, da campanha e da execução do nosso projeto no parlamento e no executivo”, diz Magalhães.

Gina Menezes, da Agência ContilNet