Polícia Militar fecha ‘boca’ de fumo em Brasiléia

O jovem usava o estabelecimento do pai para receber ‘clientes’ que as vezes consumia a droga

O jovem Dieynisson Oliveira da Silva (19), assumiu que vendeu droga aos imigrantes senegaleses – Fotos: Alexandre Lima

O jovem Dieynisson Oliveira da Silva (19), assumiu que vendeu droga aos imigrantes senegaleses – Fotos: Alexandre Lima

Com um mandado de busca e apreensão em mãos, o comandante do 10º Batalhão da Polícia Militar localizado na cidade de Brasiléia, Capitão Estene Rodrigues, juntamente com uma equipe de policiais, fecharam o cerco contra um ponto de venda de entorpecentes.

O ponto, localizado numa área desbarrancada do rio Acre próximo a ponte metálica, foi monitorado por cerca de dois meses, onde foi filmado várias ações do jovem Dieynisson Oliveira da Silva (19), que já tem passagem por ser detido em flagrante com um ‘tijolo’ de maconha.

O que levou a prisão do jovem, foi a detenção de dois senegaleses que estavam no refúgio de imigrantes, após comprarem droga no local. Os estrangeiros foram levados à delegacia onde estão detidos e serão entregues ao serviço de imigração e será pedido a extradição imediata dos mesmo.

Após conseguirem o mandado assinado pelo juiz da Comarca, Doutor Clóvis de Souza Lodi, um cerco foi realizado na tarde desta sexta-feira, com intuito de deter o acusado, juntamente com entorpecentes.

O jovem usava o estabelecimento do pai para receber ‘clientes’ que as vezes consumia a droga no local, já que foi encontrado vários ‘paraquedas’, cortes de sacolas plásticas usados para embalar entorpecentes.

Após abordarem a casa, policiais encontraram algumas ‘trouxas’ de maconha e cocaína, pouco mais de R$ 1500 reais provenientes do comércio ilícito e recortes de sacolas plásticas que seriam usados para embalar a droga. O jovem alegava que seriam para seu consumo.

Levado para delegacia, o mesmo foi autuado em flagrante por comercio ilegal de entorpecentes entre outros delitos. O caso passaria para a jurisdição do delegado Cristiano Bastos, onde ouviria o jovem e poderá ser transferido nas próximas horas ao presídio na Capital, enquanto aguarda pronunciamento da Justiça.

FONTE-OALTOACRE

Barzinho era usado pelo jovem para comercialização de drogas – Fotos: Alexandre Lima

Barzinho era usado pelo jovem para comercialização de drogas – Fotos: Alexandre Lima

12_detencao_traficante    14_detencao_traficante    15_detencao_traficante
16_detencao_traficante    31_detencao_traficante    47_detencao_traficante
60_detencao_traficante    66_detencao_traficante    73_detencao_traficante
78_detencao_traficante    81_detencao_traficante    86_detencao_traficante

Carpinteiro engravida a própria filha de 13 anos

Garota está grávida há seis meses; homem fugiu quando foi ameaçado de morte por amigos

Rosalvo dos Santos Pereira

Rosalvo dos Santos Pereira

Um carpinteiro de 43 anos foi preso suspeito de estuprar a filha por cerca de um ano em Ibirité, na região metropolitana de Belo Horizonte. A garota, que tem 13 anos, está grávida de seis meses por conta dos abusos. O homem, que confessou o crime, foi transferido para o presídio José Martinho Drummond, em Ribeirão das Neves, na Grande BH.

Rosalvo dos Santos Pereira era procurado há 15 dias. Por medo, a garota ficou em silêncio sobre a série de estupros que acontecia dentro da própria casa. Segundo o delegado Marcelo Cali, a família só descobriu o crime quando a adolescente ficou grávida.

— Ela disse que não era ameaçada, mas tinha medo de contar. Quando familiares desconfiaram da gravidez, ela fez o exame e acabou contando como tinha engravidado.

Rosalvo Pereira foi demitido do trabalho e recebeu ameaças de parentes e colegas de emprego, que queriam linchá-lo. O homem fugiu para o Vale do Jequitinhonha, onde ficou escondido na casa de parentes. Ele foi preso em Governador Valadares, no Vale do Rio Doce.

— Ele confessou os estupros e disse que fez isso porque gostava da filha. Apesar de mostrar arrependimento, ele sabia o que estava fazendo, foi consciente o tempo todo. Agora a garota está recebendo acompanhamento para ter a criança.

FONTE-R7

Menor passa três dias em cárcere com os traficantes de drogas

Ferida, com muitos hematomas, a garota ficou 11 dias internada.

A Delegacia da Mulher está investigando o caso.

A Delegacia da Mulher está investigando o caso.

Por causa do envolvimento do irmão com o tráfico de drogas, uma criança de 11 anos passou três dias sofrendo agressões físicas e psicológicas por parte de seus algozes, que a pressionavam sobre o paradeiro do irmão de 17 anos.

O adolescente supostamente teria tentado roubar a companheira de um traficante e estaria ameaçado de morte, segundo sua mãe, que diz, ainda, que o filho está “no mundo das drogas”.
Ferida, com muitos hematomas, a garota ficou 11 dias internada, após ter conseguido fugir no terceiro dia de cativeiro, enquanto todos dormiam.

Nesta semana, ela recebeu alta do hospital. A Delegacia da Mulher está investigando o caso.

Escrito Por Agência ContilNet

Polícia Civil prende três por latrocínio

O crime gerou grande repercussão na cidade, e com a morte do idoso, aumentou a pressão sobre as autoridades.

Santo Gonçalves Lopes, 21, vulgo “Santinho”,

Santo Gonçalves Lopes, 21, vulgo “Santinho”,

Dois menores de 16 anos e Santo Gonçalves Lopes, 21, vulgo “Santinho”, foram presos pela equipe do delegado Remullo Diniz, acusados de matar para roubar o aposentado Francisco Chagas de Araújo, de 74 anos, conhecido por “Chico Guilherme”. O crime aconteceu no inicio do mês de julho, no centro da cidade.

O encarceramento dos acusados ocorreu no último dia 24 de outubro, por determinação da juíza Zenice Mota Cardozo, que expediu mandado de prisão contra Santo Gonçalves Lopes, e mandado de Internação contra os adolescentes.

Em depoimento na delegacia, os menores, conscientes das benesses do Estatuto da Criança e do Adolescente, contaram com detalhes como planejaram e executaram o crime, enquanto o “Santinho” negou participação no latrocínio.

Um dos marginais contou ao delegado que na noite do crime, chegou pela frente da casa e pediu comida a vítima, que preparava o jantar, tudo para distrair a atenção do idoso, enquanto o “Santinho” e o outro comparsa adentraram na casa por trás e agrediram “Chico Guilherme” com golpes de barra de ferro.

A vítima ficou desacordada e foi coberta com um lençol enquanto os ladrões buscavam por R$5 mil, quantia que os assaltantes caçavam em razão de um boato que ouviram dias antes do crime.

Com as diversas diligências investigativas e principalmente com os indícios materiais coletados foi possível individualizar as condutas de cada um dos autores da barbárie, e revelou-se que os criminosos escolheram a melhor hora para atacar a vítima, já na calada da noite, fazendo do seu número (em três) uma arma indefensável para um idoso de 74 anos de idade.

ENTENDA O CASO – Na manhã do dia 03 de julho de 2013 o senhor Francisco Chagas de Araújo, de 74 anos, conhecido por “Chico Guilherme” foi encontrado gravemente ferido dentro de sua casa, na Rua Presidente Castelo Branco, Bairro São Francisco.

No piso da casa havia um rastro de sangue desde a entrada, passando pela cozinha, indo até o quarto, onde o idoso foi encontrado, deitado numa cama.

“Chico Guilherme” foi socorrido e levado para o hospital, mas seu estado de saúde não permitia manifestar qualquer indicação do que aconteceu. Dias depois, ele morreu em Rio Branco por traumatismo crânio-encefálico.

INVESTIGAÇÃO 

O crime gerou grande repercussão na cidade, e com a morte do idoso, aumentou a pressão sobre as autoridades pela captura de todos os criminosos envolvidos. Uma barra de ferro suja de sangue foi encontrada pelos peritos, que também recolheram digitais no local do crime.

O delegado ouviu familiares, vizinhos e pessoas conhecidas da vítima, além de alguns suspeitos que surgiram após denúncias anônimas, mas as provas para incriminar os responsáveis pelo homicídio ainda estavam nebulosas, por conta das diversas versões sobre o horário e as circunstâncias em que o idoso foi visto pela última vez, além do fato de curiosos terem circulado pelo local do crime, antes da chegada dos policiais que atenderam a ocorrência.

Foi feita uma varredura minuciosa na casa e ao redor dela e os polícias encontraram indícios de como os assassinos entraram e saíram do local, já que nenhuma porta ou janela foi arrombada. O delegado também descobriu que um dos prováveis motivos para o crime era a especulação de que o “Chico Guilherme” costumava guardar grande quantia em dinheiro dentro de casa.

Perícias técnico-científicas usando equipamentos modernos foram solicitadas, quebra do sigilo telefônico e da movimentação financeira foi concedida pela justiça e as informações foram verificadas, e novos depoimentos reforçaram a tese de que “Chico Guilherme” foi surpreendido enquanto cozinhava por pelo menos dois assaltantes inexperientes que roubaram alguns objetos da casa mas deixaram para trás o dinheiro guardado no bolso da roupa que a vítima vestia.

Escrito Por Contilnet noticias

Mulher agride marido com facada e paulada, após bebedeira

Alguns vizinhos, alertados pelos gritos, resolveram intervir, mas Irismar largou a faca e agarrou um pedaço de pau.

João Bezerra Barbosa, 43 anos

João Bezerra Barbosa, 43 anos

Na noite desta quarta-feira (30), uma briga entre um casal terminou com uma pessoa ferida, no bairro Montanhês, na rua 25 de Dezembro.

Segundo informações da própria vítima, João Bezerra Barbosa, 43 anos, ele estava bebendo em um bar e utilizando entorpecentes na companhia de sua esposa, Irismar Martins Gomes,42 anos, quando resolveram ir embora.

Já em casa, João e Irismar começaram uma discussão e em um dado momento, ela agarrou uma faca coma qual golpeou a mão do marido.
Alguns vizinhos,alertados pelos gritos, resolveram intervir, mas Irismar largou a faca e agarrou um pedaço de pau, e na sequência desferiu vários golpes na cabeça do companheiro, que ficou com um corte.

João foi socorrido e levado para o Pronto Socorro de Rio Branco e, após uma hora, retornou para casa.
O retorno a casa,porém, significou um transtorno para a vítima: ao chegar, Irismar desferiu mais um golpe de faca, desta vez no braço de João, fugindo em seguida.

Policiais do 5º Batalhão estão em busca da acusada, na área. Na casa do casal, durante a confusão se encontrava uma senhora de 80 anos, parente de Irismar, que está impossibilitada de andar.

Escrito Por Contilnet noticias

Homem sofre tentativa de homicídio

Violência: homem sofre tentativa de homicídio no bairro Defesa Civil

Rafael da Silva Coelho

Rafael da Silva Coelho

A vítima foi socorrida pela viatura 01 do Samu e encaminhada para o Pronto Socorro de Rio Branco.

Na madrugada de quinta-feira (24), um homem de 54 anos foi vítima de uma tentativa de homicídio, no bairro Defesa Civil, no Residencial Copaíba.

Rafael da Silva Coelho recebeu várias terçadadas na cabeça e no ombro, por razão desconhecida. Após ser agredido, ele fugiu do local e pediu ajuda em casa de terceiros.

A vítima foi socorrida pela viatura 01 do Samu e encaminhada para o Pronto Socorro de Rio Branco.

Escrito Por Agência ContilNet

Menina de 13 anos pode ter sido raptada em Cruzeiro do Sul

Segundo a família, Ana Paula brincava com outras crianças no Bairro da Cohab quando desapareceu.

a-pique-esconde

a-pique-esconde

A polícia de Cruzeiro do Sul (AC) investiga o desaparecimento da aluna do ensino Fundamental Ana Paula Cruz Lopes, de 13 anos que, segundo a família, foi vista pela última vez quando brincava de esconde-esconde na tarde de segunda-feira (28) no Bairro da Cohab.

A mãe da menina, Maria José, de 30 anos,  disse à polícia que a filha sumiu aproximadamente às 6h30, e no mesmo dia em que recebeu um bilhete no portão da escola entregue por um mototaxista.

Abra com cuidado, Te amo. É pouco mais serve”, diz o bilhete, entregue à menina junto com a quantia de R$ 20,00.

A polícia não descarta a possibilidade de um possível rapto. Quando desapareceu, Ana Paula vestia uma blusa preta e short jeans azul.

DESENHO

DESENHO

Informações: Jurua Online

Com informações de Erisney Mesquita

Preso por matar amigo com um tiro de espingarda no Bujari

O caminhoneiro foi preso nas imediações do bairro Taquari.

 Francisco Silva Melo

Francisco Silva Melo

Policiais civis da Delegacia Itinerante, em ação conjunta com investigadores da 2ª Regional (Segundo Distrito), prenderam no final da manhã desta quarta-feira, 30, o caminhoneiro Francisco Silva Melo, 39, que teve a prisão decretada, por homicídio.

De acordo com a investigação, no dia 29 de maio deste ano, durante uma cachaçada no Antimary, zona rural do Bujari, Francisco Melo matou com um tiro de espingarda o colono Francisco Raimundo de Oliveira, dentro da própria casa da vítima.

Em depoimento na Polícia Civil Francisco Melo confessou o crime e disse que matou uma pessoa que ele considerava muito amiga, e pela qual mantinha boa convivência. No dia dos fatos, segundo o homicida, se encontrava na casa da vítima, participando de uma farinha, e em gozo de férias.

“Num determinado momento meu amigo passou a discutir com o sogro, os cunhados dele também entraram na briga, todos armados com facão e espingarda. Nessa hora decidi intervi, por considerar minha boa relação com o agredido. Minha intenção era evitar uma tragédia na casa do meu amigo que não entendeu e apontou a arma para mim. Ai, eu peguei minha espingarda e disse: ‘larga a sua que tá tudo certo. Não obedeceu e antes que me acertasse atirei contra ele”, disse Francisco Melo.

O caminhoneiro foi preso nas imediações do bairro Taquari e encaminhado para a sede do Grupo Especial de Capturas (Gecapc), posteriormente conduzido ao IML para os exames de praxe e recolhido ao presídio do Estado à disposição da justiça.

No seguinte ao crime, Francisco havia procurado a delegacia do Bujari, mas fora do flagrante ficou a guardando a manifestação judicial em liberdade. O juiz da Comarca local, com base no apuratório policial mandou prendê-lo.

Escrito Por Contilnetnoticias

Polícia Federal intercepta caminhonete com 27 quilos de cocaína

Duas pessoas se encontravam no veículo durante a operação militar.

Duas pessoas se encontravam no veículo

Duas pessoas se encontravam no veículo

No início da madrugada de segunda-feira (28), por volta de 1 hora da manhã, a Polícia Federal realizou uma significativa apreensão de cocaína. Os 27 quilos do entorpecente foram encontrados em uma caminhonete Hilux, modelo SW4, que trafegava pela BR 364 em direção a Porto Velho/Rondônia.

Na residência de um dos acusados, em Rio Branco, os agentes apreenderam duas armas de fogo. Somente neste mês, foram apreendidos mais de 100 quilos da substância pela Polícia Federal.

Duas pessoas se encontravam no veículo durante a operação militar. A droga havia sido escondida em um fundo falso do carro e em uma mochila.

Os dois homens disseram aos policiais que tinham saído de Cruzeiro do Sul, o que fez os agentes considerarem que o entorpecente tenha vindo por uma rota desde o Peru.

O delegado Agnaldo Mendonça informou que os acusados foram conduzidos ao presídio Francisco de Oliveira Conde; um deles tem passagem por estelionato.

De acordo com o perito criminal Cezar Gomes, responsável pela análise do material, o montante apreendido nesta segunda-feira pode se transformar em até 270 quilos de entorpecente no mercado consumidor.

“Essa é a cocaína na segunda fase de extração. Aqui ela está em forma de base livre. É sólida e em forma de pedra, que foi por muito tempo chamada de oxi”, explica.

Escrito Por Agazeta.Net

Homens são presos com quase 27 Kg de cocaína em carro de luxo

Prisões ocorreram em ação da Polícia Federal na BR-364.

PF-AC prendeu dois homens que transportavam quase 27 Kg de cocaína (Foto: Divulgação PF)

PF-AC prendeu dois homens que transportavam
quase 27 Kg de cocaína (Foto: Divulgação PF)

A Polícia Federal (PF) prendeu dois homens que transportavam 26,994 Kg de cocaína em um carro de luxo, na noite do último domingo (27). A prisão ocorreu enquanto a PF fazia uma barreira na BR-364.

Os suspeitos saíram de Cruzeiro do Sul, interior do Acre, e seguiam para Porto Velho(RO). A droga estava escondida no babageiro do veículo e, segundo a perícia da PF, seria usada para a preparação de crack.

 “A apreensão de hoje foi basicamente 100% de base livre de cocaína. A passagem da base livre para o crack é relativamente simples e até o momento os nossos exames apontam que essa cocaína estaria na forma de crack”, falou o perito da PF Cézar Gomes. 

PF Acre Rio Branco (Foto: Divulgação PF)

De acordo com o delegado da PF-AC, Agnaldo Mendonça, após a apreensão das drogas foram encontradas duas armas de fogo na casa de um dos suspeitos.

Colaborou Bruno Cássio, da TV Acre.Do G1