Pesquisa aponta Dilma à frente com 50,5% Aécio Neves 49,5%

O instituto MDA realizou 2.002 entrevistas em 137 municípios de 25 estados no sábado (18) e no domingo (19), portanto antes do terceiro debate presidencial, exibido pela TV Record.

Com informações Brasil 247

a frente

Pesquisa encomendada pela CNT (Confederação Nacional dos Transportes) aponta a presidente com 50,5% dos votos válidos, contra 49,5% do candidato do PSDB; em votos gerais, contando brancos e nulos, a vantagem é a mesma para Dilma Rousseff, que tem 45,5% ante 44,5% de Aécio Neves; mostras da semana passada apontavam empate técnico, mas com Aécio numericamente à frente; primeira pesquisa do segundo turno do instituto MDA foi realizada sábado e domingo, portanto antes do terceiro debate presidencial, exibido ontem à noite pela TV Record; margem de erro é de 2,2 pontos percentuais; Ibovespa acentua queda após divulgação da pesquisa

Pesquisa CNT/MDA divulgada na manhã desta segunda-feira 20 confirma o empate técnico apontado nas mostras Datafolha e Ibope da semana passada, mas com a presidente Dilma Rousseff (PT) numericamente à frente de Aécio Neves (PSDB).

A candidata à reeleição registrou 50,5% dos votos válidos, contra 49,5% do candidato tucano. Esta foi a primeira pesquisa do instituto MDA no segundo turno, portanto não há cenário de comparação com levantamentos anteriores.

Contabilizando os votos gerais, com brancos e nulos, a vantagem da petista é mesma: 45,5% das intenções de voto a Dilma, ante 44,5% a Aécio Neves. A margem de erro da pesquisa é de 2,2 pontos percentuais.

O instituto MDA realizou 2.002 entrevistas em 137 municípios de 25 estados no sábado 18 e no domingo 19, portanto antes do terceiro debate presidencial, exibido pela TV Record na noite deste domingo.

As pesquisas Datafolha e Ibope divulgadas na semana passada apontaram resultados idênticos entre elas, com empate técnico entre Aécio (51%) e Dilma (49%), mas com Aécio dois pontos à frente.

O Datafolha divulga um novo levantamento nesta segunda-feira (20), às 18h no site da Folha de S. Paulo.

Servidores municipais fecham a prefeitura de Brasileia. Prefeito some

Servidores acamparam na sede da prefeitura e prometem só deixar o local depois que o prefeito abrir as negociações

 Por Alemão Monteiro Por 3 De Julho Noticias

prefeitura de Brasiléia 4

Os servidores municipais de Brasileia fecharam a sede da prefeitura da cidade em protesto contra a administração do prefeito Everaldo Gomes, do PMDB. Eles iniciaram uma paralização por tempo indeterminado e reivindicam valorização profissional e a conclusão do Plano de Cargos, Carreiras e Salários. Denunciam, ainda, que o prefeito tem atuação desastrosa que vem causado sérios prejuízos à população e à coisa pública.

Os servidores levaram para a frente da prefeitura, faixas e cartazes em que apresentam suas reivindicações. Eles montaram acampamento e garantem que só deixarão o local depois que o sentar para uma negociação. Everaldo Gomes, por sua vez, não foi localizado para falar sobre o caso. Assessores afirmam não saber onde ele se encontra e não disseram se ele tem ou não intensão de negociar com os servidores.

Já os manifestantes afirmam que Everado Gomes se escondeu e que só pretende aparecer depois que os manifestantes recuarem.

A presidente da Central Única dos Trabalhadores, Rosana Nascimento, que está na cidade para ajudar nas negociações com a prefeitura, afirmou que a categoria dos servidores municipais de Brasileia está há dois anos sem ganhos razoáveis.

“No ano passado os ganhos foram de apenas 5% e este ano ainda não tivemos nenhum ganho”, afirmou Rosana

prefeitura de Brasiléia 1 prefeitura de Brasiléia 2 prefeitura de Brasiléia 3 prefeitura de Brasiléia 6 prefeitura de Brasiléia 7 prefeitura de Brasiléia 8

PM de Assis Brasil prende moto do Condiac com adesivo de Marcio Bittar

Polícia Militar de Assis Brasil prende sobrinho do prefeito Betinho com uma motocicleta que pertence ao Consórcio de municípios do Alto Acre (Condiac) a mesma estava adesivado com propagandas de Marcio Bittar e Aécio Neves

Por Alemão Monteiro 3 De Julho Noticias

moto 1

A polícia Militar do município de Assis Brasil fazia ronda de rotina, quando por volta das hs 00:20 do dia 18 ontem, resolveram abordar uma motocicleta Brós, preta, de placa NIC 7122 que ao avistar a viatura acelerou para tentar fugir, mas foi interceptada pelos policiais militares.

Na averiguação, constatou-se que a moto tinha placa de Brasília-DF. O condutor, Francisco Araujo Gonçalves (sobrinho do prefeito de Assis Brasil, Dr. Betinho), disse que a moto estava no nome do prefeito de Brasília, porém, não portava a documentação da motocicleta, nem seus documentos pessoais. 

Diante do fato, os policiais resolveram fazer uma consulta via sistema do GETRAN, e constataram que, na verdade a moto estava em nome do CONDIAC (Consórcio de Desenvolvimento Intermunicipal do Alto Acre e Capixaba), com endereço de Epitaciolândia, além de está com o licenciamento vencido. 

O condutor conduzia a moto embriagado e fazia campanha para Marcio Bittar em Assis Brasil com a moto do Condiac e, para a surpresa dos policiais, a moto estava adesivada com propaganda eleitoral, fato este proibido pela legislação, tendo em vista que a moto pertence a uma entidade pública. De acordo com á situação irregular a moto foi apreendida e conduzida ao patio da PM.

A motocicleta estava totalmente adesivada com propagandas de Marcio Bittar e Aécio Neves que são os candidatos favoritos do prefeito Dr. Betinho do PSDB. 

moto

Pressão de Bittar à Emerson Leão por apoiar Tião Viana resulta na demissão de sua esposa

Tá gravado: Por conta desse imbróglio em que se meteu Emerson Leão, mas quem manda nele é Marcio e Bocalom

Por Alemão Monteiro 3 De Julho Noticias

democradas

Com relação a matéria que foi postada para desmentir a matéria que nós fizemos de que Emerson Leão ao declarar apoio á Tião Viana foi motivo de chantagem pela parte de Marcio Bittar e Bocalom que se aproveitaram do momento de fragilidade de Emerson Leão que recém havia perdido um ente querido.

Depois de ir em outro site desmentir a matéria postada no nosso site 3 de julho e no pagina 2o, Emerson Leão procurou o ex-vereador Hilde Amorim que foi o intermediador da conversa de Emerson com o candidato Tião Viana (PT), Emerson disse que não iria processar a redação de notícias, ele disse isso apenas porque Marcio Bittar lhe pressionou muito resultando na demissão de sua esposa, Emerson procurou o ex-candidato á deputado federal para explicar e dizer que vai apoiar Tião Viana.

Ouça o áudio da ligação que Emerson Leão fez ao ex vereador Hilde Amorim.

Ao saber do apoio de Emerson à Tião Viana, Marcio Bittar de imediato procurou Emerson e começou a chantagear devido a sua esposa que tem um cargo comissionado no município de Epitaciolândia, a mesma era chefe do centro do idoso e agora foi demitida a mando de Marcio Bittar. diz Emerson no áudio acima. 

A prefeitura de Epitaciolândia que tem como prefeito André Hassem (PSDB) a onde emprega a esposa de Leão, Emerson foi obrigado à ir em outro site para desmentir a matéria, mas Emerson disse que apesar de tudo ele vai sim apoiar o Tião Viana.

Tudo foi dito em uma gravação durante uma conversa com o ex-vereador Hilde Amorim que apesar de toda fraqueza emocional de Emerson onde Bocalon se alojou em sua casa lhe obrigando á apoiar a candidatura de Bittar, sem nem respeitar a dor das pessoas, Emerson recém perdeu uma eleição e sem condições e sem estrutura fez o que Marcio Bittar mandou, inclusive Emerson disse que jamais subirá em um palanque junto com Marcio Bittar e Aldemir Lopes a raposa do alto acre.

Não é de se estranhar que Marcio Bittar tenha tido uma atitude estúpida e desrespeitosa com a população recentemente Marcio agrediu verbalmente humilhando um cidadão idoso onde o caso foi parar na polícia, o fato aconteceu no município de Epitaciolândia, onde quem manda é Bittar.      

Vídeo: Idoso é humilhado por Marcio Bittar, o caso foi parar na polícia de Epitaciolândia

Marcio Bitar(PSDB) humilha pai de família em Epitaciolândia e caso foi parar na polícia

Marcio Bitar(PSDB) humilha pai de família em Epitaciolândia e caso foi parar na polícia

Epitaciolândia, Ac-Por volta do meio dia dessa terça-feira(15), o pai de família Moisés Augusto França, estava fazendo compras em um supermercado da cidade de Epitaciolândia, quando adentrou candidato a governador pelo PSDB, Marcio Bitar. Moiseis retribuiu a passagem do candidato com uma das brincadeiras mais populares de eleição, dizendo a ele: “cuidado com a balsa”.

De acordo relatos de testemunhas que presenciaram o ato, Marcio Bitar se irritou com a brincadeira e partiu para cima do Sr Moiseis apontando o dedo em seu rosto gritou: “Quem vai para a balsa é o ladrão do Tião Viana, as pessoas que votam nele são ladrão também”.

A humilhação causada por Bitar ao senhor Moiseis deixou funcionários e clientes indignados. “Isso demostra que está despreparado para ser representante do povo”. Disse um funcionário do supermercado que presenciou tudo.

Seu Moiseis registrou queixa contra o candidato Macio Bitar na delegacia de Policia de Epitaciolândia, pois só não houve agressão corporal porque outras pessoas que estavam no local interviram.

Vejo o depoimento de SR Moiseis no vídeo abaixo:

Fonte: acnoticia.com

Emerson Leão declara apoio total a Tião Viana na fronteira.

Emerson Leão declara total apoio á Tião Viana por não aceitar que Aldemir Lopes mande no Alto Acre e principalmente em Brasiléia 

Por Alemão Monteiro 3 De Julho Noticias

Emerson Leão 1111

Emerson Leão declarou apoio total á Tião Viana no segundo turno das eleições, Emerson foi candidato á deputado estadual pelo partido DEM, o mesmo foi candidato apoiando o Tião Bocalom que agora está apoiando Marcio Bittar, mas nem por esse motivo Emerson irá apoiar Marcio, o motivo é que ele não acredita nos projetos de governo de Bittar.   

O motivo do apoio a Tião Viana

Emerson diz que se Marcio Bittar ganhar a eleição quem vai mandar no Alto Acre e principalmente em Brasiléia é Aldemir Lopes, e não queremos que a população sofra como está sofrendo com a mal administração que se encontra em Brasiléia, hoje é um dos piores município que se encontra nas mãos do PMDB de Lopes é só você imaginar como vai ficar o nosso estado se Marcio for governador.  Diz Emerson

Emerson Leão foi até a capital Rio Branco juntamente com o ex. vereador Hilde Amorim que foi o intermediador de uma conversa que resultou no apoio á Tião Viana, Emerson foi na capital nesta quarta-feira e a conversa aconteceu por volta das hs 4:00 da tarde que durou quase uma hora a reunião aconteceu no escritório de campanha do governador, Emerson disse que queria nada em troca só quer ver a derrota de Aldemir Lopes que tem olho gordo e apesar de não ser candidato vive tomando a autoridade de membros de partidos aliados.

Emerson já andou conversando e fazendo algumas visitas para algumas lideranças que apoiaram Tião Bocalom e que agora irão apoiar Tião Viana, Emerson já foi no ramal do km 59, no bairro José Hassem, e também em Assis Brasil e irá em Feijó conversar com algumas lideranças. Emerson irá reunir as lideranças de Brasiléia e Epitaciolândia que o apoiaram.      

Igual Pai de Santo: Apoiará seu sobrinho para estadual e despacha o “Capeta”

Entre o Céu e o Inferno: Carlos Gadelha anda babando de raiva aos quatro cantos da cidade. Hélio Lopes, sobrinho querido de Aldemilr Lopes, amuleto financeiro para as horas difíceis

ORIGINAL

Conta-se que um dia uma velha raposa conhecida da política, muita temida pela sua índole violenta, foi procurar um sábio monge do alto clero de seu partido em busca de respostas para suas dúvidas.

-”Monge”, disse a velha raposa com desejo sincero de aprender, “ensina-me sobre o céu e o inferno”.

O monge, de cabeça grande segurou sua bengala, olhou para a velha raposa e, simulando desprezo, lhe disse: -”Eu não poderia ensinar-lhe coisa alguma, você está imundo. Seu mau cheiro é insuportável. Ademais, a lâmina da sua espada está enferrujada. Você é uma vergonha para sua região.” A raposa velha ficou enfurecida.

Está foi apenas uma introdução de uma antiga lenda que serve para ilustrar nossa história aqui no presente.

O nosso cenário político, com pouca expressão na assembléia e com muita decepção nos resultados eleitoreiros, reserva um capítulo à parte na realidade política de um experiente político local.

Trata-se da indecisão de Aldemir Lopes no apoio político para dois outros conhecidos em eleições passadas. De um lado seu fiel escudeiro, Carlos Gadelha, mais conhecido pelo alcunha de “CAPETA”, ex-vereador e companheiro inseparável de todas as angústias políticas ao qual sofreram por longos doze anos de administração de seu arqui-rival partido o PT, comandado pelos ex-prefeitos Alvanir Lopes e Leila Galvão.

Do outro lado, Hélio Lopes, sobrinho querido e ex-deputado estadual, amuleto financeiro para as horas difíceis e que conseguiu reunir em torno de si a maioria dos vereadores de base e o apoio incondicional dos comissionados do prefeito Everaldo.

Segundo os fofoqueiros de plantão, bons entendedores de política, Carlos Gadelha anda babando de raiva aos quatro cantos da cidade para não perder o apoio do grande líder da fronteira.

Mas o que se sabe através de uma fonte poderosa próxima de Aldemir Lopes é que o prego já está batido e a ponta virada no tocante ao apoio ao seu  sobrinho, diz a mesma fonte que essa decisão se deu pelo simples fato de Aldemir Lopes ter dito que Carlos Gadelha enfrenta problemas na justiça e ser uma mercadoria ruim de ser comercializada no meio político.

Cabo eleitoral de Bittar e Cameli é preso com dinheiro e remédios.

Em poder do suspeito a polícia apreendeu 100 caixas de medicamentos diversos e a quantia de R$ 5.204 mil

Assessoria Polícia Civil

unnamed3-660x330

A Polícia Civil de Manoel Urbano (227 quilômetros de Rio Branco) prendeu nesta sexta-feira, 03, o ex-presidiário Roberto Veloso Alves, 37, acusado de crime eleitoral e crime contra a saúde pública. Em poder do suspeito a polícia apreendeu 100 caixas de medicamentos diversos e a quantia de R$ 5.204 mil (cinco mil, duzentos e quatro reais).

No ato da prisão, Roberto Veloso confessou que estava a serviço dos candidatos Moreira (PSDB), postulante a uma vaga de deputado estadual, Gladson Cameli (PP), que concorre ao Senado Federal, e Márcio Bittar, candidato a governo do Acre, pelo PSDB, para atender demandas políticas de Gladson e Bittar.

thumb640x300

Roberto Veloso já cumpriu dois anos e sete meses de cadeia por tráfico de drogas, mas atualmente, segundo ele, exerce a função de assessor parlamentar do vereador Clézio Moreira, de Rio Branco. Disse também que estava em Manoel Urbano à disposição do candidato a deputado estadual Moreia (PSDB).

Entre os medicamentos apreendidos pela Polícia Civil constam antibióticos (medicamento que só tem venda permitida com prescrição médica). A polícia descobriu ainda que parte dos remédios está com prazo de validade vencido.

Todo material, inclusive o dinheiro, era transportado em um carro Celta, o qual também foi apreendido. Na delegacia da Polícia Civil o homem que foi sentenciado por tráfico de droga contou que os remédios iam ser entregues para os apoiadores de campanha de Márcio Bittar e Gladson Cameli e que o dinheiro ele recebeu de Moreira.

Dinheiro seria, supostamente, para compra de votos – Foto: Cedida

Dinheiro seria, supostamente, para compra de votos – Foto: Cedida

Tião Viana tem 47%, Bocalom 23% e Marcio Bittar tem 23%, diz Ibope.

Margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. Instituto entrevistou 812 eleitores no AC de 29 de setembro e 1° de outubro.

Do G1 AC

pesquisa do acre ..
Ibope aponta Tião Viana com 47% , Bocalom 23% e Marcio Bittar tem 23% (Foto: Divulgação/IBGE)Ibope aponta Tião Viana com 47% , Bocalom 23% e Marcio Bittar tem 23% (Foto: Divulgação/IBGE)
G

Pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (2) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto na corrida para o governo do Acre:

Tião Viana (PT) –  47%
Bocalom (DEM) – 23%
Marcio Bittar (PSDB) – 23%
Antonio Rocha (PSOL) – 2%
Branco ou nulo: 3%
Indeciso – 3%

No levantamento anterior, realizado pelo Ibope e divulgado no dia 12 de setembro, Tião Viana tinha 42%, Bocalom 25% e Marcio Bittar 19%.

A pesquisa foi encomendada pela Rede Amazônica. O levantamento foi realizado entre os dias de 29 de setembro a 1° de outubro. Foram entrevistados 812 eleitores. A margem de erro estimada é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.  O nível de confiança utilizado é de 95%, o que significa que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro.

A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob registro nº AC-00055/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral sob protocolo nº BR-00950/2014.

Segundo Turno

O Ibope fez uma simulação de segundo turno entre Tião Viana (PT) e Marcio Bittar (PSDB). Os resultados são os seguintes:

Tião Viana (PT) – 50%
Marcio Bittar (PSDB) – 37%
Branco/ Nulo- 8%
Indecisos – 5%

O Ibope também fez simulação de segundo turno entre Tião Viana e Bocalom. Os resultados são os seguintes:

Tião Viana (PT)- 49%
Bocalom (DEM)- 38%
Branco ou Nulo- 8%
Indecisos – 5%

Ney Amorim e Gladson Cameli são vítimas de falsos boatos na internet.

Em ano eleitoral é comum a criação de teorias de conspiração, falsos boatos e notícias plantadas.

f..

No Acre, as redes sociais se transformaram no desaguadouro de verdadeiras campanhas difamatórias. Os candidatos Gladson Cameli (PP) e Ney Amorim (PT), se transformaram nos alvos preferidos dos ataques virais que em poucas horas podem causar estragos irreparáveis em campanhas políticas.

O deputado federal Gladson Cameli vem sofrendo ataques constantes, não só de seus adversários políticos, mas também de correligionários e cabos eleitorais que defendem as candidaturas de seus empregadores, criando virais que infestam as redes sociais com montagens e falsas notícias que teriam o objetivo claro de desestabilizar sua liderança na preferência de votos dos acreanos.

O deputado Ney Amorim também vem sofrendo com os ataques virtuais há duas campanhas. Em 2010, o petista foi vítima de boatos que o colocavam na cena de cena de uma morte de uma mulher que teria sido picada por um cobra num motel. Na campanha deste ano, boatos sobre uma suposta prisão do candidato foram espelhados. Ele teve que ir às ruas para desmentir a falsa notícia.

Com  a certeza da impunidade quase certa da autoria dos virais e boatos virtuais, alguns partidos, candidatos e militantes estão investindo em verdadeiras guerrilhas cibernéticas, que teriam o exclusivo objetivo de valorizar a desinformação dos candidatos que, em tese, teriam campanhas organizadas e de grande visibilidade, figurando como prováveis ocupantes de um mandato.

A velocidade dos boatos na Internet vem causando danos sérios nas campanhas e na reputação de candidatos com grande popularidade entre os eleitores. As armações sujas são realizadas através de perfis fakes e montagens. Os grupos de Whatsapp se tornaram o espaço ideal para proliferação das teorias de conspiração, campanhas de difamação e falsas notícias.

Opositores e até mesmo políticos do mesmo grupo, recrutam terroristas digitais que não respeitam leis, agindo sem nenhum pudor na divulgação de inverdades que atacam diretamente a honra de seus adversários. Na reta final da campanha deste ano, mais uma vez, Ney Amorim voltou a ser atacado impiedosamente, com um boato de apreensão de dinheiro que estaria em um veículo rumo a Feijó.

Da mesma forma, Cameli vem sendo castigado no WhatsApp. Favorito nas pesquisas de intenção de votos, na disputa pelo Senado, o candidato vem sendo acusado de interferir até em decisões judiciais que penalizam candidatos que usam propaganda irregular no horário eleitoral. Um viral notícia a prisão de Cameli, por infringir a Lei Maria da Penha, aplicando uma surra de votos.

O perfil jovem dos candidatos talvez explique a guerra cibernética contra suas candidaturas. Nos bastidores, analistas políticos acreditam que os defensores da velha política estariam assustados com as perspectivas da renovação política, encampando uma guerra contra dois prováveis sucessores dos cardeais que querem se manter no poder, mesmo que apoiados no terrorismo político.

Ray Melo, ac24horas