Empresário morre ao cair de escada

Empresário morre ao cair de escada no anfiteatro da Ufac, em Rio Branco

Amaury Barreto, de 53 anos,

Amaury Barreto, de 53 anos,

O Empresário Amaury Barreto, de 53 anos, morreu na noite deste domingo, 20, após cair de uma escada, no anfiteatro da Universidade Federal do Acre. Ele, que era proprietário da empresa Prisma Eventos, estava com a sua equipe arrumando o local para um evento que ocorreria nesta segunda-feira, 21.

De acordo com um dos seus funcionários, a cortina que Amaury manuseava teria escorregado de sua mão, causando o acidente. Ainda segundo as testemunhas, ele teria caído de uma altura de 4 metros.

O Samu foi acionando, mas nada pode fazer. A Policia Federal foi acionada, mas ainda não se posicionou oficialmente sobre o acidente.

Amaury era Tenente Aposentado do Exército Brasileiro.

Da redação ac24horas 

Dupla cai de moto na BR 317 sofrem fratura e ferimentos pelo corpo

ACIDENTE NA NOITE DE DOMINGO EM BRASILEIA

Veja vídeo

Dois amigos, Marivan Rodrigues Araújo (41) e Jone Taison dos Santos (22) que se deslocavam rumo a cidade de Epitaciolândia pela BR 317, sofreram um acidente de moto no km 19, ocasionando ferimentos pelo corpo de ambos e fratura numa das pernas.

Fotos: Alexandre Lima

Fotos: Alexandre Lima

Segundo foi apurado, os amigos participavam de um campeonato de futebol na localidade, quando resolveram retornar para cidade. Foi quando o piloto teve sua visão ofuscada pelo sol e resolveu abrir a viseira.

Foi fração de segundo para que o acidente ocorresse. Foi dito que as pedras soltas na estrada devido a recente reforma de recapeamento, fez com que perdesse o controle da moto e caíssem sofrendo vários ferimentos pelo corpo.

Foi necessário duas ambulâncias para resgatar os feridos até o hospital de Brasiléia onde receberam os primeiros socorros e ficaram em observação. As autoridades foram até o local para levantar dados sobre o acidente.

Fotos: Alexandre Lima

Fotos: Alexandre Lima

Alexandre Lima, com Almir Andrade

Motorista atropelar e matar colono em ramal

Motorista foge sem prestar socorro após atropelar e matar colono em ramal

Francisco morreu antes mesmo de receber os primeiros socorros, mas agonizou por horas após ser atropelado na madrugada.

Francisco morreu antes mesmo de receber os primeiros socorros, mas agonizou por horas após ser atropelado na madrugada.

Policiais militares e perito criminal lotados na fronteira do Acre, foram acionados através do Ciosp (190) na manhã deste domingo, dia 20, para verificarem um suposto assassinato ocorrido na zona rural, precisamente no Ramal Porto Rico, km 32 da BR 317, sentido Epitaciolândia/Rio Branco.

Após se deslocaram cerca de quase 70 quilômetros entre BR e ramal, chegaram no local onde estava um corpo caído ao lado numa vala de um homem já sem vida. Foi identificado como sendo Francisco Alves Bezerra (38).

Segundo foi apurado no local, que a causa da morte foi um atropelamento ocorrido durante a madrugada. A vítima teria passado algumas horas bebendo num boteco existe nas proximidades e quando voltava para casa, foi acolhido pelo veículo.

O mesmo pode ter sido arrastado por cerca de 3 a 4 metros pelo ramal, pois havia marcas de arrasto em suas costas. Foi dito ainda que o mesmo foi visto por moradores caído, acharam que estaria apenas dormindo e horas depois, após ser localizado por outros, teria pedido água já pela manhã e após beber, morreu.

As autoridades já estão trabalhando para localizar o veículo e identificar o motorista que atropelou, arrastou e fugiu sem prestar socorro, deixando Francisco agonizando para morrer no ramal.

Morte de Francisco pode ocorrido já nas primeiras horas deste domingo, após agonizar por toda a madrugada.

Morte de Francisco pode ocorrido já nas primeiras horas deste domingo, após agonizar por toda a madrugada.

Pelo o que se pode chamar de crime, o autor poderá responder por crime doloso – quando há intenção de matar e omissão de socorro. Algumas pistas foram colhidas no local e as autoridades acreditam que será questão de horas para chegar ao motorista.

Alexandre Lima, com Almir Andrade

1001541_411152415674323_2033299971_n 1374271_411152519007646_1547209983_n 1374351_411152795674285_1575171317_n 
1376597_411152772340954_1033996599_n 1377211_411152489007649_1513331621_n 1378290_411152459007652_134360022_n 

Assaltante ‘trapalhão’ atira na própria perna no Acre

Jeferson de Andrade foi preso em flagrante no bairro Taquari, na capital. Na delegacia, rapaz confessou que era a primeira vez que usava a arma.

Jerfeson foi preso após pedir atendimento ao Samu (Foto: Veriana Ribeiro/G1 )

Jerfeson foi preso após pedir atendimento ao Samu (Foto: Veriana Ribeiro/G1 )

Uma tentativa de assalto a uma loja de refrigeração na Via Chico Mendes, em Rio Branco, não terminou bem para o assaltante, na manhã deste sábado (19). Ao anunciar o assalto, Jerfeson Teixeira de Andrade se atrapalhou e acabou disparando contra a própria perna. Ele foi preso em flagrante pela polícia

De acordo o sargento  do 2° Batalhão da Polícia Militar, José Natalino, o indivíduo fugiu correndo após se ferir, invadiu uma casa no bairro Taquari e pediu que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) fosse acionado para cuidar do ferimento. “Como ele estava ferido, nós deduzimos que alguém tinha chamado o Samu. Ligamos para o 192, que disponibilizou o endereço e o rapaz realmente estava lá. Ele confessou na hora, não tinha mais como negar”, diz Natalino.

Arma usada durante a tentativa de assalto (Foto: Veriana Ribeiro/G1)

Arma usada durante a tentativa de assalto
(Foto: Veriana Ribeiro/G1)

Levado à delegacia, Jerfeson Teixeira de Andrade admitiu o crime e disse que era a primeira vez que usava a arma. “Faz tempo que tenho ela, mas foi a primeira vez que usei. Quando eu trabalhava, ela ficava guardada”, disse Andrade. O rapaz explicou ainda que comprou a arma na Bolívia, na região que faz fronteira com Plácido de Castro (AC).

Andrade afirma que não consegue trabalhar por causa de uma ‘Hepatite B’, que lhe causa muitas dores. “Queria me aposentar, mas não consegui. Não posso trabalhar, é muita dor, passo dois dias deitados, não consigo fazer nada”, diz.  Na época em que trabalhava, Jerfeson atuava na área da construção civil.

Veriana Ribeiro Do G1 AC

Polícia prende advogado suspeito de homicídio e crimes sexuais no AC

Computadores, materiais eróticos e um carro foram apreendidos.
Suspeito de co-autoria nos crimes também foi preso.

De acordo com a polícia, o advogado está em regime de prisão preventiva e deverá ficar detido por pelo menos 30 dias.

De acordo com a polícia, o advogado está em regime de prisão preventiva e deverá ficar detido por pelo menos 30 dias.

Do G1 AC

Um advogado foi preso pela Delegacia Itinerante da Polícia Civil por suspeita de envolvimento com tráfico de drogas, crimes sexuais e ao menos um homicídio. A prisão ocorreu, nesta sexta-feira (18), durante a realização da ‘Operação Rábula’ no município de Sena Madureira.

Entre os crimes que a polícia suspeita da participação do advogado, estaria o homicídio de uma menina de 12 anos, em Sena Madureira.

De acordo com a Polícia Civil, na casa do advogado foram apreendidos computadores, materiais eróticos e um veículo com placa do município de Porto Velho (RO).

Um homem, suspeito de ser co-autor dos crimes também foi preso. A polícia informa ainda que uma filha adotiva do advogado também foi presa, mas por policiais no município de Itamaraju, no interior da Bahia. Ela é suspeita de fazer parte de um esquema que transportava entorpecentes para Sena Madureira.

Após ser ouvido na delegacia, o suspeito foi transferido para uma sala no Comando da Polícia Militar em Rio Branco.

Após ser ouvido na delegacia, o suspeito foi transferido para uma sala no Comando da Polícia Militar em Rio Branco.

PMs prende no Peru, ladrão que furtou 11 mil em Plácido de Castro

PMs do 10º Batalhão prende no Peru, ladrão que furtou 11 mil em Plácido de Castro

Sebastião Dieque foi detido já no lado peruano graças ao apoio da polícia daquele País em parceria com a PM do Acre – Foto: Alexandre Lima

Sebastião Dieque foi detido já no lado peruano graças ao apoio da polícia daquele País em parceria com a PM do Acre – Foto: Alexandre Lima

Um trabalho constante do serviço de inteligência da Polícia Militar do 10º Comando localizado na cidade de Brasiléia, resultou na captura de um ladrão que praticou furto na cidade de Plácido de Castro, na tarde desta quinta-feira, dia 18.

Segundo foi apurado, o desocupado Sebastião Dieque Dias Almeida (24), esteve na cidade de Plácido de Castro, dizendo que procurava emprego. Este localizou um pequeno fazendeiro, Manoel Messias C. Lima (53), de onde soube que precisava de homens para trabalhar em sua propriedade.

Com um boa conversa, se dizendo trabalhador e que seria um bom funcionário, convenceu Seu Messias que lhe deu uma chance e iria leva-lo para sua propriedade. Dentro de seu veículo, o meliante ouviu uma conversa sobre dinheiro que estaria levando.

Numa parada antes de seguir viajem, o fazendeiro saiu do veículo com o acusado, este disse que havia esquecido o seu celular. Foi quando se aproveitou da oportunidade para procurar, encontrar o pacote, pegou o dinheiro e fugiu tomando rumo ignorado.

Quando seu Messias percebeu o sumiço de Dieque (é nome verdadeiro), sentiu que algo estava errado e foi procurar o pacote onde continha R$ 11 mil reais dentro do carro. Nem o dinheiro e o rapaz se encontravam no local restando apenas ir à delegacia para registrar queixa.

Foi quando soube que o meliante havia contratado um taxi por R$ 400 reais com destino à Brasiléia. Seu Messias e seu filho se deslocaram até a fronteira do Alto Acre e comunicaram ao Comando da PM e pediu ajuda para prender o ladrão e tentar recuperar o dinheiro.

Neste meio tempo, o meliante já havia dado cerca de R$ 2000 mil para sua companheira e se deslocado para Assis Brasil. Lá efetuou compras de móveis numa loja, roupas, gastado parte do dinheiro e fugiu para o lado peruano.

Com a parceria entre as polícias, obtiveram ajuda para capturar Sebastião na cidade de Iñapari (Peru), vizinha com Assis Brasil, e já estava pronto para viajar à outras cidades. O meliante foi repatriado, conduzido até o 10 Batalhão da PM em Brasiléia e depois, entregue ao delegado titular de Epitaciolândia.

Foram recuperados em poder de Sebastião e sua companheira, cerca de R$ 4.850 reais. As compras feitas na loja seriam canceladas, dinheiro devolvido ao proprietário e o meliante encaminhado ao presídio estadual na Capital.

FONTE-OALTOACRE

IMG_2966 IMG_2970 IMG_2982 

Assassino de bb de Feijó morte do SGT Mazinho é beneficiado

Chefe da quadrilha que assaltou BB de feijó, que culminou na morte do SGT Mazinho é beneficiado com progressão de regime

João Luiz Baranoski

João Luiz Baranoski

A exemplo de outros presos, João Luiz Baranoski, também será monitorado por uma tornozeleira eletrônica. A decisão foi tomada na tarde de quarta-feira pela juíza da Vara de Execuções Penais, pouco tempo antes  do detento deixar a unidade prisional.

Baranoski foi condenado a 22 anos de cadeia em 2010 pelos crimes de formação de quadrilha armada, roubo de uma caminhonete e o roubo ao  Banco do Brasil de Feijó.

O crime aconteceu no dia 29 de outubro de 2009, quando a agência foi tomada de assalto por uma quadrilha fortemente armada. Na saída, enquanto atiravam para cima, os bandidos utilizaram clientes e funcionários como escudos humanos.

Pelo menos cinco clientes foram levados de reféns na fuga. Seis dias depois do assalto, o sargento Mazin foi assassinado por um dos integrantes da quadrilha na balsa do Rio Purus.

Baranoski, acusado de ser o líder do grupo, foi preso um mês depois em Porto Velho. Na troca de tiros com policiais de Rondônia ele chegou a ser baleado no braço.

Transferido para Rio Branco, foi julgado e condenado. Mas na tarde de quarta-feira, depois de ser beneficiado com o  semiaberto deixou o presídio, antes de completar cinco anos em regime fechado.

O assaltante será monitorado pela a tornozeleira eletrônica, mas resta saber se o equipamento terá a eficiência necessária. Em muitos casos presos com a tornozeleira  foram flagrados executados crimes  em Rio Branco.

Fonte Sena 24 horas

PRF prende mulheres com cocaína sentido a Xapuri

PRF prende mulheres com cocaína rumo a Rio Branco e procurado pela Justiça

veja o vídeo

Policiais Rodoviários Federais que estavam realizando o trabalho de fiscalização na BR 317, sentido Xapuri/Rio Branco nesta quinta-feira, dia 17, detiveram um homem foragido da Justiça que tentava chegar na fronteira e tinha contra si, um mandado de prisão em aberto. O mesmo foi conduzido até a delegacia mais próxima para que fosse transferido ao presídio da Capital.

No período da tarde, por volta das 15 horas, pararam um taxi no mesmo trecho rumo à Capital para realizar uma blitz de rotina e averiguassem as bagagens e os passageiros, com a intuição de reter qualquer ilícito (drogas, armas, etc), foragidos da Justiça, entre outros delitos.

No taxo lotação, duas mulheres chamaram atenção por estarem apresentando um nervosíssimo em excesso e suas roupas  extremamente largas. Uma policial feminina realizou uma vistoria externa nas mesmas e descobriu o motivo do comportamento suspeito.

No corpo das duas mulheres, Jéssica Ariane da Silva (18) e Rayane Lopes de Lima (19), ambas natural de Rio Branco, tinham colado ao corpo cerca de um quilo de cloridrato de cocaína adquirido na cidade de Cobija, lado boliviano.

Ambas receberam voz de prisão em flagrante delito e foram levadas para a delegacia da Polícia Federal na cidade de Epitaciolândia, onde seriam ouvidas e transferidas ao presídio estadual na capital. Pelo crime de tráfico internacional, poderão ser condenadas a cerca de 15 anos de reclusão.

Alexandre Lima, com Almir Andrade

Momento do teste para comprovar se seria cloridrato de cocaína

Momento do teste para comprovar se seria cloridrato de cocaína

IMG_2905 IMG_2911 IMG_2914 

Estado autoriza uso de cassetetes e escudos contra menores

Somente nos últimos dois meses, o local foi palco de mais de quatro motins. Em uma das ocasiões, três menores tentaram matar um adolescente dentro do

menores infratores que estão detidos

menores infratores que estão detidos

A vulnerabilidade à violência a que ficam expostos os agentes socioeducativos motivou o Governo do Estado a publicar uma portaria na última terça-feira (15) autorizando o uso moderado da força nas unidades de prisionais responsáveis pela reeducação de adolescentes infratores em Mato Grosso. Os profissionais serão equipados com escudos e tonfas, conhecidas como cassetetes.

De acordo com o secretário-adjunto de Direitos Humanos (Sejudh), Valdemir Pascoal, um grupo de 20 agentes será capacitado para atuar em Cuiabá (Pomeri) e nas demais unidades do estado. Pascoal argumenta que a necessidade deste tipo de ação sempre existiu, devido à exposição dos agentes a motins e briga entre os infratores.

“Sempre houve essa necessidade. Os agentes ficam o tempo inteiro em vulnerabilidade”, diz. A medida, segundo ele, ajudará a guarnição a se proteger e a proteger os próprios menores em reeducação nas unidades. “É uma medida que visa ajudar na contenção de tumultos”. O gestor cita outros estados em que medidas como essas já foram implantadas, como o Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais.

A capacitação abrange, além de técnicas de defesa, o estudo dos direitos humanos e da legislação referente aos direitos das crianças e adolescentes. “Vamos treinar nossos agente para que eles conheçam melhor a legislação também e não descumpram nenhuma medida. É um treinamento completo” disse.

menores infratores que estão detidos

menores infratores que estão detidos

AGRESSÕES ROTINEIRAS

Recentemente, doze adolescentes iniciaram um motim no Complexo Pomeri. Após o término do horário de visita, dois pacotes com 15 celulares, duas facas e dois papelotes de fumo foram jogadas no interior do Complexo, porém, antes que os reeducandos pegassem a “mercadoria”, os agentes penitenciários os interceptaram. Com isso, os detentos se revoltaram e iniciaram o tumulto.

Somente nos últimos dois meses, o local foi palco de mais de quatro motins. Os adolescentes já chegaram de queimar vários colchões e incendiar uma das celas. O corpo de bombeiros teve que ser chamado para conter o incêndio.

Em outra ocasião, três menores tentaram matar um adolescente dentro do Complexo. Os menores agrediram E.S.A, de 16 anos, com um chuço (arma artesanal feita com pedaço de metal). O jovem teve que ser levado ao Pronto Socorro de Cuiabá, já que foi perfurado no tórax e na perna.

Por: RENAN MARCEL – Fonte: ReporterMT

VÍDEO-Crianças com problema mental são enterradas vivas

Um vídeo mostrando crianças indígenas enterradas vivas na Amazônia está causando comoção e revolta nas redes sociais.

IMAGENS FORTES (Veja Vídeo)

As imagens são do documentário intitulado ‘Hakani’, dirigido David Cunningham, filho do fundador de uma organização missionária norte-americana, lançado em 2008

 Na gravação, um dos irmãos da vítima se revolta e grita: “Eu cuido deles! Eu cuido deles!”, sem sucesso. Ainda utilizado por volta de 20 etnias entre as mais de 200 do Brasil, infanticídio leva à morte não apenas de gêmeos, mas também filhos de mães solteiras, crianças com problema mental ou físico, ou doença não identificada pela 
 
O tema já gerou projetos de leis e muita polêmica em torno de saúde pública, cultura, religião e legislação. Em 2004, o governo brasileiro promulgou, por meio de decreto presidencial, a Convenção 169 da OIT (Organização Internacional do Trabalho), que determina que os povos indígenas e tribais “deverão ter o direito de conservar seus costumes e instituições próprias, desde que não sejam incompatíveis com os direitos fundamentais definidos pelo sistema jurídico nacional nem com os direitos humanos internacionalmente reconhecidos”.
 
Entretanto, em novembro do ano passado, o jornalista australiano, Paul Raffaele, que participou de audiência pública na Comissão de Direitos Humanos (CDH) do Senado, denunciou a tolerância ao crime de infanticídio e omissão de socorro a crianças expostas ao ato que ainda ocorre em tribos isoladas no território brasileiro.
IMAGENS FORTES

IMAGENS FORTES

FONTE-AKITAFACIL NEWS
Fonte: Correio de Deus