Ver. compactua com os desvios e vota a favor de Everaldo e contra o povo de Brasiléia

Vereadores Da Base Em Brasiléia Comungam Com Desvios De Dinheiro Público E Vetam Afastamento Do Prefeito Para Investigação Do Caso

Fernando Oliveira

Vereadores Da Base Em Brasiléia Comungam Com Desvios De Dinheiro Público

O mar de lama que cerca o cenário político em Brasiléia recebeu mais uma camada de destroços com a negativa por parte dos vereadores Naldo Rufino (Solidariedade), Marquinhos Tibúrcio (PSDB), Bil Rocha (PMDB), Marivaldo Oliveira (PMDB) e Joelso Pontes (PP), esse ultimo já declarado pré-candidato a Deputado Estadual nas eleições desse ano, do pedido de afastamento do prefeito Everaldo Gomes por desvio de dinheiro que beiram 1 milhão de Reais ( 400 da Saúde e 450 mil de convênio com a Caixa Econômica Federal).

A população que fez questão de acompanhar de perto a votação dos seus representantes em sessão na Câmara de vereadores ficou indignada com tamanha falta de compromisso de cidadãos que eram para fiscalizar o dinheiro público e no entanto faz é compactuar com os desvios.

Logo no inicio dos trabalhos da Câmara, os vereadores da base de Everaldo já deram uma tônica de como seria o resultado da votação ao não permitir que o denunciante Raimundo Lacerda fizesse uso da tribuna para prestar esclarecimentos sobre o ridículo caso que tem chocado a população de Brasiléia que a cada dia se ver entregue as baratas.

A alegação dos vereadores da base aliada do prefeito é que já existe uma denuncia sobre esse escândalo junto ao Ministério Público Federal, o que não inviabiliza a Câmara de fazer as investigações conforme menciona Lacerda. “O próprio MPF, já cobrou que os vereadores fiscalizem, eu fico indignado quando chego aqui e vejo essa vergonha, a secretária de saúde esteve aqui e assumiu que houve desvio. É muito doído ver um cidadão que nasceu em Brasiléia votar contra Brasiléia que está acabada e não vai ser de uma hora para outra que será recuperada!”.

Lacerda apresentou pedido de afastamento do Prefeito Everaldo na sessão de 8 de abril, e desde essa data a movimentação de aliados do Prefeito foi constante chegando a realizar um encontro de dois dias duma Chácara distante 10 quilômetros de Brasiléia.

No dia em que o documento chegou ao conhecimento dos vereadores, o discurso dos aliados de Everaldo davam a entender que era possivel ser aprovado o tal afastamento, já que a própria prefeitura assumiu que houve desvio de dinheiro público na secretária de saúde, porem na calada da noite tudo mudou, principalmente a atitude dos parlamentares.

O fato levantou ainda mais suspeita diante do povo, depois que na sessão ordinária realizada nesta terça-feira 15, o vereador Naldo Rufino que votou a favor de Everaldo foi agraciado com a nomeação de secretário municipal de agricultura.

Dos 11 vereadores de Brasiléia, 5 votaram pelo afastamento de Everaldo para que acontecesse as investigações sobre desvio de dinheiro público e 5 votaram a favor dos desvios, o presidente Mário Jorge (Solidariedade), não votou, já que os dois terços exigidos para aprovação do requerimento podia mais acontecer.

10269537_494795273976703_8391511710388485420_n2212

“A oposição critica o gov. para fazer campanha”, afirma Ney Amorim

“A oposição critica o governo para fazer campanha”, afirma Ney Amorim

“A oposição critica o governo para fazer campanha”, afirma Ney Amorim

O primeiro secretário da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa (Aleac), deputado Ney Amorim (PT) afirmou na sessão desta terça-feira, 15, que a oposição se limita a fazer críticas ao governo, esquecendo de apresentar projetos e colaborar com o desenvolvimento do Estado.

Afirmando que os parlamentares da oposição fazem ataques desonestos à honra do governador Tião Viana, o parlamentar disse que o desespero dos oposicionistas é justificado pelo período eleitoral que se aproxima.

“Se olharmos para nosso Estado e por tudo que o governador Tião Viana vem fazendo, vamos perceber que ele cuida do nosso povo como se estivesse cuidando dos seus próprios filhos. Mas estamos em período pré-eleitoral e eles estão desesperados, tentando fazer campanha com críticas sem fundamento contra o governo”, afirmou.

Citando projetos importantes como o Cidade do Povo, Ruas do Povo e outros que garantem melhorias em vários setores como Saúde, Educação e Produção Rural, Ney Amorim lembrou que muitos são os investimentos que estão sendo feitos em todos os municípios.

“Enquanto o governador cuida do nosso Estado, que enfrenta um momento crítico, por conta da cheia do Rio Madeira, a oposição estava reunida pensando apenas nas eleições. Nunca se investiu tanto em produção como Tião Viana tem investido desde que assumiu o governo”, comentou.

Ney afirmou que os parlamentares da oposição tentam criar fatos, afirmando que o governo do Estado não tem projetos de desenvolvimento para o Estado. Desafiando a oposição a apresentar algum projeto para o setor produtivo do Acre, ele fez questão de destacar o empenho e a dedicação de Tião Viana para garantir melhorias na produção.

“O governador Tião Viana tem muito que mostrar. Dados concretos, resultados importantes, ações que verdadeiramente mudaram a vida do nosso povo. Diferente da oposição que não tem o que apresentar. Aprovamos muitos projetos nesta Casa. Projetos importantes para o bem do nosso povo”, lembrou.

Ney Amorim propôs aos parlamentares da oposição um debate em “nível elevado” sobre o desenvolvimento do Acre, com apresentação de propostas para melhorar a qualidade de vida da população acreana.

“Não vamos ficar aqui fazendo política pequena. Nossa população espera mais de nós. Vamos discutir projetos de desenvolvimento para nosso Estado que sejam importantes para nosso povo. Não queiram diminuir essa Casa, nem o trabalho do governo só para fazer campanha”, desabafou.

Por Mircléia Magalhães (Agência Aleac)

AMAC, Marcus Alexandre se reúne com conselheiros do TCE

Presidente Da AMAC, Marcus Alexandre Se Reúne Com Conselheiros Do TCE Para Defender Municípios

thumb_TCE_1_Foto_Marcos_Vicentti

O prefeito de Rio Branco e presidente da Associação dos Municípios do Acre (AMAC), Marcus Alexandre, reuniu-se nesta quinta-feira, 11, com diretores e conselheiros do Tribunal de Contas do Estado (TCE) para debater questões que afetam o recebimento de recursos financeiros pelas prefeituras do Acre.
 
Uma questão importante é a publicação do relatório resumido de execução orçamentária, que pela proposta do presidente da AMAC poderá ser feito pessoal e automaticamente no TCE, já que o sistema do Tribunal, conforme informou o conselheiro Antônio Malheiros, está sendo atualizado para compatibilizar-se com os das prefeituras.
 
Marcus Alexandre falou acerca das dificuldades que estão impostas em decorrência das cheias dos rios do Acre e do Madeira em Rondônia, com efeito especial o fenômeno da enchente no Rio Madeira, que transbordou e cobriu vários pontos da BR 364, a via de acesso rodoviário ao Acre.
 
Em condições normais, o Acre recebe diariamente cerca de 200 carretas com os mais diversos produtos, mas a dificuldade na travessia da região alagadiça reduziu para 20 ou 30 carretas/dia, sendo que em dez dias do mês de março nenhum veículo passou para o território acreano pela BR 364.
 
Essa situação reduz a expectativa de arrecadação, que já vinha comprometida com a ação dos órgãos de controle por conta da demora na entrega de documentos fiscais. Marcus Alexandre luta para que as prefeituras possam ter acesso aos recursos e minimizar os impactos do duro período invernoso.

Da Assessoria

Que Rumo seria o planejamento de Everaldo para Brasiléia

Depois De 15 Meses Prefeitura De Brasiléia Realiza Seu Planejamento Estratégico

Chiquinho Chaves

Foto: sercom PMB

Foto: semcom PMB

A administração do PMDB em Brasiléia comandada por Everaldo Gomes, realizou no ultimo final de semana 11 e 12, o tão cobrado planejamento estratégico da atual gestão, após se passarem 15 meses no comando da prefeitura de Brasiléia.

A atividade, por ironia ou para comprovação dos fatos, aconteceu num balneário há 10 quilômetros da cidade (Kumarurana), pertencente ao presidente do PMDB local, tido como o prefeito de fato.

O planejamento da atual gestão  era pauta constante dos vereadores de oposição e situação que sempre alertaram que toda administração precisa de um rumo a seguir e que esse rumo seria norteado pelo planejamento.

A assessoria de comunicação de Everaldo noticiou apenas que houve o tal planejamento, porém não informou os resultados concretos e encaminhamentos  para mudara a triste realidade de Brasiléia.

Por outro lado se a situação era crítica e o povo não sabia o que Everaldo e sua equipe imaginavam para o município, o planejamento ora traçado servirá como base de cobranças a partir do momento que for apresentado oficialmente aos brasileenses.

O secretário de comunicação, Wiliandro Derze destacou que o planejamento estratégico garantirá agilidade nas informações que serão levadas a população, que saberá de imediato as ações, investimentos e trabalhos que serão executados pela gestão municipal.

Países com detecção do EBOLA,poderão ser posto em quarentena

OMS : PAÍSES COM DETECÇÃO DO EBOLA,PODERÃO SER POSTOS EM QUARENTENA.

Por Cármen Guaresemin

Fonte: esquinadanoticia.wordpress.com

Do UOL, em São Paulo – reproduzido e editado p/ Cimberley Cáspio

foto : almanaqueurupes.com.br

Foto : Almanaqueurupes.com.br

Ebola é considerado por muitos o vírus mais perigoso que a humanidade conhece atualmente. Ele voltou às manchetes recentemente graças a um surto em Guiné que já causou a morte de 84 pessoas, e sete outras na Libéria. Sem contar casos suspeitos no Mali, todos países da África Ocidental. Trata-se de uma “epidemia sem precedentes”, segundo a organização humanitária Médicos Sem Fronteiras (MSF).

“Estamos enfrentando uma epidemia de grande magnitude nunca vista antes em termos de distribuição de casos no país”, disse o coordenador da MSF em Conacri (capital de Guiné), Mariano Lugli, por meio de um comunicado.

O vírus foi batizado com esse nome por ter sido identificado pela primeira vez em 1976 na República Democrática do Congo (antigo Zaire), perto do rio Ebola. Desde então, causou cerca de 1.500 mortes na África e é considerado uma ameaça para a saúde global e até mesmo um possível agente de guerra biológica.

Nunca houve casos da doença em humanos fora do continente africano, mas agora, com a chegada da Copa do Mundo, quais seriam as chances do vírus imigrar para o Brasil?

Para o infectologista Celso Granato, diretor clínico do Fleury Medicina e Saúde, as chances do vírus chegar ao país são muito remotas, mas não impossíveis, já que vivemos num mundo globalizado.

“O problema seria a pessoa vir da África, ou após ter visitado algum país do continente, com o vírus incubado. Isso porque é muito comum se confundir os sintomas da doença com os da malária, dengue e leptospirose, por exemplo. Também é comum que a equipe médica acabe se infectando, por não saber qual a real doença”.

Com ele concorda o infectologista José Ribamar Branco da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo: “Muito improvável que chegue aqui. Esses surtos costumam ocorrer em locais muito pobres, desprovidos de modelos de higiene”.

Granato conta que o vírus pode ficar incubado por até duas semanas. Os principais sintomas são febre forte, dores de cabeça e musculares, conjuntivite e debilidade. Já na fase mais aguda, provoca vômitos, diarreia e hemorragias. A transmissão ocorre por vias respiratórias ou por contato com fluidos corporais das pessoas infectadas.

“O quadro é uma síndrome febril hemorrágica. Na grande parte das doenças que conhecemos, o vírus se adapta ao organismo. Não é um bom negócio o parasita matar o hospedeiro, mas no caso do ebola isso não acontece. É uma doença muito agressiva e bastante transmissível”.

Por ser uma doença muito local, até agora, a indústria farmacêutica não tem interesse em pesquisar possíveis vacinas ou medicamentos para o ebola. “A farmacêutica não se interessa, mas a medicina militar, sim. As Forças Armadas dos Estados Unidos afirmaram em um congresso de medicina tempos atrás que estão buscando alternativas para esta doença”, conta Granato.

Ele cita o Walter Reed National Military Medical Center, em Maryland, onde estariam fazendo pesquisas estratégicas sobre o tema. “Creio que eles tenham interesse em desenvolver alguma vacina ou medicamento porque terroristas podem usar o ebola como uma arma bacteriológica muito letal e atacar uma embaixada americana, por exemplo”.

Branco acrescenta: “O ebola poderia se transformar em uma arma terrorista, sim. Por isso, os americanos têm estratégias em relação ao vírus. Costumam isolá-lo e monitorá-lo. Claro que são meio paranoicos, mas o contingente de soldados espalhados pelo mundo é muito grande”.

Sobre a doença estar se espalhando em família, como no caso de um homem que vive em Gueckedou, próximo das fronteiras com a Libéria e Serra Leoa, que perdeu dez parentes, inclusive a irmã, Granato afirma que se trata de caso co-primário (caso seguinte ao primário dentro de um período inferior ao de incubação). “São pessoas que moram na mesma região e tiveram contato entre si. É uma forma comum de o vírus se alastrar”.

Branco acredita que nos próximos dias a OMS (Organização Mundial da Saúde) irá criar um plano de contingência e até mesmo colocar os países que apresentaram casos da doença em quarentena.

“Países europeus e os Estados Unidos vão juntar todas as forças para que o vírus não se espalhe. Aqui no Brasil, creio que os órgãos de saúde também tomarão medidas especialmente em relação aos voos que chegarem vindos da África. Porém, repito, o perigo do vírus chegar aqui é muito remoto”.

Ministério da Saúde

Questionado se alguma medida seria tomada no período da Copa do Mundo, época que o país receberá muitos estrangeiros, o Ministério da Saúde informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que “o ebola é um surto localizado apenas na África e a OMS tem acompanhado a evolução do surto diariamente”.

O ministério lembrou ainda que a própria OMS não pediu, até agora, para que as pessoas evitem viajar àquela região africana, devido ao surto do vírus, e que não há razão para “causar nenhum alarde”.

Países com detecção do EBOLA,poderão ser posto em quarentena

 

 

 

 

 

 

OMS : PAÍSES COM DETECÇÃO DO EBOLA,PODERÃO SER POSTOS EM QUARENTENA.

Por Cármen Guaresemin

Fonte: esquinadanoticia.wordpress.com

Do UOL, em São Paulo – reproduzido e editado p/ Cimberley Cáspio

109123Ebola é considerado por muitos o vírus mais perigoso que a humanidade conhece atualmente. Ele voltou às manchetes recentemente graças a um surto em Guiné que já causou a morte de 84 pessoas, e sete outras na Libéria. Sem contar casos suspeitos no Mali, todos países da África Ocidental. Trata-se de uma “epidemia sem precedentes”, segundo a organização humanitária Médicos Sem Fronteiras (MSF).

“Estamos enfrentando uma epidemia de grande magnitude nunca vista antes em termos de distribuição de casos no país”, disse o coordenador da MSF em Conacri (capital de Guiné), Mariano Lugli, por meio de um comunicado.

O vírus foi batizado com esse nome por ter sido identificado pela primeira vez em 1976 na República Democrática do Congo (antigo Zaire), perto do rio Ebola. Desde então, causou cerca de 1.500 mortes na África e é considerado uma ameaça para a saúde global e até mesmo um possível agente de guerra biológica.

Nunca houve casos da doença em humanos fora do continente africano, mas agora, com a chegada da Copa do Mundo, quais seriam as chances do vírus imigrar para o Brasil?

Para o infectologista Celso Granato, diretor clínico do Fleury Medicina e Saúde, as chances do vírus chegar ao país são muito remotas, mas não impossíveis, já que vivemos num mundo globalizado.

“O problema seria a pessoa vir da África, ou após ter visitado algum país do continente, com o vírus incubado. Isso porque é muito comum se confundir os sintomas da doença com os da malária, dengue e leptospirose, por exemplo. Também é comum que a equipe médica acabe se infectando, por não saber qual a real doença”.

Com ele concorda o infectologista José Ribamar Branco da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo: “Muito improvável que chegue aqui. Esses surtos costumam ocorrer em locais muito pobres, desprovidos de modelos de higiene”.

Granato conta que o vírus pode ficar incubado por até duas semanas. Os principais sintomas são febre forte, dores de cabeça e musculares, conjuntivite e debilidade. Já na fase mais aguda, provoca vômitos, diarreia e hemorragias. A transmissão ocorre por vias respiratórias ou por contato com fluidos corporais das pessoas infectadas.

“O quadro é uma síndrome febril hemorrágica. Na grande parte das doenças que conhecemos, o vírus se adapta ao organismo. Não é um bom negócio o parasita matar o hospedeiro, mas no caso do ebola isso não acontece. É uma doença muito agressiva e bastante transmissível”.

Por ser uma doença muito local, até agora, a indústria farmacêutica não tem interesse em pesquisar possíveis vacinas ou medicamentos para o ebola. “A farmacêutica não se interessa, mas a medicina militar, sim. As Forças Armadas dos Estados Unidos afirmaram em um congresso de medicina tempos atrás que estão buscando alternativas para esta doença”, conta Granato.

Ele cita o Walter Reed National Military Medical Center, em Maryland, onde estariam fazendo pesquisas estratégicas sobre o tema. “Creio que eles tenham interesse em desenvolver alguma vacina ou medicamento porque terroristas podem usar o ebola como uma arma bacteriológica muito letal e atacar uma embaixada americana, por exemplo”.

Branco acrescenta: “O ebola poderia se transformar em uma arma terrorista, sim. Por isso, os americanos têm estratégias em relação ao vírus. Costumam isolá-lo e monitorá-lo. Claro que são meio paranoicos, mas o contingente de soldados espalhados pelo mundo é muito grande”.

Sobre a doença estar se espalhando em família, como no caso de um homem que vive em Gueckedou, próximo das fronteiras com a Libéria e Serra Leoa, que perdeu dez parentes, inclusive a irmã, Granato afirma que se trata de caso co-primário (caso seguinte ao primário dentro de um período inferior ao de incubação). “São pessoas que moram na mesma região e tiveram contato entre si. É uma forma comum de o vírus se alastrar”.

Branco acredita que nos próximos dias a OMS (Organização Mundial da Saúde) irá criar um plano de contingência e até mesmo colocar os países que apresentaram casos da doença em quarentena.

“Países europeus e os Estados Unidos vão juntar todas as forças para que o vírus não se espalhe. Aqui no Brasil, creio que os órgãos de saúde também tomarão medidas especialmente em relação aos voos que chegarem vindos da África. Porém, repito, o perigo do vírus chegar aqui é muito remoto”.

Ministério da Saúde

Questionado se alguma medida seria tomada no período da Copa do Mundo, época que o país receberá muitos estrangeiros, o Ministério da Saúde informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que “o ebola é um surto localizado apenas na África e a OMS tem acompanhado a evolução do surto diariamente”.

O ministério lembrou ainda que a própria OMS não pediu, até agora, para que as pessoas evitem viajar àquela região africana, devido ao surto do vírus, e que não há razão para “causar nenhum alarde”.

É urgente o isolamento de Brasiléia epidemia do vírus EBOLA

EBOLA NO BRASIL : É URGENTE O ISOLAMENTO DE BRASILEIA (AC) 

Por Cimberley Cáspio

Fonte: Organização Médicos sem Fronteiras AFP Reuters

09-05-who-ebola

Best-Science-Visualizations-10-largeA notícia pode ser considerada alarmante, mas os fatos que estão gerando essa notícia,são extremamente relevantes. E constatado que a FAB, a cada retorno de Rio Branco à Porto Velho, traz na carona, grupo de 40 imigrantes por viagem, é muito possível que o vírus ebola, já esteja matando no Brasil. Afinal, as autoridades públicas, jamais divulgariam tal epidemia ativa no país, faltando dias, para a abertura da Copa do Mundo.Com certeza, se o fato já estiver acontecendo, vão jogar com a morte.

Além da chegada de centenas e centenas de imigrantes haitianos a Brasiléia, no Acre, fronteira com a Bolívia e o Perú,também chegam, centenas e centenas de africanos,vindos, principalmente da Guiné e do Senegal, onde a Organização Médicos sem Fronteiras,vem divulgando um alerta mundial de uma epidemia sem precedentes do vírus ebola na região,o qual,se aproxima rapidamente de uma centena de mortes,e vem se espalhando de forma acelerada pelos países fronteiriços.

Sendo assim,como o vírus é transmitido por contato direto com o sangue e outros fluidos naturais, ou com tecidos de indivíduos infectados, tanto humanos quanto animais, vivos ou mortos, a cidade de Brasiléia, deve ser isolada imediatamente, e o governo brasileiro,suspender o transporte dos imigrantes e distribuição de documentos legais,até que o Ministério da Saúde,dê o parecer final sobre a situação da cidade e periferias,e de cada imigrante e daqueles que com eles tiveram contato no município acreano,o qual, vem sendo também castigado pela enchente histórica que ora se abate sobre a região.

E segundo relato de um imigrante haitiano ao repórter da Folha de São Paulo,Brasiléia está um caos,esgoto a céu aberto e ausência total de qualquer saneamento básico,com imigrantes se amontoando onde podem,fazendo suas necessidades orgânicas onde achar necessário,lavando suas roupas,se conveniente,ou não,dependendo da disponibilidade de água,onde alguns, ficam dias sem tomar banho; e restos de comida,são jogados em qualquer lugar,junto com as embalagens descartáveis. Quer dizer,ambiente mais do que propício para a deflagração letal do ebola em todo país.

É compreensível que o prefeito de Brasiléia e o governador do estado do Acre,queiram se livrar dos imigrantes o mais rápido possível para esvaziar a cidade,e providenciem o maior número possível de documentos legais, para que eles,os imigrantes, deixem logo o local e partam para onde achar melhor,pois no abrigo que só cabem 500,já tem mais de 1500.

E Infelizmente,como constatado,aviões hércules da Aeronáutica,estão transportando os africanos de Rio Branco (AC) à Porto Velho (RO) ,e de lá,os imigrantes,com documentos legais,estão se deslocando para várias localidades e regiões do país,sem nenhum exame,sem nenhuma avaliação de saúde feita em Brasiléia,o local de chegada migratória. O que quer dizer,quê: se algum imigrante está infectado e transmitindo a doença,não sabemos quem é,onde está,e nem quem são as pessoas que fizeram contato,e quantos o portador já infectou.

E na África,países que fazem limite com a Guiné,o país mais atingindo pelo ebola até o momento,já fecharam suas fronteiras.Todos os viajantes na região estão passando por uma triagem de exames minuciosa antes de prosseguirem viagem,ou se instalarem. E na Europa,o governo francês,também está tomando as medidas necessárias no país para bloquear a entrada do vírus,e agindo diretamente nas colônias africanas sob sua responsabilidade e influência. Empresas mineradoras na região africana atingida pela epidemia,inclusive a Vale do Rio Doce,bloquearam as operações,dando licença aos funcionários e transferindo executivos internacionais.

E diante do fato declarado,se nada for divulgado pelas autoridades do setor de saúde pública federal no Brasil, o governo,criminosamente, estará abrindo as portas da morte e nos expondo a uma situação que poderá vir a se tornar,e a superar,a maior tragédia que esse país possa ter vivido.É urgente,urgentíssimo,que o Ministério da Saúde,venha à público e divulgue ao povo brasileiro,o que está fazendo à respeito,principalmente em Brasileia. E até que tenhamos informações claras e convincentes da ação de saúde pública federal, na região migratória,o estado geral,não será outro que não seja de apreensão e temor.E enquanto nada se sabe à respeito sobre o estado de saúde do povo e dos imigrantes em Brasileia ,e dos imigrantes que já se espalharam pelo país,desesperadamente espero que não seja tarde demais para a ação de isolamento da cidade acreana.

Veja o Vídeo tudo sobre o virós EBOLA

Fonte: esquinadanoticia.wordpress.com

Fontes: Organização Médicos sem Fronteiras
AFP
Reuters
Folha de São Paulo
Mining.com

Assessor da prefeitura de Brasiléia faz turnê pelo Nordeste Brasileiro.

O Sr. Wiliandro Derze fazendo uma turnê pelo Nordeste brasileiro.

Por Alemão Monteiro

Foto: Facebook Wiliandro Derze

Foto: Facebook Wiliandro Derze

Com toda à crise política e financeira que o município de Brasiléia enfrenta devido a falta de infra-estrutura, desvio de verbas e um recente corte de uma parte dos salários dos efetivos municipais, o prefeito de Brasiléia concede férias a um assessor recente portariado.

O Sr. Wiliandro Derze, atual secretário de comunicação da prefeitura de Brasiléia, esteve na última semana entre final de março e início de abril de 2014, fazendo uma turnê pelo Nordeste brasileiro com a família, como se vê nas fotos retiradas de sua página pessoal do facebook, fazendo pose em meio a uma paisagem exuberante em Canoa Quebrada, Fortaleza-CE.

Wiliandro Derze que foi portariado no dia 26 de fevereiro de 2014 pelo prefeito Everaldo Gomes e está no cargo a pouco mais de quarenta (40) dias, já desfruta de regalias após receber seus primeiros proventos como secretário, o que vêm confirmando os rumores e as fofocas de esquinas de que os novos assessores iriam receber super-salários.

derze 11

Essa prática de concessão de folgas não é a primeira vez que acontece entre assessores do prefeito Everaldo, em 2013 outros secretários e cargos comissionados já exibiram fotos em páginas sociais no maior do desfrute em praias do litoral brasileiro se deliciando com lagostas e camarão ou visitando as Cataratas do Iguaçú com os arregos de licitações direcionadas.

Enquanto nossa cidade perde sua identidade afundada em crateras abertas por todas as ruas e avenidas de nossa cidade, perdida em meio à escuridão da noite por falta de iluminação pública e vendo nossos sonhos descer pelos ralos de uma má administração que ainda não mostrou (ou mostrou) sua verdadeira intenção, ficamos sem esperanças de um dia poder avançar, sorrir, bater no peito e dizer com todas as forças, “SOU BRASILEENSE”.

Veja o que o Senador Sergio Petecão do PSD publicou no facebook de Wiliandro Derze

derze 11 22

Prefeitura de Bujari realiza 10ª Feira do Peixe no município.

Durante os quatro dias do evento, serão comercializados peixes como tambaqui, tilápia, curimatã, piau e matrinchã, além do peixe filetado.

Assessoria 

Foto: Assessoria

Foto: Assessoria

limpando-o-tambaqui

A Prefeitura de Bujari promove, de 15 a 18 de abril, a 10ª Feira do Peixe, oferecendo pescados frescos e vários produtos da agricultura familiar, com a finalidade de fortalecer a piscicultura e impulsionar a economia do município.

Durante os quatro dias do evento, serão comercializados peixes como tambaqui, tilápia, curimatã, piau e matrinchã, além do peixe filetado.

A expectativa é de que o evento reúna consumidores das cidades de Bujari, Rio Branco, Sena Madureira e demais municípios vizinhos, nas compras da Semana Santa.

Segundo o prefeito Tonheiro, além de impulsionar a economia local e incrementar a renda dos piscicultores, a feira traz incentivos para o consumo de pescado, possibilitando àqueles com menor poder aquisitivo o acesso ao produto, fundamental para garantir uma alimentação saudável e qualidade de vida à população.

Jairo Pinheiro, secretário de Agricultura do município, diz que a meta de vendas para este ano é de 30 toneladas de pescado, durante os quatro dias do evento.

“No ano passado, vendemos 23 toneladas; a expectativa é que, na feira de 2014, consigamos aumentar nossa venda para alavancar a economia do município e fomentar o empreendedorismo nos nossos piscicultores”, afirmou.

A feira oferecerá uma praça de alimentação, com opções da culinária regional, além de artesanatos locais e produtos da região. A cada R$ 30 na compra de peixe, o consumidor concorre a uma TV de 32 polegadas.

Durante os quatro dias do evento, serão comercializados peixes como tambaqui, tilápia, curimatã, piau e matrinchã, além do peixe filetado/Foto: Assessoria

Durante os quatro dias do evento, serão comercializados peixes como tambaqui, tilápia, curimatã, piau e matrinchã, além do peixe filetado/Foto: Assessoria

Para Aníbal Acre Vive Situação De Calamidade.

Para Aníbal Acre Vive Situação De Calamidade E Autoridades Federais Serão Acionadas

Lamlid Nobre

Para Aníbal Acre Vive Situação De Calamidade E Autoridades Federais Serão Acionadas

Por causa da cheia histórica do rio Madeira, em Rondônia (RO), que chegou a atingir 19,72m neste domingo (30) e nesta segunda-feira (31) apresentava 19,67m, causando a interrupção do tráfego na BR-364 e, dessa forma, prejudicando o transporte de produtos para o Acre, os senadores Aníbal Diniz, Jorge Viana e Sérgio Petecão, coordenador da bancada federal em Brasília,estiveram reunidos com empresários na última sexta-feira, (28) na sede da Federação do Comércio do Estado do Acre.

Estava lá representado todo o setor produtivo do estado. De acordo com o presidente da Fecomércio, Leandro Domingos, a situação é crítica e vem se agravando tanto na iminência do desabastecimento do estado, quanto na ausência de circulação de recursos financeiros. “Fizemos um levantamento de que desde que o tráfego na BR, para o Acre, foi interrompido, deixou de circular no Acre R$ 700 milhões em mercadorias tributáveis. Isso significa que apenas 20% do que temos pra entrar no Estado entrou, em comparação ao mesmo período do ano passado, no mês de março.”, explicou.

Também foi informado aos senadores que as empresas já estão com dificuldades para pagar seus impostos e principalmente as mercadorias que se encontram na estrada. “Nem todos os fornecedores estão dispostos a prorrogar o prazo de suas faturas e isto poderá gerar grandes dificuldades para as empresas que estão desprovidas de capital de giro próprio para solver estes compromissos. Hoje, os revendedores de veículos têm mais de 350 unidades paradas na cidade de Porto Velho, aguardando a travessia”, afirmou o presidente da Fecomércio.

Para citar outro exemplo dos altos prejuízos, só a Fogás já anunciou que, com a mudança de logística, teve prejuízo de R$ 14 milhões.

Os prejuízos econômicos relatados deixaram os senadores preocupados. Para o senador Aníbal Diniz é um caso de calamidade.

“Precisamos encontrar formas de enfrentamento a essa situação e levar o conteúdo do que foi passado nessa reunião para as autoridades federais para mostrar o tamanho da catástrofe que estamos vivendo”, disse ele manifestando sua solidariedade e compromisso em apoiar o setor.

Os senadores Aníbal Diniz e Jorge Viana já trabalham no sentido de buscar soluções e subsídio para amenizar a situação de empresários. Uma das alternativas é a solicitação da abertura de linhas de créditos com agilidade a fim de favorecer as empresas do Acre, junto às instituições bancárias.

Soma-se a isso, a tentativa do governo do Estado de obter junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) uma ampliação do Programa Emergencial de Crédito para os empresários acreanos, com juros de 5,5% ao ano.

A exemplo do que ocorreu na enchente do Rio Acre em 2012, quando foram captados  R$ 82 milhões e agora a solicitação é de R$ 100 milhões uma vez que o problema afeta o Acre inteiro.

Além disso, o governador Tião Viana já informou que os empresários locais terão até o dia 2 de junho para pagar a primeira parcela, com prazo de 30, 60 e até 90 dias para terminar de pagar, dos impostos sobre os produtos adquiridos nos meses de março e abril, como umamargem de apoio em face ao material retido e  à imobilização de capital de giro.