Com “sexo indefinido”em registro, menina não consegue emitir RG

No lugar onde deveria constar a sexualidade, o cartório preencheu com traços.

Quando procurou a OCA em Rio Branco para requerer a emissão da Carteira de Identidade da filha de 16 anos, a doméstica Ana Paula Silva do Nascimento, descobriu que sua filha foi registrada em sexo indefinido.

A menina, que mora com a mãe na Vila Campinas (localizada no KM 60 da BR-364), para a justiça, não é do sexo feminino nem do masculino. O registro da garota, emitido pelo cartório Bittencourt, com sede em Plácido de Castro, simplesmente ignorou o sexo da jovem. No lugar onde deveria constar a sexualidade, o cartório preencheu com traços.

O primeiro registro foi emitido no dia 26 de fevereiro de 2003, três meses depois do nascimento da menina. Em julho desse ano, Ana Paula Nascimento tentou emitir a carteira de identidade da filha e descobriu na OCA o erro. Ela voltou ao cartório onde requereu a emissão de um outro registro, corrigido.

O cartório emitiu novo registro no dia 1 de agosto de 2018, assinado pela escrevente Natália Barbosa de Paiva Lima, com o aval da oficial registradora Ana Paula Gavioli Bittencourt. Dessa vez o cartório escreveu: sexo ignorado.

“Eu fui lá no cartório de novo e me deram um papel e disseram para que eu procurasse um defensor público. Eu não tenho como ficar indo e vindo até Rio Branco e Plácido porque não tenho dinheiro para custear as passagens. Só quero tirar a carteira da minha filha. Ela é uma menina, mas disseram lá que é preciso provar que ela é mulher”, disse Ana Paula Nascimento, mãe da garota.

No cartório, a oficial registradora Ana Paula Bittencourt admitiu que o documento foi emitido por lá, mas que não poderia alterar na segunda via do registro o erro cometido no registro original.

Segundo ela, a segunda via apenas repete todas as informações contidas no original, mesmo o erro tendo sido constatado.

“Eu não posso atestar que a pessoa registrada é do sexo masculino ou feminino. Quem tem essa atribuição é o médico. A mãe dela precisa vir aqui para que seja elaborado um requerimento ao Ministério Público solicitando a correção do suposto erro. Só a justiça pode autorizar esse processo”, explicou.

A mãe da garota, informada sobre o posicionamento do cartório, disse vai aguardar que alguém se prontifique a ajuda-la a resolver juridicamente o problema.

Veja o Vídeo: 3 de Julho Entrevistas

Veja nesta entrevista o Gerente regional do Sebrae, Jorge Saad, explicando as principais ações do Sebrae durante o primeiro semestre e quais foram as principais atividades do Sebrae voltadas para o agronegócio, indústria e comércio, Curta a nossa página do Facebook e se inscreva no nosso canal do YouTube e lembre-se de ativar as notificações clicando no sininho.

Com informações do Ac24horas

Polícia investiga denúncia de violação de túmulo em cemitério no Acre

Moradores do município denunciam que o cemitério virou ponto de consumo de droga.

A polícia de Rodrigues Alves, no interior do Acre, está investigando uma possível violação de um túmulo no cemitério da cidade. A investigação iniciou após denúncia dos familiares de Wilson Rosa Carvalho, que morreu no dia 20 de dezembro. Os familiarea afirmam que parte da estrutura de alvenaria da sepultura foi quebrada durante a noite do último dia 3.

Familiares de Carvalho prestaram queixa na delegacia, mas preferiram não se identificar. De acordo com o delegado Vinícius Almeida, até esta terça-feira (9), a polícia ainda não tinha pistas de quem teria invadido o Cemitério de Rodrigues Alves.

“As investigações estão em andamento, mas é um caso difícil, pois não têm testemunhas, mas a polícia está investigando”, afirmou Almeida.

De acordo com um servidor do cemitério, que também não quis ser identificado, os familiares visitaram o túmulo e comprovaram que os restos mortais de Carvalho não foram retirados. A família também já providenciou os reparos no túmulo.

Moradores do município denunciam que o cemitério virou ponto de consumo de drogas. O delegado não descarta a possibilidade do túmulo ter sido violado por vândalos que visitam o cemitério.

“É local bastante requisitado pelos usuários. É um lugar que não tem muito movimento, então, os usuários vão para ali para não serem perturbados. Nós não dispensamos nenhuma linha de raciocínio. Qualquer linha a gente vai considerar para chegar a autoria desse fato”, concluiu.

Veja o Vídeo: 3 de Julho Entrevistas

Veja nesta entrevista o Gerente regional do Sebrae, Jorge Saad, explicando as principais ações do Sebrae durante o primeiro semestre e quais foram as principais atividades do Sebrae voltadas para o agronegócio, indústria e comércio, Curta a nossa página do Facebook e se inscreva no nosso canal do YouTube e lembre-se de ativar as notificações clicando no sininho.

Do G1 Acre

Suspeito de matar casal de idosos em Capixaba é morto a golpes de foice

Homem conhecido como Elisson estava preso pela morte de um casal na quarta (26). População invadiu a delegacia de Capixaba, nesta quinta (27), retiraram o suspeito e o mataram na BR-317.

Populares invadiram a delegacia da cidade de Capixaba, interior do Acre, na noite desta quinta-feira (27) para matar um homem que estava preso. O homem era suspeito de assassinar Francisco Oliveira e Sebastiana Mendes, de 69 e 58 anos, respectivamente.

O casal foi morto no Ramal Brasil Bolívia, zona rural do município, nesta quarta (26).

Segundo a polícia, o preso, identificado como Elisson, foi retirado de dentro da cela pelos populares. Ele conseguiu fugir, mas foi alcançado na BR-317 e linchado até a morte.

A polícia não informou quantos policiais estavam na delegacia no momento da invasão. A quantidade de pessoas que invadiram o local também não foi divulgado.

Ainda segundo a Polícia Civil, Elisson foi preso na tarde desta quinta pela Polícia Militar do Acre (PM-AC) e levado para delegacia.

Ao saber da prisão, um grupo de pessoas invadiu a delegacia. O portão foi quebrado durante a ação. Conforme a polícia, a delegacia ficou destruída pelos moradores.

Entenda o caso

Um casal foi morto a tiros em uma residência nesta quarta-feira (26), no Ramal Brasil Bolívia, zona rural do município de Capixaba.

As vítimas foram identificadas como Francisco Oliveira, de 69 anos, e Sebastiana Mendes, de 58. Uma testemunha que estava com Oliveira momentos antes do crime disse que estavam trabalhando no roçado quando ouviram um disparo de arma de fogo e o idoso foi para casa para ver o que tinha acontecido.

Minutos depois, a testemunha, que não teve o nome revelado, disse que ouviu mais um disparo e correu para avisar aos vizinhos que poderia ter sido com Oliveira. Tanto a polícia da Bolívia como de Capixaba foram acionadas, por se tratar de área de fronteira, e ao chegar no local, encontraram o casal já sem vida.

Idoso não consegue sair e morre carbonizado dentro de casa em CZS

Casa fica longe de outros vizinhos. Fogo iniciou em um fogão a lenha, segundo Bombeiros.

Uma casa foi totalmente destruída durante um incêndio que ocorreu na comunidade Monteiro, no Rio Liberdade, em Cruzeiro do Sul. Homens do Corpo de Bombeiros levaram quase quatro horas para chegar ao local e não tiveram tempo de socorrer o idoso Raimundo Soares, de 66 anos, que morreu carbonizado dentro da casa.

O idoso morava com um filho, mas estava sozinho na casa quando o fogo começou. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o incêndio teve início por volta das 16h, no momento em que o filho de Soares, que faz transporte escolar na comunidade, estava no trabalho. As chamas teriam começado pela cozinha em um fogão a lenha.

Antes do ocorrido, a ex-mulher de Soares esteve no local e, quando saiu, o idoso ficou colocando roupas no varal. Por se tratar de uma moradia longe das outras casas, os vizinhos já chegaram quando a casa estava totalmente destruída e a vítima carbonizada próximo ao fogão.

Um morador acionou o Corpo de Bombeiros, que foi à comunidade com uma equipe de peritos da Polícia Civil. Para chegar à comunidade, a equipe teve que viajar mais de 3 horas de carro e caminhar mais de 40 minutos pela floresta. O corpo de Soares foi levado pelos bombeiros para o IML.

Do G1 Acre

Fome cresce no mundo; no Brasil, afeta 5 milhões, segundo a ONU

O número dos que passam fome no mundo aumentou pelo terceiro ano seguido e afeta 821 milhões de pessoas, de acordo com relatório divulgado por agências da ONU. 

Isso corresponde a uma a cada nove pessoas no mundo. No Brasil, os números apontam que mais de 5,2 milhões de pessoas passaram um dia ou mais sem consumir alimentos ao logo de 2017, o que corresponde a 2,5% da população.

As principais causas do aumento da fome no mundo são os conflitos e os fenômenos climáticos em constante alteração, indica o relatório. Os resultados apresentados na FAO, uma das agências envolvidas no levantamento, são considerados um retrocesso pelo diretor-geral da entidade, José Graziano da Silva. De acordo com os dados, os números atuais mostram indicadores semelhantes aos apresentados há uma década.

“A situação está piorando na América do Sul e na maioria das regiões da África. Igualmente, a tendência de queda observada na Ásia segue em desaceleração”, afirma o documento “O estado da segurança alimentar e da nutrição no mundo”, que foi elaborado pela FAO, OMS, PMA, Unicef e Ifad.

A maior parte dos famintos do mundo está na Ásia, continente que abriga mais de 514 milhões de pessoas consideradas subnutridas; seguido da África onde 239 milhões de pessoas passam fome.

América Latina

Na América Latina e no Caribe, a fome também apresentou aumento e afeta cerca de 39 milhões de pessoas. Embora o nível de fome seja relativamente baixo em comparação com outras regiões, esse aumento na América Latina é explicado, principalmente, pela desaceleração econômica na América do Sul, afirmou à Agência Efe, o diretor de Estatística da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), José Rosero.

Nesta região, a prevalência de desnutrição (ou falta crônica de nutrientes) subiu de 4,7% da população em 2014 para 5% projetada para 2017 ou, em termos absolutos, de 19,3 milhões de habitantes para 21,4 milhões.

Durante o mesmo período, essa taxa diminuiu no Caribe, afetando 16,5% da população no ano passado (7 milhões de pessoas com fome).

O relatório indica que a tendência de alta na América do Sul pode ser o resultado da persistência dos preços baixos para a maioria dos produtos básicos exportados, especialmente o petróleo.

Isso reduziu a capacidade de importar alimentos, investir na economia por parte dos governos e proteger as pessoas mais vulneráveis diante da redução das receitas fiscais.

“A desaceleração econômica é observada na América do sul, o que é explicado especialmente pela situação na Venezuela”, disse Rosero, afirmando que no país sul-americano, a taxa média de desnutrição foi de 11,7% da população entre 2015 e 2017 (3,7 milhões de venezuelanos no total), quase quatro vezes mais que no triênio 2010-2012.

Em toda a região, as maiores porcentagens de fome nos últimos três anos foram no Haiti (45,8% de sua população, equivalente a 5 milhões de pessoas), Bolívia (19,8% da população, 2,2 milhões) e Nicarágua (16,2% da população, 1 milhão). 

No Brasil, o número de pessoas consideradas subnutridas é de cerca de 5,2 milhões, o que corresponde a 2,5% da população. Os números representam uma melhora nos indicativos nacionais, cujos dados referentes a 2004-2006 mostravam que 8,6 milhões dos brasileiros eram subnutridos na época, o correspondente a 4,6% da população.

Aumento da anemia e queda na desnutrição infantil

O documento destaca ainda que a obesidade em adultos continua em alta. Em 2012, afetava 11,7% da população e, em 2016, atingia 13,2% (672,3 milhões de pessoas, ou seja, mais de um em cada oito adultos). No Brasil, 22,3% da população acima dos 18 anos está acima do peso ideal.

As agências da ONU chamam de “vergonhoso” o aumento da anemia entre mulheres em idade reprodutiva. O problema afetava 32,8% em 2016, com “importantes consequências para a saúde” destas e de seus filhos.

O relatório aponta, porém, alguns progressos na área infantil. A desnutrição das crianças permanece em queda, enquanto desde 2012 a proporção mundial de menores de idade com sobrepeso parece, ao menos, controlada, com 5,6% (38,3 milhões) em 2017.

Mudança climática

Como alguns fenômenos extremos climáticos “não podem ser atribuídos” diretamente à mudança climática, o documento da FAO evita utilizar o termo. Aponta, porém, que, entre 1990 e 2016, eventos como o calor extremo, as secas, as inundações e as tempestades dobraram, com média anual de 213.

“As mudanças no clima já estão enfraquecendo a produção dos principais cultivos em regiões tropicais e temperadas”, relata a FAO.

“Nos últimos dez anos, 36% dos países que sofreram um aumento na subalimentação também registraram uma seca”, diz Dominique Burgeon, diretor de Emergências da organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO).

A variabilidade do clima e os eventos extremos “ameaçam derrubar e reverter os avanços alcançados para a eliminação da fome”, adverte o relatório.

Plantão 3 de Julho Notícias 12ª Edição

Confronto entre presos no presídio deixa morto e feridos. Um novo enfrentamento entre presos aconteceu no presídio de Villa Bush, distante cerca de 8 km da capital do estado do Pando, onde tem como capital, a cidade de Cobija, no lado Boliviano.

(Com EFE, AFP e RFI)

Ônibus cai em abismo no Peru, mata 3 pessoas e deixa 19 feridos

Um ônibus da empresa “Flores” caiu em um abismo na carreteira Interoceânica no Distrito de Marcapata, no Peru.

Três pessoas morreram e 19 ficam feridas. Entre os sobreviventes, segundo as autoridades peruanas, dois brasileiros que podem ser acreanos. A tragédia ocorreu na madrugada de hoje (06) por volta de 1h30mim (horário local).

Os brasileiros envolvidos foram identificados por Márcio da Silva Valente, de 29 anos e Selma Louis Carvalho Diógenes, de 23 anos. Ambos sofreram contusões no braço e abdômen. Segundo a imprensa peruana, os dois estariam viajando juntos. O casal, assim como outros passageiros, foi levado para hospitais da região.

O ônibus saiu de Porto Maldonado com destino a Cuzco, cidade turística daquele país. Segundo testemunhas, ao chegar numa curva sinuosa da estrada, o veículo capotou e caiu em um abismo de 50 metros. O incidente ocorreu próximo ao quilômetro 130 da carreteira.

Peritos peruanos estiveram no local e colheram as primeiras informações para tentar descobrir a causa do acidente. O motorista que tem 53 anos foi levado em estado grave para o Hospital Suíço em Cuzco.

Telejornal 3 de Julho Noticias 16ª Edição

Veja nesta edição do Telejornal: Apreensão de entorpecente em Brasileia, prisão de agressor em Epitaciolândia, briga generalizada na cavalgada de Epitaciolândia, inauguração do Hospital Regional do Alto Acre e outros.

Mutidão mata quase 300 crocodilos em vingança à morte de um homem

O Homem foi morto por um crocodilo enquanto colhia grama dentro de um santuário de vida selvagem para alimentar seus animais.

Recentemente, foi relatado que um homem morador da província de Papua Ocidental, na Indonésia, foi morto por um crocodilo enquanto colhia grama dentro de um santuário de vida selvagem para alimentar seus animais.

A tragédia, no entanto, tomou proporções ainda maiores quando uma multidão enfurecida resolveu vingar a sua morte, matando no processo um total de 292 espécimes protegidos, segundo informações da IFLScience.

A multidão, composta por aldeões da ilha de Nova Guiné, atacou os animais com uma variedade de armas, incluindo facas, martelos, pás e porretes. Entre os crocodilos mortos estavam filhotes e adultos.

Os aldeões também atacaram o escritório do santuário, localizado dentro de uma fazenda na região. De acordo com a BBC News, as autoridades locais não conseguiram impedir o ataque, embora estejam recebendo qualquer um interessado em prestar queixas.

Conforme observado pelo The Guardian, a fazenda funcionava legalmente e tinha licença para a criação de crocodilos, como parte de um esforço para preservação da espécie. Na Nova Guiné são encontradas diversas espécies de crocodilos, incluindo o de água doce (Crocodylus novaeguinea) e o crocodilo de água salgada (C. porosus). Relatórios indicam que a fazenda possuía ambas as espécies.

Felizmente, em relação a perigos de extinção, ambas estão listadas como “menos preocupante” na Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN). Isso significa que, em geral, estão vivendo bem em seus habitats naturais, embora tenham saído há pouco tempo da lista de “vulneráveis” ou “ameaçados” da IUCN.

No entanto, a WWF observou que as espécies de crocodilos da Nova Guiné protegidas internacionalmente “continuam muito vulneráveis ​​ao comércio ilegal de pele”, acrescentando que a parte leste da ilha, Papua Nova Guiné – não a província indonésia – ainda exporta crocodilos selvagens em cativeiro, o que contribui para um declínio nas populações e uma redução na biodiversidade regional.

Telejornal 3 de Julho Noticias 16ª Edição

Veja nesta edição do Telejornal: Apreensão de entorpecente em Brasileia, prisão de agressor em Epitaciolândia, briga generalizada na cavalgada de Epitaciolândia, inauguração do Hospital Regional do Alto Acre e outros.

Discurso de Maduro na Venezuela é interrompido após drones explodirem

Segundo a agência Reuters, Maduro está bem, mas sete militares ficaram feridos; presidente discursava durante evento militar quando o áudio foi cortado, as autoridades olharam para cima e centenas de soldados saíram correndo do local.

Um discurso do presidente venezuelano Nicolás Maduro foi interrompido durante um evento militar na tarde deste sábado (4), segundo a agência de notícias Reuters. O evento estava sendo transmitido ao vivo pela televisão, e foi possível ver quando centenas de militares, que estavam enfileirados em frente ao presidente da Venezuela, saíram correndo em pânico.

Explosão de drones
Segundo a agência, o ministro da Informação, Jorge Rodríguez, afirmou, pouco depois das 20h (horário de Brasília), que vários drones carregados com explosivos explodiram perto do evento presidencial enquanto Maduro estava falando.

Rodríguez reiterou que Maduro está bem e segue trabalhando. Ele disse, porém, que sete guardas nacionais ficaram feridos no incidente, que ele classificou como uma tentativa de ataque.

Evento militar

De acordo com a agência EFE, o evento seria uma comemoração dos 81 anos da criação da Guarda Nacional Bolivariana (GNB).

A Reuters afirmou que o discurso que Maduro proferia a céu aberto foi interrompido quando o áudio foi cortado. As imagens da televisão mostraram Maduro e as demais pessoas no palanque olhando para cima, com ar assustado.

A câmera, então, mostrou centenas de soldados, que estavam enfileirados, começando a correr do local, antes de que a transmissão fosse cortada.

Do G1

Mulher enterrada há 4 mil anos é encontrada com ossos decorados

Os ossos da mulher entre 25 e 30 anos foram descobertos há alguns anos por uma equipe de pesquisadores poloneses e ucranianos dentro de um carrinho de mão no centro de Dniester – que corresponde atualmente à Ucrânia.

“Enquanto esboçávamos e fotografávamos a sepultura, nossa atenção era atraída para os padrões regulares, como linhas paralelas, visíveis em ambos os ossos dos cotovelos”, disse Danuta Żurkiewicz, arqueóloga do Instituto de Arqueologia da Universidade Adam Mickiewicz em Poznań.

“No princípio, fomos nos aproximando da descoberta com cautela – talvez as marcas fossem deixadas por animais”, explicou.

Agora, após análises químicas realizadas nos ossos e nas marcas, os cientistas descobriram que os padrões foram feitos de forma deliberada por outro humano, usando uma substância preta, semelhante ao alcatrão proveniente de madeiras resinosas.

Mais interessante do que o próprio material usado, é que as marcas podem não ter sido apenas feitas após a morte da jovem mulher, mas também depois da decomposição do corpo. Provavelmente, apontam os pesquisadores, o túmulo foi reaberto, as marcas foram aplicadas novamente e os ossos foram colocados cuidadosamente na ordem atômica correta, para que o corpo fosse novamente enterrado.

“É surpreendente perceber que o processo de decoração dos ossos teve que ser feito após a morte e após o processo de decomposição do corpo. Tendo em conta a localização das marcas na superfície dos ossos e a forma como o próprio corante foi aplicado, fica evidente que as marcas foram repetidas após a decomposição”, explica.

Não há registro, por toda a Europa, de ossos dessa época com esse tipo de marca. Foram encontradas achados semelhantes, mas, nesta em particular, as marcas foram interpretadas como vestígios de tatuagens – e, por isso, os cientistas acreditam que seja uma descoberta única.

(dr) Żurkiewicz

Ainda é difícil identificar a jovem mulher no entanto, e de acordo com os pesquisadores, deve ter sido uma pessoa muito importante.

Seu povo era composto por pastores nômades, sem assentamento permanente, que usavam carroças para se deslocar em longas distâncias. Por terem adotado esse estilo de vida, nenhum edifício ou vestígio de construção foi deixado para trás para contar o resto da história.

O que os nômades deixaram foram centenas de sepultamentos – conhecidos como kurgans (palavra que deriva do russo). Esses enterros eram compostos por pilhas de terra e pedras geralmente deixadas em vastos descampados de grama. Esse comportamento indica que as cerimônias fúnebres tinham um papel profundamente importante na sua cultura, assim como em tantas outras ao longo da história.

No entanto, apenas uma pequena parte desses túmulos encontrados até agora continham restos mortais de mulheres. Portanto, quem quer que fosse, “o falecido, cujos ossos estavam cobertos por padrões, tinha que ser um membro importante da comunidade“, concluiu Żurkiewicz.

Durante as escavações, foram encontrados cerca de 61 corpos, mas foi o da jovem mulher que levantou o maior mistério arqueológico.

Os cientistas acreditam que este seja um grupo pré-histórico e, tendo em conta a técnica de sepultamento, poderia estar ligado à cultura Yamnaya. É ainda de salientar que essa área cultural é uma das principais hipóteses apontadas para a gênese do idioma indo-europeu, aponta a Forbes.

A descoberta será publicada na próxima edição da revista Baltic-Point Studies, que ficará disponível no mês de agosto.

Enquanto o significado do osso será discutido durante anos, fica claro que a cultura Yamnaya da Europa Oriental e de seu vizinho, a cultura Corded Ware da Europa Central, está mudando a forma como vemos os ancestrais que deram origem às línguas que quase metade de todo nós falamos hoje em dia. 

Por Ciberia / ZAP

Trens batem na estrada de ferro que dá acesso a Machu Picchu, no Peru

Acidente aconteceu porque um trem parou por causa de um protesto de moradores, entre Ollantaytambo e Machu Picchu Pueblo. Várias pessoas ficaram feridas, duas com gravidade.

Passageiros observam trens que colidiram nesta terça-feira (31) em estrada que dá acesso a Machu Picchu, no Peru (Foto: Andina News Agency via AP)

O Acidente aconteceu porque um trem parou por causa de um protesto de moradores, entre Ollantaytambo e Machu Picchu Pueblo.

Várias pessoas ficaram feridas, rens colidiram na manhã desta terça-feira (31) na via férrea que dá acesso a Machu Picchu, no Peru, deixando vários feridos leves e dois graves, além de danos materiais.

O acidente ocorreu no km 88 da estrada de ferro, entre Ollantaytambo e Machu Picchu Pueblo (Águas Calientes).uas com gravidade.

“Logo quando o trem começou a arrancar, em cinco minutos sentimos um impacto forte”, contou à rádio peruana RPP a passageira Valeria Lozano.

Um dos passageiros contou à agência Andina que o trem da companhia Inca Rail estava parado na estrada por causa de um protesto de um grupo de moradores. A composição foi atingida por outro trem da PeruRail e uma colisão traseira.

Segundo o chefe dos bombeiros de Cusco, Rómulo Centeno, 10 unidades de resgate e 35 bombeiros foram ao local. Os dois feridos graves foram transportados ao posto de saúde mais próximo.

Até a última atualização deste texto, não havia um número total de feridos. Também não há registro de mortos até o momento.

Do G1