Digam não a mordaça!!! Prefeito Zum tenta intimidar servidores que protestam contra o atraso de salário

O Prefeito de Assis Brasil, Antonio Barbosa do PSDB (Zum) tenta intimidar professores que estão com o seu salário atrasado do mês de dezembro e servidores protestam nas redes sociais dizendo "Quero meu salário de dezembro para também poder viajar para Florianópolis".

 Por Alemão Monteiro 

A desastrosa gestão do prefeito Zum do PSDB vem sendo bombardeada nas redes sociais. Os moradores criticam o abandono da cidade que está totalmente esburacada, escura e cheia de entulhos.

Quem também tem usado as redes sociais para mostrar toda a indignação contra a gestão tucana são os servidores que estão com o salário atrasado. Alguns professores saíram do silêncio e fizeram várias postagens pedindo o pagamento do que lhes é devido.

Em uma postagem, um professor diz que quer receber o seu salário de dezembro para também poder viajar para Florianópolis. O prefeito Zum não gostou e respondeu o professor em tom de ameaça, já que entendeu que a mensagem foi direcionada para ele, uma vez que o prefeito e sua família passaram as férias em Florianópolis.

Depois de seu comentário, o prefeito foi bombardeado por várias pessoas que apoiaram o professor. Outras aproveitaram para pedir providências com a buraqueira que tomou conta da cidade, a falta de iluminação pública e, é claro, o atraso no pagamento dos servidores.

Parece que o prefeito Zum quer implantar a lei do silêncio e intimidar os servidores que reclamam seus direitos. Esqueceu que vivemos em um Estado democrático em que o pensamento e a livre manifestação são direitos constitucionais.

Mas se o prefeito não gosta de ser criticado ou questionado, basta comprir com suas obrigações. Pague os trabalhadores em dia e cuide da cidade que será até elogiado.

Prefeitura de Brasiléia Retoma Atividades para Idosos do Município em 2018

O centro continuará funcionando normalmente durante o mês de janeiro, a espera dos meninos e meninas da melhor idade.

O Centro de Convivência dos Idosos de Brasiléia atende mais de 100 pessoas da melhor idade do município comdiversas atividades que proporcionam um espaço de inclusão social, estimulando a participação no contexto familiar e comunitário, refletindo sobre o processo de envelhecimento como qualidade e valorização da vida, e com isso a Prefeitura de Brasiléia através da Secretaria de Assistência Social, optou por não ter recesso no início de 2018 nas atividades realizadas com os idosos no centro, sendo uma reivindicação dos mesmos.

As atividades são realizadas três dias da semana, segundas, quartas e sextas, às 05h30min da manhã com o Educador Físico e após as atividades é servido um lanche aos idosos. 

O Centro também realizará no dia 26 de janeiro uma festa temática vermelha e preta, para a melhor idade.

A Secretária de Assistência Social Joseane Pimentel falou sobre o assunto.

“Diferente dos anos anteriores, esse ano optamos por não fazer recesso, porque a Prefeita Fernanda Hassem junto com a equipe da Assistência entende a importância de não parar as atividades do centro, que nos anos anteriores entrava em recesso em dezembro e só retornavam após o carnaval e a Prefeitura percebe que é um tempo longo para interromper as atividades que fazem tão bem aos idosos que participam do centro”, finalizou a Secretária.

Em Assis Brasil centenas de trabalhadores ainda estão sem receber seu salário; Zum ainda está em Florianópolis

O prefeito Antônio Barbosa do PSDB de Assis Brasil ainda não pagou o salário do mês de dezembro dos servidores da prefeitura.

 Por Alemão Monteiro 

Em Assis Brasil centenas de trabalhadores e trabalhadoras não poderão pagar todas as suas contas no final do ano. É que o prefeito da cidade, Zum do PSDB, não depositou o salário de dezembro dos funcionários.

A expectativa é que parte dos servidores recebam o mês de dezembro hoje, dia 10 de janeiro. Mesmo assim o prejuízo é certo, uma vez que a maioria vai pagar juros de financiamentos, empréstimos, cartões de crédito e o cheque especial.

Quem está comandando a cidade é o vice-prefeito, Zé do Posto do PSD. Mas, o comando das finanças fica bem longe de suas mãos e sua presença na prefeitura é apenas figurativa.

O prefeito deve voltar de suas férias ainda essa semana. Vai encontrar uma cidade ainda mais esburacada, dívidas acumuladas e muita gente em sua porta cobrando promessas de campanha.

Prefeito Tião Flores faz muita “marketing” e deixa a desejar quanto aos ramais em Epitaciolândia, moradores clamam por Socorro

Em Epitaciolândia, moradores do Ramal do Porvir Km 20 e do ramal Porto Rico, podem ficar isolados. A situação pode se agravar ainda mais, caso não seja feito um trabalho de recuperação.

 Por Alemão Monteiro 

O prefeito de Epitaciolândia Tião Flores (PSB) faz muita "marketing" e pouco trabalho quanto aos ramais e deixa a desejar quanto aos ramais e moradores ficar isolados. As reformas das pontes só um milagre.

Os próprios moradores são quem fazem o serviço que era pra ser feito pela secretaria de obras, com resto de concreto tenta tapar uma vala (como mostra na foto). Um morador diz que Tião Flores vende ilusão, aparece nos ramais com várias promessas e depois some. 

O vereador Alcione, em visita ao Ramal do Porvir distante 20 km do município de Epitaciolândia sentido à Rio Branco, constatou as péssimas condições de acesso pelo ramal em um trecho que fica a menos de 3 km da BR 317.

Segundo os moradores a recuperação do ramal é um anseio de todos, pois foi uma promessa de campanha do Prefeito Tião Flores.

A situação pode se agravar ainda mais, caso não seja feito um trabalho de recuperação rapidamente, dificultando muito para vários produtores de hortaliças e de suíno que usam periodicamente este acesso.

Segundo o parlamentar, espera que a gestão municipal tenha mais agilidade na resolução dos problemas, atendendo as reivindicações dos moradores, pois este não é o único que está em estado crítico como são o caso do Ramal Porto Rico e muitos outros.

Enquanto os funcionários estão com o salário atrasado Prefeito Zum curte as praias de Florianópolis com a família

Zum merece o primeiro prêmio da história de Assis Brasil o Nobel da fronteira como “O pai do salário atrasado”.

 Por Alemão Monteiro 

O prefeito da pequena cidade de Assis Brasil Antonio Barbosa (Zum) está fazendo o que nenhum prefeito fez: Não pagou os fornecedores, Funcionários provisórios e ainda viajou para curtir as praias de Florianópolis com a família e deixou o povo a mercê da própria sorte.

A cidade está tomada por buracos e muita lama. É o que diz os moradores da pequena cidade administrada pelo prefeito Tucano, não se sabe até aonde vai à vaidade da primeira Dama que além de inventarem a história do Gabinete da Primeira Dama, ainda ficam ostentando nas redes sociais fotos com a família na praia, enquanto os trabalhadores do município estão sem seus pagamentos vendendo o almoço para comprar a janta.

Além do salário atrasado tem também o problema das ruas, com o aumento das chuvas na região várias ruas do município estão intrafegáveis, como é o caso das Ruas Juvenal Duarte, Rafael Martins Leão, João José do Bonfim e várias outras.

Tem também o caso dos tijolos que mesmo com uma olaria municipal funcionando todos os dias, o prefeito Zum não conseguiu colocar um tijolo em nenhuma rua desde que assumiu o comando do município.

A fábrica de tijolos do município funciona a todo vapor e não se sabe o destino da porcentagem que é repassada à Prefeitura, ou seja, onde está indo parar os tijolos que estão sendo fabricados e entregues para a prefeitura de Assis Brasil que não estão sendo colocados nas ruas?

Assim, a situação só piora a cada dia. Mais buracos aparecendo e nenhuma ação por parte da secretaria de obras para amenizar o sofrimento dos moradores.

Moradores de Assis Brasil protestam nas redes sociais sobre a situação das ruas da cidade

Na pequena cidade de Assis Brasil administrada pelo PSDB de Zum, moradores protestam nas redes sociais sobre a situação das ruas.

 Por Alemão Monteiro 

Assis Brasil está tomada por buracos e muita lama. É o que dizem os moradores da pequena cidade administrada pelo prefeito Zum do PSDB.

Com o aumento das chuvas na região várias ruas do município estão intrafegáveis. É o caso da Rua Juvenal Duarte, Rafael Martins Leão, João José do Bonfim e várias outras.

Mesmo com uma olaria municipal funcionando todos os dias, o prefeito Zum não conseguiu colocar um tijolo em nenhuma rua desde que assumiu o comando do município.

A fábrica de tijolos do município funciona a todo vapor e não se sabe o destino da porcentagem que é repassada à Prefeitura.

Assim, a situação só piora a cada dia. Mais buracos aparecendo e nenhuma ação por parte da secretaria de obras para amenizar o sofrimento dos moradores.

Cadê o Tião Flores??? Moradores clamam por socorro no beco do mangueirão em Epitaciolândia

Moradores procurar a imprensa para denunciar o caos do beco do mangueirão.

 Por Alemão Monteiro 

Moradores da Rua Rio Branco, do segundo mais numeroso Bairro da Cidade, (Bairro Liberdade), cobram do Prefeito Tião Flores (PSB) de Epitaciolândia os serviços básicos de limpeza em um beco, chamado “Beco do Mangeirão”, único acesso do centro da cidade aos moradores da citada Rua.

Segundo informações a situação de abandono no pequeno espaço de ir e vir de centenas de pessoas sempre foi um problema, mas nos últimos anos tem piorado pela ineficiência de coleta de lixo e falta de limpeza no beco e margens.

“O Beco do Mangueirão que se encontra nessas condições há mais ou menos 15 anos, por esse beco passam centenas de pessoas todos os dias, colocando em risco sua saúde,  pisando em fezes, lixo entre outros”, comentou uma moradora.

A mesma pessoa que prefere não se identificar informa que alguns moradores já fizeram vários pedidos às autoridades inclusive abaixo assinadas para obter limpeza no local e nunca tiveram resposta. 

Segundo eles, entra prefeito e sai prefeito e a situação não muda na gestão do ex-prefeito André Hassem a situação era ruim e agora na gestão do prefeito Tião Flores a situação continua piorando.

Cadê o salário do povo Zum? Servidores de Assis Brasil ainda não receberam mês de dezembro

Servidores públicos de várias secretarias da Prefeitura de Assis Brasil iniciaram 2018 sem dinheiro na conta. 

 Por ALemão Monteiro 

Mais uma vez o prefeito Zum do PSDB atrasa o pagamento do funcionalismo e atrapalha a vida de todo mundo.

Já é uma prática normal da atual gestão tucana deixar de pagar os trabalhadores do quadro permanente e provisório. Alguns estão com mais de dois meses sem ver a cor de seu salário, como é o caso de prestadores de serviço da limpeza pública, obras, saúde e educação.

Depois de cinco anos de administração do PSDB o caos tomou conta da pequena Assis Brasil. Além do atraso de pagamento a cidade está abandonada, cheia de buracos, entulhos e mal iluminada.

A Prefeitura continua inadimplente e não pode receber recursos para investimentos. As secretarias municipais estão funcionando precariamente e falta do café ao papel.

Diante de todo esse cenário catastrófico, o prefeito Zum tirou férias para cutir as praias do Sul do país. Quando voltar a situação estará ainda pior e não se sabe qual a estratégia dos tucanos para cumprir com as promessas de campanha.

Em Epitaciolândia, o lixo toma conta das ruas e calçadas, moradores sofrem com o descaso

Prefeito de Epitaciolândia Tião Flores (PSB) finge não vê o lixo que toma conta das ruas e calçadas da cidade.

 Por Alemão Monteiro 

A falta de assistência à população quanto ao recolhimento do lixo tem se tornado algo raro em Epitaciolândia não é só em um ou dois bairros que os lixeiros estão transbordando, mas sim em todo o município, há dias o recolhimento do lixo não está sendo feito, deixando assim o município com aparências de desprezo, sem administração.

É triste saber que o mínimo, o básico do que é para ser feito está deixando de ser, tudo por conta de despreparo quando à administração, é ruim ter que cobrar uma coisa que não poderia jamais ter que ser cobrada, pois são tarefas do dia-a-dia.

Não se fala só de lixo, mas também entulhos espalhados na beira das ruas, capins nas calçadas, esgotos estourados, esse foi o presente do prefeito Tião Flores para os moradores do referido município, espera-se que este ano de 2018 as coisas mudem de figura afinal é ano de eleição e a população passará a ser tratada como não foi durante os anos anteriores.

Com tantos SEM, é normal que haja uma resposta, pois a falta de limpeza e o lixo acumulado nas vias públicas formam o habitat perfeito para os urubus que infelizmente estão tomando conta das ruas do município.

Tribunal Eleitoral de Pando autoriza cassação de prefeitos e vereadores

O Tribunal Eleitoral Departamental (TED) de Pando, autorizou o processo de revogatório de mandato para os prefeitos municipais de Cobija junto com mais cinco vereadores e do município de Bolpebra. A notícia é do jornal ‘Perla del Acre’.

Prefeito de Cobija, Gatty Ribeiro – Foto: arquivo/Alexandre Lima

Segundo o sitio, a vice-presidente do Tribunal Eleitoral, Daniela Vélez, indicou que os solicitantes têm 90 dias para coletar, 30% das assinaturas de cidadãos registrados dentro do padrão, para viabilizar um novo processo eleitoral. As autoridades eleitas pelo voto popular estão submetidas ao processo revogatório do mandato, sempre e quando, cumprem os procedimentos e requisitos exigidos pela normativa eleitoral.

“Mediante o informe legal e analise da Sala Plena, foi dado curso ao pedido e instrução que facilita os livros aos promotores da revogatória dos mandatos, afim que recolham novamente das assinaturas que correspondem, neste caso, a 30% dos registrados no padrão eleitoral. Isto significa 11.118 assinaturas para prefeito e vereadores. Sendo 371 para o prefeito de Bolpebra”, explicou.

As normas

O regulamento do TSE refere que a revogatória poderá solicitar quando haja transcorrido pelo menos a metade do período do mandato da autoridade eleita, e não poderá ter lugar durante o ultimo ano da gestão. Na sexta, dia 1º de dezembro de 2017, os prefeitos dos 339 municípios de todo o País, cumpriram a metade do seu mandato, já que foram empossados no dia 1º de junho de 2015.

O prazo máximo para a coleta de dados pessoais, assinaturas e digitais de pessoas, é de 90 dias desde sua autorização e para sua verificação pelo Tribunal eleitoral competente, é de 60 dias.

“Estas solicitações de revogatória dos mandatos das autoridades procede, as mesmas já foram analisadas e Sala Plena do Tribunal Eleitoral mediante resolução se aprova o processo desta iniciativa cidadã”, mencionou a vice-presidente Vélez.