Novenário de Nossa Senhora da Glória movimenta turismo religioso no Juruá

O governo do Estado apoia a realização do Novenário de Nossa Senhora da Glória com recursos financeiros.

O Acre é palco da segunda maior festa religiosa da Região Norte. Em sua centésima edição, o tradicional Novenário de Nossa Senhora da Glória reúne turistas de vários locais do país em Cruzeiro do Sul, no Vale do Juruá, até 15 de agosto.

O evento, que se iniciou no último domingo, 5, é promovido pela Igreja Católica e conta com o apoio do governo do Estado e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Estima-se que 150 mil pessoas passem pela cidade durante o novenário.

Com uma programação especial, incluindo shows locais e nacionais, nas dez noites de festividades serão celebradas novenas e missas. A festa aquece a economia do município e compõe o calendário oficial de eventos do estado.

“A exemplo de anos anteriores, o governo do Estado apoia a realização do Novenário de Nossa Senhora da Glória com recursos financeiros. É um evento de grande magnitude aqui no Norte e atrai turistas de várias regiões do Brasil, Acre e países vizinhos, além de aquecer a economia e a cadeia do turismo no Vale do Juruá”, frisou a secretária de Estado de Turismo e Lazer, Rachel Moreira.

Com vendas das 8 às 23 horas, a feira de agronegócio também compõe a programação do Novenário de Nossa Senhora da Glória, que em 2017 movimentou R$ 1 milhão. A expectativa é de que as vendas deste ano superem as da última edição.

Detento morre após ser agredido por companheiros de cela em presídio

Vítima chegou a ser socorrida pelo Samu, mas não resistiu e morreu na unidade. Caso ocorreu na tarde desta terça (7), no Presídio Francisco d’Oliveira Conde.

O detento Emerson Galdino de Souza, de 19 anos, foi morto na tarde desta terça-feira (7) após ser agredido por companheiros de cela no complexo penitenciário Francisco d’Oliveira Conde, em Rio Branco.

A informação foi confirmada pelo diretor-presidente do Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen-AC), Aberson Carvalho, por meio de nota. O órgão não informou que tipo de agressão a vítima teria sofrido. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas Galdino morreu na unidade.

Ainda conforme o Iapen-AC, todos os presos que estavam na cela foram conduzidos para a Delegacia de Flagrantes (Defla) para que fossem tomadas as providências necessárias. O órgão afirma que está prestando assistência à família da vítima.

Do G1 Acre

IML tenta identificar ossada humana encontrada por moradora em Rio Branco

Ossada foi encontrada por moradora na sexta (3), na Rua Barbosa, bairro Floresta Sul. Moradora ia para o trabalho quando viu os ossos e parou.

Instituto Médico Legal (IML) de Rio Branco tenta identificar uma ossada humana encontrada na Rua Barbosa, bairro Floresta Sul, em Rio Branco. A ossada foi encontrada na sexta-feira (3) por uma moradora que passava no local.

A moradora, que pediu para não ser identificada, disse que o local é usado para depositar lixo, animais mortos e entulhos. Ela acredita que o corpo foi deixado há meses no local, foi comido pelos urubus e os moradores não perceberam.

“Passo lá todos os dias para o trabalho. A população insiste em pôr fogo em tudo nessa época. Colocaram lá no mato na beira da estradad e assim apareceu a ossada. De longe se via”, explicou.

A mulher percebeu que havia ossos em meio ao mato queimado, desceu da motocicleta para tirar fotos e em seguida acionou a polícia. “Só foi descoberto agora por causa do mato queimado que deixou os ossos expostos”, confirmou.

O comandante do 3º Batalhão da Polícia Militar do Acre (3ºBPM), tenente-coronel Edener Franco, acrescentou que a polícia foi no local na sexta, mas a ossada só foi encontrada na manhã de sábado (4).

Investimentos no setor moveleiro consolidaram categoria no Acre

Muitos são os aspectos a serem destacados pertinentes à valorização dos profissionais da marcenaria no Acre.

Por Agnes Cavalcante

Nos últimos anos, investimentos direcionados à categoria a consolidaram como uma das principais economias do setor produtivo industrial no estado.

Desde a implantação de políticas de fomento ao setor, conquistas como a facilidade ao acesso a linhas de financiamento e a legalização das atividades foram viabilizadas. Se antes o estado já possuiu mais de 80% dos profissionais em atuação de forma irregular, atualmente a realidade é outra.

A valorização da economia florestal foi um aspecto essencial para se pensar a reformulação dessa atividade econômica, de modo a assegurar licenciamento e regularização de empreendimentos e, consequentemente, a geração de empregos e distribuição de renda às famílias.

Indústrias e polos moveleiros

Além dos processos burocráticos que envolvem a legalizalização, o governo do Estado destinou recursos à aquisição de maquinário de ponta para atender e suprir as demandas do mercado local, instalando dezenas de empresas em polos moveleiros distribuídos pelo estado.

Com o incentivo, as portas ficaram abertas para o surgimento de novas associações e cooperativas para o melhor gerenciamento da contratação de mão de obra e gestão financeira.

Ao longo de quase oito anos, foram investidos na gestão de Tião Viana um total de R$ 54,5 milhões na construção, estruturação e infraestrutura dos polos em Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Tarauacá, Feijó, Sena Madureira, Epitaciolândia, Brasileia e Acrelândia.

Só na capital, por exemplo, cerca de dez empresas estão instaladas no polo localizado no Parque Industrial, o que significa a representatividade de aproximadamente 60 famílias que têm a marcenaria como fonte de renda.

Outro estímulo por parte do governo do Estado foi a mudança na aquisição de compras governamentais, que passou a beneficiar diretamente essas empresas e cooperativas. Isso porque o governo adotou um sistema de compra de mobiliário das instituições públicas que absorvesse toda a produção dos polos moveleiros.

Inovação, design e sustentabilidade

A venda garantida não se resumiu apenas ao mercado local. A produção industrial acreana já foi conhecida e aprovada em feiras nacionais e internacionais.

E enumerar esses avanços também só é possível graças aos investimentos em qualificações e consultoria em design oferecidas aos profissionais, aliando conceitos de inovação com a contemporaneidade e a sustentabilidade, o que elevou a competitividade dos produtos fabricados no estado.

A exemplo disso, algumas linhas de objetos fabricados com base nas tradições e simbolismos do cotidiano da vida na Amazônia foram expostas, inclusive, em Milão, na Itália, e colocaram o Acre na vitrine mundial.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento da Indústria, do Comércio e Serviços Sustentáveis (Sedens), Michel Marques, a consolidação das conquistas da categoria no estado se deram graças a uma política governamental que atuou à frente de todos os processos.

“O Estado não apenas capitaneou com recursos, mas esteve em parceria o tempo todo com os profissionais, estimulando a organização social e jurídica dos empreendimentos e articulando melhorias para o setor”, enfatiza.

Criatividade que chama a atenção

Durante a Expoacre 2018, encerrada neste domingo, 5, o galpão moveleiro foi um dos mais visitados. O casal Naiana Lima e Rogério Rodrigues aproveitou o fim de semana para conferir as novidades da feira, em especial as inovações da indústria moveleira. Segundo Naiana, são os produtos mais criativos que lhe chamam atenção, como um conjunto maleável de mesa e bancos, que pode se tornar um único banco grande de madeira.

“A gente sempre vem passear aqui e aproveita pra ver as iniciativas que movimentam a economia no estado. Sempre gosto de passar aqui na área dos móveis por ter algo de novidade e de criativo sempre”, relata.

O local é um espaço que reúne empresas pioneiras e novos empreendimentos. A Nunes Móveis marca presença na feira todos os anos. “Estamos no mercado há mais de 20 anos seguindo a origem de madeiras, sempre procurando inovar e fazer o melhor. E a Expoacre é uma vitrine desse trabalho que representa a geração de empregos para mais de dez famílias”, frisa o gerente Kevin da Silva.

Também de Rio Branco, a Real Móveis tem sido assídua à Expoacre trazendo novidades ao público todos os anos. De acordo com o empresário Júnior Nepomucena, cerca de 20 famílias têm vínculo direto com o empreendimento. “Temos notado que as políticas de fomento ao setor no estado ajudaram a dar mais visibilidade a esse trabalho e todos os anos temos a presença massiva das pessoas aqui prestigiando no estande”, destaca.

Rapaz morre afogado após mergulho no rio Iaco, em Sena Madureira

Ribeirinhos encontraram o corpo de Halefy da Silva Bezerra, de 25 anos. Vítima tomava banho com amigos no Rio Iaco, em Sena Madureira, quando desapareceu.

Ribeirinhos da Comunidade Olho d’água, zona rural de Sena Madureira, interior do Acre, encontraram o corpo do jovem Halefy da Silva Bezerra, de 25 anos, na manhã deste domingo (5). O jovem sumiu na tarde deste sábado (4) quando tomava banho com amigos no Rio Iaco.

O Corpo de Bombeiros do Acre foi acionado para resgatar o cadáver. Ainda segundo os Bombeiros, os amigos entraram na água após uma partida de futebol. O local escolhido para o mergulho é conhecido como Poço do Serraria, que é bastante fundo.

Ainda conforme os Bombeiros, a equipe de mergulho enviada ao local foi informada que o rapaz não sabia nadar. Os bombeiros se deslocavam para a comunidade quando foram informados que os ribeirinhos haviam encontrado o jovem.

Após o resgate, os bombeiros trouxeram o corpo para a zona urbana para ser liberado aos familiares.

Por Aline Nascimento, G1 Acre

Abertura oficial das provas de rodeio marca terceira noite de Expoacre

Peões trajando bota, cinto, fivela e chapéu preparados para vencer os oito segundos em cima do touro na arena.

Por Agnes Cavalcante

Foi assim a terceira noite de Expoacre com a abertura oficial das provas de rodeio.

Trinta e quatro cowboys participaram da seletiva que elegeu os competidores da etapa final do torneio.

Sebastião Freitas é um dos peões que participa da competição. Ele conta que esta era sua terceira participação no rodeio da maior feira de agronegócios do Estado.

 “A expectativa é grande porque temos trabalhado bastante para conseguir espaço neste meio. Chegar até aqui é motivo de muita alegria. Tem que fazer por onde porque tem profissionais muito bons na competição e estamos na busca por essas duas motos que são a premiação”, disse o competidor.

O público, como sempre, marcou presença na Arena de Rodeios tomando as arquibancadas e a área vip. Henndley Nobre, acompanhando pela namorada foi apreciar a competição e escolheu um local privilegiado, bem próximo à arena. “Gosto de participar e sempre prestigiar o rodeio que vem cada vez mais inovando”, comentou.

Organizador do evento, Alexandre Farias, agradeceu o apoio do governo do Estado, Sebrae e da Prefeitura de Rio Branco na realização do torneio.

“As expectativas para a competição são as melhores. Trabalhamos bastante, foram muitos dias empenhados. Também quero agradecer aos empresários do Acre que, mais uma vez, abraçaram essa ideia e estão nos apoiando”, finalizou Alexandre Farias.

A grande final do rodeio será neste domingo 5, a partir das 20h. A programação da Expoacre 2018 ainda guarda muitas atrações aos público. Neste sábado, 4, às 15h, será realizada a Prova de Vaquejada​, e a partir das 16h00 até às 19h tem Premiação Nelore Pista na tenda da Secretaria de Estado de Agropecuária do Acre.

Veja mais da programação de hoje:

18h00 – 22o Leilão Fazenda Sinuelo 2R​, no Tatersal do Alemão;

18h00​ – Abertura ao público dos estandes de exposições, setores

de gastronomia e atividades de negócios e entretenimento da

Expoacre 2018;

20h00​ – Classificatória das Provas de Rodeio​ na Arena;

23h00 – ​Show da nova dupla Day e Lara​, no Território Park Show;

00h00​ – Fechamento dos estandes de Exposições;

03h00​ – Encerramento de todas as atividades do dia na

Expoacre 2018.

Depasa vai interditar trecho da Rua João XXIII para obras na rede de esgoto

As intervenções foram autorizadas pela Superintendência Municipal de Trânsito (RBTrans) e seguem até domingo, 5.

Neste sábado, 4, o Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento (Depasa) inicia mais uma etapa dos serviços de interligação da rede coletora de esgoto na Rua João XXIII, localizada na regional do bairro Bosque, em Rio Branco.

Com a execução dessas obras, a via está interditada no trecho que compreende a Rua Maranhão e a Travessa João XXIII, nas proximidades da Distribuidora Vitória. 

 “O horário da execução das obras será entre as 6 e as 23 horas. Então, neste fim de semana, os condutores de veículos que adentrarem o Conjunto Village por meio da Rua João XXIII não terão acesso à Avenida Getúlio Vargas. Por isso, orientamos que fiquem atentos à sinalização existente no local e busquem rotas alternativas”, informa a coordenadora de projetos do Depasa, Andreya Abomorad.

A gestora informa que serão feitas as atividades de escavações, reestruturação do solo e implantação das tubulações da rede coletora de esgoto e que forem concluídas essas etapas, serão realizadas as reposições da camada asfáltica.

“O objetivo dessas obras é conectar as redes de esgotamento sanitário dos conjuntos habitacionais Village, Procon, parte da Conquista e regiões adjacentes em direção à Estação de Tratamento de Esgoto [ETE] do São Francisco”, destaca Abomorad.

Em um jogo de 11 gols, Atlético Brasileense supera IBB em Brasiléia

A equipe da capital vindo de uma derrota entrou em quadra pressionada e logo abriu vantagem de quatro a zero sobre a equipe da fronteira no primeiro tempo.

Por Eldson Júnior

Em partida válida pela segunda rodada do Campeonato Estadual de Futsal 2ª Divisão 2018, a Seleção de Brasiléia mais conhecida como Atlético Brasileense, entrou em quadra contra a equipe da Igreja Batista do Bosque – IBB de Rio Branco, no Ginásio Poliesportivo Eduardo Lopes Pessoa, na noite da última quinta-feira, 2.

A equipe da capital vindo de uma derrota entrou em quadra pressionada e logo abriu vantagem de quatro a zero sobre a equipe da fronteira no primeiro tempo. Resultado esse permanecendo até o inicio do segundo tempo, quando a equipe da casa, Atlético Brasileense com apoio de todo ginásio se superou e reverteu o placar faltando 40 segundos para o término da partida para seis a cinco, resultado esse que permaneceu até o fim do jogo.

O técnico do Atlético Brasileense, Anjo Gurgel, fala sobre a importante vitória diante da torcida.

“É futsal! No esporte acontecem essas coisas. Quatro a zero, em casa, a torcida empurrou e o nosso time reagiu de uma forma extraordinária, realmente. Passei muitos momentos bons jogando, mais aqui fora estava nervoso. É um momento muito especial pra mim, esse que estou vivendo na Seleção de Brasiléia, com essas duas vitórias consecutivas. Mais o jogo de hoje, pela situação que estava, é impressionante! Só quem viu esse jogo acredita que vencemos esse jogo!”, finaliza Anjo, empolgado com a vitória.

O experiente goleiro do Atlético Brasileense, Valter Maia, descreve a emoção que foi a partida.

“Não iniciei jogando por problemas no meu joelho e só ia entrar se precisasse. Mas com o placar bem avantajado deles (equipe IBB), fui obrigado a entrar. Fomos para o goleiro-linha, que é uma especialidade nossa e como estávamos perdendo arriscamos tudo. Graças a Deus a nossa equipe, nossos colegas e nossa torcida conseguimos chegar ao empate, continuamos com o goleiro-linha, que é muito arriscado e conseguimos chegar a vitória”, disse o Goleiro da Seleção.

A equipe Brasileense, única representante do interior na competição, mostrou que ao lado da torcida pode superar qualquer adversário. Com o resultado a Seleção de Brasiléia vai a seis pontos e segue sem perder na competição. O próximo jogo está marcado para o dia 11, em casa.

A torcida marcou presença e pode testemunhar um dos melhore jogos do campeonato e quem não pôde ir até o ginásio, acompanhou ao vivo pela rádio Aldeia FM 90.3 de Brasiléia.

Homem que cortou árvores em área de preservação deverá prestar serviço

No mesmo processo, quatro réus foram absolvidos, pois não agiram com dolo; crime aconteceu no município de Sena Madureira.

O Juízo da Vara Criminal da Comarca de Sena Madureira condenou um homem a prestar serviços à comunidade, pelo cometimento do crime descrito no artigo 39, da Lei 9.605/98, por cortar árvores em área de preservação permanente, sem autorização da autoridade competente.

Na sentença, publicada na edição n°6.168 do Diário da Justiça Eletrônico, dessa quinta-feira, 2, o juiz de Direito Fábio Farias, titular da unidade judiciária, destacou que as consequências do delito não foram graves, já que ocorreu “tão somente o corte de aproximadamente cinco árvores em área de preservação permanente”.

Conforme é relatado nos autos, o acusado alegou ter sido contratado para realizar o desmatamento e, por isso, contratou mais quatro pessoas para fazer o serviço. Mas, quando estavam começando o serviço, chegou a policia ambiental.

Sentença

Analisando o caso, o juiz de Direito observou que quatro dos denunciados não agiram com dolo, pois “sequer tinham conhecimento de que foram contratados para cortar árvores em floresta de preservação, em especial porque o denunciado afirmou que havia permissão do órgão competente, razão porque os demais acusados prontamente se dirigiram com motosserras para realizar o serviço”.

Mas, o magistrado reconheceu que o homem praticou o crime de desmatamento (art. 39 da Lei 9.605/98). Assim, fixou um ano de detenção, em regime aberto, para o denunciado. Entretanto, o acusado preenchia os requisitos do art. 44 do Código Penal, e a pena privativa de liberdade foi substituída por prestação de serviço à comunidade.

Por tjac.jus.br

Júri popular vai julgar acusado de matar adolescente em sala de aula

Estudante de 15 anos foi baleado na cabeça e morreu quatro dias depois no hospital de Rio Branco. Adolescente envolvido em crime já cumpre medida socioeducativa.

Dione Alves durante chegada na Delegacia de Flagrante de Rio Branco no ano passado (Foto: Aline Nascimento)

O Tribunal do Júri da Comarca de Sena Madureira inicia, nesta sexta-feira (3), o julgamento de Dione Alves. Ele é acusado de invadir uma escola e matar, com um tiro na cabeça, um estudante de 15 anos que não teve o nome revelado na época.

Um menor de 16 anos, também envolvido no crime, já foi julgado e cumpre medida socioeducativa, segundo a Justiça. Nesta sexta, o júri popular deve ouvir sete testemunhas de acusação, além das testemunhas da defesa.

O adolescente foi baleado dentro da Escola Raimundo Hermínio de Melo, enquanto assistia aula. O estudante chegou a ser levado para o hospital em Rio Branco, mas morreu depois de quatro dias. O acusado foi preso horas após o crime e, em depoimento, disse que agiu por vingança.

Ainda de acordo com a polícia, Alves seria o responsável por atirar no estudante. A dupla contou em depoimento que a vítima vinha fazendo ameaças e insultos contra eles. Segundo a polícia, Alves e o menor apreendido seriam de uma facção rival à da vítima.

O acusado cumpria pena no presídio de Segurança Máxima Antônio Amaro e foi pronunciado pelo Ministério Público do Acre. Alves vai ser julgado por homicídio qualificado, integrar facção criminosa e corrupção de menor.

Do G1 Acre