Resultado de ação social, governo certifica quase 400 alunos na Cidade do Povo

As políticas de integração social realizadas pelo governo do Estado seguem a todo vapor e ganham ainda mais força com o apoio de instituições parceiras.

Exemplo disso foi a certificação de quase 400 moradores da Cidade do Povo que concluíram os cursos ofertados pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) nos últimos três meses, realizada nesta segunda-feira, 13, no Centro de Educação Profissional Campos Pereira.

Os cursos são resultado da primeira etapa do Projeto Pós-Ocupação – uma das fases do Programa Minha Casa, Minha Vida -, que tem seus recursos gerenciados pela Caixa Econômica Federal e executados pela Secretaria de Estado de Habitação e Interesse Social (Sehab). Nesta etapa, foram compostas 27 turmas para a qualificação nas áreas de produção de alimentos, construção civil e mecânica.

De acordo com a gestora da Sehab Janaina Guedes, as diversas frentes de capacitação visam o alcance de todas as famílias contempladas pelo programa de moradias. “O acompanhamento social vai desde cursos a palestras e oficinas, uma vez que buscamos encontrar formas de promover a integração da comunidade. Além do ganho que essas famílias têm na questão da qualificação, elas têm a oportunidade de criar vínculos e estabelecer relações de paz que vão além da intervenção do poder público, é algo que elas também podem e devem construir entre elas mesmas”, frisa.

Na ocasião, a presidente em exercício da Federação das Indústrias Adelaide de Fátima Oliveira falou da importância da união das instituições pelas causas da sociedade: “Esse momento é um resultado de trabalho das muitas mãos que sabem que o ser humano perece por falta de conhecimento. A partir de agora teremos pessoas preparadas para o mercado, porque é isso que o aprendizado faz, abrir visões”.

Novas perspectivas, mais dignidade

A qualificação é o primeiro passo para a garantia de espaço no mercado de trabalho, seja no setor privado, seja para o empreendedorismo. E Carla Silva sabe bem disso, tanto que aproveitou para fazer cinco cursos de uma vez. Com sorriso largo ao exibir seus diplomas, ela sabe que agora as vendas de seus bolos caseiros, pães e tortas têm tudo para despontar. “Gosto de fazer bolos e tortas. Apareceu a oportunidade e eu não pensei duas vezes. Deu tão certo que já pego minhas encomendas, consigo ter uma renda extra com isso. Por enquanto as clientes ainda são minhas amigas, mas acredito que ainda vão vir mais”, diz.

Já José Matias optou pelo curso de mestre de obras. Em seu depoimento, ele destaca que antes não acreditava que a oferta dos cursos pudesse mudar a vida das pessoas, mas ao longo das aulas seu pensamento mudou: “Eu era até ignorante e dizia que não adiantava ter curso na Cidade do Povo se não tinha emprego, mas um dia numa roda de conversa no curso uma colega disse algo que mudou o que eu pensava, que com esse diploma não vai servir só aqui e sim em qualquer lugar onde a gente chegar. E hoje a mensagem que eu deixo é que ninguém deixe de agarrar as oportunidades e que também faça valer esse certificado”.

Segundo a Sehab, todas as quadras da Cidade do Povo serão contempladas com as ações do Pós-Ocupação.

3 de Julho Entrevistas 12ª Edição

Veja nesta edição a entrevista com o Vice-presidente da Câmara de Brasileia, Rozevete Honorato ele que vai contar um pouco da sua carreira política e também falará da sua experiência como vereador de primeiro mandato.

3 de Julho Entrevistas 12ª Edição

Nesta entrevista o vereador Edu Queiroz falou da sua trajetória  política, inclusive dos seus três mandatos seguidos em legislaturas anteriores, assista!!!!

Candidatura de Gladson foi registrada e plano de governo entregue via pendrive

O CNPJ da candidatura de Gladson Cameli (Progressistas) foi emitido na manhã do último sábado.

O registro de candidatura de Gladson Cameli (Progressistas) foi feito por dois advogados no Tribunal Regional Eleitoral do Acre sem a presença do candidato e de aliados políticos. Gladson cumpria agenda no interior.

Junto ao registro, os advogados entregaram o plano de governo de Gladson digitalizado em um pendrive na quinta-feira da semana passada.

A reportagem só soube da informação nesta segunda-feira, 13, dia em que passou a cobrir oficialmente a agenda diária dos candidatos a governador.

Orientado por sua assessoria, Gladson achou melhor continuar sua agenda pelo interior a ter que vir a Rio Branco para realizar um ato simbólico de entrega do seu plano de governo e registro de candidatura.

“Hoje não há mais protocolo físico. Antigamente tinha aquele ato simbólico. Não há mais, pois não há necessidade”, informou a assessoria jurídica do candidato.

3 de Julho Entrevistas 12ª Edição

Veja nesta edição a entrevista com o Vice-presidente da Câmara de Brasileia, Rozevete Honorato ele que vai contar um pouco da sua carreira política e também falará da sua experiência como vereador de primeiro mandato.

3 de Julho Entrevistas 12ª Edição

Nesta entrevista o vereador Edu Queiroz falou da sua trajetória  política, inclusive dos seus três mandatos seguidos em legislaturas anteriores, assista!!!!

Por Luciano Tavares / ac24horas

Prefeitura de Brasileia realiza manutenção em ramais para garantir programas governamentais

Os trabalhos estão sendo aplicados principalmente nos pontos mais críticos, próximo aos rios, canais e pontes.

Por Raylanderson Frota

Aproveitando a estiagem da chuva, a Prefeitura de Brasileia através da Secretaria Municipal de Obras tem dado continuidade aos trabalhos de recuperação e manutenção dos ramais, limpeza de bueiros e manutenção de pontes do quilometro 13, 18 e 19.

A ação é realizada também como prevenção ao período chuvoso que se aproxima.

O Secretário de Obras, Carlinhos do Pelado, falou a respeito dos trabalhos realizados. “Nós estamos com três equipes, uma em cada ramal, realizando os trabalhos necessários para beneficiar a comunidade. Entre ela a limpeza das laterais dos ramais que irão beneficiar os moradores com o programa Luz para Todos, limpeza de bueiros, manutenção de pontes entre outros. Dessa forma o trabalho continua tanto na área urbana quanto na rural”, explicou Carlinhos.

Esses ramais são importantes pela posição estratégica e para o escoamento da produção sendo a principal ligação com as comunidades da região.

3 de Julho Entrevistas 12ª Edição

Veja nesta edição a entrevista com o Vice-presidente da Câmara de Brasileia, Rozevete Honorato ele que vai contar um pouco da sua carreira política e também falará da sua experiência como vereador de primeiro mandato.

3 de Julho Entrevistas 12ª Edição

Nesta entrevista o vereador Edu Queiroz falou da sua trajetória  política, inclusive dos seus três mandatos seguidos em legislaturas anteriores, assista!!!!

Vereadores de Marechal Thaumaturgo assinam pedido de Impeachment contra o prefeito Isaac Pianko por farra com verba da educação

Advogada confirma já ter assinaturas suficientes para iniciar uma devassa na gestão de Isaac Pianko; dossiê aponta roubalheira no Fundeb e cabide de emprego na Prefeitura

Prefeito de Marechal Thaumaturgo Isaque Pyânco (PMDB). A maioria dos vereadores assinam o pedido de Impeachment do prefeito.

A advogada Joana D´Arc afirma que já tem votos suficientes para abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Câmara de Vereadores de Marechal Thaumaturgo visando investigar supostos atos de corrupção e desmandos administrativos praticados pelo prefeito Isaac Pianko, do MDB. Joana D´Arc não informou quais dos nove vereadores já assinaram a petição. “Contrate advogados, prefeito. O senhor vai precisar”, ameaça D´Arc.

Seis dos nove vereadores de Marechal Thaumaturgo assinam o pedido de Impeachment do prefeito Isaac Pianko (PSD). Fartas provas de corrupção foram juntadas num dossiê. O documento foi montado a partir de um apelo da Câmara Municipal ao Ministério Publico, já que o próprio prefeito se negou a fornecer informações que são publicas.

Se aberta, a CPI terá como base o dossiê produzido pelo vereador Atilon  Pinheiro (PSD), ex-líder de Pianko na Câmara. Documentos, notas, fotos e documentos  que compõem o dossiê versam de desvios de recursos do Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) e facilitação na contratação de Obras para empresas aliadas do prefeito.  

Em gravação feita por Joana D´Arc, o vereador Atilon  cita um empresário identificado apenas como “Seu Anchieta”, dono de uma empresa que não teria cumprido  contrato de R$120 mil para reformar a Escola Jusitiniano Serpa, mas pegou o dinheiro da obra. “Ele recebeu. Aqui está a nota de pagamento”, afirmou o vereador mostrando, no vídeo,  papéis que seriam comprovantes da denúncia. No relatório há fotos de escolas  que deveriam ter passado  por reforma e melhoria mas continuam funcionando precariamente.

No dossiê de Atilon consta que a Prefeitura de Thamaturgo mantém, sem necessidade ou justificativa, mais de 90 ocupantes de cargos comissionados, situação que também será investigada pela CPI. Para manter esses apadrinhados, Pianko teria demitido gente que trabalha de verdade, como os vigias do patrimônio municipal. “Falta para os órgãos públicos mas sobra para a política”, afirmou o vereador ao denunciar o caso ao público. Ele se refere ao uso politiqueiro da máquina administrativa enquanto serviços básicos e essenciais, como o transporte escolar, estariam seriamente prejudicados por conta da malversação de recursos.  

Os indícios apresentados pelo ex-líder do prefeito indicam que  o secretario de Controle Interno,  Deval  Melo   Sarah, estaria mantendo contrato empresarial de cerca  R$1,6 milhão com a Prefeitura de Marechal Thaumaturgo para fornecimento de produtos de cozinha. Esses produtos, segundo o denunciante, não foram entregues, mas a empresa  da qual o Secretário de Controle Interno faz parte teria recebido o dinheiro através de esquemas.  “Temos telefonemas, temos áudios  e muito mais gente querendo falar”, finalizou a advogada Joana D´Arc.

Veja a nota abaixo do prefeito Isaac Pianko

O prefeito emitiu nota para contestar as declarações do vereador Atilon e avaliou sua performance de gestor como “notável”: “as afirmações beiram ao ridículo e chegam a ser risíveis, se não fossem trágicas, tendo em vista o tamanho do cinismo do parlamentar, que sobrevive através de politicagem. São supostas denúncias distorcidas, que tentam mais uma vez ofuscar o notável trabalho que vem sendo desenvolvido no município pelo Gestor Isaac Pianko, que pela primeira vez na história da emancipação política e administrativa de Marechal Thaumaturgo faz uma administração com total transparência, zelo com ‘honorário’(sic) público, e tem alcançados diversas melhorias”, garante a nota de Pianko.

3 de Julho Entrevistas 12ª Edição

Nesta entrevista o vereador Edu Queiroz falou da sua trajetória  política, inclusive dos seus três mandatos seguidos em legislaturas anteriores, assista!!!!

Fonte: juruaemtempo.com

Médica que deu atestado é sócia da deputada Jessica Sales em Clínica médica de Brasília

Atestado médico que embasou a renovação do título da emedebista foi assinado por sua sócia em clínica médica de Brasília

O imbróglio envolvendo a renovação do título eleitoral da deputada federal e candidata à reeleição Jéssica Sales, do MDB, só piora. O site Juruá em Tempo, sediado em Cruzeiro do Sul, noticiou na tarde desta sexta-feira, 10, que o atestado médico usado pela parlamentar para justificar a não renovação do documento dentro do prazo – o que a impediria de registrar candidatura em 2018 – foi expedido pela sócia da emedebista em uma clínica de Brasília.

Segundo documentos obtidos pelo site, Thais Silva Cunha e Jéssica Sales fizeram residência médica juntas entre 2011 e 2013 em Votuporanga, em São Paulo. Em 2016, Cunha teria ido para Brasília, onde abriu, em sociedade com a acreana, a Clínica Médica Maternal.

O atestado, assinado por Thais no dia 14 de agosto do ano passado, informou que a deputada deveria ficar afastada do trabalho por 30 dias a partir da data de assinatura. Ao informar mobilidade limitada por conta de um abscesso, o documento médico orientou repouso com retorno diário à clínica em Brasília para deslocamento de drenos instalados na cirurgia.

Comprovação de que Jéssica e a médica que assinou o atestado são sócias em clínica em Brasília.

A deputada usou o atestado para justificar, perante a Justiça, sua ausência no recadastramento biométrico em Cruzeiro do Sul, seu domicílio eleitoral. O prazo para a renovação do registro junto ao TRE do Acre terminou no dia 5 de setembro de 2017.

Porém, durante a vigência do atestado, Jéssica esteve em agenda do mandato e do partido em Cruzeiro do Sul, Porto Walter, Marechal Thaumaturgo e Jordão – nesta última ao lado do pré-candidato ao Senado pelo MDB, Márcio Bittar, na época recém-filiado à legenda.

As informações referentes a essas agendas foram postadas pela própria deputada em sua página no Facebook. As postagens haviam sido deletadas, mas a reportagem obteve ao menos cinco printes de sua passagem pelo Juruá. Alguns desses printes mostram a deputada, que, segundo o atestado, estaria com dificuldade de movimento, em pé e andando.

Uma das postagens foi feita um dia após o fim do prazo para o recadastramento biométrico. “Em minha ida ao Vale do Juruá fiz questão de visitar a Vila Restauração. Na ocasião, participei das festividades do tradicional Novenário em honra a São Raimundo Nonato. Foi um momento muito especial pra mim. Agradeço de coração o carinho que recebi de todos”, diz o texto.

No dia 14 de agosto, data da expedição do atestado médico, a parlamentar esteve na Câmara dos Deputados, na capital federal, onde participou de votação que teve início às 21h.

Também durante a vigência do atestado, Jéssica Sales fez pelo menos seis deslocamentos aéreos entre Brasília e Cruzeiro do Sul, alguns com escalas em Manaus (AM) e Rio Branco. Há ainda uma viagem de retorno à capital federal no dia 5 de setembro, data limite para a renovação do registro eleitoral em Cruzeiro do Sul.

3 de Julho Entrevistas 12ª Edição

Nesta entrevista o vereador Edu Queiroz falou da sua trajetória  política, inclusive dos seus três mandatos seguidos em legislaturas anteriores, assista!!!!

Prefeitura de Tarauacá terá que pagar R$ 10 mil para ciclista que caiu em buraco por falta de sinalização na via

Sentença considerou a omissão do Poder Público em relação a irregularidades da pista.

O Juízo da Vara Cível de Tarauacá garantiu que um ciclista receba R$ 10 mil pelos danos morais sofridos após cair em buraco por falta de sinalização. A sentença foi publicada na edição n°6.171 do Diário da Justiça Eletrônico, de quarta-feira (8).

“A deterioração da camada asfáltica ou a proliferação de buracos, irregularidades, reentrâncias, bueiros abertos ou salientes e outras irregularidades nas vias públicas de passagem de veículos e de pedestres caracterizam omissão desidiosa do Poder Público, que responderá pelos danos que ocorram em razão dessas irregularidades”, registrou o juiz de Direito Guilherme Fraga.

Em outubro de 2014, a autora Processo n°0700516-45.2014.8.01.0014 vinha pela BR 364 e alegou que por falta de sinalização e iluminação caiu em uma cratera, oriunda de desbarrancamento na ponte sobre o Rio Tarauacá. Segundo a autora, por causa do acidente tem dificuldades na movimentação de um dos braços e sofre de fortes dores de cabeça.

Sentença

Na sentença, o juiz de Direito Guilherme Fraga, que estava respondendo pela unidade judiciária, constatou a responsabilidade tanto do Departamento de Estrada de Rodagem, Infra-estrutura Hidroviária e Aeroportuária do Acre (Deracre) quanto do Estado do Acre pelo ocorrido, o primeiro pela má prestação do serviço na manutenção da ponte e o segundo por não fiscalizar a realização do serviço.

“Destarte, houve omissão culposa do requerido em não conservar a ponte em condições adequadas de uso e segurança, e, por conta dessa negligência, a demandante suportou, além de lesão física, danos psicológicos. Dessa forma, presentes os elementos caracterizadores da responsabilidade civil, quais sejam o ato ilícito (omissivo), o dano e o nexo causal, além da culpa, impõe-se ao ente público reparar o dano sofrido”, escreveu o magistrado.

3 de Julho Entrevistas 12ª Edição

Nesta entrevista o vereador Edu Queiroz falou da sua trajetória  política, inclusive dos seus três mandatos seguidos em legislaturas anteriores, assista!!!!

Por tjac.jus

Documentos mostram que Jéssica Sales pode ter enganado o TRE para conseguir registro de candidatura

A falta de cadastro implicou no cancelamento do título eleitoral da deputada, o que consequentemente impediria o seu registro como candidata.

A deputada federal Jessica Sales (MDB) apresentou à justiça eleitoral um atestado médico para justificar o fato de não ter feito o seu cadastramento biométrico.

Para reverter a questão ao seu favor e conseguir o registro de candidatura, a deputada entrou com requerimento de quitação eleitoral com base no atestado médico alegando afastamento de 30 dias por determinação médica após complicação cirúrgica no dia 14/08, e que por essa razão não poderia comparecer à 4° Zona Eleitoral (região do Juruá) para recadastramento.

Comprovante que a deputada Jéssica votou na sessão do dia 14/2018

O atestado cita febre, edema e dificuldades de caminhar. Contudo, a deputada esteve no plenário para votar no mesmo dia do atestado (14/08), a votação ocorreu às 21:00 hrs, o mesmo se repetindo nos dias 15 e 16.

Material retirado das redes sociais da deputada e do Portal da Câmara dos Deputados comprovam que a mesma esteve também viajando pelos municípios do Juruá no período alegado como de afastamento, cumprindo extensa agenda política com o então pré-candidato ao senado Márcio Bittar.

Comprovantes de viagens de Jéssica durante o período do atestado

Segundo o atestado, a mesma teria feito uma cirurgia de retirada de abcesso no dia 14/08 no Hospital Maria Auxiliadora, no município de Gama, região metropolitana do Distrito Federal.

As postagens referentes ao período foram apagadas por Jéssica, contudo, como o site Juruá em Tempo já investigava o mau uso de verba parlamentar para campanha extemporânea de Márcio Bittar, tinha as postagens arquivadas.

Publicações apagadas pela a deputada Jéssica Sales em sua página no Facebook

No Portal da Câmara dos Deputados consta que foram emitidos dois bilhetes aéreos de ida e volta para a deputada referente aos dias 18/08 e 22/08 referentes aos trechos Brasília-Manaus-Cruzeiro do Sul, dentro, portanto, do período alegado. Uma postagem datada de 10 de setembro informa, através da própria deputada, que a mesma cumpriu agenda no vale do Juruá no período do atestado.

Outra postagem, na rede social de Márcio Bittar informa o comparecimento da deputada em evento de filiação ao MDB no dia 02 de setembro.

Resposta do advogado Jonathan Donadoni

O site Juruá em Tempo entrou em contato com o advogado do MDB Jonathan Donadoni a fim de obter esclarecimentos das discrepâncias entre a data de afastamento no atestado e as viagens da deputada.

Jonathan respondeu que a data do atestado teria sido apenas um prognóstico concedido pela médica sobre a data possível para restabelecimento e que na ocasião, a justiça eleitoral teria sido informada de que a mesma não estava totalmente inabilitada, mas que a mesma fora dispensada pela justiça eleitoral de fazer o recadastramento.

Tal pai, tal filha

Caso consiga manter o seu registro de candidatura até o dia das eleições, Jessica Sales irá repetir a proeza de seu pai Vagner Sales, o ‘ficha suja’ que, por descuido da justiça obteve seu registro mesmo após condenação em segunda instância. 

3 de Julho Entrevistas 12ª Edição

Nesta entrevista o vereador Edu Queiroz falou da sua trajetória  política, inclusive dos seus três mandatos seguidos em legislaturas anteriores, assista!!!!

Por Leandro Altheman – O Juruá em Tempo

Governo acreano busca fortalecimento da integração comercial com o Peru

O encontro ocorreu na manhã desta quinta-feira, 9, na Casa Civil. Ainda nesta tarde, o grupo irá dialogar com empresários acreanos para buscar novos mercados.

Por Agnes Cavalcante

Em reunião com representantes peruanos da Câmara Comercial de Madre de Dios, o governador Tião Viana debateu sobre os caminhos para o fortalecimento da integração entre o estado do Acre e o Peru. O encontro ocorreu na manhã desta quinta-feira, 9, na Casa Civil. Ainda nesta tarde, o grupo irá dialogar com empresários acreanos para buscar novos mercados.

Para o governador, o sentimento é de buscar diminuir entraves burocráticos para aumentar o trânsito de produtos brasileiros e peruanos no estado. “Queremos a reciprocidade e valorização para consolidar a integração, e assim todos ganharem. Queremos fortalecer essa parceria entre o Peru e o estado do Acre”, afirmou.

Acre e Peru já tem relação comercial com alguns produtos, atualmente, o principal é o pescado vendido pela indústria Peixes da Amazônia para os mercados de Madre de Dios. Samuel Bocangel Ramirez, diretor presidente da Câmara explica que o grupo de empresários busca aumentar esta parceria, incluindo a compra do suíno, frango, carne bovina e alimento para animais.

“Aproveitando que temos uma rodovia consolidada, queremos fortalecer nossas parcerias. Aqui, queremos definir quais passos podemos avançar para nos integrarmos ainda mais. Pois existem detalhes em relação ao governo federal do Brasil que impedem a viabilidade do comércio”, afirmou Samuel. O governador Tião Viana se comprometeu em realizar alguns diálogos com a União para avançar nestas questões.

 3 de Julho Entrevistas 12ª Edição

Nesta entrevista o vereador Edu Queiroz falou da sua trajetória  política, inclusive dos seus três mandatos seguidos em legislaturas anteriores, assista!!!!

Brasiléia sedia o primeiro Fórum Comunitário do Selo UNICEF

O município de Brasileia aderiu ao Selo no inicio de 2018, onde formou  uma comissão inter-setorial composta por 10 membros.

Por Raylanderson Frota

A cidade de Brasiléia sediou na quinta-feira (9), o 1° Fórum Comunitário do Selo UNICEF, realizado no salão paroquial da igreja Nossa Senhora das Dores. 

O Selo UNICEF tem como objetivo melhorar as condições de vida das crianças e dos adolescentes no Semi-árido e na Amazônia legal Brasileira, áreas que concentram o maior número de meninos e meninas em situação de vulnerabilidade.

Segundo o coordenador do conselho Municipal, Sebastião Ferreira, a principal proposta do fórum é debater os 11 indicadores para que possam alcançar a meta estipulada de 17 indicadores apresentados pela UNICEF. “Estamos iniciando hoje a discussão dos principais indicadores apresentados pela UNICEF para que possamos alcançar a pontuação necessária, conforme exigido no edital, para a cidade de Brasiléia ganhar o Selo UNICEF”, explicou Sebastião.

O fórum comunitário é o espaço que efetivamente a comunidade passa a ser parte do planejamento das ações relacionadas ao Selo UNICEF e contribui na busca por respostas que produzem impactos reais e positivos sobre a vida de crianças e adolescentes.

A secretária de Assistência Social, Rogéria Gondim, falou do papel da secretaria no acompanhamento dos fóruns. “A secretaria de Assistência Social estará acompanhando durante os 4 anos os fóruns do Selo UNICEF no município de Brasiléia. Nós estaremos trabalhando as atividades nos bairros e comunidades de forma que possamos influenciar de alguma forma para os direitos dos meninos e meninas”, falou Rogéria.

3 de Julho Entrevistas 12ª Edição

Nesta entrevista o vereador Edu Queiroz falou da sua trajetória política, inclusive dos seus três mandatos seguidos em legislaturas anteriores, assista!!!!