Foragido da Justiça é preso após perseguição pelas ruas de Brasiléia

Mandado de prisão em desfavor de Railson já perdurava desde o mês de julho passado 

Railson tem várias passagens pela justiça acreana e estava em liberdade condicional – Foto: Alexandre Lima

Railson tem várias passagens pela justiça acreana e estava em liberdade condicional – Foto: Alexandre Lima

Uma perseguição pelas ruas e quintais do Bairro José Moreira localizado na cidade de Brasiléia, resultou na prisão do jovem Railson Ribeiro dos Santos (24), que tinha em seu desfavor, um mandado de prisão em aberto desde o mês de Julho passado.

Railson já é velho conhecido da justiça acreana. Desde quando era menor de idade, vem se envolvendo com prática ilícitas que vão desde furtos, até assaltos a mão armada e comércio ilegal de munição restrita.

O mesmo se vangloria de ter participado de um assalto frustrado na cidade de Sena Madureira no ano de 2009, quando na companhia de outros meliantes, chegou a fazer reféns e resultou em horas de negociação até se entregarem.

O jovem vinha cumprindo o semiaberto pelo crime pela posse da munição restrita, onde teria que que se deslocar uma vez por mês até a Capital para se apresentar à autoridades, mas resolver que não deveria voltar e viver na clandestinidade pela fronteira.

Após esses meses foragido e com a ordem de prisão, o mesmo foi cercado num bar localizado no Bairro José Moreira por homens do Grupo de Intervenção Rápida e Ostensiva – GIRO, que tentou fugir do cerco.

A perseguição aconteceu após algumas correr por algumas quadras, pulando cercas e quintais, até ser parado dentro de um matagal numa poça de lama. Railson foi lavado para a delegacia de Brasiléia onde será ouvido pelo delegado e depois ser transferido para o presídio na Capital e cumprir o restante de sua pena.

Fonte=oaltoacre

IMG_7249

Exclusivo: Brasileiro e extorquido por policia na Bolívia

Brasileiro foi extorquido na bolivia por policiais 

Por Helizardo Guerra

bolivia

Brasileiro passa por constrangimento na fronteira de Brasiléia com a Bolívia, desta vez a vitima foi o Senhor Valdinaldo da Silva Castro Filho Brasileiro residente a Rua: Francisco Alves de Moraes, bairro Samauma/ Brasiléia, foi registrado no 10º Batalhão da Policia Militar de Brasiléia um B.O, segundo a vitima no dia 26 de Dezembro de 2013 foi até a cidade de Cobija fazer compras, pilotando uma motocicleta de procedência Boliviana e placa Boliviana e, ao retornar para Brasiléia, ao chegar ao sinal de ponte Wilson Pinheiro, ainda território Boliviano, foi parado por cerca de três policiais Bolivianos, dois com farda preta e outro com uma cor que declara não conhecer exatamente mais eram policiais, os mesmos policiais Bolivianos solicitaram a documentação da vitima mas, ao verificarem a documentação pediram a autorização do mesmo para pilotar o veiculo Boliviano; que o declarante não conhecia tal documento, pois sempre pilotou motos em Cobija e no Brasil também sem a necessidade de tal documento. Porém os policiais Bolivianos insistiram na necessidade do documento, caso contrário disseram que era necessário que Valdinaldo pagasse uma multa, caso não pagasse iria ser levado ao escritório de transito e que lá iria pagar cerca de 300 Bolivianos e que poderia ser pior, já insinuando que seria melhor pagar e negociar ali mesmo Valdinaldo achou melhor tirar o único dinheiro que tinha R$: 20,00 vinte reais e oferecer aos policiais, mas os policiais queriam mais dinheiro e a vitima de extorsão não tinha mais. Mesmo sendo “pouco” receberam o dinheiro e liberaram alegando que desta vez iam liberá-lo, mas da próxima iriam levá-lo ao setor de transito de Cobija.

O jovem que mora na região de fronteira esta preocupado agora com a denuncia, o que eu posso fazer será que vai ficar por isso mesmo. Espero que as autoridades tomem uma providencia neste caso para não acontecer com outros brasileiros e ficar por isso mesmo desabafou o Valdinaldo.

FONTE= De Frente Com A Notícia

No interior do AC, 30% pela dispensa natalina foram presos

Segundo a PM de Sena Madureira, capturas foram feitas em 48h. Presos foram soltos na terça-feira (24).

presidioEm Sena Madureira, interior do Acre, 40 pessoas foram beneficiadas com a dispensa natalina, dentre 26 presos adultos e 14 jovens que cumprem medida socioeducativa. Porém, segundo a Polícia Militar (PM) do município, 48h após a saída, 30% deles foram detidos, por estarem praticando delitos ou descumprindo as medidas obrigatórias pelo benefício.

De acordo com o comandante do 8° Batalhão da PM de Sena Madureira, Emílio Vigílio, as capturas foram feitas por uma equipe, que foi montada somente para fiscalizar os reeducandos. “Somente dos menores, no primeiro dia, nós capturamos 20% quebrando as normas, sendo encaminhados para a Unidade de Segurança Pública”, afirma.

Dentre os delitos cometidos pelos capturados, o comandante aponta porte de arma, substâncias entorpecentes e, até mesmo, no caso dos adultos, frequentarem festas, o que não é permitido para quem é beneficiado com a dispensa.

“A própria sociedade tem um temor muito grande quando se fala em liberar os reeducandos, porque muitos deles não vão ficar no seio da família e sim, praticando delitos”, acrescenta.

Com o benefício, os 40 presos foram soltos para passar o Natal com a família na terça-feira (24) e devem retornar às unidades prisionais até o dia 

Caio Fulgêncio Do G1 AC

Laudo confirma que incêndio em comércios na capital foi intencional

Incêndio destruiu 12 comércios próximos ao Mercado Elias Mansour.

incedio4O laudo do Corpo de Bombeiros apontou que o incêndio que destruiu ao menos 12 pequenos estabelecimentos comerciais, nas

proximidades do Mercado Municipal Elias Mansour, no Centro de Rio Branco, no dia 11 de dezembro foi intencional. De acordo com o major Argemiro Santos, o laudo não aponta o autor do crime, apenas as causas do incêndio.

“Cabe à polícia fazer a investigação para tentar identificar o real suspeito desse incêndio, mas foi verificado que o incêndio é realmente criminoso. O incêndio foi identificado no terceiro local de baixo pra cima, onde ficavam localizados o antigo Bar do Nico e o Bar do Gaúcho”, afirma.

De acordo com o major, é possível identificar que o incêndio é intencional pelos características da queima. “Foi encontrada uma característica de queima intensa no local identificado como foco inicial. Excluímos as causa naturais, como raio e combustão espontânea, e também a causa por fenômeno termoelétrico. Embora a instalação elétrica do local estivesse em precárias condições, não foi essa a causa do incêndio”, afirma.

O prefeito Marcus Alexandre informou que algumas medidas estão sendo tomadas para que o impacto nas atividades comerciais seja amenizado. “Nós recebemos o laudo do Corpo de Bombeiros, que concluiu que o incêndio foi criminoso. A área continuará interditada porque a Defesa Civil vai entregar o laudo da ocupação daquele lugar na próxima segunda-feira (30)”, disse.

Além dos laudos, o prefeito disse ainda que alguns comerciantes já foram transferidos para outros locais,  para continuar com a suas respectivas atividades. “Abrimos um espaço em um galpão no porto da Cadeia Velha para quem quiser se instalar, principalmente para os comerciantes que têm atividades ribeirinhas. No calçadão, eu também autorizei a construção de estruturas temporárias, outros pediram espaço no Mercado Elias Mansour. Não conseguimos atender todos, mas estamos em busca de uma solução para amenizar o sofrimento dos comerciantes”, ressalta.

Veriana Ribeiro Do G1 AC

Colaborou Paulo Henrique Nascimento, da TV Acre.

Sargento da PM sofre tentativa de homicídio em sena madureira

Segundo informações o homem tem problemas mentais e estava andando pelo beco amolando uma faca

maiaO Sargento Maia da Policia Militar de Sena Madureira sofreu uma tentativa de homicídio ao tentar abordar um homem por nome de Aldenor que estava com uma faca tipo peixeira no Beco da Bacabeira próximo a retransmissora da rede Globo de Televisão.

Segundo informações o homem tem problemas mentais e estava andando pelo beco amolando uma faca, foi quando o sargento o abordou e pediu que o mesmo entregasse a faca, para que ele não viesse atacar algum que trafega no local, em decorrente de ter várias moradias. Antes mesmo de o Sargento pegar a faca o infrator partiu para cima do Policial sem dar tempo de qualquer reação, atingindo Maia com um grande corte em seu braço esquerdo chegando a atingir suas veias. Sem opção, e ferido para mobilizar  o acusado o Sargento desferiu dois disparos na coxa de Aldenor para conter o homem.

Fonte=ac purus=Fotos do facebook do Sargento

Adolescente infrator conhecido por “tranca rua” volta a aterrorisar

Infrator volta a aterrorizar Mâncio Lima

Escrito Por Josemir Melo

109_algemas3

Na madrugada desta sexta-feira um adolescente infrator muito conhecido por moradores e comerciantes de Mâncio Lima e apelidado de “tranca rua” furtou os objetos pessoais do motorista que faz parte da equipe do cantor Léo de Ameida. A Polícia Militar foi acionada e está resolvendo o caso.

“Tranca rua” é um velho conhecido de moradores e comerciantes do município pela vasta ficha de infração, na maioria delas, furtos. Com 12 anos o adolescente já colocava terror na cidade, e teve várias passagens pela polícia, chegando a ser recolhido na casa do menor.

Familiares do adolescente dizem que ele estava em Rio Branco com parentes, onde aprontou novamente e foi ameaçado de morte. Os parentes de Rio Branco não aguentaram o menor, e mandaram de volta para a avó em Mâncio Lima.

FONTE=MÂNCIO LIMA.NET

Atearão fogo em sede da funai e entram em conflito com polícia

Moradores Ateiam Fogo Em Sede Da Funai E Entram Em Conflito Com Polícia No Amazonas

Populacao-revoltada-promove-Humaita-AM_ACRIMA20131226_0011_18

Revoltados com o desaparecimento de três homens, moradores de Humaitá (a 400 km de Manaus) atearam fogo na sede da Funai e da Funasa na noite de quarta-feira (25) e destruíram 13 veículos e três barcos usados no transporte de índios.

Índios da etnia Tenharin, que vivem em uma área próxima à cidade, faziam compras na região central quando começaram a ser hostilizados pelos moradores, que os responsabilizam pelo desaparecimento dos três.

Cerca de 60 índios decidiram se refugiar na base do 54º Batalhão de Infantaria de Selva, o que desencadeou a revolta da população.

O tumulto começou por volta das 19h. Segundo a Policia Militar em Humaitá, cerca de 3.000 pessoas participaram do protesto e entraram em confronto com os policiais.

Usando galões com gasolina, os moradores atearam fogo na sede da Funasa (Fundação Nacional de Saúde) e da Funai (Fundação Nacional do Índio) e nos carros estacionados no pátio e depois seguiram para as margens do rio Madeira, onde incendiaram três barcos de grande porte usados para transportar os índios para a aldeia.

A PM ainda tentou conter a multidão com balas de borracha e bombas de efeito moral, mas o efetivo reduzido recuou diante da multidão.

Cinco pessoas ficaram feridas no confronto com a polícia. Foram atendidas no hospital local e liberadas.

Foram enviados para Humaitá homens da Força Nacional, da Policia Rodoviária Federal e das polícias Civil, Federal e Militar. A PF não informou o efetivo enviado à região.

‘CLIMA TENSO’

Na manhã desta quinta-feira (26), em entrevista à imprensa, o superintendente da PF em Rondônia, Carlos Manoel Gaya da Costa, disse que o clima na região é de muita tensão.

Segundo ele, os índios não são amigáveis e limitaram a área de atuação dos agentes da PF na área indígena.

“Eles dificultam o acesso da polícia à área e negam envolvimento no desaparecimento dessas pessoas”, disse Gaya da Costa, ressaltando que teme um confronto entre índios e brancos na região.

Os moradores acreditam que os índios sequestraram os três homens –Aldeney Ribeiro Salvador, funcionário da Eletrobras, Luciano Conceição Ferreira, representante comercial, e Stef Pinheiro de Souza, professor da rede municipal de Humaitá– em represália pela morte de um cacique Tenharim, encontrado sem vida na rodovia Transamazônica.

Os índios dizem que ele foi assassinado, mas a polícia disse que ele foi vítima de um atropelamento.

Os três estão desaparecidos desde o dia 16 de dezembro, quando saíram da cidade de Apuí com destino a Humaitá.

Desde quarta-feira, um grupo bloqueia a BR-319, que liga Humaitá a Apuí.

A reportagem não conseguiu contato com a Funai em Humaitá. Na Funai em Manaus, foi informado que uma equipe está se deslocando para a região.

A terra indígena possui 1.309 hectares, foi criada em 1993 e é habitada por cerca de 220 índios.

Populacao-revoltada-promove-Humaita-AM_ACRIMA20131226_0015_18

JAIRO BARBOSA COM COLABORAÇÃO PARA A FOLHA, EM PORTO VELHO

Juiz Braña, de Senador Guiomard, sofre acidente com família

O juiz afirma que está bem e aproveita para desejar a todos um feliz Natal.

Juiz Afonso Braña

Juiz Afonso Braña

“Hoje eu recebi meu presente de Natal: estou – ou continuo – vivo, pois ainda estou em observação”. Foi com estas palavras que o juiz da 8ª Zona Eleitoral da Comarca de Senador Guiomard, Afonso Braña, afirmou que recebeu um presente inusitado de Natal.

Segundo uma publicação realizada pelo magistrado em uma rede social, ele e sua família passaram por um susto a poucos metros de sua casa.

“Estava a 50 metros da minha casa, na rua preferencial, quando surge um carro no cruzamento em alta velocidade e bate na roda da minha Hilux, jogando o meu e o Honda Civic dela contra o muro. Saí tonto do carro”, afirma o juiz.

De acordo com o magistrado, houve a necessidade de ser encaminhado ao Pronto Socorro. “PM, Samu e cia. Fomos pro PS, fui medicado e já estou em casa, em observação. Ela bateu o pé e o joelho. E a filhinha dela, de 15 anos, como eu, bateu a cabeça. Mas, como vomitou, foi pra tomografia”.

O juiz afirma que está bem e aproveita para desejar a todos um feliz Natal.

“Por isso que eu digo que já ganhei o meu Natal. Ou seja, nasci de novo. Que coisa, rapaz!!! Ah, feliz Natal pra todos, todos, indistintamente !!!”.

Da Redação da Agência ContilNet

Acidente=Carro e moto, faz vítima fatal e veículos pegam fogo

Acidente envolvendo carro e moto, próximo à ponte do Môa, faz vítima fatal e veículos pegam fogo

103__fogo

Escrito Por Josemir Melo

Na tarde desta quinta-feira (26), por volta das 14h, aconteceu um grave acidente envolvendo uma caminhonete hillux, placa NAC 1816, e uma moto na estrada que liga Mâncio Lima a Cruzeiro do Sul, próximo à ponte do Rio Môa.

O motociclista era conhecido por Flávio Silva Maia, morador do bairro Iracema em Mâncio Lima. Segundo informações de populares, Flávio morava no município de Rodrigues Alves e estava residindo em Mâncio Lima a pouco tempo.

O motorista da hilux é conhecido por Edem do Marechal, e está foragido. Essa já é a segunda pessoa que Edem mata no trânsito. Pelas fotos, percebe-se que Edem invadiu o outro lado da pista, causando o acidente. A estrada foi fechada por quase duas horas pelas autoridades de trânsito, e as chamas só não consumiram todo o veículo porque o Corpo de Bombeiros conteve as chamas.

FONTE=MÂNCIO LIMA

103 FOTO DE MARCOS MULLER

103 motoqueiro

103 ok103 1510767 10200892431025097 941121960 n

103 motoqueiro editado

Dono de Bar agride rapaz a pauladas em Três Lagoas

Depois de uma discussão o dono do bar espancou o cliente

350x197x4-52bc27331bf48d26fce740c7860e89c05af2024261e2c

Uma briga de bar ocorreu na madrugada desta quinta- feira (26) por volta das 05hs:30min, em um bar, na Rua Eurídice Chagas Cruz, Centro de Três Lagoas.

A vítima Rhawer Russel Ciriaco, 20, relatou a polícia que após um desentendimento com o dono do bar, O mesmo começou a lhe desferir golpes na cabeça e em todo o corpo com um pedaço de madeira.

A PM (Policia Militar) foi acionada e compareceu no local e verificou que o celular da vítima também havia sido roubado, pelo proprietário do comércio.

Rhawer Russel foi levado pelo SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) ao Hospital Auxiliadora, e foi constatado ferimentos pelo corpo com sangramento.

A polícia identificou o autor da agressão e averiguou que o bar já estava fechado.

FONTE=RÁDIO CAÇULA