Segurança realiza revista geral no maior presídio do Estado

Policiais do Batalhão de Operações Especiais, numa ação integrada com agentes do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen), realizaram uma minuciosa revista nos pavilhões do Complexo Francisco de Oliveira Conde.

Os procedimentos foram realizados nas celas dos pavilhões A e L. Diversos objetos foram apreendidos, como entorpecentes, celulares e carregadores, chips de aparelhos eletrônicos e armas brancas artesanais.

De acordo com a diretoria do Iapen, o objetivo é realizar uma pacificação do sistema penitenciário, por meio do combate da entrada de objetos ilícitos que oferecem riscos tanto aos profissionais que trabalham na unidade quanto para os apenados do regime fechado.

“É importante destacar a importância do trabalho em conjunto das forças policiais representadas nessa ação pelos agentes penitenciários e policiais do Bope, que não mediram esforços para cumprir com êxito a missão e, mais uma vez, pudemos tirar de circulação esse tipo de ilícito dentro da unidade”, afirma o diretor Aberson Carvalho.

Ainda que os celulares não tenham mais sinais de telefonia móvel dentro da unidade devido à instalação do bloqueador de celulares, durante as vistorias, os agentes encontram aparelhos antigos escondidos nos banheiros ou paredes das celas.

As ações de monitoramento das unidades penitenciárias fazem parte do planejamento estratégico operacional da Segurança Pública que busca coibir qualquer elo dos apenados com as ações fora dos presídios.

Nota De Pesar: Falecimento – José Alberto Kairala Sfair

Os familiares daquele que em vida se chamou José Alberto Kairala Sfair, mais conhecido como “Mano Kairala”, tem a dolorosa missão de comunicar seu falecimento de causas naturais em sua residência, ocorrida na tarde deste domingo, dia 17 de dezembro de 207.

Comunicam que seu velório está marcado para iniciar em sua residência, localizada na rua Benjamin Constant, no centro de Brasiléia. A saída do cortejo poderá ocorrer no período da tarde desta segunda-feira, dia 18, a partir das 14 horas, rumo ao cemitério São João Batista.

Antecipadamente, os familiares agradecem as orações de fé, carinho e solidariedade neste momento de perca e dor.

José Alberto Kairala Sfair

* 28/01/1931

+ 17/12/2017

Mais de 30 kg de drogas são incinerados em Tarauacá

A Polícia Civil de Tarauacá (AC), incinerou 30 quilos de drogas. A droga incinerada fazia parte inquéritos policiais instaurados em 2016 e 2017.

Foram queimadas cocaína, pasta base de cocaína, maconha e pedra de oxidado. Toda essa droga foi apreendida nos anos de 2016 e 2017, graças ao trabalhos das forças d segurança d município.

A queima, que aconteceu numa cerâmica do município, foi autorizada pelo Poder Judiciário e acompanhada Pela Juíza Doutora Ana Paula Sabóia, Promotora de Justiça Dra. Bianca Bernardo, Delegado José Obetânio, policiais militares e civis.

Informações Portal Tarauacá

Receita paga o último lote do ano de restituição do Imposto de Renda

A Receita Federal paga hoje (15) o sétimo e último lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2017. O lote contempla cerca de 1,9 milhão de contribuintes, que vão receber R$ 2,88 bilhões.

A Receita também paga R$ 231,4 milhões a 141,4 mil contribuintes que fizeram a declaração entre 2008 e 2016, mas estavam na malha fina. Considerando os lotes residuais e o pagamento de 2016, o total gasto com as restituições chega a R$ 3,11 bilhões para 2.038.984 contribuintes.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deve acessar a página da Receita na internet ou ligar para o Receitafone, no número 146. A Receita oferece ainda aplicativo para tablets e smartphones.

As restituições têm correção de 6,19%, para o lote de 2017, a 100,48% para o lote de 2008. Em todos os casos, os índices têm como base a taxa Selic (juros básicos da economia) acumulada entre a data de entrega da declaração até agora.

O dinheiro estará depositado nas contas informadas na declaração. O contribuinte que não receber a restituição deve ir a qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para os telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para ter acesso ao pagamento.

Quem não recebeu a restituição e está fora do lote de dezembro caiu na malha fina. Nesse caso, os contribuintes devem consultar o Centro Virtual de Atendimento da Receita (e-CAC) para descobrir a irregularidade, erro ou omissão que impede o ressarcimento. Segundo o Fisco, 747 mil declarações do IRPF 2017 ficaram retidas por causa de inconsistências nas informações prestadas. A quantidade corresponde a 2,46% do total de 30.433.157 documentos entregues neste ano.

A restituição ficará disponível durante um ano. Se o resgate não for feito no prazo, a solicitação deverá ser feita por meio do formulário eletrônico – pedido de pagamento de restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço extrato de processamento. Para quem não sabe usar os serviços no e-CAC, a Receita produziu um vídeo com instruções.

Agência Brasil

Mãe acusa idoso de 73 anos de abusar de filha de 4 anos em Cruzeiro do Sul

Criança estava na porta de casa quando o idoso teria passado a mão nas partes íntimas da criança. Em depoimento ao delegado, idoso negou acusação. Homem deve ser encaminhado para o presídio de Cruzeiro do Sul.

Um idoso de 73 anos foi preso no final da tarde desta quinta-feira (14) suspeito de estupro de vulnerável. O homem é acusado de abusar de uma criança de 4 anos. A mãe da garota, que prefere não se identificar, disse que presenciou o abuso.

“Eu fui estender uma roupa e quando eu virei vi ele na escada passando a mão nela, aí eu já soltei a bacia e quando cheguei aqui pensava que elas estavam sozinhas”, disse.

Após as acusações, a mãe disse que o idoso passou a ameaçar a vítima e puxou uma tesoura. “Quando eu comecei a dizer as coisas para ele, ele puxou a tesoura e veio para o meu lado, então, dá para imaginar que uma pessoa dessa anda mal intencionada”, falou.

O delegado Lindomar Ventura contou que, em depoimento, o idoso disse que estava no local mas negou as acusações de abuso. “Ele nega, mas além da mãe há outra testemunha e a tesoura também foi encontrada no local”, complementou.

O idoso está na delegacia esperando finalizar o procedimento para ser levado à Unidade Penitenciária Manoel Neri.

Do G 1 Acre

Polícia Civil do Acre faz balanço parcial da operação “PC27”

Iniciada na madrugada da última quinta-feira, 14, a Operação PC27 ocorre nas 27 unidades da Federação.

 Por Sandro de Brito 

No Acre, a Polícia Civil apresentou balanço parcial da operação em coletiva de imprensa realizada na manhã desta sexta-feira, 15, no auditório da instituição.

No Brasil, 970 prisões já foram contabilizadas, enquanto no Acre 42 prisões foram efetuadas em cumprimento de medidas judiciais contra indivíduos responsáveis por crimes patrimoniais, como furtos, roubos e latrocínios, além desenvolver um trabalho investigativo no sentido de coibir o tráfico de drogas e combater organizações criminosas.

No Acre, a ação policial contou com efetivo de 230 agentes, 19 escrivães e 26 delegados de Polícia Civil abrangendo todas as regionais com ênfase no combate ao crime de trafico de droga e organizações criminosas na região do Juruá, Purus/Envira, Alto e Baixo Acre, com  o objetivo de tornar o fim de ano da população acreana mais seguro e com menos delitos.

“A polícia tem feito seu papel e nós vamos continuar fortalecendo as operações policiais para que posamos tirar de circulação o maior numero de pessoas em conflito com a lei trazendo e resgatando , cada vez mais, a sensação de segurança que vem melhorando a cada dia”, observou secretario de Segurança Pública, Emylson Farias.

Para o secretário de Polícia Civil, Carlos Flavio Portela Richard, “a operação policial vem sendo realizada simultaneamente nos 22 municípios do Estado abrangendo todas as regionais e com prisões em todas elas e retirados de circulação ativos criminais como armas, drogas e munição”, finalizou o delegado-geral.

A operação é coordenada pelo Departamento de Polícia da Capital e do Interior (DPCI) e o balanço geral das ações, que envolve todas as polícias civis do Brasil, será realizado no sábado, 16, com divulgação completa de todos os dados.

Semana Chico Mendes inicia com atividades em Xapuri e Rio Branco

A semana que propaga os ideais do líder seringueiro e ambientalista Chico Mendes iniciou com o lançamento da segunda edição da Semana Nacional de Economia Solidária, promovido em frente ao museu Chico Mendes, em Xapuri.

 Por Maria Meirelles 

Se estivesse vivo, Chico completaria hoje 73 anos. A Semana Chico Mendes é promovida pelo Comitê Chico Mendes, com o apoio do governo do Estado, com o objetivo de reconhecer e estimular atividades, programas e ações que têm como principal finalidade consolidar o conceito de Florestania.

O tradicional Prêmio Chico Mendes de Florestania é entregue na tarde desta sexta-feira, na Praça do Seringueiro, Centro de Rio Branco. Conferida anualmente pela Fundação de Cultura Elias Mansour (FEM), a premiação foi em criada em 2004, como forma de reconhecer personalidades, iniciativas e instituições que atuam na conservação do meio ambiente.

Na programação que se encerra dia 22 de dezembro, data que marca os 29 anos de morte de Chico Mendes, constam inúmeras atividades como o lançamento do livro “Pássaro sem Rumo – Uma Amazônia chamada Genésio”, na terça-feira, 19, escrito por Genésio Ferreira da Silva, testemunha chave no processo de condenação dos assassinos do ambientalista.

A Semana Chico Mendes conta ainda com o apoio do Instituto Chico Mendes da Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Xapuri (STR/Xapuri), Cooperacre, Embrapa, Instituto Federal do Acre (Ifac), Centro dos Trabalhadores da Amazônia (CTA), Central de Cooperativas e Empreendimentos Solidários (Unisol), gabinetes da deputada estadual Leila Galvão, deputado federal Raimundo Angelim e senador Jorge Viana, entre outros parceiros.

Confira a programação na íntegra:

Jovem que caiu no Rio Acre não morreu por afogamento, aponta laudo

Laudo apontou que adolescente sofreu uma lesão na coluna próxima pescoço, mas não confirmou se o trauma foi causado pelo impacto do corpo ao cair na água.

A adolescente Natane Oliveira, 16 anos, que caiu da ponte Juscelino Kubtscheck no Rio Acre, em novembro deste ano, morreu após sofrer um 'traumatismo raquimedular', na região do pescoço, e não por afogamento como se imaginva. É o que aponta o laudo divulgado pelo Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC).

Os militares que atenderam a ocorrência da jovem acreditavam ainda em outras duas hipóteses para o ocorrido: que a garota pulou para cometer suicídio ou ainda que a jovem teria sido morta ou empurrada da ponte por outra pessoa no local.

O diretor do DPTC, Haley Vilas Boas, disse que não é possível precisar se o trauma foi causado pelo impacto do corpo ao cair na água ou se a jovem já caiu na água com a lesão na coluna cervical, próximo ao pescoço. Ele disse também que não há como saber qual o ponto do rio a jovem caiu.

"Vamos supor que alguém se joga de um prédio, com a distância entre o corpo e o 'pé' do prédio, o perito começa a abrir vertentes de investigação científica. Se a distância está longe do 'pé' do prédio, a probabilidade maior é de que ela tenha se jogado, quando está mais próxima do prédio, a probabilidade é de que a pessoa tenha caído por algum motivo", exemplifica o diretor do DPTC.

No caso do prédio, o diretor explica que é possível saber o local em que a pessoa caiu e, assim, determinar com maior precisão as causas da morte. Mas no caso do rio, a perícia não tem como precisar o ponto exato onde a jovem caiu.

"Isso prejudica a investigação do que ocorreu. O laudo pericial ficou restrito ao que o perito conseguiu obter, que foi a lesão na coluna cervical", acrescenta Vilas Boas.

O Corpo de Bombeiros começou as buscas pelo corpo da jovem após denúncia de que uma mulher caiu da ponte Juscelino Kubstichek – conhecida como ponte metálica – no centro de Rio Branco, no dia 19 de novembro.

A bolsa da jovem foi encontrada pelos bombeiros dependurada em ferros da ponte e assim foi possível o contato com a família. Parentes da adolescente informaram aos bombeiros que ela saiu de casa chateada.

Os bombeiros continuaram as buscas pela jovem na manhã do dia (20), mas o corpo foi encontrado durante a tarde, nas proximidades da régua de medição do Rio Acre, no bairro Seis de Agosto. Os bombeiros foram até o local após pescadores acionarem o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp).

Do G1 Acre

Agentes impedem fuga de presos no Francisco de Oliveira Conde

Cerca de dez presos do regime fechado foram surpreendidos por agentes penitenciários na Unidade Prisional Francisco de Oliveira Conde, em Rio Branco, durante a madrugada.

Os presos tentaram escalar a muralha utilizando uma espécie de escada confeccionada em tecido quando tiveram a fuga interceptada pelos agentes. Em razão do ocorrido, a unidade tomou como medida imediata a suspensão da visita íntima aos apenados.

Para o diretor do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) Aberson Carvalho, vale destacar o trabalho dos profissionais envolvidos na ação.

“Precisamos valorizar esses agentes que estão ali dentro no dia a dia cumprindo com nobreza suas funções e, mais uma vez, conseguiram impedir esse tipo de ação”, comenta.

• Encontre as notícias que estão movimentando as redes sociais em um só lugar, de um jeito fácil e com credibilidade.

Mais de 30 pessoas são presas por crimes durante Operação ‘PC27′

Operação foi deflagrada nesta quinta-feira (13) e ocorre em todo o Brasil. Ação é realizada em Rio Branco e nos demais municípios do estado.

Polícia deflagrou operação PC27 na manhã desta quinta e já prendeu mais de 30 pessoas (Foto: Divulgação/Polícia Civil do Acre)

Mais de 30 pessoas foram presas até o final da manhã desta quinta-feira (14) por diversos crimes em todo o Acre. As prisões ocorreram por meio de cumprimento de mandados judiciais expedidos pela Justiça para a Operação ‘PC27’, deflagrada nesta quinta. A operação ocorre em todo o Brasil entre as Polícias Civis.

O diretor do Departamento de Polícia da Capital e do Interior (DPCI), delegado Nilton Boscaro, explicou que a operação visa combater crimes contra o patrimônio. No Acre, a polícia estendeu as prisões para os envolvidos em tráfico de drogas e organizações criminosas.

"Visa combater os crimes contra o patrimônio como roubo, furto e latrocínio principalmente nessa época de final de ano para tentar conter esses crimes e dar paz e tranquilidade para toda a população. A expectativa é prender mais pessoas. A Polícia Civil aqui do Acre já prendeu mais de 30 dias. Não temos a data específica para acabar", explicou.

Ainda segundo Boscaro, os mandados são cumpridos com a ajuda dos policiais da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), criada recentemente e formada por agentes especializados em cumprir mandados judiciais de alto risco. O delegado ressaltou que mais prisões devem ser feitas no decorrer do dia.

"O nome é alusivo às ações feitas pelas 27 Polícias Civis do Brasil. Foi feito trabalho de inteligência, integração e troca de informações entre as polícias e deflagramos essa operação", complementou.

Do G1 Acre